Blog

beija

Vendo Artigos etiquetados em: beija

Lula e Luís Marinho: Capoeira e Cidadania

Em recente inauguração da residência terapêutica em São Bernardo do Campo, para adolescentes usuários de substâncias psicoativas, o Presidente Luis Inácio Lula da Silva e o prefeito do município de São Bernardo do Campo Luís Marinho interagiram com os adolescentes e reconheceram a força das  práticas da capoeiragem dentro da área da saúde pública; durante a roda  realizada  pelo Projeto Beija-Flor Capoeira com a participação dos jovens beneficiados pelo serviço de saúde mental (CAPS Alcool e Drogas Infanto Juvenil da PMSBC) sob a supervisão do Professor Beija-Flor e de toda equipe multiprofissional formada por psicólogos, psiquiatras, professores de educação física, enfermeiros, auxiliares de enfermagem,terapêutas ocupacionais e arte educadores da Secretaria de Saúde da PMSBC . As oficinas de capoeira auxiliam na construção da autonomia, equilibrio físico e mental e beneficiam os seus praticantes nos diferentes aspectos biopsicossociais.

 

Trata-se de uma poderosa ferramenta no auxílio das terapias em atenção aos usuários de substâncias psicoativas e portadores de comorbidades psiquiátricas. Na apresentação, a vivência foi reconhecida pelas autoridades, dentre eles o Ministro da Saúde  José Gomes Temporão e o Secretário de Saúde de São Bernardo do Campo Arthur Chioro , como um trabalho sólido e de importante valor terapêutico.

 

Presidente Lula no Berimbau

Mais informações sobre as vivências de capoeira na saúde mental acesse o blog bfcapoeira.vilabol.com.br ou deixe seu comentário no portal capoeira.

Ricardo Costa
Professor Beija-Flor
Capoeirista, Jornalista e Professor de Educação Física
Colaborador do Portal Capoeira

Alagoas: Capoeira será tema de Sessão Especial na CMA

Foi convidado para o debate o mestre sergipano de capoeira Beija-flor que irá falar sobre o projeto “Capoeira Inclusiva”

A Câmara Municipal de Aracaju (CMA) realizará nesta segunda-feira, 27, uma Sessão Especial em homenagem a Capoeira. O tema foi sugerido pela vereadora Rosângela Santana (PT) e tem como objetivo apresentar aos parlamentares a beleza deste esporte que está acessível a todo e qualquer público, seja criança, idoso ou portador de necessidade especial.

Foi convidado para o debate o mestre sergipano de capoeira Beija-flor que irá falar sobre o projeto “Capoeira Inclusiva”, baseado na sociabilização e elevação de auto-estima dos alunos, que passam a superar seus limites.

Outro tema será a inclusão da capoeira na grade curricular das escolas, que será debatido no plenário da Casa pelo mestre Robson. A sessão terá ainda a presença do presidente da Federação Sergipana de Capoeira, mestre Papuá. Os grupos de capoeira Mangangá, Negaça, Novos Irmãos, Filhos da África, Irmãos Unidos e Arte Brasil também foram convidados a participar.

“A capoeira alcançou reconhecimento internacional, ela se tornou o mais novo Patrimônio Cultural Brasileiro. Ela significa uma herança cultural calorosa, por isso os grupos de capoeira precisam de apoio e de espaço para poder incentivar mais a nossa raiz brasileira”, explicou a vereadora Rosângela.

Ceará: Capoeira é usada para a inclusão social

Um projeto utiliza a capoeira para melhorar a coordenação motora e a inclusão social de portadores de necessidades especiais

Uma roda de capoeira muito especial. Crianças, adolescentes, jovens e adultos não perdem um lance. Acompanham, muito atentos, os movimentos dos braços e pernas de quem está no jogo. Cantam, batem palmas, sorriem. A prática do esporte é um momento de socialização, de integração de autista, portadores de Síndrome de Down, de deficiência visual, com paralisia e deficiências múltiplas. Essa turma tão familiarizada com o esporte, mora em Guaiúba e é assistida pela Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae).

Há um ano, a Apae enviou um projeto solicitando o apoio da Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social (STDS). E conseguiu implantar o Projeto de Capoeira Inclusiva com a orientação de Eraldo Gabriel de Sousa, o Mestre Beija-Flor, que há 12 anos desenvolve o projeto no Brasil, e do professor Edy Oliveira, mestre em capoeira que está se especializando em educação inclusiva.

O resultado está sendo tão positivo que, segundo o professor Edy, o aluno Josivan, 23, que tem dificuldades de aprendizagem, está quase pronto para ser mestre da capoeira e dar continuidade à prática aos 35 alunos da Apae. Edy Oliveira, 24, também dá aulas para crianças e adolescentes, em Guaiúba, através de projeto desenvolvido com a Secretaria da Cultura. “São mais de 200 alunos”, diz e acrescenta que a capoeira está sendo iniciado em Redenção.

“A inclusão é um processo sem volta”, diz Edy Oliveira e com ele concorda o sergipano Eraldo Gabriel de Sousa, o Mestre Beija-Flor, que já implantou o projeto em outros estados como São Paulo, Pernambuco, Rio Grande do Sul, Alagoas, Sergipe, Minas Gerais, Maranhão e Pará. “A inclusão é uma grande arma para diminuir o preconceito e as barreiras sociais. Amplia os horizontes das pessoas portadores de necessidades especiais, além dar mais equilíbrio ao corpo e elevar a sua autoestima”, diz o mestre Beija-Flor.

Os resultados da capoeira inclusiva para os que são atendidos pela Apae de Guaiúba também são ressaltados pela conselheira Fátima Maria Leitão Araújo. Ela cita o exemplo de um paciente de 30 anos que não conseguia andar direito e, com a prática da capoeira, adquiriu confiança, melhorou sua expressão corporal e coordenação motora.

“Já houve até apresentação da turma de capoeiristas na cidade de Pacoti. É um projeto que contribui muito para a inclusão social”, constata Fátima Leitão. O mestre Beija-Flor também pretende levar o projeto para Portugal e países da América Latina.

Capoeira inclusiva estimula crianças a superar limites

Capoeira inclusiva. É um projeto desenvolvido no município de Maranguape, na Região Metropolitana de Fortaleza, que reúne crianças de escolas públicas e da Associação dos Pais e Amigos dos Excepcionais

Meninos e meninas se organizam numa roda, batem palmas, gritam, cantam e assim começa o jogo. O movimento das pernas e braços acompanha o som que vem do berimbau, do atabaque, do caxixi. Os pequenos capoeiristas se divertem e mostram habilidade nas acrobacias próprias do jogo. No grupo, crianças muito especiais: surdas, autistas, com paralisia, Síndrome de Down e deficiências múltiplas. A garotada pratica, há um ano, capoeira inclusiva, na sede da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) de Maranguape.

É um projeto pioneiro no Pais batizado com esse nome pelo professor Eraldo Gabriel de Sousa, o Mestre Beija-Flor. O sergipano fica no meio da roda das crianças orientando, incentivando e consegue tornar o jogo da capoeira igual para todos. "O nosso trabalho sempre é feito com a perspectiva da inclusão. Ajudamos as crianças no seu desenvolvimento psicomotor, no seu equilíbrio, afetividade e socialização. A capoeira inclusiva trabalha desde a consciência corporal até a elevação da auto-estima", diz Mestre Beija-Flor, que já deu cursos, palestras e aulas em várias cidades do Brasil divulgando esse projeto de harmonia social.

"Aqui (em Maranguape), a Secretaria da Educação acreditou no projeto e o adotou, especialmente a coordenadora do Núcleo de Educação Especial, a professora Virgínia Queiroz. Estamos encerrando o contrato de um ano", relata Mestre Beija-Flor que, mesmo indo embora da cidade, deixa uma pessoa preparada para dar continuidade à capoeira inclusiva. Deu todas as orientações para Antonio Renato da Silva Oliveira, o Renato Gigante, que vai trabalhar com as crianças. Ao todo são 680 alunos de escolas municipais e da Apae de Maranguape.

A prática da capoeira inclusiva, segundo Eraldo Gabriel, já foi implantada em Sergipe, Pernambuco, São Paulo, Alagoas, Minas Gerais, Pará, Maranhão e Rio Grande do Sul. No próximo mês, após o II Encontro Maranguapense de Capoeira Inclusiva, na sede da Apae, Mestre Beija-Flor segue para Manaus (AM). Depois, anuncia, viaja para Portugal e países da América Latina para difundir o projeto terapêutico.

A capoeira inclusiva é feita com pessoas cegas, surdas, com hidrocefalia, paralisia cerebral, déficit de aprendizagem e com idosos. "Queremos quebrar preconceitos, enfrentar as barreiras que essas pessoas encontram. Estimular uma cultura de paz. Esse projeto já foi levado para universidades, foi motivo de cursos, fóruns e palestras". Segundo ele, a capoeira estimula as crianças a vencerem seus próprios limites. Eraldo diz que, por onde anda, forma multiplicadores para que trabalhem a inclusão dentro das escolas.

DICIONÁRIO

O caxixi é um instrumento idiofone do tipo chocalho, de origem africana. É um pequeno cesto de palha trançada, em forma de campânula (sino).

O atabaque (ou tabaque) é um instrumento musical de percussão. O nome é de origem árabe: at-tabaq (prato). Constitui-se de um tambor cilíndrico ou ligeiramente cônico, com uma das bocas cobertas de couro de boi, veado ou bode.

SAIBA MAIS

A capoeira é uma técnica esportiva e cultural desenvolvida na África e trazida para o Brasil pelos escravos. Por muito tempo foi proibida, porque no período colonial buscavam reprimir a cultura negra. Esse fato se agravou quando se deu a abolição da escravatura, pois os negros, sem condições de sobrevivência, organizavam bandos e esquematizavam roubos.

Em 1932, a capoeira foi renovada por Mestre Bimba. Ele acrescentou movimentos existentes nas artes marciais e levou a capoeira a ser conhecida sem apresentar ligações com marginais. O esporte se estendeu, ao longo do tempo, por todo o País.

Para jogar capoeira é necessária a música tocada pelo berimbau, pandeiro, atabaque, caxixi, agogô e cantada pelos capoeiristas da roda. A música determina o ritmo e o estilo do jogo.

Os movimentos básicos da capoeira são: ginga, aú, queda de quatro, cocorinha, negativa, queda de rim e resistência.

Os toques mais conhecidos são: Angola (São Bento Grande), São Bento Pequeno (Angolinha), Iúna (Lamento), Amazonas (Cavalaria), Santa Maria (Benguela), Idalina (Maculelê), Samba de Roda (Samba de Angola), São Bento Grande de Bimba (Samango), Valsa (Samba de Enredo) e São Bento Corrido (Choro).

FONTE: www.brasilescola.com

Foto: TALITA ROCHA

Lisboa: Workshops Beija-Flor

Workshops Beija-Flor!

A capoeira é uma arte em constante crescimento, onde o capoeirista sente sempre necessidade da procura pelo mais, pelo que está além, de modo a poder aprimorar ainda mais a sua técnica, o seu fundamento, e a sua arte!

É neste contexto que o professor Brancão aquando do 7º Baptizado decidiu organizar uma série de Workshops, a serem ministrados por grandes nomes da capoeira, de modo a poder proporcionar novas fontes de conhecimentos para todos os capoeiristas interessados!

Assim o grupo Capoeira Beija-Flor vem por este meio convidar toda a gente para participar nos seguintes workshops:

– Dia 3 de Abril, Quinta-Feira, workshop com o Mestre Paulinho Sabiá do grupo Capoeira Brasil, na escola Eça de Queirós.

– Dia 5 de Abril, Sábado, workshop com o Mestre Paulão do Ceará do grupo Capoeira Brasil, pelas 9h00 da manhã e às 15h00 workshop de Percussão. Ambos serão ministrados na Biblioteca do Vale Fundão.

– Dia 6 de Abril, Domingo, workshop com o Mestre Suíno do grupo Candeias, pelas 9h00 da manhã também na Biblioteca do Vale Fundão.

Como é visível para todos, serão workshops de valor com grandes referências no mundo da capoeira e uma mais valia para todo e qualquer praticante de capoeira!

Desde já convidamos a todos os capoeiristas a aproveitar esta oportunidade única, de poder contactar, conhecer, e absorver ainda mais capoeira com nomes de tanta distinção!

O valor de um workshop é de 30 galos O valor de dois workshops é de 40 galos O valor de três workshops é de 60 galos

Caso estejam interessados pedimos que nos contactem para:

Mail:   bfcapoeira@gmail.com

Tel: +351 965121023

Contamos com todos para mais este grande momento Beija-Flor!!!

Axé Beija-Flor!
Axé Professor Brancão!

Portugal: Capoeira Beija-Flor & 1ª Gala GOLDNUTRITION

No passado dia 14 de Outubro a capoeira recebeu um mérito e reconhecimento muito especial, pela primeira vez a marca de suplementos nutricionais GOLDNUTRITION® atribuiu um prémio de Distinção Colectiva, por trabalho desportivo e social a um grupo de capoeira, mais propriamente ao grupo Capoeira Beija-Flor
 
Actualmente as grandes marcas e empresas ainda não olham para a capoeira como um desporto de investimento lucrativo, sendo assim reconhecimentos como este são de valorizar e de servir como um exemplo de que a capoeira é um caminho a seguir!
 
Aqui segue a notícia que relata os acontecimentos desse dia, para mais informações www.capoeirabeijaflor.com .
 
Beija-Flor, brilhou e voou ainda mais alto na 1ª Gala GoldNutrition!!

 No passado dia 14 de Outubro, a GoldNutrition realizou a sua primeira Gala onde o grupo Capoeira Beija-Flor® teve a honra de participar!

Como nós sabemos, o grupo Capoeira Beija-Flor® e a GoldNutrition caminham lado a lado já há algum tempo numa jornada em busca de melhores condições para os nossos desportistas e no incentivo do crescimento do desporto nacional!

Por isso, o nosso Professor António Oliveira não pode deixar de presentear a 1ª Gala GoldNutrition com mais um glorioso momento Beija-Flor®!!!

Pelas 13h, após uma noite de pré-preparos para a apresentação, onde todos os detalhes foram acertados, os nossos beija-flores reuniram-se à porta do Olivais Shopping Center. Adultos, crianças e jovens todos se mostraram animados e ansiosos pela noite que os esperava. Daí, seguiram rumo ao Casino Estoril, onde o grupo Capoeira Beija-Flor® teria a honra de pisar um dos mais conhecidos e conceituados palcos Portugueses! O palco do Salão Preto e Prata onde já passaram artistas de renome nacional e internacional!

Ao chegarmos deu-se início aos ensaios:

O som era ajustado para cada instrumento, as luzes adequadas aos diferentes cenários, as coreografias e alguns movimentos de capoeira a serem realizados na apresentação eram revistos, as vozes e os instrumentos eram afinados e o todo o material era devidamente tratado!

A hora da apresentação aproximava-se e, juntamente, a ansiedade crescia dentro de cada um de nós! Nos camarins, enquanto uns se iam arranjando para a grande noite, outros iam trocando ideias, aqueciam ou jogavam um pouco de capoeira.

As crianças não conseguiam conter a excitação, do momento que as esperava!

Tudo estava pronto, cenário, luzes, som, instrumentos, e os nossos desportistas devidamente vestidos e aquecidos!!

Por trás das cortinas começava-se a ouvir o murmúrio dos convidados que começavam a encher o salão. Foi, então, feita uma pequena introdução à apresentação e ao Professor Brancão.

Abrem-se as cortinas… os atabaques rufam, o surdo acompanha com as suas batidas precisas, começa-se a ouvir a batida vibrante dos paus de maculelê e os nossos guerreiros Beija-flor invadem o palco!

 "Certo dia na cabana um guerreiro, foi atacado por uma tribo para valer, pegou dois paus, deu aú, salto mortal e gritou pula menino que sou eu maculelê!"

Os movimentos eloquentes, o cenário elaborado, o som perfeito, hipnotizava o público que se mostrava mais cativado a cada batida dos paus!

O movimento, a graça e o lado teatral estavam presentes em cada passo dos nossos guerreiros cada minuto parecia ainda mais vibrante. A entrada dos facões em cena deu um brilho especial e mágico à apresentação! As faíscas libertas a cada batida iluminavam e enfeitavam o palco de uma maneira diferente e agreste retratando o lado mais forte do maculelê!

O atabaque, que tinha marcado o início da apresentação de maculelê, encerra-a também arrancando do público repleto de campeões, atletas portugueses e entidades desportivas do mais alto nível, palmas, sorrisos e a expressão de incrível admiração!

Mas o espectáculo estava longe de acabar, poucos minutos depois das cortinas fecharem, voltam a abrir mas desta vez para retratar um cenário ainda mais encantador: envolvendo o público numa junção perfeita entre o canto e o som da viola, o jogo da capoeira expressa-se de forma leve e solene, deixando passar uma imagem de beleza, de amizade e de serenidade.

Num bonito jogo onde a capoeira se exibe na sua forma mais pura e onde se vê a beleza do jogo em duas diferentes gerações, um jogo onde o encaixe dos corpos é perfeito e onde todos que assistem se arrepiam dos pés à cabeça!

Mas ainda tínhamos mais surpresas preparadas!

Poucos minutos depois as cortinas voltam a abrir. Desta vez para dar início à já tradicional roda de capoeira!

Portugal: Capoeira Beija-FlorO Professor Brancão solta a voz e repica o berimbau dando início à roda de benguela, entre um movimento e outro os mais novos dão um encanto especial à roda, os movimentos leves e o jogo rasteiro característico deste toque flui naturalmente! O público presente não consegue conter os sorrisos e a admiração pela proeza dos nossos capoeiras!

O toque sobe e o jogo alto inicia-se. As queixadas e as armadas soltam-se velozmente e com  precisão. Os movimentos de floreio retiram do público expressões de admiração que atingem o auge quando o Professor Brancão entra na roda para dar show, mostrando todo o seu domínio sobre a arte da capoeira!!! O jogo continua cada vez mais rápido e cada vez com mais axé! A bateria está no seu melhor transmitindo toda aquela energia para o público presente!

O show de solo inicia-se com os mortais e fliques a dominarem o cenário, surpreendendo todos os presentes que pareciam não acreditar naquilo que os seus olhos viam!!

No final, o Professor Brancão mais uma vez conseguiu passar um pouco da sua filosofia através de uma música à qual o público deu uma atenção especial à letra, podendo levar consigo um pouquinho dos valores do grupo Capoeira Beija-Flor®!!

Foi uma apresentação linda, o público adorou e os nossos Beija-Flores mostraram-se felizes por poderem mais uma vez fazer parte destes grandes momentos que são os momentos Beija-Flor®!!!

Mas a festa ainda continuava! Após estar tudo arrumado e todos de banho tomado e adequadamente vestidos, os beija-flores juntaram-se à gala, onde foram deliciados com um magnífico jantar que primava pelo requinte e pelo bom gosto!

A conversa decorria animadamente, as sessões de fotos já nossas tradicionais não poderiam também faltar!! A alegria era mesmo geral e o orgulho pelo trabalho previamente realizado também!

Durante o jantar deu-se início à entrega dos prémios onde os melhores atletas, as melhores equipas ao longo deste ano, as melhores carreiras foram prestigiados pelos seus feitos…

Após ter sido entregue o prémio de Distinção Individual ao campeão mundial Nelson Évora,  quando já só faltava o último prémio para entregar, vem a grande surpresa da noite: O grupo Capoeira Beija-Flor® recebe o prémio DISTINÇÃO COLECTIVA!!!

Foi impossível esconder a alegria: o sorriso e a felicidade do nosso professor Brancão era o maior prémio que nós, seus alunos, poderíamos ter! O nosso distinto premiado professor Brancão subiu ao palco para receber o prémio mais esperado da noite, seguido pelos alunos, de onde unidos, fizeram sentir cheios de orgulho um caloroso "AXÉ BEIJA-FLOR®!"

Todos estes anos o professor António Oliveira tem vivido em prol dos outros, dedicando-se ao desporto, aos seus alunos e mesmo àqueles que não lhe são próximos, colocando-os à frente de tudo, fazendo deles os seus próprios interesses!!!

Ele começou a construir sozinho a nossa casa, o nosso ninho, a nossa família Beija-Flor®! E, aparecessem as adversidades que aparecessem, nunca desistiu de nós, mostrou-se mais que um professor, mostrou-se um amigo e mostrou-se um pai para TODOS mesmo para aqueles que já têm um!

É um Homem humilde que faz o seu trabalho sem pisar ninguém, um profissional exemplar que está sempre em busca da qualidade e não da quantidade!

UM HOMEM ESPECIAL!!!

Este prémio foi apenas uma pequena parte do que ainda está para vir, apenas uma pequena parte do que o nosso Professor Brancão merece!

A noite continuou a decorrer com um sorriso de felicidade estampado no rosto de cada beija- flor, todos parabenizamos o nosso professor pela conquista, que mais uma vez mostrou a sua humildade dizendo "este prémio é nosso!".

Logo em seguida deu-se início ao espectáculo FOUR que esteve no seu melhor, mostrando a beleza da dança e da ginástica num cenário místico de natureza e eloquência!

Mesmo depois de um dia tão cansativo o nosso professor ainda ficou a conversar connosco até tarde num convívio que se não fosse o dia de trabalho e estudo que nos esperava a todos, teria seguido até não acabar mais!

Com esta noite magnífica, o grupo Capoeira Beija-Flor chegou onde nenhum grupo de capoeira em Portugal chegou. Com este prémio, o trabalho do nosso professor foi finalmente reconhecido pela comunidade desportiva em Portugal e posto ao lado das entidades desportivas federadas de mais alto nível.

Mais uma vez, só podemos agradecer ao nosso Professor por tudo que ele faz por nós, por toda a dedicação e por toda a paciência!

Aos nossos Beija-Flores fica aqui um exemplo a seguir, fica aqui um exemplo de que a capoeira pode ser muito mais que um desporto, pode ser a nossa vida, da qual podemos viver e crescer como profissionais e como seres humanos! Basta sermos dedicados, humildes e batalhadores!!!

À GoldNutrition, os nossos parabéns pela gala que esteve à altura da grande marca que é a GoldNutrition! Agradecemos também pelo reconhecimento prestado ao trabalho desportivo e social do nosso Professor Brancão e esperamos para breve mais um momento como este!

Os nossos parabéns, também, a todos os grandes atletas e amantes do desporto presentes nesta noite que, tal como o Professor Brancão, também dedicam a sua vida ao desporto com grande investimento pessoal e profissional.

Portugal: 6º Baptizado e Encontro Internacional de Capoeira do grupo Capoeira Beija-Flor

O 6º Baptizado e Encontro Internacional de Capoeira do grupo Capoeira Beija-Flor está a chegar!!!!
 
Passado um ano desde o sucesso total do 5º Baptizado do grupo Capoeira Beija-Flor®, temos agora à porta mais um evento: o 6º Baptizado e Encontro Internacional de Capoeira do grupo Capoeira Beija-Flor®.
Preparado para a difícil tarefa de superar o espectáculo apresentado em 2006, o evento deste ano foi organizado ao pormenor, no sentido de fazer subir ao palco o melhor da essência da capoeira. Para além de abrirmos horizontes e mostrarmos ao público o trabalho desenvolvido pelo grupo Capoeira Beija-Flor®, contamos com a presença confirmada de grandes personalidades do mundo da capoeira. Será, decerto, um evento a não perder!
 
Ao longo deste ano, muito trabalho foi feito. O Professor Brancão conseguiu avançar ainda mais com o projecto da Associação Desportiva e Cultural Capoeira Beija-Flor, estando esta prestes a abrir as suas portas; levou a capoeira ainda a mais pessoas, duplicando o número de locais de treino e investindo cada vez mais nos jovens; promoveu convívios, não só para os beija-flores, como para os seus familiares e amigos; realizou o primeiro Campeonato interno de capoeira e musical do grupo Beija-Flor; divulgou a capoeira em inúmeras apresentações; marcou presença em eventos, demonstrações em ginásios, em escolas, em programas televisivos, entrevistas para os media, entre outros, que decorreram ao longo destes meses, nos quais toda a magia Beija-Flor foi transmitida e encantou todos os que presenciaram!!!!Dos mais pequeninos aos mais velhos, temos cada vez mais praticantes e interessados em nos acompanhar. Aos poucos, vamos construindo a família Beija-Flor que alcançou já um patamar de excelência pelos momentos proporcionados.
 
Como sempre, não podemos baixar as mãos e graças a este pensamento, ao esforço e dedicação do nosso Professor, conseguimos chegar ao 6º Baptizado e Encontro Internacional de Capoeira do grupo Capoeira Beija-Flor®!!!!
 
Este baptizado vai reflectir o trabalho em que o Professor Brancão tem vindo a investir ao longo dos tempos. Pois além de contar com muita capoeira, o programa inclui novas danças e coreografias espectaculares que irão encantar todos os que apreciam esta arte que encerra em si um misto de cultura, luta e dança! Para quem já nos conhece, vai ter a confirmação de que todos os dias o grupo Capoeira Beija-Flor® consegue surpreender com novas actuações, com caminhos traçados cada vez mais longe. Para quem for assistir pela primeira vez ao que temos preparado para estes três dias, sentir-se-á contagiado pela energia positiva e pela magia dos beija-flores, não ficando indiferente ao empenho demonstrado.
 
Numa reminiscência das origens e culturas da capoeira, poderemos conhecer um pouco mais desta arte, num espectáculo muito elaborado, a ser realizado numa das mais nobres casas portuguesas: a Casa do Artista (Teatro Armando Cortez). Haverá a oportunidade de contactar com diversos Mestres de capoeira, vindos de diferentes partes do mundo, assim como participar num aulão livre, no qual tanto os experientes como aqueles que gostariam de se iniciar nesta arte se poderão integrar.
O programa: Prometedor…
O espectáculo: Inesquecível…
O grupo: Beija-Flor® – fundado, dirigido, encaminhado e acarinhado pelo Professor Brancão, desde 1998.
Contamos com todos para mais esta iniciativa e deixamos disponível o programa a realizar. Caso pretendam mais informações, não hesitem em contactar-nos!
PROGRAMA
 
4 de Maio (sexta-feira)
 
19h30m: Roda Aberta com mestres convidados
22h30m: Encerramento
Local: ESCOLA SECUNDÁRIA EÇA DE QUEIRÓS – OLIVAIS
 
5 de Maio (sábado)
 
15h00m: Workshops com Mestres convidados
17h00m: Roda
18h00m: Encerramento
Local: POLIDESPORTIVO DA PRAÇA D. FERNANDO AMADO
19h00m: Apresentação de Capoeira Beija-Flor
Local: DESPOLAZER – FIL
 
6 de Maio (domingo)
 
15h00m: Apresentação do trabalho Beija-Flor
15h30m: Dança Axé
Dança Maculêlê
Dança Puxada de Rede
Dança Guerreira
Dança do Côco
16h15m: Espectáculo Musical
16h30m: Apresentação de Mestres
16h45m: Roda de Mestres
17h15m: Troca de Graduações
18h00m: Baptizado
19h00m: Roda Aberta
19h30m: Encerramento
20h00m: Jantar e Fados
 
Local: TEATRO ARMANDO CORTEZ
CASA DO ARTISTA
 
Todo o trabalho de bastidores que tem sido feito é a prova da dedicação e profissionalismo que o nosso querido Prof. Brancão tem pela Capoeira e pelo nosso Grupo!!! Ele é realmente uma forte inspiração para todos nós, para nos empenharmos mais a cada dia que passa e uma verdadeira força da natureza.
 
Axé Professor Brancão!!!!!!!!!
Axé grupo Capoeira Beija-Flor®!!!!!!!!
 
 

Crônica: Criativa como CAPOEIRA

Capoeira Confiante Construindo Com Carinho!!!

Camarada Capoeira.
 
Costumamos caminhar contra crises, contratempos, complicações, confluências, constrangimentos, contrariedades. Contudo colocamos capricho, carinho, conquistas, companheirismo, conhecimento, consciência, cooperação, contribuição como cuidados com capoeirandos. Convictos, conversamos com controle consertando costumeiros confrontos. Capacitamos constantemente consciências consternadas. Criamos contatos confiáveis consolidados com compaixão, carisma, conduta. Como capoeiras; cambamos, caímos, cometemos criancices, covardias, comodidades. Contudo, consternados…calamos!
 
Conscientes, combatemos controvérsias convivendo com constância, coragem, consonância. Contornamos catástrofes completamente coerentes com “caminhos caquéticos”. Continuamos confiando! Construímos castelos confiando, clamando camaradagem. Costumeiramente colocamos cara, coragem, carreira, conquistas como calço. Cambaleamos cordialmente, concluindo confusos como calar-se, camuflar-se consegue comprometer caminhos consistentes. Corremos como campeões canalizando correntes coesas. Conhecemos colegas, compadres, comadres, crioulos, caucasianos, cooperadores, cafajestes, crucificados, crianças, cretinos, caiporas, caipiras, convencidos, conterrâneos, corporativistas, companheiros, credores.
 
 
Curamos crueldades colocando como contrapartida capacidades corrompidas. Criamos confiança, confluência, condolência; conscientizando cabeças cansadas. Corrupiamos com cautela conhecendo calmamente capoeiras corretos, contrários, contemporâneos, classificados, calculistas, companheiros, coroados, corruptos, capacitados. Clamamos companheiros construindo calabouços completamente camuflados congregando cambadas. Como convulsões, castelos caem contrariando confiança, companheirismo, camaradagem. Com cadência, continuamos capoeirando, confiantes como caciques cobertos com cocares coloridos. Comparamos capoeira constantemente com caminhos congruentes. Caminhos condutores com capacidades completamente concretas. Capazes categoricamente, com classe cardeal. Capoeira cai, contorna, continua conduzindo canais compatíveis. Capoeiramos, capoeirastes, capoeirás!
 
Continuamos como costumeiramente corrigindo cabeças confusas. Com cabeçadas conseguimos cambar capoeiristas. Compreensíveis, concluímos: cambamos como caxinguelês. Com cutiladas conquistamos cargos. Contudo criamos cobras.
 
Calma! Capoeiras clamam camaradagem. Compartilham companheirismos, confraternizações, contatos. Concluo confirmando com clareza: Capoeira congrega, constrói, cativa, comove, carrega confiança, cautela, companhia; compromissos, camaradagens. Capoeira caminha comigo, contigo, conosco, convosco!
 
Cordialmente
 
Capoeira Comum.
 
Colega capoeira, comente com C.
 
Professor Beija-Flor
 
http://bfcapoeira.vilabol.com.br
 
Nota: Em homenagem ao poeta GOG, inspirador e criativo.
 

Com criatividade, cabeça e coração o camarada Beija Flor, contribui com esta crônica… Gingando com C de CAPOEIRA, CORAÇÃO, COMPANHEIRISMO, CAMARADAGEM E CIDADADANIA.

Fortaleza: Capoeira promove a inclusão de pessoas com necessidades especiais

Cidadania: Capoeira promove a inclusão de pessoas com necessidades especiais.
 
Um projeto criado há 10 anos em Aracaju (SE) e que utiliza a capoeira para trabalhar o desenvolvimento da coordenação motora, o eqüilíbrio, força, expressão corporal, musicalidade e auto-estima de pessoas com necessidades especiais.
Este é o Projeto Capoeira Inclusiva e Terapêutica – Arte de Sentir Bem, cujo criador é o sergipano mestre Beija-Flor.
E o professor Eraldo Gabriel de Sousa, o mestre Beija-Flor – há 27 anos praticando a capoeira -, encontra-se atualmente em nossa Capital, tentando implantar o seu projeto nas secretarias da Educação de Fortaleza e Maranguape, para atender às pessoas com necessidades eduacaionais especiais dessas cidades.
“Eu trabalho há 10 anos com pessoas dotadas de necessidades educacionais especiais e já implantei meu projeto em São Paulo, Pernambuco, Rio Grande do Sul, Alagoas, Minas Gerais, Pará, Maranhão, e agora o estou apresentando no Ceará”, afirmou o professor Eraldo Gabriel. O mestre Beija-Flor vai ainda ministrar palestra, amanhã, na UFC/Faced.

O PROFESSOR ERALDO Gabriel trabalhou com alunos especiais em Belo Horizonte