Blog

capacitação

Vendo Artigos etiquetados em: capacitação

Guimarães: III Congresso de Inclusão Pelo Desporto

O 3º CONGRESSO INCLUSÃO PELO DESPORTO, inserido no programa geral de Guimarães – Cidade Europeia do Desporto 2013 é a oportunidade para debater e aprofundar metodologias de integração das populações mais desfavorecidas no e pelo Desporto em Portugal e na Europa.

Num período em que a função social e educativa do Desporto tornou-se uma área política de relevância estratégica da União Europeia, espera-se que este Congresso, contribua para o debate em curso sobre a inclusão social dos imigrantes e das minorias étnicas e das populações em risco dentro e através do desporto. Além disso, os resultados e as recomendações práticas desta conferência devem ajudar a colocar a inclusão social na agenda das políticas desportivas nacionais e europeias e promover a partilha dos nossos valores com outras regiões do mundo, nomeadamente, a Comunidade de Países de Língua Portuguesa.
É aqui que queremos estar para potenciar as melhores energias da sociedade civil.

No ano de 2013, promovemos o CID na programação de Guimarães – Cidade Europeia do Desporto. Porque partilhamos uma visão em que salientamos que no Desporto como na Sociedade, a evidente desigualdade de oportunidades possa ser ultrapassada através da capacitação e representatividade das populações mais desfavorecidas em todos os ramos da atividade social e profissional. Por uma questão de oportunidade, mas fundamentalmente por uma questão de consciência e de dever, é em Guimarães que queremos estar colocando o debate das políticas sociais em eventos de relevo e de destaque na sociedade portuguesa e europeia.

O CID oferece cursos de capacitação profissional a mais de 100 educadores e agentes sociais. Apresenta-se como uma série de eventos temáticos (congresso, exposições, publicações, prémios e palestras) com o objetivo claro de inspirar e na partilha ativa de experiências e conhecimentos do interesse de universitários, recém-licenciados, empreendedores, mediadores sociais, técnicos de deporto, técnicos sociais, representantes de ONG`S e IPSS e dinamizadores do mundo empresarial e académico nas mais diversas áreas de atividade. 

OBJETIVOS

Proporcionar um espaço informal e de confiança para a potencialização do networking e possíveis parcerias entre todos os participantes e estimular a aprendizagem, troca de experiências e ferramentas entre os participantes através de workshops específicos. 
Motivar a função social e educativa do Desporto através da capacitação de educadores, instituições e poder local a melhorarem a sua abordagem pedagógica e aumentar a eficácia e atratividade da formação do Jovem. 
Promover o Desporto como meio de diálogo intercultural e intercâmbio de boas práticas, que contribuam para a prevenção e a luta contra a violência e o racismo na sociedade, de sedentarismo e de isolamento social das minorias sociais e/ou vítimas de exclusão social. 
Promover a reflexão sobre ética e valores no desporto. 

DESTINATÁRIOS

O 3º CONGRESSO INCLUSÃO PELO DESPORTO procura corresponder às preocupações e expectativas profissionais dos agentes e entidades desportivas e sociais, nomeadamente: 
• Dirigentes e técnicos de desporto e de ação social da administração pública (comunidades urbanas, áreas metropolitanas e outros organismos da administração pública regional); 
• Dirigentes e técnicos de desporto e ação social de instituições de solidariedade social nacionais e europeias; 
• Técnicos e agentes de desporto, de clubes  e associações desportivas; 
• Dirigentes e técnicos de outras organizações desportivas, nomeadamente o Comité Olímpico de Portugal, Comité Paralímpico de Portugal, Confederação do Desporto de Portugal e Fundação do Desporto de Portugal; 
• Professores e estudantes das áreas Desporto e Educação Física e das áreas de Solidariedade Social e da Saúde; 
• Elementos diretivos e técnicos do Desporto Escolar; 
• Empreendedores sociais e animadores de projetos e programas orientados para a educação inclusiva; 
• Outros agentes desportivos e sociais.

 

http://www.iuna.org.pt/congressoinclusaodesporto/

Curso de Formação e Capacitação Pedagógica ao Ensino da Capoeira no ES

Educadores Sociais, oficineiros, “docentes” de capoeira em geral:

O Ensino da Capoeira no Espírito Santo passará a receber atenção especial da Federação de Capoeira do Estado do Espírito Santo (FECAES), afirma o presidente Alcebíades Milton Cabral em atendimento ao disposto no Código Desportivo Internacional de Capoeira daFederação Internacional de Capoeira (FICA) e na Lei Estadual nº 7.696/2003, para se estabelecer critérios, competências, saberes e habilidades específicas para a formação, avaliação e qualificação profissional de Técnicos, Treinadores, Preparadores Físicos, Docentes (Formados, Monitores, Instrutores, Contramestres e Mestres), Árbitros (Estaduais, Nacionais e Internacionais) e alunos em seus diversos níveis, a FECAES estará promovendo Cursos de Capacitação e Qualificação Pedagógica ao Ensino da Capoeira no ES totalizando 380 (trezentos e oitenta) horas/aulas aberto a todos os “docentes” de Capoeira do estado. Credenciando-os com a expedição de suas respectivas habilitações técnicas através de um documento único de identificação em sua conclusão.

Os cursos serão ministrados por Mestres e Doutores em parceria com Faculdades dos estados do Rio de Janeiro, São Paulo e Bahia, Confederação Brasileira de Capoeira, Federação Internacional de Capoeira Secretaria Estadual de Esportes e Lazer do ES..


CRONOGRAMA DE REALIZAÇÃO DOS CURSOS

CURSO + Carga Horária

CH

DATA

LOCAL

Gestão Desportiva, Competições e Arbitragem

20

30/04 e 1º/05/11

Vitória/ES

Fundamentos Sócio-Antropológicos da Capoeira

10

28/05/2011

Vitória/ES

Fundamentos Filosóficos do Jogo da Capoeira

10

29/05/2011

Vitória/ES

Fundamentos Técnicos e Culturais da Capoeira Angola – I

20

25 e 26 /06/11

Vitória/ES

Metodologia e Didática de Ensino da Capoeira I

20

30 e 31 /07/11

Vitória/ES

Fundamentos Técnicos e Culturais da Capoeira Regional – I

20

27 e 28 /08/11

Vitória/ES

Metodologia e Didática de Ensino da Capoeira II

20

24 e 25 /09/11

Vitória/ES

Nomenclatura dos Movimentos de Capoeira – 20h

20

29 e 30 /10/11

Vitória/ES

Anatomocinesiologia aplicada a Capoeira I

20

26 e 27 /11/11

Vitória/ES

Fundamentos Técnicos e Culturais da Capoeira Angola – II

20

17 e 18 /12/11

Vitória/ES

Anatomocinesiologia aplicada a Capoeira II

20

28 e 29 /01/12

Vitória/ES

Fisiologia do Exercício aplicada a Capoeira I

20

18 e 19 /02/12

Vitória/ES

Fundamentos Técnicos e Culturais da Capoeira Regional – II

20

24 e 25 /03/12

Vitória/ES

Fisiologia do Exercício aplicada a Capoeira II

20

28 e 29 /04/12

Vitória/ES

Desenvolvimento Humano e Aprendizagem Motora

20

26 e 27 /05/12

Vitória/ES

Teoria e Prática do Treinamento Desportivo

20

23 e 24 /06/12

Vitória/ES

Socorros de Urgência nos Esportes

20

28 e 29 /07/12

Vitória/ES

Marketing e Imagem pessoal

10

25/08/2012

Vitória/ES

Ética profissional e Direitos Desportivo

10

26/08/2012

Vitória/ES

Organização e Administração aplicado ao 3º setor

20

29 e 30 /09/12

Vitória/ES

Estágio Prático em Eventos Desportivos

20

20 e 21 /10/12

Vitória/ES

CARGA HORÁRIA TOTAL

380h

São consideradas as seguintes competências para os docentes de Capoeira:

A- Atenção à Saúde – os docentes, em seu âmbito profissional, devem estar aptos a desenvolver ações de prevenção, promoção e proteção da saúde, tanto em nível individual quanto coletivo.

B- Tomada de Decisões – fundamentado na capacidade de tomar atitudes visando o uso apropriado e a eficácia para avaliar, sistematizar e decidir as condutas mais adequadas.

C- Comunicação – primar pela comunicação verbal, não-verbal e habilidades da escrita e da leitura.

D- Liderança – estar apto a assumir posições tendo em vista o bem estar da comunidade.

E- Administração e Gerenciamento – estar apto a tomar iniciativas gerenciais e administrativas dos recursos humanos, físicos e materiais.

F- Ética – possuir princípios morais que se devem observar no exercício profissional ajustando-se às normas de relações entre os diversos membros da coletividade, bem como manter confidencialidade de informações na interação com outros profissionais e o público em geral.

G- Educação Continuada – os profissionais devem ser capazes de aprender continuadamente, tanto na sua formação quanto na sua prática, devendo desta forma aprender a aprender, tendo a responsabilidade na busca constante de novas informações e o compromisso com a educação.

Bahia: Forte Santo Antônio sedia “Capoeira de Saia”

Forte de Santo Antônio Além do Carmo vai sediar nos dias 01, 02 e 03 de maio, das 14h até às 18horas, o programa de capacitação “Capoeira de Saia”, organizado por grupos de mulheres  capoeiristas profissionais e amadoras-praticantes. As inscrições são limitadas, gratuitas e  podem ser realizadas no próprio Forte Santo Antônio Além do Carmo.

O encontro tem como principais objetivos informar profissionais da área, discutir o processo de ensino-aprendizagem e desenvolver propostas que visem a melhora da qualidade no ensino da capoeira.

Segundo os organizadores o compromisso principal será a capacitação e promover o fortalecimento da participação da mulher na capoeira, possibilitando uma troca maior entre as instituições culturais, as discussões de gênero, relação e contribuição no desenvolvimento histórico e social da capoeira.

I Ginga Arembepe – ABOLIÇÃO CAPOEIRA

ABOLIÇÃO CAPOEIRA – Apresenta:

I° Ginga Arembepe – Educação,cultura e cidadania

Programação:

01/12/08/

18:00h/Barracão Cultural Arembepe

Cursos de capacitação:
Como gerenciar mudanças-Facilitadora:Profª Célia Peridiz
Ludomotricidade-Facilitador-Prof°Fernando Martins

02/12/08/

18:00h/Barracão cultural-Arembepe

Oficina de capoeira Infantil
Contra mestre Brisa-Grupo Gueto-salvador-ba

03/12/08/18:00h/Barracão Cultural-Arembepe

Curso de capacitação:
Primeiros socorros-Traumatologia
Facilitador:Técnico do Samu:Facilitadora:Carina Oliveira

04/12/08/

16:00h/Barracão Comunitário

Oficina de percussão-Facilitador:Prof° Bolinho-Grupo Abolição

18:00-Oficina de capoeira-Facilitadores:

Mestre Léo Pivete-Capoeira Brasil-Rj

Formado Careca-ACCB-Espanha

05/12/08

9:00h-Aldeia Hippie

Curso de Capoeira Regional-Facilitador:Mestre Salário Mínimo-Abolição

16:00hBatizado infantil-Quadra poliesportiva Arembepe

06/12/08

9:00h-Mutirão de Limpeza nas praias

07/12/08/9:00h/Pousada Caminho do sol

Batizado,Formatura e troca de cordões

13:00h-Confraternização e comemoração :Aniversário Contra Mestre Bobô

Contatos:

boboabolicao@hotmail.com/ patricialcasadosol@ig.com.brTel:36242198/8781-3847

Programa de Capacitação Capoeira de Saia

Levanta a saia la vem a maré … oi la vem a maré … oi la vem a maré !!!

9ª Reunião de Lideranças Femininas para JUNTAS construirmos o Programa de Capacitação Capoeira de Saia

05/04, sabado, as 15h , na Casa da Musica (Lagoa do Abaeté)

O Programa ‘Capoeira de Saia’ – Capacitação da Capoeira Feminina, será um evento executado em três edições 2008, 2009 e 2010, em ambiência baiana, nacional e mundial respectivamente, que aglutinara mulheres praticantes da capoeira e áreas afins, provenientes de todo os continentes, no mês de maio em Salvador-Bahia, promovendo palestras, festivais, cursos e vivências ministradas por renomadas personalidades desta arte no Brasil. Mesmo sendo baiana esta aberta a quem quiser participar sendo que temos vagas gratuitas limitadas a 300 participantes.

A primeira edição já esta confirmada para o dia 17/05/2008, na Fortaleza de Santo Antônio Além do Carmo – Forte da Capoeira, das 08 as 20 h.

Este programa nasce com o compromisso principal de promover o fortalecimento da participação da mulher na capoeira, possibilitando um maior intercâmbio entre as instituições culturais, enfocando o processo de ensino-aprendizagem da capoeira para este público, as discussões de gênero, bem como a importância, relação e contribuição no desenvolvimento histórico e social da capoeira, possibilitando desta maneira, a ampliação do nível de informação das profissionais e praticantes da capoeira e ainda o aprimoramento técnico-teórico das mesmas.

A comissao organizadora foi montada durante sete reunioes de lideranças femininas e tem como critérios: interesse, responsabilidade, disponibilidade, ser capoeira( qualquer graduaçao), ser mulher, pensar no coletivo e suas necessidades, nao querer propagar bandeira de grupo nenhum de cpaoiera e sim sua bandeira enquanto capoeirista.

Participe da construçao coletiva deste importante evento !!!

A hora é essa … a hora é essa …

Axé,
Comissão organizadora

capoeiradesaia@gmail.com

Aracaju e São Luis recebem oficina do Prêmio Capoeira Viva 2007 nos dias 19 e 20

A Representação Regional Nordeste do Ministério da Cultura (RR/NE MinC) está realizando oficinas gratuitas de capacitação e estímulo à participação no Prêmio Capoeira Viva 2007 nas capitais do Nordeste. Na próxima segunda (19), a oficina de capacitação para participar do Prêmio Capoeira Viva acontece em Aracaju (SE), e no dia seguinte (20), em São Luis (MA). A capacitação é destinada a capoeiristas, mestres, contra-mestres, pesquisadores, gestores públicos, produtores culturais organizações não-governamentais, pontos de cultura, instituições culturais sem fins lucrativos e demais interessados no edital.
 

Em Aracaju (SE), a oficina será ministrada por Mauro Lira (RR/NE MinC). A atividade acontece das 14h às 17h, no Centro de Criatividade Gov. João Alves – Rua Saturnino de Brito, s/n, Bairro Getúlio Vargas. Em São Luís (MA), a oficina será ministrada por Vinicius Pacheco, assessor do Secretário Executivo do MinC, Juca Ferreira. A atividade acontece das 14h às 17h, na Casa da Festa no Auditório Rosa Mochel – Rua Giz, 221, Centro.

 

Já foram realizadas capacitações sobre o edital no Recife (PE), João Pessoa (PB), Teresina (PI), Salvador (BA), Fortaleza (CE) e Natal (RN). A caravana termina no próximo dia 26, em Maceió (AL).

 

O edital Capoeira Viva, que está na segunda edição, foi idealizado pelo Ministério da Cultura (MinC), e está sendo promovido pela Fundação Gregório de Mattos (BA) com patrocínio da Petrobrás. O objetivo do edital é fomentar políticas públicas para a valorização e promoção da capoeira como bem constituinte do patrimônio cultural brasileiro. O valor total da premiação será de até R$ 1, 2 milhão, a ser distribuído de acordo com os critérios estabelecidos pela comissão de avaliação. As inscrições vão até 17 de dezembro.

 

Podem concorrer as premiações indivíduos e organizações e instituições sem fins lucrativos com propostas de projetos sócio-educativos; centros de referência; estudos, pesquisas, inventários e documentação; e produção, difusão e registro por meio de mídias e suportes digitais, eletrônicos e audiovisuais, incluindo filmes, vídeos, exposições, instalações, sítios, portais e jogos eletrônicos, software livre e produtos correlatos. O edital está disponível na página www.capoeiraviva.org.br.

 

Outras informações podem ser obtidas na RR/NE MinC pelo telefone (81) 3224-5562. Contatos locais: Aracaju: (79) 3179-1930 | 8811-4957 e São Luis: (98) 3218-9910 (ramal 243) | 8843-0200

 

Ascom RR/NE MinC

Santa Catarina: “Projeto Volta Ao Mundo”

Com o objetivo de contribuir para a construção da autodeterminação positiva de nossos valores culturais e sociais como um todo, já está funcionando numa sala do segundo piso (1º. andar) da Arena Multi-uso Antônio “Neco” Heil a etapa inicial do “Projeto Volta Ao Mundo”, que pretende abrigar no mesmo local inicialmente a prática do jogo da Capoeira e mais adiante também um acervo multimídia com documentação escrita, fotográfica, fonográfica e videográfica sobre a Capoeira e assuntos correlatos como história do Brasil, cultura negra, música, cidadania, infância e adolescência, etc. Estes trabalhos pretendem contribuir para tornar a cidade de Brusque conhecida também como importante referência na pesquisa e documentação sobre Capoeira
 

   A criação do Centro Catarinense de Consulta E Capacitação Em Capoeira é uma iniciativa bastante audaciosa, pois prevê uma programação contínua de mostra de vídeos, debates, shows culturais, oficinas de percussão e de instrumentos, exposições artísticas, campanhas solidárias, apresentações, intercâmbios culturais, etc. Segundo o coordenador do Projeto, o professor de Educação Física Marcelo Backes Navarro Stotz, conhecido nas rodas de Capoeira como mestre K.B.Lera, “Esse projeto é o resultado do esforço para garantir a continuidade das turmas de aprendizado de Capoeira iniciadas durante o “Projeto Iniciação à Capoeira” (realizado nas escolas de ensino fundamental de Brusque durante os anos de 1998 a 2005). Esse projeto, PIá Capoeira, em novembro do ano passado foi agraciado com uma menção honrosa de destaque entre centenas de outras iniciativas de cunho social, vindas de todas as partes do globo e reunidas num encontro mundial de agentes culturais na cidade de Trento, na Itália”.
 

 

   Para freqüentar as aulas e participar das demais atividades não há cobrança de mensalidades, apenas uma taxa única de R$10,00 reais para receber a carteira de identificação de aluno-capoeirista, válida como matrícula para o primeiro semestre de 2006 (até agosto). O valor da inscrição é usado para a manutenção básica da infra-estrutura do local (material de divulgação, limpeza, correio, ampliação do acervo, instrumentos, etc.).

 

   O Centro Catarinense de Consulta E Capacitação Em Capoeira oferece aulas nos seguintes horários: Matutino: segundas e quartas feiras das 09h00min às 10h15min horas. Vespertino: segundas, quartas e sextas feiras das 16h00min às 17h15min horas. Noturno: segundas e quartas feiras, duas sessões: das 20h00min às 21h15min horas e das 22h15min às 23h30min horas; e às sextas feiras, das 20h00min às 22h30min. Maiores informações diretamente com o professor Marcelo (mestre K.B. Lera) no telefone 9909-4513.
 

   O projeto "Volta Ao Mundo" também estabeleceu uma parceria com a UNIFEBE e oferece aulas gratuitas aos interessados às terças e quintas feiras, das 21h50min até às 22h50min, no ginásio do Colégio Potencial, no bairro Jardim Maluche.

A CAPOEIRA NA TERCEIRA IDADE

A pratica da capoeira,

  • pela multiplicidade de seus movimentos,
  • pela facilidade de ajustamento às condições pessoais de cada praticante,
  • pelas modificações mentais que acarreta,
  • pela integração entre os vários componentes do Ser,
  • por ser uma atividade fundamentalmente lúdica e portanto prazerosa,
  • por desenvolver uma estado transicional de consciência capaz de escapar aos bloqueios de natureza mental e às limitações físicas do praticante,
  • por se prestar a inúmeros níveis de carga de trabalho,

pode ser usada como método de manutenção da aptidão física, de capacitação ou de recuperação da aptidão física, correção de desgastes pela idade ou seqüela de complicações decorrentes de doenças próprias do envelhecimento.

Cumpre entretanto realçar que sua prática depende de avaliação prévia das condições orgâncas e funcionais do cadidato e acompanhamento médico adequado para impedir possíveis complicações por sobrecarga de esforço.