Blog

comentários

Vendo Artigos etiquetados em: comentários

Pesquisa: Incubadora Cultural Gênesis da PUC

Depois de quase tres anos, o camarada Mozart Ribeiro, responsável por um trabalho de pesquisa cujo "target" era a nossa capoeira, acaba de publicar os resultados em seu BLOG: http://www.capoeiristadealma.globolog.com.br.

Mesmo com o atrazo na publicação dos resultados, justificados pela enorme demanda profissional, a pesquisa poderá ajudar a compreender diversas facetas e possiveis mercados para a nossa arte-luta.

PESQUISA

Em 2005 fiz uma pesquisa sobre a capoeira para apresentação de uma trabalho na Incubadora Cultural Gênesis da PUC. A publicação tardia foi por motivos de ordem profissional que me impediram, na ocasião, de dar continuidade ao trabalho de tabulação e análise dos dados coletados. Contudo finalmente pude retormar do ponte de onde parei. Embora tenham se passado três anos é possível verificar que as informações ainda são bastante atuais. Na ocasião algumas pessoas ajudaram na divulgação desta pesquisa que está publicada abaixo, agradeço principalmente ao Mestre Jerônimo Capoeira que divulgou a pesquisa na Rod@ Virtual, ao Vitor Lobisomem e ao Luciano Milani do Portal Capoeira que também deram uma grande ajuda na divulgação.
Confiram!!!

PESQUISA – ANÁLISE RESULTADO

Esta pesquisa foi realizada, no final de 2005, buscando tirar uma “fotografia” da capoeira e dos capoeiristas a fim de entender de maneira bem ampla de que forma esta cultura vem sendo difundida na sociedade. Buscou-se uma abordagem simples e bastante generalizada nas questões elaboradas para termos uma idéia de como poderemos fazer pesquisas futuras.

Apresentação dos Resultados
Os resultados do estudo serão apresentados neste relatório em duas grandes perspectivas:

1. Perspectiva Geral – Análise geral dos dados apurados.
2. Perspectiva por Assunto – Resultados considerando os agrupamento dos assuntos
definidos para a pesquisa:

I) Distribuição geográfica e forma de atuação
II) Origem das informações procuradas
III) Tipo de informações procuradas
IV) Despesa média com produtos relacionados à capoeira

1) PERSPECTIVA GERAL:

A pesquisa foi respondida pela internet por 368 pessoas tanto no Brasil quanto no exterior, com a seguinte distribuição por localidade, sexo e idade

a) Localidade
a1. Brasil – 83% dos que responderam
a2. Exterior – 17% dos que responderam

Comentário: Como a pesquisa foi feita em português estes números refletem mais a realidade dos capoeiristas brasileiros.

b) Sexo
b1. Feminino – 33% dos que responderam
b2. Masculino – 67% dos que responderam

Comentário: A participação do universo feminino já começa a ser significativa em um meio que até alguns anos atrás era predominantemente masculino.

c) Idade
c1. Entre 16 e 20 anos – 11%
c2. Entre 21 e 30 anos – 51%
c3. Entre 31 e 35 anos – 18%
c4. Acima de 35 anos – 20%

2) PERSPECTIVA POR ASSUNTO:

2.1) DISTRIBUIÇÃO GEOGRÁFICA E FORMA DE ATUAÇÃO

Comentários:
– Pode-se observar uma grande oportunidade para atuação em empresas. Vale lembrar que muitas têm programas de Ginástica Laboral para seus funcionários.
– No Brasil o trabalho em academia é bastante difundido e competitivo e é o mais explorado, já no exterior tem a mesma representatividade que os trabalhos desenvolvidos nas instituições de ensino.
– As aulas em instituições de ensino também vêm ganhando espaço como opção alternativa às aulas em academias.

Vale lembrar que cada local de aula, seja academia, escola ou ong, possui sua especificidade o que exige uma preparação diferenciada do instrutor de capoeira para cada um destes locais.

2.2) ORIGEM DA INFORMAÇÃO PROCURADA

Comentários:
– Hoje como já era de se esperar a grande fonte de busca de informações é a internet, seguida por revistas. As bibliotecas mesmo com o grande acervo histórico que possuem são as menos procuradas.

2.3) TIPO DA INFORMAÇÃO PROCURADA

Comentários:
– Observa-se uma distribuição equilibrada pelos tipos de assuntos procurados com grande destaque para Música seguida por História, educação, Técnicas de treinamento/aulas e somente depois os assuntos relacionados aos Mestres de Capoeira.

2.4) DESPESA MÉDIA COM PRODUTOS RELACIONADOS À CAPOEIRA

Quero lembrar que as informações acima cobrem apenas o universo da internet, o que excluiu muitas pessoas nesta primeira iniciativa. Temos planos de fazer algo mais inclusivo no futuro e espero contar com a colaboração e participação de todos que queiram ajudar.

 

Milani,
 
Após um longo tempo afastado por motivos profissionais estou de volta e como havia prometido estou divulgando o resultado da pesquisa de capoeira que realizei em 2005 e você me ajudou a divulgar. Esta é a primeira – ponto de partida – de muitas outras enquetes que virão no futuro. Criei um blog onde publiquei o resultado do que foi coletado, abaixo segue o endereço do mesmo para divulgação. Espero poder manter contato.
 
Endereço:
 
Obrigado
Mozar Ribeiro.

HISTÓRICO DO MATERIAL APRESENTADO

MANUSCRITOS E DESENHOS DE PASTINHA
HISTÓRIA E ORGANIZAÇÃO DO MATERIAL

O presente trabalho está baseado em material de duas fontes: Carybé e Wilson Lins:

  • A primeira parte do material de que disponho chegou-me às mãos através de Carybé, amigo e paciente, que guardava em seu poder documentos que lhe haviam sido doados por Mestre Pastinha, o quadro a óleo sobre tela "Roda de Capoeira" e uma série de apontamentos em folhas soltas de papel.
  • O restante material, fornecido por Wilson Lins, consta do "Caderno e Álbum do Centro Esportivo de Capoeira Angola", que lhe fora outorgado pelo Mestre Pastinha para publicação.

A serie de apontamentos "Carybé" foi classificada em três grupos:

  • Documentos referente à "Fundação e registro do CECA", com uma "Lista de nomes" dos 68 participantes mais antigos da agremiação;
  • Seis "Folhas soltas" contendo manuscritos isolados;
  • Trinta e nove folhas soltas, numeradas e seriadas, manuscritas, versando sobre assuntos diversos, que reunimos sob o título de "Pensamentos".

Usamos reproduções em "Xerox" dos manuscritos, iniciando pelo "Caderno e Álbum" aberto, folhas direita e esquerda justapostas, em papel 210×297, numeradas sucessivamente pelo sistema alfanumérico a partir da primeira página de texto, a pagina esquerda como 1a e a direita correspondendo a 1b, com a finalidade de proteger os originais do desgaste natural do manuseio freqüente.
Dos manuscritos realizamos transliteração datilográfica em processador de texto, à qual nos reportaremos durante o desenvolvimento do trabalho.

Os trechos selecionados e comentados são apresentados entre aspas, em negrito, com a respectiva localização (páginas em alfanumérico, linha inicial- final), respeitando a grafia original e procurando reproduzir datilograficamente o espaçamento e anotações encontradas (pontuação e acentuação gráficas) pela sua relação com o processo mental do autor durante a sua produção.

A leitura dos manuscritos exige, além de atenção, o conhecimento das modificações sintáticas, fonéticas e semânticas impostas pelo povo baiano à nossa linguagem, ao lado de intimidade com os costumes do nosso povo.

A repetição exaustiva da leitura, a meditação prolongada sobre o apreendido, o apelo às lembranças dum passado que já se vem fazendo remoto, a pausa indispensável à critica do elaborado, a admiração e o respeito pela obra do venerável mestre, a ajuda preciosa de Isabel, Itapoan e Caribé tornaram possível os comentários achegados aos trechos selecionados.

Acentuamos que os nossos comentários não passam de interpretação pessoal, sujeita a crítica e revisão, reconhecendo as nossas limitações e aguardando que outros mais capacitados aproveitem os originais e desenvolvam trabalhos à altura da herança recebida.

Esperamos que os trechos selecionados tragam uma visão mais perfeita da capoeira pacífica que se desenvolveu na Bahia sob o encanto dos toques, cantos e encantos dos nossos ancestrais, propiciando a realização do sonho de Pastinha:

A união de todos os capoeiristas
sem distinção de estilo, escola ou linhagem
Numa grande roda
jogando a capoeira da Bahia!

Read More