Blog

destes

Vendo Artigos etiquetados em: destes

2º ENAFEC – Encontro Alagoano Feminino de Capoeira

A capoeira é uma manifestação cultural brasileira que reúne características muito distintas: trata-se de uma mistura de arte-luta praticada ao som de instrumentos musicais como o berimbau, o pandeiro e o atabaque. Para incentivar a prática entre as mulheres, será promovido o 2º Encontro Alagoano Feminino de Capoeira (ENAFEC).

O Evento está PREVISTO para o período de 03 a 06 de junho de 2010 (5ª e 6ª feira, sábado e domingo), das 8h00 as 12h00, 14h00 as 18h00, atendendo um público alvo de jovens e adultos de ambos os sexos que praticam ou que tenham interesse em praticar esta arte. A prática da capoeira ainda é pouco difundida no Estado entre as mulheres e encontramos resistência em praticá-la, desconhecendo que a atividade pode ser uma alternativa eficaz na melhoria das condições gerais do indivíduo. A capoeira é uma pratica que pode, ainda, contribuir para a auto-estima e formação do caráter e da personalidade de quem a realiza.

A capoeira traz benefícios na área da saúde, já que ela representa uma forte aliada no controle social quanto à recuperação de usuários de drogas, alcoolismo e portadores de transtornos mentais. Diante destes benefícios, podemos afirmar que a sua prática realmente se constitui em uma política de saúde pública, pois somente por meio de uma prática cultural e física, é possível sanar vários problemas, podendo ser empregada para resgatar àqueles que já estão doentes, evitando que jovens e crianças enveredem pelo caminho das drogas.

Brevemente estaremos divulgando a programação e confirmando a data do evento.

Mauricio Alves Pastor

Projeto kizomba uma iniciativa do povo de terreiro

O que é realizado no projeto cultural kizomba.

O Projeto kizomba visa atuar junto a Crianças e Adolescentes e idosos da Comunidade e seu entorno no reforço à auto-estima, através do fortalecimento da identidade destes, através da educação, formação cidadã e conscientização de seu papel social, político e econômico. O Projeto kizomba na realidade já acontece de forma precária devido às poucas condições econômicas da comunidade, atendemos cerca de 100 crianças, adolescentes e idosos, na orientação sócio cultural, onde os mesmos aprendem sobre a história e a cultura afro-brasileira, através de oficinas de dança afro,canto, capoeira, samba de roda, maculelê e percução. Estes jovens são recebidos na comunidade que busca através deste trabalho retira-los das ruas e, portanto dos perigos das drogas, da marginalidade. Muitos pais deixam suas crianças no período em que precisam trabalhar e muitos destes acabam se tornando presas fáceis para a marginalidade e tráfico de drogas, principalmente em comunidades como a nossa próximas de vilas e favelas e, portanto, da precariedade de   benefícios sociais. Ainda temos os idosos que facilmente são esquecidos pelas famílias, quando não mais fazem parte da cadeia econômica, vários destes tem buscado a Associação como forma de entretenimento e de alento.

{youtube}p9Anv-JeMPs{/youtube}

Justificativa

Todo este trabalho foi reconhecido recentemente pela Fundação Cultural Palmares, órgão do Ministério da Cultura, que atendendo a solicitação da comunidade que se auto define como remanescente de quilombo foi publicado pelo Diário da União o reconhecimento da comunidade Manzo Ngunzo Kaiango como comunidade remanescente de Quilombo, o primeiro com estas características no Estado de Minas Gerais.  

Nossa Meta

Buscar parceiros e colaboradores para o Projeto CULTURAL KIZOMBA, que reconhecem sua importância e acreditam que poderá desenvolver e crescer em suas propostas, além é claro, a possibilidade de oferecer aos jovens e adolescentes de nossa comunidade resultados positivos no aprendizado e na sua formação cidadã. Acreditamos que não basta investir, se não tivermos condições para tal. Por isso, seu apoio torna-se fundamental para nosso prosseguimento e avanço

Nosso objetivo

Para atingir tal objetivo, todo ano é realizado um evento cultural onde fazemos mostra de todo nosso trabalho junto a comunidade e convidados teremos um publico esperado de 250 pessoas onde serviremos café da manha e almoço para todos. O evento acontecera de 09as 15; 00hs no mês 07 de 2009.

 Iniciamos uma de nossas metas, buscando sua colaboração através de doações, Nós sabemos que essa meta é de grande importância para trazer impactos positivo para nossa comunidade e agradeceríamos muito o seu apoio.

Sua contribuição, será de grande ajuda para que esse evento possa acontecer.

E Para agradecer sua contribuição, colocamo-nos à disposição para divulgar o nome da empresa doadora em nossos eventos e materiais.

Agradecemos por ter lido esta carta e conhecido nosso projeto, e esperamos que você considere nosso pedido de doação.

Se tiver qualquer perguntam, ou precisar de mais informações, sinta-se à vontade para enviar um e-mail projetoculturalkizomba@hotmail.com ou entre em contato pessoalmente tel:31 32835986

 

ASS: CASSIA CRISTINA DA SILVA  

Associação Quilombola Manzo Ngunzo Kaiango

07.981.042/0001-08

Rua São Tiago, 216

Santa Efigenia- Belo Horizonte – MG

CEP-30.260-500 Tel. 3283.5986

A LENDA DOS ORIXÁS

 "As lendas africanas dos orixás"

Um balalaô me contou:
"Antigamente, os orixás eram homens.
Homens que se tomaram orixás por causa de seus poderes.
Homens que se tomaram orixás por causa de sua sabedoria.
Eles eram respeitados por causa da sua força
Eles eram venerados por causa de suas virtudes.
Nós adoramos sua memória e os altos feitos que realizaram.
Foi assim que estes homens se tomaram orixás.
Os homens eram numerosos sobre a terra.
Antigamente, como hoje,
muitos deles não eram valentes nem sábios.
A memória destes não se perpetuou.
Eles foram completamente esquecidos.
Não se tomaram orixás.
Em cada vila um culto se estabeleceu
sobre a lembrança de um ancestral de prestígio
e lendas foram transmitidas de geração em geração
para render-lhes homenagem."

 

Pierre Fatumbi Verger e Carybé