Blog

diretor

Vendo Artigos etiquetados em: diretor

X FIC de Brasília exibe filme de Joel Zito sobre exploração sexual

Cinderelas, Lobos e um Príncipe Encantado tem o apoio da Fundação Cultural Palmares

O documentário "Cinderelas, lobos e um príncipe encantado" – dirigido pelo cineasta Joel Zito Araújo e financiado pela Fundação Cultural Palmares, debate algumas das mazelas sociais mais preocupantes do cenário brasileiro, como o turismo sexual, o racismo e a pedofilia.

O diretor percorreu algumas capitais nordestinas, chegando à Itália e Alemanha, revelando a trajetória e o sonho de muitas meninas em encontrar seu príncipe encantado, o que na maioria das vezes se torna um grande pesadelo.

Não só a prostituição faz parte do cenário de Cinderelas, lobos e um príncipe encantado, como também o tema do racismo é fortemente abordado. Afinal, a maioria das "cinderelas" são mulheres negras. "Meu filme é sobre mulheres pobres, três quartos das quais são afro-descendentes", afirma o diretor.

Mas não se trata só disso. O documentário faz uma abordagem geral sobre a emigração de mulheres brasileiras. "Algumas se tornam trabalhadoras do sexo, outras não. Meu filme também trata sobre a imigração na Europa e muitos outros assuntos", ressalta.

O filme será exibido em quatro sessões durante o FIC Brasília, confira:

Dia 31/10 – sexta-feira – Sala 10, Academia de Tênis, às 17h.
Dia 02/11 – domingo, Sala 10, Academia de Tênis, às 19h40.
Dia 04/11 – terça-feira – Sala 10 – 19h50
Dia 07/11 – sexta-feira – Sala 03 – 19h20

Na última exibição do documentário (07/11) haverá também, um debate com o diretor Joel Zito Araújo.

Sobre o diretor

Joel Zito é professor da Escola de Comunicações e Artes da USP, e já em 2000, havia transformado sua tese de doutorado no filme "A Negação do Brasil" – onde documentou a histórica discriminação racial na televisão brasileira. Retomou a temática com um longa-metragem de ficção formado por um elenco todo negro: "As Filhas do Vento" – de 2004 – que recebeu seis prêmios em Gramado, inclusive melhor filme, diretor e prêmio da crítica.

Joel Zito coordenou também, a pesquisa "Onde está o negro na TV pública?" – encomendada pela Fundação Cultural Palmares, cujo objetivo é discutir a democratização da tv pública brasileira e a participação do negro nesse meio de comunicação.

Filme recebeu 6 prêmios no Festival de Gramado

Serviço:

X Festival Internacional do Cinema de Brasília

Data: 29 de outubro a 09 de novembro de 2008
Local: Academia de Tênis José Farani (Setor de Clubes Esportivos Sul – SCES Trecho 4, Conjunto 05, Lote 1B)
Quanto: Abertura: R$20 (inteira) / R$10 (meia);
Demais sessões: R$12 (inteira) / R$6 (meia)
Informações: www.ficbrasilia.com.br ou (61) 3316-6475/6227/6887.

Assessoria de Comunicação
Inês Ulhôa – assessora de imprensa (9966-8898) ines.ulhoa@palmares.gov.br
Jacqueline Freitas – jacqueline.freitas@palmares.gov.br
Marília Matias de Oliveira – marilia.oliveira@palmares.gov.br
Marcus Bennett – marcus.bennett@palmares.gov.br
Telefones: (61) 3424-0164/ 0165/ 0166
wwww.palmares.gov.br

Diretor do Mestre Bimba fala sobre o Filme no Canal Brasil e na TVE

Em entrevista gravada nos estúdios do programa REVISTA DO CINEMA BRASILEIRO o diretor do filme MESTRE BIMBA, A CAPOEIRA ILUMINADA, Luiz Fernando Goulart, falou durante quase meia hora, sobre o filme e sobre a importância da capoeira hoje no Brasil e no mundo.

Editado com imagens do filme, o programa irá ao ar nos seguintes canais, dias e horários:

 
CANAL BRASIL (NET) – (inédito) 15/08 (4ª feira) às 18h30 / reprise 5ª às 11h30.
 
TVE BRASIL – (inédito) 20/08 (2ª feira) às 21h30 / reprise aos sábados (25/08) às 18h30
 

Não percam e divulguem.

Precisamos aproveitar mais esta chance da capoeira começar a marcar presença constante na mídia brasileira.

Read More

Mestre Cobra Mansa, Lázaro Farias & Documentário sobre Capoeira

Depois do sucesso do Mandinga em Manhattan (DOCTV*), Mestre Cobra Mansa e o cineasta Lázaro Farias** estão convidando todos os capoeiristas para "somarem e colaborarem" em um novo projeto denominado: "Roda do Mundo".
 
O projeto visa documentar a expansão da capoeira pelo mundo através de uma viagem por diversos países onde a capoeira está presente.
 
Um dos grandes trunfos deste documentário é a abordagem "multi-geração e desfragmentada" que o realizador pretende dar ao enredo deste projeto:
 
"Através do olhar de 3 gerações de capoeiristas , o documentário registrará a realidade da capoeira nesses lugares , a interação entre mestres e alunos das academias locais , que contarão como a capoeira chegou nessas cidade e como lá se estabeleceu, quem foram os pioneiros e qual é a situação da capoeira hoje, cada vez mais global. Mostrando assim a Mandinga, a malícia, o gingado e a luta de uma dança que se tornou símbolo de resistência."
 
Queremos louvar a atitude e a postura do realizador e de Mestre Cobra Mansa pela chamada pública, mais ao mesmo tempo levantar uma questão de grande relevância para manter o contexto e a seriedade desta proposta que visa fomentar a cooperação e a participação inter grupos/paises.
 
É fundamental manter a comunicação unilateral, incluindo nas pesquisas um verdadeiro sentido de inserção cultural, buscando através da enorme diversidade de elementos (grupos/mestres/trabalhos/países) abordar o maior número de possibilidades, para validar a verdadeira essência da "Chamada Pública" e criar um roteiro original e desprovido de "vaidades" e "verdades absolutas".
Abaixo segue convite de Mestre Cobra Mansa:
 
 
Lázaro FariasEstamos convidando a  todos os capoeiristas a participar de mais um documentário do grande diretor Lázaro Farias
Depois do sucesso do Mandinga em Manhattan estamos mais uma vez tentado fazer o nosso próximo documentário que se chamara a Roda do Mundo e  pretende documentar a expansão da capoeira pelo mundo através de uma viagem por mais de 20 países onde a capoeira se estabeleceu e conquistou a população local
 
Gostaríamos de manter  contato com pessoas de capoeira de vários estilos sem discriminação queremos envolver todos que desenvolvam  trabalhos em diferentes países, para que possamos desenvolver e mostrar todas as faces da capoeira.
 
 
As pessoas interessadas devem por favor entrar em contato com a nossa equipe de produção
 
Mestre Cobra Mansa
 

* O DOCTV é um programa pioneiro de fomento à parceria entre a TV pública e a produção independente desenvolvido pela Secretaria do Audiovisual do Ministério da Cultura, a TV Cultura e a Associação Brasileira das Emissoras Públicas, Educativas e Culturais — ABEPEC. Criado em 2003, seu objetivo é promover a regionalização da produção de documentários, articular um circuito nacional de teledifusão através da Rede Pública de Televisão, e propor um modelo de negócio que viabilize mercados regionais para o documentário brasileiro.
 
 
** Lázaro Faria é um importante diretor, produtor e diretor de fotografia de cinema, vídeo e filmes publicitários, além de profundo conhecedor do espírito do povo baiano. Desde o início da sua carreira, dirigiu, produziu e fotografou mais de 1.000 comerciais em película para importantes clientes como: Telebrás, Correios e Telégrafos, Governo da Bahia e de Pernambuco, Fundação Roberto Marinho, dentre inúmeros outros clientes e já arrebatou muitos prêmios, como por exemplo: Prêmio Profissionais do Ano, da Rede Globo, em 1988, 1989 e 1990.

Cinema: “Zé Malandro, o capoeirista”

Diretor de Moro no Brasil fará próximo filme sobre capoeira
Kaurismaky contou que Zé Malandro, o capoeirista tem roteiro de Marcos Bernstein

CANNES – Outro diretor que participa do Festival de Cannes, Mica Kaurismaky anunciou que irá rodar seu próximo filme no Brasil. "Vai ser uma comédia de ação chamada Zé Malandro, o capoeirista, e quem escreveu o roteiro foi Marcos Bernstein.
 

Estou muito animado com esta parceria", disse o finlandês, que em 2002 dirigiu o documentário sobre a música brasileira Moro no Brasil.
 

Bernstein é autor do roteiro de Central do Brasil, de Walter Salles. Desta vez, criou uma história que envolve capoeira e um turista francês que viaja para Bahia para procurar seu filho que desapareceu, após ter ido ao nordeste para aprender capoeira. Quem o ajuda a encontrar o garoto é o mestre capoeirista Zé Malandro.

"O Brasil é minha segunda casa. Me apaixonei pelo País nos anos 90 e estava mesmo querendo rodar outro filme lá. Foi ótimo que o pessoal da Boca a Boca Filmes (a produtora brasileira do filme) me procurou e vamos ter co-produção da francesa France´s Chic Film", disse Kaurismaky.
 
Fonte: www.estadao.com.br – São Paulo – BR

DF – Mestre Gilvan & Censo Cultural 2007

TAGUATINGA FAZ O CENSO CULTURAL
 
A Divisão Regional de Cultura de Taguatinga (DRC/RAIII), inicia apartir do dia 12/02 a primeira fase do Censo Cultural de 2007, que tem como objetivo fazer um mapeamento de quem trabalha com a cultura no Distrito Federal e entorno, nesta fase estarão sendo cadastrados artistas plásticos, atores, dançarinos, músicos, compositores, poetas, escritores, artesãos, designer, cartunistas, artistas gráficos e quem trabalham com vídeos.
 
Após a primeira fase, mais duas etapas estão previstas, estas com o objetivo de mapear 1º – “Quais as instituições e empresas que incentivam a cultura no DF”, 2º- “Quais são os fornecedores de insumos para o mercado Cultural”, ainda sem data prevista e 3º – A volta da implantação dos Projetos: “Empresa Amiga da Cultura” e “Despertar da Arte”.
 
A DRC de Taguatinga quer saber quem trabalha com cultura no DF, quem incentiva e quem oferece produtos e serviços a esses artistas afirma o novo Diretor de Cultura Gilvan Alves de Andrade – Mestre Gilvan, as informações do Censo Cultural assim como outras informações farão parte de um grande banco de informações culturais que ficará a disposição do público em geral.
 
Para fazerem parte do Censo Cultural os artistas devem procurar a DRC, Área Especial Central, Praça do Relógio de Taguatinga.
Telefone: 3451-2571/99622511
 
“Cultura é um bom negócio”

Lançamento do Filme: Mestre Bimba a Capoeira Iluminada em Portugal

LANÇAMENTO ESPECIAL DO FILME:
MESTRE BIMBA A CAPOEIRA ILUMINADA EM PORTUGAL

Caros Mestres e Capoeiristas

Na esperança de um novo ano repleto de realizações, muita capoeiragem, paz e união, estamos propondo um Encontro de Amigos, onde será exibido em seção especial de lançamento, o filme MESTRE BIMBA, A CAPOEIRA ILUMINADA com a presença do Diretor Luiz Fernando Goulart, que nos brindará com uma fantástica palestra sobre todo o processo de criação e desenvolvimento do filme e toda a magia que cerca a figura "iluminada" de Manoel dos Reis Machado.

O Encontro, que contará com a presença de diversos grupos de capoeira será uma ótima e única oportunidade em Portugal para mostrarmos a força e a UNIÃO da capoeira e darmos a ela uma grande visibilidade nas mídias nacional e internacional.

Convocamos todos os capoeiristas que nesse período possam estar em Portugal para que compareçam às sessões do filme. Será um excelente momento para levarmos ao mundo a mensagem dos Grandes Mestres do passado, representados no filme pelo inesquecível MESTRE BIMBA.

Depois da exibição do Filme teremos uma grande
RODA DE CAPOEIRA DE MESTRES E PROFESSORES
É fundamental para o sucesso deste evento a participação e cooperação de todos.
Mestres, Contra Mestres e Professores: Organize grupos e ganhe o seu convite!
O filme será exibido nos dias :

19 – Janeiro de 2007 (Sexta-Feira) 19:00 horas – Porto:

Auditório da Paróquia do Padrão da Légua
Travessa Padre Manuel Bernardes, 20 – Padrão da Légua
São Mamede de Infesta
Mapa do local (Versão para impressão)

20 – Janeiro de 2007 (Sábado) 16:00 horas – Lisboa:

Auditório Natália Correia
Rua Rio Cavado, nº3 – Bairro Padre Cruz – 1600-702 Lisboa
Autocarros Carris: 29, 47, e 115
Mapa de Localização (Google Earth)
Programação:

Abertura
Exibição do Filme: Mestre Bimba A Capoeira Iluminada
Palestra com o Diretor – Luiz Fernando Goulart

Debate / Mesa Redonda com o Diretor do Filme e Mestres presentes
Roda de Encerramento (Mestres, Contra mestres e professores)

 

Mestre Bimba a Capoeira IluminadaMestre Bimba a Capoeira IluminadaMestre Bimba a Capoeira Iluminada

Clique nas imagens para ampliar…
Telefone para reservas: +351 969309755 com Luciano Milani

email de contato: mail@portalcapoeira.com

Reservas Online: Mestre Bimba A Capoeira Iluminada, clique aqui.

Não perca tempo reserve já o seu ingresso – promoções para grupos
*** Porto Jantar opcional 5,00€ Self-Service
Lista de Mestres, Contra Mestres e Professores confirmados:
Lisboa

Mestra Jerusa
Mestra Pitu
Mestre alexandre Batata
Mestre Birrila
Mestre Cotta
Mestre Leonã
Mestre Nilson
Mestre Nilson Limão
Mestre Nininho
Mestre Tucas
Mestre Ulisses
Mestre Perna

C.Mestre Betão
C.Mestre Marco Antonio
C.Mestre Perna

Prof. Brancão
Prof. Pedro Pacheco
Prof. Coelho

Porto

Mestre Bandeira
Mestre Barão
Mestre Canhoto
Mestre Chapão
Mestre Chorão

Mestre Pinhochio
Mestre Magoo
Mestre Sanhaço

C.Mestre Caramuru
C.Mestre Pernalonga

Prof. Pelé
Prof. Teté
Prof. Cascão
Prof. Iran
Prof. Lesma
Prof. Milani
Prof. Papagaio
Prof. Regina
Prof. Uiris

Organização:
Portal Capoeira
Apoio Cultural:
Turivisa – Agência de Viagens, Junta de Freg. de Leça do Balio e Câmara Municipal de Lisboa

Visite o site do filme MESTRE BIMBA, A CAPOEIRA ILUMINADA :
www.mestrebimbaofilme.com.br

Mestre Bimba a Capoeira Iluminada
Um forte abraço em meu nome, no de toda a equipe do filme e do Portal Capoeira e até lá,
Luiz Fernando Goulart e Luciano Milani
Trechos do discurso “Brasil, Paz no Mundo” proferido em Genebra, na ONU em 19 DE AGOSTO DE 2004,
pelo Ministro da Cultura do Brasil Gilberto Gil :
O nosso país celebra a arte do encontro, da resistência cultural e da fraternidade. É por isso que trago hoje à ONU capoeiristas de todo o mundo para homenagear a Sérgio Vieira e seus companheiros e companheiras. Afinal, ninguém luta só, ninguém dança só. Capoeira é atitude brasileira que reconhece uma história escrita pelo corpo, pelo ritmo e pela imensa natureza libertária do homem frente à intolerância.
(…)
Anunciamos aqui, neste palco da Organização das Nações Unidas, as base de um futuro Programa Brasileiro e Mundial da Capoeira. Agora, quem dá a “volta por cima” é o Estado brasileiro, que vem ao mundo reconhecer a capoeira como uma das mais nobres manifestações culturais. O Ministério da Cultura do governo do presidente Lula passa a reconhecer essa prática como um ícone da representatividade do Brasil perante os demais povos.

GOIÁS PERDE UM DOS SEUS GRANDES LÍDERES: MORREU MESTRE ZUMBI

 
Após dedicar sua vida em prol da capoeira, Mestre Zumbi (48 anos) morre em Goiânia, por complicações de saúde.
Mestre Zumbi foi um grande ativista da capoeira em Goiás, ensinou a capoeira a milhares de alunos, formou dezenas de professores, realizou shows, campeonatos e batizados. < /DIV>
Foi diretor fundador da Federação Goiana de Capoeira.
Era ligado ao Mestre Suassuna, através do Grupo Cordão de Ouro.
Seus amigos, alunos e admiradores prestaram homenagem ao Mestre nos seus últimos momentos.
 
Salve Mestre Zumbi!
 
Obrigado!!!!!

Luiz Fernando Goulart, diretor do filme

depoimento do diretor:
O mundo da capoeira me era totalmente desconhecido até dois anos atrás quando fui convidado para dirigir MESTRE BIMBA – A Capoeira Iluminada. Mesmo me reconhecendo como um apaixonado pela cultura brasileira, confesso que a capoeira não me encantava até então. Pouca coisa sabia dela. Quando ouvi o nome Mestre Bimba apenas relacionei-o à capoeira, mas nem sei porque. Pedi dois dias para pensar e decidir se largaria os projetos aos quais me dedicava. Acho que a internet me salvou. Ao escrever num site de buscas o nome capoeira me vieram 1 milhão e 400 mil citações em praticamente todas as línguas. Bem, não consegui dormir esta noite e na primeira hora telefonei correndo para aceitar o convite. O universo da capoeira me pegara, ainda que de longe. Daí pra frente o meu envolvimento com o projeto foi total. Era como se eu estivesse vivendo realmente uma grande paixão, querendo descontar o tempo que eu perdera desconhecendo uma das maiores forças culturais e políticas que o nosso país possui. Passei a me corresponder, nas línguas possíveis, com capoeiristas de todo o mundo, assessorando o roteiro que estava sendo feito pelo Luiz Carlos Maciel e não vendo a hora de mergulhar no universo do Mestre Bimba. Decidi utilizar o meu grande desconhecimento da capoeira e da figura do Mestre Bimba como base para a narrativa do filme. Cheguei na Bahia, corri todas as rodas possíveis mas evitei falar de Bimba. Eu queria conhecê-lo quase que junto com o espectador. Eu tinha apenas a impressão que me encantaria por sua figura e sua história mas quis procurar mostrar, antes de tudo, a emoção e a magia que me tomavam naqueles momentos pré filmagens em Salvador. Começamos as filmagens pelos depoimentos dos alunos de Bimba. Depoimentos previstos inicialmente para meia hora, duravam 5 a 6 horas. Sempre que alguém se lembrava do Bimba que conheceu se emocionava e nos envolvia a todos, da equipe. Fui também me envolvendo com aquela história maravilhosa de um homem cujo grande ideal foi tirar a capoeira, um jogo proibido pelo código penal vigente em sua época, de baixo do pé do porco, como gostava de dizer. Um homem analfabeto mas que foi reconhecido “post mortem” como Doutor Honoris Causa de uma importante Universidade, por unânimidade, em reconhecimento ao seu trabalho de educador. Um homem que foi capaz de ver, ainda nos anos 30, a capoeira sendo jogada no mundo todo, como a única arte marcial que se joga acompanhada por música e uma das poucas onde o objetivo não é machucar ou agredir o adversário. A única pratica esportiva nascida em nosso país e que, presente no mundo todo, jamais deixou de ser brasileira e de falar português. Uma das maiores fontes de viabilização de cidadania para brasileiros desassistidos e jovens em situação de risco social. Vi muita história bonita sendo contada. Muitos olhos que brilhavam à simples referência do nome Bimba. Muita mente brilhante e realizada que nos disse, com lágrimas nos olhos, que tudo que conseguira na vida fora graças ao seu mestre. Tudo isso foi Bimba que propiciou, ao dar a sua luz à capoeira e ver nela o instrumento de educação que hoje, o mundo todo reconhece. E é isso que eu procurei passar para os que assistirem ao filme, a mesma emoção que eu vivi descobrindo Bimba e a capoeira.