Blog

diversos

Vendo Artigos etiquetados em: diversos

MS: Câmara aprova por unanimidade Projeto que cria a “Semana da Capoeira”

A Câmara Municipal aprovou ontem por unanimidade, em primeira votação, o Projeto de Lei nº 29, de autoria do vereador Marcelo Mourão (PSD), que institui e inclui no calendário oficial de eventos do município a “Semana da Capoeira”, a ser comemorada anualmente na semana que coincidir com o dia 03 de agosto, Dia Nacional da Capoeira. O Projeto aprovado estabelece que na “Semana da Capoeira” serão realizadas atividades com o objetivo de oferecer a integração cultural entre a comunidade, praticantes e simpatizantes do esporte.

“Atualmente, a Capoeira, que é considerada um esporte genuinamente brasileiro, é praticada em diversos países e apresenta grande poder de inclusão social, o que é facilmente percebido através do interesse de crianças, jovens e adultos, de ambos os sexos, à sua prática”, assinalou Marcelo Mourão, lembrando que em Dourados existem diversos grupos que além da prática esportiva em si desenvolvem um importante trabalho social, como a capoterapia, destinada a idosos. “As atividades que serão desenvolvidas em locais públicos, escolas e entidades durante a  “Semana da Capoeira” darão visibilidade a esse esporte, que reúne em sua prática elementos culturais, musicais e folclóricos e inclusive foi tombado como Patrimônio Imaterial do país pela Ministério da Cultura”, avaliou o parlamentar do PSD.

O Projeto deverá passar por uma 2° votação e, como é praxe nos Projetos aprovados na primeira votação, ser aprovado e enviado à sanção do prefeito Murilo Zauith (PSB).

Fonte: http://www.agorams.com.br/

Lançamento do Livro: “ABC DA CAPOEIRA PARA CRIANÇAS”

“ABC DA CAPOEIRA PARA CRIANÇAS” será lançado  QUADRA DA G.R.E.S. MOCIDADE UNIDA DO SANTA MARTA, neste sábado, 10 de Agosto de 2013.

Fruto de uma parceria entre o escritor carioca Victor Alvim, o Lobisomem e o ilustrador português Rui Apolinário, o livro infantil “ABC DA CAPOEIRA PARA CRIANÇAS” tem  linguagem simples, nomes de golpes, movimentos, importantes mestres, instrumentos musicais e suas funções, lutas africanas que originaram a capoeira, além de noções de cidadania, respeito à natureza, aos professores e amigos, são alguns dos elementos deste livro. Durante o evento,  Victor Alvim estará autografando os exemplares do livro, que estarão à venda no local.

A programação terá ainda apresentações folclóricas de Maculelê, Jongo e Samba de Roda com as crianças do projeto, além de batizado e troca de graduações, entre outras atividades.

O evento faz parte das comemorações dos 20 anos do trabalho social realizado no Santa Marta pelos professores de capoeira Anderson Bacurau, Chá Preto e Alex Sil. Atualmente os dois primeiros ministram suas aulas na Espanha e Portugal, deixando a continuidade do trabalho no morro Santa Marta aos cuidados do instrutor Alex Sil.

Na literatura de cordel brasileira, os “ABCs” são poemas onde cada estrofe se inicia com uma letra do alfabeto de forma sequencial. De A a Z.

Neste livro, “ABC da CAPOEIRA Para Crianças ” o autor apresenta, também neste formato, um poema em que procura citar, comentar e explicar, alguns dos mais importantes fundamentos e aspectos da arte capoeira.

A capoeira é uma arte brasileira que atualmente é praticada em mais de 100 países de todos os continentes. É um valioso instrumento de educação, utilizado em grande parte das escolas, universidades e projetos sociais do país. Costuma dizer-se que é uma “arte que engloba várias artes”, pois trabalha musicalidade, coordenação motora, história do Brasil, defesa pessoal, atividade física e mental entre dezenas de outras qualidades. O capoeirista toca, canta, compõe, joga, luta, interpreta, dança, confecciona instrumentos.

A CAPOEIRA foi reconhecida pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) como PATRIMÔNIO CULTURAL IMATERIAL DO BRASIL.

 

Os autores:

Victor Alvim I. Garcia nasceu no Rio de Janeiro. Iniciou-se na capoeira há mais de duas décadas nas aulas ministradas por Mestre Camisa no bairro de Laranjeiras, onde recebeu o apelido de “Lobisomem”. Membro da ABADÁ-CAPOEIRA, já ministrou aulas de capoeira em creches, escolas públicas e particulares, comunidades e projetos sociais entre outros. Compositor e cantador, depois de participar de diversos cds, em 2009 gravou seu primeiro cd solo intitulado “Capoeira Popular Brasileira”. Poeta popular,  autor de dezenas de títulos, em 2007 foi eleito membro da Academia Brasileira de Literatura de Cordel.

Rui Apolinário nasceu em Cascais, Portugal. Decidiu iniciar-se na capoeira após uma estadia em Porto Seguro onde assistiu a uma demonstração. É designer e ilustrador. Já ilustrou diversos livros infantis e aplicações multimídia.

 

Serviço:

Data: 10/08/2013 – Sábado
Horário: 9:30 às 12:30
Local: QUADRA DA G.R.E.S. MOCIDADE UNIDA DO SANTA MARTA
Endereço: Rua Jupira, 72 – Morro Santa Marta – Botafogo
ENTRADA FRANCA

O livro será vendido por R$ 10,00 (dez reais)

 

Alguns cordéis publicados pelo autor Victor Alvim:

·         O Magnífico Encontro de Zeca Pagodinho com a Patota de Cosme& Damião

·        A chegada de Bezerra da Silva no céu

·        Zumbi dos Palmares e Mestre Bimba em cordel

·        Cacique de Ramos em Cordel

Nota de Falecimento: Frede Abreu

Morreu hoje o Professor Frede Abreu, aos 66 anos, em Salvador, vítima de Hepatite C

Considerado por muitos o maior estudioso de capoeira do mundo, morreu ontem o pesquisador Frederico José de Abreu, 66 anos, que faria aniversário amanhã, faleceu hoje no Hospital Portugês. Autor dos principais livros sobre capoeira do país.

A memória dos principais mestres de capoeira da Bahia deve a ele, que nas últimas décadas se tornou referência internacional. Fundador do Instituto Jair Moura, Frede tinha um acervo com mais de 40 mil títulos, entre livros, recortes de jornais, revistas, CDs, fotos e vídeos. A partir de documentos e jornais antigos, Frede construiu obras obras importantes como Capoeiras: Bahia Século XIX, Bimba é Bamba: capoeira no ringue, Pastinha, Cobrinha Verde, Mestre Canjiquinha, o Barracão do Mestre Waldemar, Macaco Beleza e o Massacre do Tabuão… Mesmo doente nos últimos meses, Frede não parou de produzir. Tinha pelo menos três livros editados para ser lançado:  Manuscritos do Mestre Pastinha, Como Eu Penso (Livro de poesias de Pastinha), além de Mestre Najé, o capoeirista que Lutou até a Morte.

Trabalhou no projeto Axé, ajudou financeiramente e intelectualmente mestre João Pequeno, Fundação Mestre Bimba, Projeto Mandinga e diversos outros grupos…

Frede foi consultor do inventário que tombou a capoeira como patrimônio cultural do Brasil, em 2008.

Ultimamente, trabalhava na biblioteca do Instituto Mauá, no Pelourinho… Frede lutava havia um ano contra uma hepatite C. Ontem, não resistiu a uma infecção generalizada.

O corpo será cremado amanhã (sexta) no Cemitério Jardim da Saudade, as 13hs.

 

O Legado e a Obra de um dos mais carismaticos personagens da nossa capoeiragem... Mestre Frede

Compilação da Imagem: Vinícius Heime

Amigos lamentam a morte de Fred Abreu

  • Hélio, morador do Rio Vermelho:

“A Capoeira perde um grande capoeirista, o amigo Fred Abreu. Um capoeirista pertencente a todos os grupos e a elite da grande roda das idéias. Um pesquisador, escritor, amigo, orientador, detentor de um grande acervo de Capoeira, sempre de bom humor e acolhendo com seu dialogo amigo brasileiros e estrangeiros. Fred entre tantas homenagens pertence ao QUADRO DE HONRA DA FUNDAÇÃO MESTRE BIMBA, homenagem recebida no último dia 7/7/2013. Mas, a grande homenagem é pertencer ao coração de cada capoeirista por ser um homem de bem. Uma perda imensurável para a Capoeira.”

 

 

  • Vinicius Heime, Professor e Discipulo de Gladson

 

Fez sua passagem hoje o Mestre Frede Abreu, um dos mais atuantes ativistas, pesquisador, estudioso e escritor da Capoeira. Autor de uma vasta obra sobre temas diversos relacionados à Capoeira, todas escritas com muita competência e dedicação! Idealizador e gestor do maior acervo (com mais de 40 mil títulos) em livros, jornais, revistas e documentos relacionados à Capoeira. 

Entre suas obras estão os livros Bahia Século XIX, Bimba é Bamba: Capoeira no Ringue, Pastinha, Cobrinha Verde, Mestre Canjiquinha, O Barracão do Mestre Waldemar, Macaco Beleza e o Massacre do Tabuão, entre outros. Participou de diversos projetos relacionados à Capoeira! 

O seu legado estará sempre vivo como exemplo de dedicação, de valorização, de zelo e de amor pela Capoeira, sua história e seus atores! Que Mestre Bimba, Pastinha, Canjiquinha, Ezequiel e tantos outros lhe recebam de braços abertos numa grande Roda lá no céu! Axé e Luz!

 

  • Luciano Milani, Editor do Portal Capoeira:

Pesquisador incansável, e confesso, um dos pilares motores do meu trabalho, Frede nunca irá deixar de estar presente em todas as rodas, encontros e onde quer que a nossa capoeira se fizer presente…

Frede era uma destas pessoas que fazia tanta pela nossa capoeiragem… fazia sem olhar a quem… fazia pelo simples e mais lindo dos motivos… fazia apenas por que tinha um coração enorme de capoeirista… repleto de vontade de compartilhar suas preciosidades… era capaz de abrir as portas de sua casa de forma apaixonada podia passar horas falando sobre a nossa cultura, nossa arte…

Foi assim que conheci Frede e me deslumbrei com o seu acervo, sua generosidade, a sua paixão e pluralidade por todas as manifestações da cultura popular….

 

  • Pedro Abib, Professor, Pesquisador e Colunista do Portal Capoeira:

O grande FREDE ABREU nos deixou na tarde de ontem. Tristeza enorme !!!

Um dos maiores conhecedores da nobre arte da capoeiragem…mas acima de tudo, um homem generoso, que a todos acolhia e ajudava. Minha dívida com ele é enorme !!!

Um ser humano daqueles que deixam marcas que não se apagarão jamais na sua passagem pela terra. Fique em paz, aí nas terras de Aruanda !!!!

 

Nós do Portal Capoeira prestamos a nossa homenagem assim como as mais sinceras condolências a todos os amigos e principalmente a família Abreu…. por esta perda.

Aconteceu: Ciclo de debates Pró-Capoeira

Ciclo de debates Pró-Capoeira

Em uma parceira da SEMIRA, através da Superintendência da Igualdade Racial, com a Fundação Palmares e o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) aconteceu no Centro de Referência da Igualdade (CREI) o ciclo de debates Pró-Capoeira. O intuito do evento foi debater o reconhecimento da profissão do Mestre de Capoeira, sua importância na cultura e economia do país, bem como a salvaguarda e o incentivo a prática da capoeira.

Estiveram presentes o Sr. Alexandro Reis, diretor do Departamento de Proteção ao Patrimônio Afro-Brasileiro da Fundação Cultural Palmares; a Sra. Salma Saddi, Superintendente do IPHAN em Goiás; a Sra. Teresa Maria Cotrim de Paiva Chaves, Coordenadora Geral de Salvaguarda do IPHAN, além de diversos Mestres e Contra-Mestres de Capoeira de todo estado.

O eventou contou, ainda, com a apresentação da Banda Visual Ylê e do Afoxé Onilewá do terreiro Onilewa Azanadô.

 

FONTE

Comunicação Setorial – SEMIRA

Fotos: Valdir Araújo

V Aniversário do Grupo de Capoeira Angola Irmãos Guerreiros – Porto

De 05 à 07 de Abril de 2013 / 5th of April to 7th of April 2013

O núcleo do Porto celebrará o seu quinto aniversário e todos os Capoeriristas serão bem-vindos a celebrar connosco: Vamos vadiar!!
The group in Porto will celebrate its 5th birthday and all Capoeiristas are more than welcome to celebrate with us: Vamos vadiar!!

Proporcionaremos 3 dias de treinos de Capoeira, música e rodas para principiantes e avançados com:
3 days of Capoeira training and music classes for beginners and advanced and many rodas with:

CM Perna (Irmãos Guerreiros– SP/Bremen)

Fundador do primeiro Grupo Irmãos Guerreiros no “Velho Continente”, sediado à 8 anos em Bremen na Alemanha. No Cazua da Cultura, desenvolve diversas actividades para crianças, jovens e adultos, tendo a capoeira angola como mote principal mas também musica e percussão, o samba de roda e outras expressões da cultura afro-brasileira. O objectivo principal deste espaço cultural é levar a toda a Europa, e especificamente a Bremen um pouquinho da cultura afro-brasileira.

The founder of the first Irmãos Guerreiros’s Group in the “Old World” located in Bremen Germany since 8 years. At Cazua da Cultura he provides several activities for children, youth and adults being Capoeira angola its primary focus but also music, percussion, samba de roda and other forms of afro-brazilian culture expressions. The main objective of this cultural spot is to bring to Europe and expressly to Bremen a bit of the afro-brazilian culture.

Prof Kenneth (Irmãos Guerreiros – Salvador/Viena)

Iniciou-se na capoeira angola em 1987 no Grupo de Capoeira Angola Pelourinho (GCAP).

Realizando trabalho enquanto Professor de capoeira com o Grupo Irmãos Guerreriros desde 2007, sediado em Viena, juntamente com seus alunos desenvolve diversos eventos de capoeira angola. A título de exemplo, o Solifest , projecto de solidariedade social e recolha de fundos para manutenção de um projecto social com crianças carentes na periferia de São Paulo; O “Dia da Consciência Negra”, evento que procura lembrar a resistência do negro à escravidão; e o Suncamp, evento reconhecido e valorizado por capoeiristas de toda a Europa.

He has starter capoeira angola in 1987 with Grupo de Capoeira Angola Pelourinho (GCAP).

Working within Irmãos Guerreiros’s Group as a Professor since 2007, located in Vienna together with is students he directs several capoeira angola events. Solifest, a social solidarity and found rising program for needed children in São Paulo’s periphery; “Dia da Consciência Negra” to remember the African people resistance to slavery; and Suncamp a well known and respected event among european Capoeiristas, just to point out some examples.

Prof Tijolo (Irmãos – SP/Porto)

Praticante de Capoeira desde 1992, começa a exercer a função de Professor de Capoeira Angola no ano de 1997, sobre a orientação do Mestre Baixinho e Mestre Marrom (responsáveis do grupo). Desde então, foi responsável por leccionar esta arte no Centro Comunitário da Cuhabe Educandário (Bairro de São Paulo, Brasil). Actualmente, é o representante em países lusos do Grupo Irmãos Guerreiros, leccionando e divulgando a arte de Capoeira Angola no Porto e em Lisboa.

He’s been practicing Capoeira angola since 1992 and in 1997 starts is work as Irmãos Guerreiros’s Professor under Mestre’s Baixinho and Mestre’s Marrom advice. Since that date he was the person in charge to teach capoeira angola in Centro Comunitário da Cuhabe Educandário (a São Paulo district). Nowadays e is the main figure of the Grupo Irmãos Guerreiros in Portugal, teaching and spreading Capoeria Angola both in Porto and Lisbon.

Mestre Murah (Dança Afro-brasileira/ Afro-brazilian Dance – SP/Berlim)

Dançarino, coreógrafo, gestor cultural e professor de dança

Docente e coreógrafo em São Paulo, este mestre da dança privilegiou na sua trajectória artística a dança afro-brasileira, com raízes no Candomblé. „A dança tem grande importância no âmbito dos rituais“, explica Murah. Consagrado Babalorixá, chega à Europa onde desde 1991 trabalha em diversos projectos com o mestre de percussão brasileira, Dudu Tucci, formando um duo respeitado, premiado por performances como „Obaluaê“ (1993) e Dança dos Elementos (1997).

Actualmente, enquanto gestor cultural do Centro intercultural Forum Brasil no bairro de Kreuzberg, oferece diversos cursos de dança, canto e diversos workshops.

Dancer, choreographer, cultural manager and teacher, this dancing master has always privileged afro-brazilian dance (rooted in Candomblé) in is artistically trajectory. “Dance is of great importance in the rituals” explains Murah the respected Babalorixá. He has arrived in Europe in 1991. Since then he’s been working in duo with Dudu Tucci. They’ve been recognized and awarded for “Obaluâe” (1993) and Dança dos Elementos (1997).

Nowadays he is the manager of Centro Intercultural Forum Brazil in Kreuzberg district – Berlin. There you may find several dancing and chanting workshops.

Campo Grande recebe o 3º Festival Cultural Roda de Bamba

A Associação de Capoeiristas Roda de Bamba realiza o 3º Festival Cultural Roda de Bamba em Campo Grande. O evento, que tem apoio da Fundação de Cultura do Governo de Mato Grosso do Sul (FCMS), será realizado na Praça Ary Coelho em comemoração ao mês da Consciência Negra e terá início neste sábado (10) e vai até o dia 17 de novembro.

O festival tem como objetivo oferecer entretenimento e cultura para acidade com manifestações histórico-culturais, como Maculelê, que resgatam a luta de Zumbi dos Palmares e de outros quilombolas que foram importantes no processo contra a escravidão no Brasil, segundo o informado pela assessoria da fundação.

Apresentações de puxada-de-rede, capoeira show, tradicional batizado dos novos alunos e a formatura do instrutor Murilo Gadelha também farão parte das comemorações.

Também haverá um workshop, no dia 15 de novembro, sobre capoeira com o Mestre Adilson de São Paulo, com 50 vagas disponíveis. O curso será realizado na concha acústica Helena Meireles, no Parque das Nações Indígenas, com o valor de R$ 35,00.

Diversos mestres de capoeira irão participar do evento, dentre eles, Adilson (SP), Okan (SP), Cicinho (SP), Liminha (MS), Reinaldo (SP), Pernalonga (MS).

Serviço: o evento é destinado ao público em geral e tem a entrada franca. Mais informações podem ser obtidas com Mestre Leandro 9918-0209/9217-3578 e Professor Arnaldo Sorriso – 9218-0209, ou ainda pelo site www.rodadebamba.com.br.

 

Fonte: Capital News (www.capitalnews.com.br)

Florianópolis: VI Mosaico Integrando de Capoeira

O VI Mosaico Integrando de Capoeira (VI MIC) ocorreu em Florianópolis, no dia 03 de dezembro de 2011 e foi coroado de êxito. O princípio fundamental deste evento está centrado na organização coletiva, desde o planejamento, passando pela execução até a avaliação. Nesse ano de 2011 contou com líderes dos grupos Beribazu, Gunganagô, Aú Capoeira e Maré Brasil.

Aconteceram cerimônias de batismo, graduação e formaturas, bem como apresentações culturais. O evento aconteceu no Teatro da UBRO, em dois momentos, pela manhã ocorreu o Batizado de crianças até 13 anos, na parte da tarde aconteceu o Show cultural, seguido da segunda parte do batizado, posteriormente as trocas de graduações e formaturas, onde Mestre Kadu ganhou seu 3º Grau de Mestria, o MIC foi agraciado com a participação de Mestres ilustres, como Adilson-DF, Pop-SC, Falcão-GO, Demétrius-SC, Ceará-PR, Nanã-SC e Delmar-RS, além dos Contramestres Rato, Enio, Cascão, Jimmy Wall e Habibis e mais dezenas de professores de diversos grupos de Florianópolis e de outras cidades. As atividades foram todas gratuitas e abertas ao público.

O VI MIC consolida definitivamente o processo de integração que vem sendo implementado por diversos grupos de capoeira da cidade, que têm na Confraria Catarinense de Capoeira, um ponto de apoio. O evento mobilizou um expressivo número de praticantes de capoeira e contribuiu para democratização das relações entre grupos, abrindo possibilidades para novas formas de integração cultural.

Este evento contou com apoio da Eletrosul, Fundação Franklin Cascaes e na sonorização, por intermédio do Gabinete do Deputado Federal Gean Loureiro.

O potencial educacional do evento pode ser verificado a partir de ações de organização coletiva, colaboração, tolerância e solidariedade, tão necessárias para a realização de atividades com essas características.

 

Os grupos que participaram desse IV MIC foram:

 

O Grupo de Capoeira Beribazu

 

O Grupo de Capoeira Beribazu foi fundado em 11 de agosto de 1972, no Distrito Federal pelo Mestre Zulu. Atualmente possui núcleos espalhados pelo país e em diversas regiões do mundo. Em Florianópolis, o grupo é coordenado hoje pelo Mestre Nanã.

 

O Grupo Gunganagô

 

O Centro Cultural de Capoeira Gunganagô foi criado em 2006 pelo Mestre Kadu, que reside em Florianópolis desde 1994. Tem trabalhos desenvolvidos em alguns bairros da cidade. Desenvolve uma significativa experiência de Capoeira com deficientes visuais.

 

O Grupo Maré Brasil

 

A Escola de Capoeira Maré Brasil foi idealizada e criada pelo Contramestre Rato. Presta serviços em vários núcleos na cidade de Florianópolis abrangendo um público de diferentes faixas etárias e classes sociais promovendo a vivência da arte capoeira.

 

A Escola Aú Capoeira

 

A Escola Aú Capoeira foi idealizada pelo Mestre Pop, radicado na Ilha de Florianópolis dês de 1977. Esta Escola não tem como objetivo maior apenas o desenvolvimento da capoeira em si, mas os sujeitos a ela envolvidos e especialmente a forma de valorização e transmissão do conjunto de conhecimentos que perpassa o estudo teórico e prático da capoeira.

 

Veja mais fotos:

http://guilhermeantunes.com/on/index.php?do=photocart&viewGallery=10064#page=1

Porto: Encontro Capoeira Angola – III Aniversário IRMÃOS GUERREIROS

O núcleo do Porto celebrará o seu terceiro aniversário e todos os Capoeriristas serão bem-vindos a celebrar connosco: Vamos vadiar!!

The group in Porto will celebrate its 3rd birthday and all Capoeiristas are more than welcome to celebrate with us: Vamos vadiar!!

 

Proporcionaremos 3 dias de treinos de Capoeira, música e rodas para principiantes e avançados com:

3 days of Capoeira training and music classes for beginners and advanced and many rodas with:

 

CM Perna (Irmãos Guerreiros– SP/Bremen)

Fundador do primeiro Grupo Irmãos Guerreiros no “Velho Continente”, sediado à 8 anos em Bremen na Alemanha.

No Cazua da Cultura, desenvolve diversas actividades para crianças, jovens e adultos, tendo a capoeira angola como mote principal mas também musica e percussão, o samba de roda e outras expressões da cultura afro-brasileira. O objectivo principal deste espaço cultural é levar a toda a Europa, e especificamente a  Bremen um pouquinho da cultura afro-brasileira.

The founder of the first Irmãos Guerreiros’s Group in the “Old World” located in Bremen Germany since 8 years .

At Cazua da Cultura he provides several activities for children, youth and adults being Capoeira angola its primary focus but also music, percussion, samba de roda and other forms of afro-brazilian culture expressions. The main objective of this cultural spot is to bring to Europe and expressly to Bremen a bit of the afro-brazilian culture.

 

Prof Kenneth (Irmãos Guerreiros – Salvador/Viena)

Iniciou-se na capoeira angola em 1987 no Grupo de Capoeira Angola Pelourinho (GCAP).

Realizando trabalho enquanto Professor de capoeira com o Grupo Irmãos Guerreriros desde 2007, sediado em Viena, juntamente com seus alunos desenvolve diversos eventos de capoeira angola. A título de exemplo, o Solifest , projecto de solidariedade social e recolha de fundos para manutenção de um projecto social com crianças carentes na periferia de São Paulo; O “Dia da Consciência Negra”, evento que procura  lembrar a resistência do negro à escravidão; e o Suncamp, evento reconhecido e valorizado por capoeiristas de toda a Europa.

 

He has starter capoeira angola in 1987 with Grupo de Capoeira Angola Pelourinho (GCAP).

Working within Irmãos Guerreiros’s Group as a Professor since 2007, located in Vienna together with is students he directs several capoeira angola events. Solifest, a social solidarity and found rising program for needed children in São Paulo’s periphery; “Dia da Consciência Negra” to remember the African people resistance to slavery; and Suncamp a well known and respected event among european Capoeiristas, just to point out some examples.


Prof Tijolo (Irmãos – SP/Porto)

Praticante de Capoeira desde 1992, começa a exercer a função de Professor de Capoeira Angola no ano de 1997, sobre a orientação do Mestre Baixinho e Mestre Marrom (responsáveis do grupo). Desde então, foi responsável por leccionar esta arte no Centro Comunitário da Cuhabe Educandário (Bairro de São Paulo, Brasil).  Actualmente, é o representante em países lusos do Grupo Irmãos Guerreiros, leccionando e divulgando a arte de Capoeira Angola no Porto e em Lisboa.

 

He’s been practicing Capoeira angola since 1992 and in 1997 starts is work as Irmãos Guerreiros’s Professor under Mestre’s Baixinho and Mestre’s Marrom advice. Since that date he was the person in charge to teach capoeira angola in Centro Comunitário da Cuhabe Educandário (a São Paulo district). Nowadays e is the main figure of the Grupo Irmãos Guerreiros in Portugal, teaching and spreading Capoeria Angola both in Porto and Lisbon.


Mestre Murah (Dança Afro-brasileira/ Afro-brazilian Dance – SP/Berlim)

Dançarino, coreógrafo, gestor cultural e professor de dança

Docente e coreógrafo em São Paulo, este mestre da dança privilegiou na sua trajectória artística a dança afro-brasileira, com raízes no Candomblé. „A dança tem grande importância no âmbito dos rituais“, explica Murah. Consagrado Babalorixá, chega à Europa onde desde 1991 trabalha em diversos projectos com o mestre de percussão brasileira, Dudu Tucci, formando um duo respeitado, premiado por performances como „Obaluaê“ (1993) e Dança dos Elementos (1997).

Actualmente, enquanto gestor cultural do Centro intercultural Forum Brasil no bairro de Kreuzberg, oferece diversos cursos de dança, canto e diversos workshops.

 

Dancer, choreographer, cultural manager and teacher, this dancing master has always privileged afro-brazilian dance (rooted in Candomblé) in is artistically trajectory. “Dance is of great importance in the rituals” explains Murah the respected Babalorixá. He has arrived in Europe in 1991. Since then he’s been working in duo with Dudu Tucci. They’ve been recognized and awarded for “Obaluâe” (1993) and Dança dos Elementos (1997).

Nowadays he is the manager of Centro Intercultural Forum Brazil in Kreuzberg district – Berlin. There you may find several dancing and chanting workshops.

 

 

 

Custos / Costs:

The fee will be 65€ for all 3 days.

2 Dias / Days – 55€

1 Dia / Day – 30€

1 Oficina / 1 Class – 15€

 

Contacto / Contact:

Prof. Tijolo

(+351 913398386)

(+351 922199263)

irmaosguerreirosporto@gmail.com

 

Cumprimentos,

Professor Tijolo

 

Homenagem ao Mestre Leopoldina

Convidamos todos a participarem do Encontro em Homenagem a Mestre Leopoldina, organizado pelos Mestres: Meinha, Marcão e Contramestre Caranguejo, esse encontro já passou por Praia Grande e Campinas tendo seu encerramento neste Final de Semana com diversas atividades.

Sábado dia 01/05 às 15 horas Roda na 24 de maio em frente as Lojas “S dobrado” e “Ginga Aruanda”

E em seqüência a partir das 17:00 o barracão abrirá as portas em apoio a essa Homenagem.

Teremos a presença de diversos Mestres da Velha Guarda da Capoeira de São Paulo com muita Vadiação e Papoeiragem.

Domingo dia 02/05  está previsto diversas atividades (local ainda a confirmar)
Então não deixe de ver seus e-mails e venham fazer parte desta Festa.

Abraço a todos
Prof. Ratão