Blog

entrar

Vendo Artigos etiquetados em: entrar

São Paulo: VIRADA CULTURAL e 24 Horas de Capoeira

VIRADA CULTURAL

26 e 27 DE ABRIL/2008

Senhores Organizadores:

A Virada Cultural acontecerá no Largo do Paissandu (em frente à Igreja Nossa Senhora do Rosário) nos dias 26 e 27 de abril, com início ás 18horas do sábado.

Ficou determinado que todos os organizadores participarão das 24 horas de capoeira em tempo integral. A Chegada ao Camisa será ás 11hs do sábado. Algumas funções já estão previamente definidas e outras serão passadas na quadra do Camisa.

Os Mestres serão recepcionados ás 12h do sábado na quadra da Escola Camisa Verde e Branco, na Rua Jamis Holland, nº.633. (ao lado do supermercado Wall Mart). Será servido almoço para os Mestres Homenageados e para a organização da Virada Cultural. Para os demais será cobrado convite de R$10,00.

Os mestres serão recepcionados e conduzidos na quadra do Camisa pelos Mestres: Adelmo, Nei e Luana.

Os mestres: Aberre, Paulo e Padinha deverão estar no largo do Paissandu para averiguar as instalações, (palco, som, cadeiras, etc.) e orientar os seguranças para evitar o assédio aos Mestres em sua chegada.

Teremos dois oradores para apresentar os Mestres na Camisa Verde e Branco e no largo do Paissandu: Mestre Mane e Nei.

Mestra Mara e Profa.Renata ficarão responsáveis para orientar os grupos no local.

Na rodas abertas todos os organizadores devem estar obrigatoriamente presentes.

Após o almoço, pontualmente ás 17h, um ônibus conduzirá os Mestres para o Largo Paissandu e aguardará até o final da roda de abertura dos Mestres, para aqueles que quiserem retornar a quadra da escola. Lembrando que no domingo, os Mestres deverão comparecer para o fechamento da Virada Cultural ás 15h30, no mesmo local.

O valor do transporte ainda está sendo definido, mas ficou decidido na última reunião que os organizadores se responsabilizariam pelo valor do custo do ônibus.

Para os grupos que irão se apresentar, deverão entrar em contato o mais rápido possível com o Mestre Baiano e passar o número de pessoas do grupo, a placa e o tipo de carro que irá conduzir o grupo ao centro da cidade. O mesmo deverá deixar o grupo, sair do local e retornar no final da apresentação para pegá-los. (Segue abaixo o horário das apresentações).

A Galeria Olido disponibilizara salas para troca de roupas, etc.

Todos os grupos que irão se apresentar deveram levar seus instrumentos (exceto atabaque, que estará disponível no local) e devem estar no local no máximo 15 minutos antes dos seus respectivos horários e com seus instrumentos afinados.

O acesso ao centro da cidade será restrito e as ruas estarão interditadas, mas o metrô funcionará 24hs.

Aguardamos a todos, para uma bonita festa e qualquer dúvida entrar em contato através de e-mail.

Segue abaixo o horário das apresentações dos grupos:

Horários:

ü 18h – Roda de Abertura “Velha Guarda da Capoeira”

ü 20h – Adelmo

ü 21h – Jibóia

ü 22h – Nanico

ü 23h – Cavaco

ü 24h – Roda Aberta – Organizadores

ü 1h – Mané

ü 2h – Magrão

ü 3h – Zambi

ü 4h – Gugu

ü 5h – Paulão

ü 6h – Pingüim

ü 7h – Baiano

ü 8h – Biné

ü 9h – Maurão

ü 10h – Organizadores

ü 11h – Catitú

ü 12h – Dinho Nascimento

ü 13h – Roda aberta Feminina

ü 14h – Ney

ü 15h – Roda Aberta – Organizadores

ü 16h – Roda de fechamento “Velha Guarda da Capoeira”

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Read More

Rio Preto: Velhice com ginga e saúde

Idosos provam pela capoeira que faltam limites para o corpo humano de quem exercita a mente; prática reduz consumo de medicamentos e incidência de doenças

Com uma rasteira, os sintomas das mais variadas doenças caíram por chão. Ao aplicar uma tesoura, eles cortaram o consumo de remédios em até quatro vezes. Num rabo-de-arraia, eles mostram que elasticidade pode fazer parte da vida de pessoas de todas as idades.

Os idosos que participam do projeto Capoeira Sem Limites dão show de simpatia e alegria, além, claro, de ginga e dança. Não à toa, pois todos sentem efeitos benéficos no tratamento de problemas como diabetes, derrame, dores nas costas, insônia ou cirurgia no coração.

A aposentada Vera Pires, 57 anos, já teve quatro derrames. Ela chegou a consumir 17 comprimidos por turno do dia, ou seja, 51.

Depois que virou capoeirista, ela reduziu a quantidade de remédios para quatro por turno. “Também já emagreci 12 quilos e estou me sentindo uma gatinha”, revela Vera, mostrando também os benefícios para o corpo.

O professor Antônio Marcos da Silva, o Ceará, conta que o projeto segue o modelo Lian Gong, um tipo de ginástica terapêutica chinesa. Além de dar mais confiança aos participantes, os exercícios aumentam a elasticidade, mesmo daqueles que nunca fizeram alongamento na vida.

É o caso do ex-trabalhador braçal José Batista da Costa, 62. Quando entrou na capoeira, ele mal conseguia levantar o braço. Após um ano e meio, Batista faz coisas que até então considerava impossíveis.

“Agora minha mulher não precisa nem mesmo lavar as minhas costas”, conta em tom de brincadeira.

O grupo de 11 pessoas que treina na Policlínica Santo Antônio em Rio Preto tem idade entre 44 e 74 anos. A mais “vovó” da turma, Maria Lopes, 74, já passou por cirurgia da carótida, teve derrame e passou 15 dias em coma. Logo depois que se recuperou, ela entrou no projeto e hoje é uma das mais alegres participantes.

De mudança para Campinas, dona Maria não se vê mais fora de uma roda. “Terei de procurar algum lugar para praticar capoeira por lá também”, decreta.

O projeto também contribui com a resolução de outro problema da terceira idade: a socialização depois da aposentadoria. “Às vezes cuidamos só dos netos e não de nós mesmos. Aqui, somos amigos até demais, como em uma segunda família”, conta dona Maria.

Projeto da prefeitura existe há dois anos
O projeto Capoeira Sem Limites faz parte do programa Saúde em Movimento, desenvolvido pela Prefeitura de Rio Preto desde 2000. O objetivo é controlar doenças na terceira idade pela atividade física.

Segundo o coordenador do programa, Antônio Caldeira, são mais de 50 grupos na cidade, que buscam reduzir o consumo de medicamentos através de tipos de ginática terapêutica.

Ele conta que outras prefeituras estão desenvolvendo a mesma experiência. “Temos de envolver usuários do SUS para que se responsabilizem pela própria saúde. Quem depende só do médico não se aplica.”

‘A capoeira mudou minha vida’

• Isaura Pereira, 52
Isaura Pereira conviveu com a epilepsia por cinco anos. Nos piores momentos, ela chegou a ter 15 crises por dia, quase uma por hora em que passava acordada. Sem encontrar solução, Isaura chegou a entrar em depressão. Desde que entrou na capoeira, ela não toma mais remédios ou sofre alguma crise

• Marlene Miranda, 44

A mais nova do grupo da Policlínica do Santo Antônio sofreu a vida toda com insônia. Sem conseguir solução em qualquer outra terapia, Marlene entrou na capoeira e em outros grupos do tipo Lian Gong, os quais pratica quatro vezes por semana. Hoje ela dorme melhor e mais rapidamente

• Vera Pires, 57
Vera Pires já sofreu quatro derrames, problema que a obrigou a tomar 17 comprimidos em cada turno do dia. Dos 51 que tomava, ela passou a consumir apenas 12 após entrar no projeto Capoeira Sem Limites. A auto-estima de Vera também aumentou, já que ela perdeu 12 quilos

• Dalva da Silva, 45
Dalva da Silva sofreu com dores nas costas e pressão baixa por oito anos. Ela tentou acupuntura e fisioterapia, sem sucesso. Ao entrar na capoeira, a dor passou. Ela parou e a dor voltou. Hoje, ela está no grupo e não pretende sair

Fonte: Bom Dia Rio Preto – http://www.bomdiariopreto.com.br

O Herói de Damião – A Descoberta da Capoeira

Em livro, garoto procura um herói da sua cor e encontra os mestres de capoeira

Aos sete anos de idade, o menino Damião resolve brincar de herói, vestindo capa, cinto e chuteira. Mas, ao invés de ficar feliz, ele se sente contrariado, pois sente que para ser igual ao herói tem que ficar desbotado. “Não tem herói da minha cor?”, esbraveja.

Essa é a história do livro “O Herói de Damião – A Descoberta da Capoeira”. O personagem principal é um garoto negro que sai pelo mundo atrás de uma figura heróica com a qual possa se identificar. Essa andança acaba dando certo: Damião encontra lutadores de capoeira, o gingado inventado por negros para se defender no século 16.

Envolvido pela brincadeira, Damião começa a ensaiar passos dessa luta que parece dança. O leitor que acompanhar a saga também poderá se encantar com a capoeira e arriscar movientos como ginga, cócoras e arpão, ensinados passo a passo ao longo do livro. Depois de entrar para o esporte, Damião ainda sai todo corajoso e acaba percebendo que, não importa a cor, todas as pessoas podem ser heróis.

Na história, Damião procura um herói negro como eleO Herói de Damião – A Descoberta da Capoeira

Texto de Iza Lotito
Ilustrações de Paulo Ito
Editora Girafinha
R$ 30

Mais informações: UOL Crianças

* DIA DA CONSCIÊNCIA NEGRA

* VOCÊ CONHECE O MUSEU AFRO BRASIL?

* DEZ CURIOSIDADES

Fonte: UOL Crianças – http://criancas.uol.com.br

Capoeira, escola e integração…

Li esta notícia no Jornal digital Globo Online e confesso ter ficado bastante feliz…
Já conversei algumas vezes com mestres que estão envolvidos neste processo de integração da capoeira em nossas escolas…
Mais ainda existe um caminho muito arduo e complexo a ser seguido… e todos "capoeiristas educadores" devem se sentir responsabilizados por este importante passo.
Luciano Milani 

Capoeira pode entrar no currículo escolar como atividade de integração

Globo Online

RIO – A capoeira está próxima de entrar no currículo das unidades de ensino fundamental e médio da rede pública e privada, como atividade de integração sócio-cultural e desportiva da cultura afro-brasileira. É o que prevê o projeto de lei do deputado Edmilson Valentim (PCdoB) aprovado em primeira discussão na sessão extraordinária desta sexta-feira na Assembléia Legislativa (Alerj).

– A capoeira é um esporte genuinamente brasileiro. Nossa intenção é despertar o interesse dos alunos para a atividade – justifica o parlamentar.

Angola no Cazuá em Bremen… Alemanha

É com muita alegria que recebemos a notícia, através do Contra Mestre Wellington, Berim Brasil, de que em outubro, na Alemanha irá acontecer um evento muito importante para a nossa capoeira… evento este que pretendo estar presente e assim enriquecer minha cultura, minha capoeira e acima de tudo construir novas amizades!!!

Luciano Milani


O Grupo de Capoeira Angola Irmão Guerreiros, está comemorando o 1º aniversário do seu "Cazuá", nome carinhoso e repleto de brasilidade…, da sua academia em Bremen, Alemanha, comandada pelo Contra mestre Pernalonga que a 4 anos saiu do Brasil para a sua volta ao mundo…

Considero este evento uma excelente oportunidade para os capoeiristas que estão aqui na Europa poderem se reciclar e aumentar os seus conhecimentos capoeiristícos.

O time que irá entrar em campo para estes quatro dias de festa é sem dúvida uma equipe campeã… Teremos a presença do Mestre Pernalonga do Grupo Nova Geração de Angola, do Contra mestre Pernalonga e de uma rapaziada de primeira… 

O site oficial do evento para maiores informações é: http://www.capoeira-angola-bremen.de/de/index.htm


INSCRIÇÕES ABERTAS – UNIVERSIDADE LIVRE DE CAPOEIRA

A todos os capoeiristas e interessados.
  
A FICA – Federação Internacional de Capoeira e a UNICLAM – Universidade Livre de Capoeira e Artes Marciais, comunicam que já se encontram abertas as inscrições para os Cursos a Distancia que serão oferecidos a partir de 01 de novembro próximo.
 
Para maiores informações sobre os mesmos bastará acessar www.capoeira-fica.org e clicar sobre o link de notícias sobre tais cursos ou em http://www.capoeiraficaworld.com/universidade/index.htm e entrar na parte de cursos.
 
Quaisquer esclarecimentos poderão ser obtidos diretamente nos e-mails: capoeira.fica@gmail.com ou em uniclam@gmail.com .
 
Atenciosamente
 
Prof. Sergio Vieira
Federação Internacional de Capoeira

DVD II Encontro Feminino de Capoeira em Taguatinga-DF

DVD II Encontro Feminino de Capoeira em Taguatinga-DF
 
Realizado nos dias 11 e 12 de Março de 2005, contendo rodas, oficinas de capoeira,
oficinas de Dança Afrô, oficinas de cantigas com Mestre Luiz Renato
com a publicação das cantigas criadas nesta oficina, comentários de
mestres e algumas participantes, apresentação do Grupo de Percussão
Feminino BATALÁ, fotos, entre outros.

Para adquirir o DVD, entrar em
contato no endereço:  capoeiraberibazu@gmail.com ou
http:/www.fotolog.terra.com.br/beribazu_bill