Blog

franceses

Vendo Artigos etiquetados em: franceses

Maranhão: Franceses aprendem capoeira em Pindaré-Mirim

Franceses são alunos de intercâmbio de capoeira.
Essa é a segunda turma de franceses a vir aprender a luta no Maranhão.

Maranhão… Maranhão… oo… Que saudades do meu Maranhão… oo…

Três franceses apaixonados pela capoeira saíram de seu país para aprender as técnicas da arte marcial brasileira. Serão 15 dias de aprendizado com o grupo Nação Palmares em Pindaré-Mirim.

Os franceses Maria, Simon e Joana são alunos de intercâmbio de capoeira, que vieram da França para aprender todo o gingado e técnicas da arte genuinamente brasileira com o grupo Nação Palmares de Pindaré. O convite foi feito pelo mestre Dorinaldo Oliveira, que já esteve visitando alguns países europeus divulgando essa arte.

Essa é a segunda turma de franceses a vir buscar esse aperfeiçoamento de capoeira em Pindaré-Mirim.

Eles devem passar apenas 15 dias no Brasil, por isso, os treinos são puxados no ginásio de esporte do município.

 

Fonte: http://g1.globo.com

Capoeira inclui Piauí no ano da França no Brasil

O Ano da França no Brasil, que começou em abril e vai até dezembro, em várias cidades do país, inclui agora Teresina, com a vinda ao Piauí de 22 integrantes franceses da Associação de Capoeira Viola, de Paris. A abertura solene da programação, com recepção do grupo, aconteceu nesta manhã, na Sala Torquato Neto, do Clube dos Diários. As atividades de intercâmbio cultural serão cumpridas nesta terça-feira (18) e quarta-feira (19), tanto no Clube dos Diários como no Espaço Trilhos do Teatro, do Ponto de Cultura nos Trilhos do Teatro.

O intercâmbio cultural Piauí-França é promovido pela Fundação Cultural do Piauí (Fundac), juntamente com o Ponto de Cultura nos Trilhos do Teatro, com a Associação de Capoeira Cordão de Ouro, do Piauí, e a Associação de Capoeira Viola, da França. As atividades do Ano da França no Brasil se concentram mais no Nordeste, sobretudo em Salvador (BA) e São Luís (MA). Em Teresina, o evento é parte do calendário oficial e é o único agendado para Teresina, segundo informações de Francisco Pellé, coordenador do Ponto de Cultura nos Trilhos do Teatro.

A abertura solene teve participação da presidente da Fundac, Sônia Terra, da coordenadora da Associação de Capoeira Viola, mestra Joagnes Brocaedi; do coordenador da Associação de Capoeira Cordão de Ouro, contramestre Silvan César. Também participou a vereadora Rosário Bizerra.

Integração entre os povos

Joagnes Brocaedi disse que, assim como no Brasil, a capoeira tem cumprido papel importante, incluindo jovens da periferia das grandes cidades francesas na sociedade. “A Europa vê essa prática como um elemento artístico que une percussão, a dança e o corpo e por isso é valorizada. Além disso, proporciona a integração cultural entre comunidades estrangeiras na França, ajudando as pessoas a se aceitarem melhor”, afirmou.

Para Sônia Terra, o Ano da França no Brasil e, em especial, em Teresina é um momento importante, por ser fruto das ações dos pontos de cultura, especificamente do Ponto de Cultura nos Trilhos do Teatro. Ela acrescentou que a Fundac tem um carinho especial pela capoeira. “É uma atividade que está nas raízes culturais do país e está além das fronteiras nacionais, integrando a juventude”, afirmou. Ela levou o abraço do governador Wellington Dias e dos piauienses aos franceses.

Ainda participou como membro do grupo francês o percussionista piauiense, de Teresina, José Mendes dos Santos, o Pizeca, que se radicou na França há 6 anos e há um ano e meio integra a Associação de Capoeira Viola. Também participaram da abertura alunos da Unidade Escolar Presidente Vargas, escola fundamental que desenvolve programa educativo com aulas de capoeira. Após a abertura, capoeiristas franceses e teresinenses fizeram um animado jogo no salão do Clube dos Diários.