Blog

funjope

Vendo Artigos etiquetados em: funjope

João Pessoa: Semana Zumbi de Cultura é realizada no Centro Histórico

Capoeira, coco de roda, ciranda, maculelê e maracatu são algumas opções da 1ª Semana Zumbi de Cultura, que acontece até esta sexta-feira (15), no Ateliê Multicultural Elionai Gomes, localizado na Ladeira da Borborema, nº 101, Centro Histórico da Capital. O evento, que objetiva o fomento e a divulgação da Cultura Popular de matriz africana, conta com apoio da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), por intermédio da Fundação Cultural (Funjope).

Benedito dos Santos é coordenador do Grupo Zumbi de Cultura Popular. Para ele, a parceria entre a gestão municipal e os grupos envolvidos é estratégica para a realização do evento. “Um exemplo é que o Casarão 34 abriu espaço para a oficina de capoeira, que é um importante instrumento de socialização e educação através da arte, além de outros apoios por parte da Funjope”, lembrou. “A parceria é uma verdadeira demonstração de que o poder público tem esta preocupação em abrir espaços para a cultura popular”, acrescentou.

A programação teve inicio na segunda-feira (11). Além das apresentações folclóricas, o evento inclui ainda palestras, debates, mostras de vídeo e oficinas de cerâmica, capoeira, teatro e de penteados afros. A 1ª Semana Zumbi de Cultura tem enfoque específico na capoeira.

O encerramento da programação acontece nesta sexta-feira (15), a partir das 9h. À noite, a partir das 19h, acontece a apresentação dos resultados das oficinas e entrega dos certificados. Na ocasião, também haverá manifestações culturais, com batucadas dos grupos Badauê, Grupo Angola Comunidade, Berimbau Viola, Afro Nagô e Angola Palmares. Também serão oferecidas iguarias da culinária afro indígena, como doces, africaxé e uma pequena recepção a base de frutas.

1ª Semana Zumbi de Cultura – Trata-se de uma ação coletiva junto aos jovens, crianças e adultos do bairro do Varadouro e de comunidades circunvizinhas. A iniciativa é considerada de extrema importância como contribuição para políticas eficazes sócio-educativas nas escolas, envolvendo professores, alunos e funcionários.

O evento possibilita ainda a formação e integração dos estudantes e da comunidade envolvida, promovendo um intercâmbio entre a arte e a educação. A Semana Cultural possibilita a preservação do interesse pela Cultura Popular, através da introdução de ritmos, crenças, lendas e costumes da herança cultural africana. Mais informações pelos telefones 3218-9668 e 8822-4866.

Fonte: http://www.joaopessoa.pb.gov.br

REUNIÃO COM CAPOEIRISTAS: 15/10/2005 – João Pessoa

Instituições:

  • Luiz Carlos Vasconcelos (Funjope);
  • Lau Siqueira (Funjope);
  • Emilson Ribeiro (Funjope);
  • João Balula (Movimento Negro da Paraíba);

    Capoeiras:

  • Tina (Capoeira Angola Comunidade/Novais);
  • Severo (Capoeira Visão de Vida);
  • Zumga (Capoeira Afro-Nagô);
  • Rafael Magnata (Capoeira Badauê);
  • Carrasco (Capoeira Arte-Brasil);
  • Robô (Capoeira Birimbal Dourado);
  • Guerreiro (Capoeira Mukambu);
  • Má da Bahia (Capoeira Brasa-Brasil);
  • Charada (Capoeira Cobra-Coral).

    Dentre Outras/os:

  • Adeilson (Angola/Cabedelo);
  • Zimbelê (Afro-Nagô);
  • Malu (Angola/Guerreiros);
  • Lima (Afro-Nagô);
  • Alberto (Badauê);
  • Benedito dos Santos (Gr. Zumbí de Cultura Popular);
  • Ligeirinho (Afro-Nagô);

    Foi Registrada Ausência de Leão (motivo de força maior).

    SUGESTÕES DA REUNIÃO

    • Os Mestres serão responsáveis pelo controle de participação dos Alunos no evento;
    • Cortejo de Capoeiristas = Juntar
    • [email protected] no Posto 99 e sair em caminhada para a Praia, pelas 16h; [email protected] passando em todas as Rodas);
  • Rodas de Capoeira na Praia, das 17h às 21h (proximidade das Ilhas de Culto);
  • Criar formas de Integração de Graduações nessas Rodas (
  • Haverá um Stand (Barraca) do Pessoal de Capoeira (no perímetro da Festa);
  • Caminhão-Bau para transportar Instrumental e Material;
  • Definição de um Número Apropriado de Participantes cuja Funjope deverá ajudar no Transporte (se falou em mais ou menos 25 de cada Grupo), não sendo proibido os Demais irem por suas posses;
  • O Cachê deverá ser para o Grupo (Escola) e não para Indivíduos ou Ramificações grupais;
  • Fazer um Reggistro/Mapeamento da Atividade de Capoeira que os Grupos realizam na cidade;
  • Esta Reunião definiu quem estará participando do evento (integrado ao mesmo);
  • Os Grupos/Escolas ausentes deverão se agregar ao Deliberado.

    Posto o Deliberado.

    João Pessoa – Outubro de 2005.
     


  • Adupe-M´odupe-Axé!
    83 – 9978-6308!