Blog

game

Vendo Artigos etiquetados em: game

Jogo de luta inspirado na capoeira será lançado para PC

O estúdio alemão Twelve Interactive, revelou em seu site o lançamento de mais um game de luta baseado exclusivamente na capoeira, arte marcial brasileira original da época da escravidão.

Martial Arts – Capoeira, que agora chega aos PCs, já teve versões para PlayStation 2, Wii, PSP e Nintendo DS, colocando lutadores de diversas nacionalidades em disputas do esporte que une dança e música.

O game traz um modo carreira, onde é possível treinar o seu personagem para aprimorar suas habilidades, ganhar campeonatos e atingir o status de maior capoeirista do planeta.

Como cenário para os embates, o jogo coloca os atletas em recriações de pontos turísticos por todo o mundo, como o Cristo Redentor, no Rio de Janeiro, as piramides do Egito, e Times Square, em Nova Iorque.

Estão disponíveis doze capoeiristas no jogo, com habilidades divididas em força, velocidade, resistência, constituição física e talento acrobático.

 

Martial Arts – Capoeira será lançado no próximo dia 25, com preço de 20 euros (cerca de R$ 50). Mais informações, no site oficial (e verde-amarelo) do game.

 

Fonte: http://arena.ig.com.br

Tekken o filme

O famoso Eddy Gordo que começou com o grande Mestre Marcelo Caverinha que vive na California, e colocou todos os seus movimentos de sua capoeira plástica e eficiente, nos deixando o maravilhoso jogo para video game, que a melhor jogabilidade é com este personagem o Eddy, que agora no filme é protagonizado por Lateef Crowder *.

O foco do filme é em Heihachi Mishima, o líder da organização corrupta Tekken que está sendo investigado por assassinato. Em 2039, ele inicia um torneio de artes marciais para eleger o “Rei do Punho de Ferro”, lutador que ganhará a chance de se tornar seu guarda-costas pessoal. Porém, conforme alguns lutadores se reúnem, percebem que estão ligados por algo mais que seu desejo em parar com o reinado de Mishima.

Read More

Game de capoeira é o grande vencedor de premiação brasileira

O game Capoeira Legends foi o grande vencedor do Prêmio Nave. Os jogos vencedores foram anunciados e exibidos na sexta-feira, dia 09 de outubro, em cerimônia no Rio de Janeiro, durante o SBGames e Oi Futuro Games Festival, que aconteceram de 5 a 11 de outubro

Os vencedores das oito categorias (Melhor Jogo, Programação & Tecnologia, Game Design, Áudio, Arte, Narrativa, Educação e Internacional) do Prêmio Nave foram escolhidos entre os 22 games classificados durante o Oi Futuro Games Festival. Já nos Jogos Independentes, nove finalistas das três categorias (PC, Console e Mobile), ganharam os prêmios.

O objetivo do Prêmio Nave é reconhecer e estimular a produção nacional e revelar novos talentos. Além disso, a premiação dos Jogos Independentes, parte integrante do SB Games, se incorpora ao Prêmio Nave.

PRÊMIO NAVE

  • Melhor Jogo

Capoeira Legends (Donsoft Entertainment)

  • Game Design

Capoeira Legends (Donsoft Entertainment)

  • Arte

Capoeira Legends (Donsoft Entertainment)

  • Narrativa

Capoeira Legends (Donsoft Entertainment)

 

Read More

Capoeira Legends: um marco na produção brasileira de games

Treze anos de obstinação. Seis anos de desenvolvimento. Um mergulho profundo na cultura brasileira. Estes são os ingredientes de uma saga que entra em uma nova etapa no momento da publicação deste post, quando acontece o lançamento oficial de Capoeira Legends – Path to Freedom, o primeiro game brasileiro para PC sobre o universo da arte marcial centenária. Eu tive o imenso prazer de visitar a Donsoft Entertainment há algumas semanas (confira o vídeo no final do post) para conhecer de perto os preparativos para o lançamento do jogo, um momento que acredito ser épico na produção brasileira de games.

Capoeira Legends não é um game qualquer: segundo André Cariús, CEO da produtora carioca responsável pela criação, o jogo, além de entreter, conta um pouco da história do Brasil e resgata o rico universo da capoeira brasileira. E para reproduzir as aventuras de personagens como Gunga Za e Mestre Vuê pelos arredores da cidade do Rio de Janeiro do século XIX, exaustivas pesquisas foram feitas ao longo de quatro anos. Toda a vegetação mostrada no game é uma cópia fiel da flora da mata atlântica da região. Os golpes de capoeira como a Queixada, a Armada e o Martelo foram desenvolvidos com uma riqueza de detalhes só encontrada em games de grandes produtoras internacionais. E tiveram de ser aprovados pelo Mestre Vuê, fundador da Escola de Capoeira Água de Beber, que deu consultoria ao projeto. A trilha sonora é toda original, gravada em sessões de capoeira e incrementada com sons da região da Serra da Estrela, incluindo cachoeiras e samples de canto de pássaros. Neste game Energia vira Axé e Magia é chamada de Mandinga.

Capoeira Legends é, na verdade, um universo de jogos em que Path to Freedom, o primeiro título, é dividido em 3 capítulos. O capítulo 1 acaba de ser lançado e neste game o jogador luta como Gunga Za, um jovem guerreiro cuja missão é defender o Mocambo da Estrela de fazendeiros e militares que buscam o poder a qualquer custo.
Os capítulos 2 e 3 também serão lançados ainda em 2009. O mais legal é que a Donsoft é uma empresa 100% brasileira e 100% independente, desde a criação até a distribuição. O jogo sai simultâneamente em versões para o mercado brasileiro (em português) e internacional (em inglês).

A ideia original do game surgiu em 1996, quando André ainda era adolescente. Fã de sagas como “Guerra nas Estrelas”, ele queria fazer um game sobre o universo cultural brasileiro. Após anos de tentativas sem sucesso, ele investiu não somente na parte técnica, que já dominava, mas também em gestão de negócios. Finalmente um time coeso foi formado em 2001, quando a Donsoft iniciou oficialmente suas atividades. Em 2003 o foco em jogos culturais foi decidido e o projeto de Capoeira Legends iniciado. Segundo Guilherme Xavier, sócio e diretor de artes e design, a Donsoft escolheu um modelo societário diferenciado que valorizou, com o mesmo peso, trabalho e capital investidos pelos sócios, para que a empresa pudesse manter seu corpo de sócios e colaboradores não-sócios. O clima é contagiante e eu acho que o jogo tem tudo para emplacar e tornar-se um case histórico na produção brasileira de games. Reitero aqui a sugestão que fiz ao pessoal da Donsoft de lançarem versões para o Wii ou Wii Fit assim que for viável, seria muito bacana praticar os golpes de capoeira, fazer exercícios físicos e jogar ao mesmo tempo. Detalhe: atualmente todos os membros do projeto dedicam-se à prática da capoeira. São eles:

Presidente e Fundador: André Cariús
Diretor de Artes e Design: Guilherme Xavier
Diretor de Tecnologia: Alexandre Bandeira
Diretor Cultural e Científico: Jorge Ricardo Domingos Valardan
Designers: Alberto Renzo, Mário Azevedo, Marcus Feital, Leonardo Pereira e Gabriel di Stasio
Programadores: Vinícius Leite e Wellington de Oliveira
Lead Tester : Rômulo Silva
Consultoria de Capoeira: Mestre Vuê e Hugo Freitas

Desejo toda a sorte a esta equipe bacana e obstinada!

Fonte: http://oglobo.globo.com/blogs/largma…st=160635&a=46

Site oficial: http://www.capoeiralegends.com/

Uma sugestão pra quem quiser comprar: http://produto.mercadolivre.com.br/M…er-1-ingls-_JM

Requisitos mínimos (segundo o anúncio do ML):

Sistema Operacional : Windows XP ou Windows Vista (32 Bits).
Processador (CPU): Pentium IV 2.4Ghz ou Atlhon XP 3000+ ou superior.
Placa gráfica (GPU): nVidia GeForce 6600GT ou ATI Radeon X1650XT ou superior
Memória RAM: Pelo menos 1GB.
Espaço no HD: Pelo menos 800MB livres no HD.
Softwares Adicionais: Microsoft .NET Framework 2.0 (incluso no CD-ROM) e Driver AGEIA PhysX 2.7.3 (incluso no CD-ROM).

Capoeira é tema de jogo para celulares (Telefones Móveis)

A Kato Studios anunciou a produção do jogo "Capoeira" para celulares (Telemóveis), baseado na arte brasileira que mistura dança, esporte e luta.
 
O jogo pretende reproduzir a fluidez e a beleza da arte desenvolvida pelos escravos. Os 125 quadros de movimentos foram reproduzidos por mestres, e reproduzem golpes como o martelo e a queixada.
 
Os cenários também serão tipicamente brasileiros, como as ruas de Salvador, a Amazônia Brasileira, as cataratas do Iguaçu e, é claro, o Corcovado do Rio de Janeiro. A trilha sonora pretende ser genuína, ao som de tambores e flautas.
 
Não é a primeira vez que a capoeira foi usada em um jogo. "Tekken 3", jogo de 1998 para PSOne trazia um personagem brasileiro, Eddy Gordo, que usava essa arte marcial e era dos lutadores mais eficientes do game.
 
 
 
Kato Studios – Capoeira The Game
 
The Game
 
Synopsis
 
The world’s most fashionable sport comes at last to your mobile phone, bringing you the rhythms, the colors and the landscapes of Brazil. Capoeira is a unique blend of fighting and dancing, the Afro-Brazilian martial art that is rocking the world by storm. Spectacular kicks at a mind-boggling pace and with breathtaking realism, all surrounded by the magical sights and sounds of Brazil .
 
Game Objective
 
To become the best “Capoeirista” in the world you must defeat your opponents with the performance of really artistic movements. It’s like beating them up with a combination of dance steps.Movements are smooth, attractive… beautifully dangerous. Definitely a great fight charged with lots of“beleza” .
 
TOP FEATURES
 
– A graphic jewel for your mobile : More than 125 shots make the game visually stunning.Animations are extremely detailed and fluent.It’s something never seen before in a Java mobile game.
– Sceneries are marvellous : An encounter might well be in the middle of the Amazon, at the Corcovado in Rio de Janeiro, in the streets of Salvador de Bahia or before the imposing Iguazu waterfalls.Encounters take place in the most characteristic sceneries of Brazil .
– Music : As contagious as a samba and as energetic as a “batucada”. An ethnic touch is given to the game through its music. Drums, flutes and percussions will keep you moving on and on.
 
Core Gameplay
 
Capoeira The Game – Movements : Perform real Capoeira movements such as ‘martelo’, ‘meia lua’, ‘armada’, ‘queixada’, ‘au chibata’ and ‘roda parafuso’ among others. You can also make any movement you want by pressing any combination of keys, or follow the instructions if you want to do a special movement and see the very impressive graphics .
– Special effects : Every punch is accompanied by great sound and visual effects.
– New playing system : In Capoeira you can pick the attack you want to perform freely. Keys will not make you jump, advace, go back or fire. The combination is what counts, and you can make whichever one you like. – – Playing modes : Go into a championship or play just one combat. A championship will demand strength from you during six combats, each one of them of two rounds.You will face six different enemies in every championship, and each time you play, enemies will change.
– Levels: There are five difficulty levels. Will you resist?
 
 
 
Fontes:
 
UOL – http://jogos.uol.com.br
Kato Studios & Bluetech SL – http://www.katostudios.com

Documento Histórico: CAPOEIRA, BRAZILIANS KARATE

Demonstrating knowledge of body leverage, Master Pastinha prepares to throw his opponent off balance.

Black Belt Magazine: CAPOEIRA, BRAZILIANS KARATE

by Master Pastinha
 

The Players would jump, weave, gambol, trip, and kick their opponents, then avoid retaliation by slithering on the ground like serpents.
 
Some 400 years ago in Angola, on the west coast of Africa, a form of combat practiced by the natives was beginning to take shape in what we would today call a martial art.
 
Four centuries later, thanks to a mutual tie with Portugal which Angola shares with Brazil, Capoeira is practiced in that South American nation. It is no longer the savage method of self-defense which originated in the dark continent, however. And thereby hangs a tale.
In the days of the great plantations, the owners took a dim view of the capability for mayhem which the natives possessed. Practitioners of Capoeira suffered great persecution at the hands of the owner-dominated police.
In order to avoid this persecution, the Capoeristas began to camouflage their "sport" by turning it into a weird dance, consisting of pantomime, music, and dances. Capoeira ceased to be a matter of violence and death, and became an amusement. It became the custom to remark that "the natives are playing Angola style."
 
Even the plantation foremen would applaud the "performances" as the "players" would jump, weave, gambol, trip, and kick their opponents, then avoid retaliation by slithering on the ground like serpents.
So in spite of early difficulties, Capoeira caught on. Legendary names appeared—invincible fighters, men with flesh impenetrable by knife or bullet; men under contract to the devil; men with charms against the most powerful of enemies; men who could liberate themselves from any kind of a trap.

INSTRUMENTS OF CAPOEIRA
 

The Berimbau (a kind of jews harp) can be divided into two types: The Berimbau de boca, and the Berimbau de barriga. The Berimbau de boca was used by the old Angolians, hence, it used to be said that it came originally from Angola. This, however, is contested by some students of the subject. It consists of a bow that tightens a cord of "limbo" (a kind of vine). The resonating chamber is the mouth of the player. The cord is made to vibrate by striking it with a knife.
 
The Berimbau de barriga is the most usual type. It is formed by a piece of wood called "the pigeon" which maintains tension in a steel wire. The resonator is a small gourd attached to the wire by a string. The wire produces a sound which is modulated by a copper coin, while the mouth of the gourd is placed at varying distances from the abdomen of the player.

Black Belt Magazine: CAPOEIRA, BRAZILIANS KARATE - by Master Pastinha
As his opponent drops to the floor to avoid his attack, Capoeira master Vincente Ferreira Pastinha of Brazil aims kick. Stylized maneuver is dance-like in its execution.

The Berimbau has many quivering vibrations which are marvelously adapted to the reproduction in sound of the swaying of hips and the feline jumping of the Capoeiristas. Independently of this, it lends a melancholy note to the singing of "Lundus" which accompany the movements of the game of Capoeira.
 
According to Oneyda Alvarenga, the music of the Berimbau is a "force activating the energies of two combatants, and in such manner the music ties itself to the game so that the latter is entirely dependent upon it, and is regulated by it." So, the ardor of the battle grows in accordance with the crescendo or ralentando of the music.
The other instrument which accompanied the evolution of the Capoeira is the caxixi. It consists of a round bamboo basket with dried seeds inside. The orifice is covered with dried gourd skin. It acts as an accompaniment to the Berimbau. Each time the wire resounds, it is accompanied by the rattle of the dried seeds.
 
The third instrument which frequently accompanies the game of Capoeira is the "recoreco." It is a large segment of bamboo, in which have been made innumerable lateral incisions for the escape of the air, which is caused to vibrate by a piece of cane which is scraped across the incisions in the side of the bamboo, thus producing the characteristic sounds.
Finally, we must consider the Pandeiro. It is a regional instrument, used not only to accompany the Capoeira, but also to mark the shaking rhythm of our sambas. Its shape is well known—the circle of quince wood, the goatskin top, and the jingles of Flemish tin. Certain societies of Capoeira use agogó.

TUNES OF THE BERIMBAU
 
The Berimbau is used by the accompanists of the Capoeira to produce definite and resolute tunes which modulate the rhythms of the game. The most important are the following:

Sao Bento Grande– the light game
Sao Bento Pequeno– Samba of the Capoeira
Banquela– The Knife Game – lively, animated
Santa Maria– The Measured Game
Ave Maria– The Capoeira Hymn
Amazonas– The Middle Game
Iuna– The Creeping Game
Cavalaria– A signal denouncing the proximity of strangers
Angolinha
Samba de Angola

In view of what we tell, it is easy to understand the character of the game of Capoeira. At the sound of the music of Sao Bento Pequeno the combat is transfigured into the clashing of the Samba.
The good masters of Capoeira, in order to give a demonstration of singular ability in this game, after blows and counterblows, much whirling in the space left by the tangle of arms and legs, end the battle without showing a single spot or stain on their Sunday clothes.
 
The old masters, such as I, are capable of similar feats. At my age, 74, I also perform with my pupils. I would like to give exhibitions in any part of the world.
As a Brazilian, I am proud of this friendly country, which may wish to give me an opportunity to exhibit myself and my pupils there, in order to show our American brothers the possibilities of a personal defense against an enemy- An adversary or several adversaries, without the necessity of using firearms or knives.

Black Belt Magazine: CAPOEIRA, BRAZILIANS KARATE - by Master Pastinha
From his defensive position, the 74-year old Master Pastinha counterattacks.
On the contrary, the Capoeirista, meeting his adversary armed with a weapon, has the possibility by means of the lightness and quickness of Capoeira, to disarm his opponent by taking his weapon from him; or, if it is not possible to take the weapon, to vanquish him by tripping and throwing the armed adversary to the ground.
 
Even though the Capoeirista may be physically inferior to his opponent, a good Capoeirista has no fear of him, be he of superior physique; be he a younger man, or be he armed tooth and nail.
In case it may not be possible for me to demonstrate Capoeira in America, I shall be proud if your people may have an opportunity to come to our land of Brazil—to live at Salvador-Bahia—to know intimately this game, this personal defense, which is the Capoeira, substituting well for any weapon physical force, or age, for self-defense.
 
 
Cortesia: Piter Bedoian
 
Vale ressaltar a importância, mesmo que a matéria esteja em ingles deste documento histórico que contempla fotos de Mestre pastinha com 74 anos.

Se pretende ver esta matéria traduzida para Português, utilizando a ferramenta de tradução do Google, clique aqui.
 
Read More

Marília: Grupo leva capoeira a idosos

Neste sábado, às 14h, um show de capoeira aberto ao público, acontece em um lugar inusitado, o asilo Casa do Caminho, uma festividade especialmente organizada para os 50 idosos do local. A iniciativa é de jovens de 14 a 18 anos da escola Nelson Cabrini, integrantes do programa Game Superação Jovem do colégio, no bairro Jardim Esplanada, na Zona Sul.

O grupo Game Superação Jovem está integrado ao programa Escola da Família, nos fins de semana da escola Nelson Cabrini, pertencente a um projeto nacional do Instituto Ayrton Senna para a educação.

A turma do Cabrini, criada há dois anos, adotou o asilo como parte do programa, realizando duas visitas mensais aos sábados. Cada visita há uma programação, todas com o objetivo de divertir e interrelacionar jovens e idosos.