Blog

gregório

Vendo Artigos etiquetados em: gregório

Mestre Curió: Oficina de Capoeira Angola Solidária

O PONTO DE CULTURA ESCOLA DE CAPOEIRA ANGOLA IRMÃOS GÊMEOS DE MESTRE CURIÓ
Oferece: OFICINA DE CAPOEIRA ANGOLA Solidária VOCÊ! Angola ou Regional Participe!

Entrada

1 pac. Fralda Geriátrica, 1 lata de leite em pó ou Material de limpeza para ser doada ao abrigo D. Pedro II, lugar onde M. Pastinha viveu seus últimos dias de VIDA!

ESTA OFICINA  É EM  HOMENAGEM AO GRANDE E INESQUECÍVEL MESTRE PASTINHA PELA PASSAGEM DO DIA DE SEU NASCIMENTO 05 de Abril.

Programação:

04/04 – Sábado

Oficina de Capoeira Angola com M. Curió.

 9 às 11h.

15 às 16h.- Bate Papo – Tema: Capoeira Angola e M. Pastinha.

Local: R. Gregório de Matos nº. 09,  2º andar – Pelourinho- Salvador

05/04 – Domingo

9:30 às 11:30h– Roda de Capoeira Angola aberta.

Local: Forte de Stº Antonio além do Carmo, sala 05

Encerramento com um delicioso MUNGUNZÁ.

Informações e Inscrições: Esc. de Cap. Angola Irmãos Gêmeos de M. Curió

R. Gregório de Matos nº 09 , 2º andar- Pelourinho-Centro Histórico – Salvador
Fone: 71 3321-0396 / 9998-1813 M. Curió ou M. Jararaca.

OBS: Inscrições abertas apartir de 20 /03 à 03/04/2009

Apartir de 10: às 17:h da tarde exceto sábado e Domingo

Jaime Martins dos Santos – Mestre Curió

            Presidente

Premiados do Capoeira Viva 2007 serão conhecidos em 04 de abril

Premiados do Capoeira Viva 2007 serão conhecidos em 04 de abril

O Projeto Capoeira Viva 2007 divulgará os premiados pelo edital, através de pronunciamento do Ministro interino da Cultura, Juca Ferreira no dia 04 de abril. O Evento acontecerá, às 16h30, no Salão dos Espelhos da Fundação Pedro Calmon – Palácio Rio Branco, Salvador – Bahia, contando ainda com apresentações de Grupos de Capoeira na Praça Tomé de Souza.

A lista dos projetos contemplados ficará disponível nos sites da Fundação Gregório de Mattos www.cultura.salvador.ba.gov.br e do Projeto Capoeira Viva 2007 www.capoeiraviva.org.br.

 

Convite: DIVULGAÇÃO DOS PROJETOS PREMIADOS “CAPOEIRA VIVA 2007”

Confirmar presença com: cleusmar.fernandes@minc.gov.br

FUNDAÇÃO MESTRE BIMBA – FUMEB

FUNDAÇÃO MESTRE BIMBA – (FUMEB)

A FUMEB nasceu na Filhos de Bimba – Escola de Capoeira pela necessidade de apoio de uma entidade juridicamente maior para a sua sustentação.
Sua criação teve a participação de familiares, alguns discípulos e admiradores do Bimba.
 
A proposta da Fundação é buscar elementos históricos, culturais e filosóficos da capoeira e de outras manifestações de origem negra, para ampliar seu acervo e subsidiar outros interessados.

 
Serviços:

1- WorkShop. Oficinas, palestras, cursos regulares, intensivos e especiais de capoeira, berimbau, samba de roda, dança-afro, recreação;

2- Capoeira para idosos e portadores de alguma deficiência;

3- Show Cultural contendo Puxada de Rede, Maculelê, Samba de Roda e Capoeira;

4- Loja: berimbaus, livros, revistas, vinis, cds, camisas, camisetas, caxixis, calças, bonés, adesivos, dobrões, fita de vídeo e suvenires;

5- Núcleo de documentação: Recortes de jornais, fotos, artigos de revistas, vídeos, livros, documentos e objetos pessoais do Bimba.
 


Sede – FBEC / Fumeb (Fundação Mestre Bimba)
Responsável: Mestre Nenel
Rua Gregório de Mattos, 51 – subsolo
Pelourinho Centro Histórico – Salvador – Bahia / Brasil
tel: (71) 3322-5082
email: fumeb@ig.com.br

Aniversário de Fundação da FUMEB – 2005
 
 
 
  Na foto, à esq. de Nenel e a sua esposa, CM Preguiça com o neto de Bimba.
 
 
Fotos gentilmente cedidas por Angelo Augusto Decanio Filho, Mestre Decanio

Ministério da Cultura destina R$1,85 milhão à capoeira

Mais de 400 capoeiristas de 40 grupos integraram o Cortejo Viva Salvador, que percorreu as ruas da cidade
 
O secretário executivo do Ministério da Cultura (Minc), Juca Oliveira, aproveitou que Salvador ficou mais velha ontem para lhe dar um presente. Ele anunciou a liberação R$1,85 milhão para financiar dez projetos envolvidos com a capoeira na Bahia. O edital será publicado hoje no Diário Oficial da União. A novidade foi revelada durante a caminhada Cortejo Viva Salvador, que percorreu o trajeto do Campo Grande à Praça Municipal, com a presença de 456 capoeristas, de 40 grupos diferentes. "Precisamos reconhecer a maior manifestação cultural do Brasil. Pretendemos lançar outros projetos", acrescentou Oliveira.
 
Segundo o secretário, a capoeira existe em mais de 150 países do mundo, mas ainda assim é muito discriminada, por ter nascido no período da colonização do Brasil como uma forma de resistência dos escravos negros. "Até hoje a luta misturada à dança não recebeu seu verdadeiro reconhecimento. Capoeira é dança, é cultura, é educação física, fortalece o espírito de lealdade e solidariedade. Está na hora de dar a ela seu valor. Este é só começo de muitos outros investimentos que virão", informou.
 
Read More