Blog

itaparica

Vendo Artigos etiquetados em: itaparica

A guerreira Maria Felipa

Como lembrei no texto Onde estão as capoeiristas da história, em geral as mulheres capoeiras que se destacaram no passado ficaram esquecidas. Mas é importante conhecer a história dessas mulheres que são exemplo de coragem, persistência e determinação.

Uma dessas mulheres é Maria Felipa, a guerreira de Itaparica.

Maria Felipa de Oliveira viveu na Bahia no século XIX e teve um importante papel na Guerra da Independência, que ocorreu entre 1822 e 1824, para reafirmar a independência proclamada em 7 de setembro de 1822, até que esta fosse reconhecida por Portugal.

Na Bahia, assim como nas províncias de Cisplatina (onde atualmente é o Uruguai), Piauí, Maranhão e Grão-Pará, devido à concentração estratégica de tropas do Exército Português, as lutas foram mais acirradas. Quando a tropa portuguesa comandada pelo General Madeira de Melo tentou invadir a Ilha de Itaparica para controlar a guerra a partir da Bahia de Todos os Santos, Maria Felipa liderava as vedetas (vigias) da praia, um grupo de 40 mulheres que entrou no acampamento do exército português, atacou os guardas com galhos de cansansão, uma planta que provoca sensação de queimadura ao toque com a pele, e puseram fogo em 42 embarcações, promovendo baixas no exército.

Além de guerreira, Maria Felipa também atuou na gerra como enfermeira, socorrendo feridos, além de trazer para a resistência em Itaparica informações da guerra obtidas nas rodas de capoeira do Cais Dourado, para onde ia remando sua canoa.

Há quem acredite que Maria Felipa seja a identidade verdadeira de Maria Doze Homens, que ganhou este apelido após deixar doze homens no chão, porém não existe confirmação a respeito e há ainda outras versões, em uma das quais Maria Doze Homens teria sido companheira de Besouro Mangangá.

O atestado de óbito datado de 04 de janeiro de 1873, confirma que Maria Felipa sobreviveu à guerra e continuou levando sua vida na ilha por muitos anos, porém de seu nascimento nada se sabe.

A heroína foi retratada na obra de Ubaldo Osório, A ilha de Itaparica, e no romance Sargento Pedro, do escritor baiano Xavier Marques, onde são são contatos vários feitos atribuídos à capoeirista.

Fontes:

Capoeira Sou Eu

Conversa de Menina

Overmundo

Passeiweb

Wikipédia

Neila Vasconcelos – Venusiana
capoeiradevenus.blogspot.com

DE VENTO EM POPA 2009 “Angola no Mundo”

 

Nosso grande amigo e parceiro mestre Jaime de Mar Grande, convida a todos para o DE VENTO EM POPA 2009 “Angola no Mundo”, que irá se realizar na deslumbrante Ilha de Itaparica, Bahia.

Realização: Associação Cultural de Capuêra Angola Paraguassu – Ilha de Itaparica/BA

Programação:

 

06/01 (Terça-Feira)
5h30 – Alvorada (Simbolizando a abertura do evento)
6h– Angola na Roda
9h –Coquetel gastronômico

16h – Trajetória da Paraguassu e “O Perfil de um Mestre”.
18h30 – Angola na Roda
21h30- Apresentação do Terno das Rosas
22h20 – Sambando na Roda: Grupo Dois de Julho
Local — Sede da Associação Cultural de Capuêra Angola Paraguassu (ACCAP)

07/ 01 (Quarta Feira)
Apresentação de trabalhos

* 16h -Analogia entre o Brincar na Cultura Popular e o Brincar na Educação: uma visão sensível sobre o ser humano
Com o Professor Vizinho Capuêra (Paraguassu/SP)

* 17h -Meio Ambiente e Aquecimento Global
Com a PROMAR

18h30 – Angola na Roda
21h – Sambando na Roda

08/ 01 (Quinta-Feira)
16h – Oficina de iniciação musical
Professor Titi (Grupo Bantus/Bh)
18h – Palestra: A Ilha de Itaparica e seus diversos aspectos
19h30 – Angola na Roda
22h30 – Sambando na Roda com o Grupo La Prata

09/01 (Sexta0Feira)
15h – Apresentação de Trabalho com a Professora Rosa Bauru/SP
17h – Oficina de canto, ritmo e formação de bateria do saudoso
Mestre Paulo dos Anjos
19h – Angola na Roda (Praça de Mar Grande)
22h – Entrega do Premio Cultural Paraguassu
22h30 – Sambando na Roda com o Grupo Paraguassu

10/01 (Sábado)
16h – Palestra “Espiritualidade na Capoeira”.
Mestre Jaime de Mar Grande
18h30 – Angola na Roda

21h – Sambando na Roda com Rimun e Mateiguinha

11/01 (Domingo)
15h – Angola na Roda
18h – Angola no Mundo

20h – Palco Livre: Expressão da liberdade dos participantes
23h – Encerramento

Alexandre Vizinho Capuêra
Cel: (11) 9560-3959

Bahia: Capoeira & Projeto em mar Grande

O Projeto do Capoeira Viva com as crianças do Alto do Campo Formoso em Mar Grande, na Ilha de Itaparica começou em setembro e jà esta contando com uma boa participação da criançada.

Nessa época do ano a brincadeira que mais anima os meninos do morro é empinar arraias, e com a perspectiva de um “Festival de Arraias” no dia das crianças, o ánimo esta em alta.

As reuniões acontecem dias de quarta-feira e sábado. As idéias sobre como organizar o Festival estão surgindo, intercaladas com momentos percussivos e movimentos de capoeira.

As meninas também estão animadas com a perspectiva das aulas de dança africana, de confecção de xêquêrês e oficinas de pintura de máscaras.

28 de outubro na Ilha de ITAPARICA: FESTA DE SÃO SIMÃO NA FAZENDA DE PARAPATINGA

Uma das fazendas mais antiga da Ilha de Itaparica com registro do século XVII. Alí se produziu matéria prima como o dendê, o coco, a lenha e a piaçava e muita fartura de frutas.
28 de outubro marca o dia do padroeiro da fazenda, São Simão. Na ocasião da festa as comunidades de cada localidade vizinha se faziam presentes : as marisqueiras, os saveiristas, os pescadores, os catadores de piaçava, os tiradores de lenhas etc… ao som do batuque e do samba de roda ….. e de muito fogos….
A capoeira, também, fazia parte das diversões nesse dia de festa. Vamos resgatar a historia do povo da ilha e fazer dessa festa um encontro cultural.

10 HORAS – MISSA DE SÃO SIMÃO

seguida de :

RODA DE CAPOEIRA – SAMBA DE RODA – MACULÊLÊ – FEIRA CULTURAL

Compareçam – Participem !

TEXTO RETIRADO DO BLOG DO Atelier Lua Rasta

MESTRE LUA RASTA
rua Inacio Acioli, no 3 Pelourinho Salvador 71 3322 67 50 atelierlua@hotmail.com

Vila Velha – ES: 1º Fórum de Capoeira

 

1º Fórum de Capoeira começa nesta sexta-feira em Vila Velha

Três dias com aulões, rodas de capoeira e palestras. A programação faz parte do 1º Fórum de Capoeira de Vila Velha, que será realizado a partir desta sexta-feira (15), com a presença de mestres de capoeira de dentro e fora do Espírito Santo. As atividades vão acontecer na Tenda da Cultura e no Colégio Ateneu, em Coqueiral de Itaparica.

De acordo com o presidente da Associação de Capoeira Quilombo do Queimado, Cleber Vieira do Nascimento, o mestre Bininha, dentro das palestras serão abordados e discutidos temas como “A Capoeira do Espírito Santo” e “Ações das Secretarias de Cultura e do Ministério da Cultura”.

Confira a programação:

15/02 (sexta-feira) – 18h. Aulão de capoeira, com o mestre Buléia, de Belo Horizonte. Roda de capoeira com todos os grupos de capoeira que se apresentaram na Tenda da Cultura, nos meses de janeiro e fevereiro. Local: Tenda da Cultura (final da Orla de Itaparica, próximo à rotatória).

16/02 (sábado) – 19h. Aulão de capoeira, com o mestre Capixaba. Local: Colégio Ateneu (bairro Coqueiral de Itaparica, rua Professor Annor Silva 106 , que é a rua da UVV).

17/02 (domingo) – 10h. Encontro do Fórum de Capoeira com palestras do mestre Capixaba, de alguns secretários de cultura, parlamentares, mestre Merrinho de Caio, professor Pituca, professor Anderson.

 

 

Fonte: http://gazetaonline.globo.com/

Ilha de Itaparica: DE VENTO EM POPA 2008

A Paraguaçu irá realizar entre os dias 3 e 6 de janeiro o De Vento em Popa. Evento que, como à exemplo do último ano, contará com a presença de mestres angoleiros, garantindo muita vadiação e, também a presença de outras tradições culturais locais, como o samba de viola com os mestres Rimum e Manteguinha e o Terno das Rosas conduzido por Nenete. Confira a programação!

Cartaz do Evento, clique para ampliar…

03/01/08

19 HORAS; Abertura do Evento
Palestra: A Ilha De Itaparica e suas Tradições
20h30 – Angola na Roda, com os convidados
22h – Samba de Roda e Coquitel
 
 04/01/08

19h – Palestra sobre o meio ambiente, ministrada pela PROMAR
20h30 – Angola na Roda, com mestres da antiga, incluindo os alunos antigos do mestre Paulo dos Anjos
22h30 – Samba de Roda com senhoras da Conceição, e o Grupo de Samba Paraguaçu
 
 05/01/08

16h – Angola na Roda (Participação das crianças pertencentes ao Programa O Pulo do Gato: Educação através da Cultura)

21h30 – Saída do Terno Das Rosas (Concentração casa de D. Chiquinha)

23h30 –  Entrega do Prêmio Paraguaçu pelo Mérito Cultural; Samba de roda com os mestres, Rimum e Manteiguinha
 
06/01/08 (Dia de Reis)

15h – Angola na Roda
19h30 – Apresentação do Terno das Rosas (Concentração na Associação Cultural Paraguaçu) e encerramento com samba de roda

 

Organização: Associação Cultural Paraguaçu e Grupo Paraguaçu de Capoeira Angola

Coordenação: Mestre Jaime de Mar Grande

Homenagem aos 50 anos de Mestre Jaime de Mar Grande

24 de Maio é dia de festa… dia de comemorar os 50 anos de Mestre Jaime de mar Grande!!!
 
Tive a oportunidade de conhecer Mestre Jaime pessoalmente em Abril de 2006 na minha visita ao Brasil, dono de uma simpatia natural e de uma tranquilidade que contagia, mestre Jaime cativa e conquista a todos em sua volta pela energia positiva…
 
Um dos momentos que mais marcaram a nossa vivência foi sem dúvida a roda no Barracão de mestre Cavaco, na zona Norte de SP, onde pude ouvir uma lição de sabedoria que mestre Jaime aprendeu com seu mestre e fez questão de retransmitir a todos os presentes… reforçando a boa pratica de que boa informação é aquela que é transmitida… e no final desta roda, num gesto de pura humildade e companheirismo, fez questão de salientar, valorizar e homenagear o trabalho que está sendo feito por toda a equipe e camaradas do Portal Capoeira. Fiquei sem palavras e muito admirado… e naquele momento percebi o tamanho do M com que se escreve Mestre Jaime de Mar Grande.
 
Homenagem aos 50 anos de Mestre Jaime de Mar GrandeMestre Jaime de Mar Grande é um legítimo representante da  Capoeira Angola da Ilha de Itaparica – BA, uma Capoeira Angola de Raiz, de Tradição e de Fundamento, Mestre Jaime aprendeu com Mestre Paulo dos Anjos, que por sua vez foi discípulo de Mestre Canjiquinha.
 
O primeiro contato de Jaime com a Angola de Mestre Paulo foi em Mar Grande, costa leste de Itaparica, no ano de 1965, quando Paulo dos Anjos mudou-se por um tempo de Salvador para a Ilha, e ali passou a ensinar "seus meninos".
 
De lá para cá muita coisa mudou na capoeira como um todo, mas mestre Jaime sempre praticou e preservou o que seu mestre lhe ensinou e confiou.
 
Para o Mestre Jaime existe uma enorme relevancia entre os aspectos naturais e uma simbiose entre os elementos que fazem parte da fabricação do Berimbau, muito antes do artesão começar a fabrica-lo: A forma, o clima, o local de origem da madeira, a preocupação ambiental, a energia de quem colheu a matéria prima, são apenas alguns dos aspectos importantes para que o instrumento possa ecoar… ele também chama a atenção para a presença na capoeira de todos os elementos da natureza: “a madeira e a cabaça (representando a mata), o aço, presente na corda do berimbau, o cobre e/ou pedra no dobrão que encostado de leve, com força, ou não encostando no arame, faz variar as notas musicais (representando os minerais), o couro utilizado no atabaque e nos pandeiros (representando os animais), a própria música (representando o ar) (…)”.
 
Mestre Jaime foi também um dos grandes responsáveis pela reintegração do falecido Mestre Gerson Quadrado a Capoeira, valorizando sempre a tradição e o respeito aos mais sábios e experientes…
 
Homenagem aos 50 anos de Mestre Jaime de Mar Grande
 
Um grande abraço meu AMIGO, que este meio século se repita pois a capoeira só tem a ganhar!!!
Muita paz, saúde e felicidade… Sucesso em sua caminhada!!!
 
Luciano Milani – Portal Capoeira
 

Angola de Itaparica (BA) em novo espaço de São Paulo

Mestre Jaime de Mar Grande, autêntico angoleiro da Ilha de Itaparica, dá início a novo trabalho na Mooca, capital de São Paulo.
 
Quando se fala em Capoeira Angola, de pronto vem à mente a Mandingueira Cidade de São Salvador da Bahia. Pouco se fala da angola das demais regiões do Recôncavo, de Santo Amaro da Purificação (Saravá Mestre Gato Preto!) e do interior do Estado, como é o caso de Feira de Santana onde Mestre Cláudio Angoleiro – que frequentemente carimba seu Passaport por toda a Europa – mantêm um trabalho exemplar de resgate e preservação das tradições de nossa Dança de Nêgo Banto-Nagô.
Pouco se fala também da Ilha de Itaparica, recanto de excelentes angoleiros, excelentes cantadores de samba e de representantes da legítima Cultura Afro-Braiana.
 
Assim como a Capoeira já não pertence exclusivamente ao Brasil – em breve será tombada como Patrimônio Cultural Mundial " a Capoeira Angola não se restringe mais somente à Bahia. Até mesmo por conta do exemplar trabalho de divulgação e de ensino que os velhos mestres fizeram para que a angola prosperasse em outras paragens. Mestres como Caiçara, Canjiquinha, Boca Rica, Paulo dos Anjos e Gato Preto, por exemplo, constantemente viajaram e passaram algum tempo no Sudeste e Sul do Brasil, ensinando suas angolas. Graças ao elevado quilate desses mestres, muitos discípulos se formaram ao longo das últimas três décadas.
 
Quando falo de Capoeira Angola, falo em um "sentido plural", uma vez que seria impossível restringi-la a uma ou outra forma de praticá-la ou de concebê-la.
 
Por falar em Itaparica, Mestre Jaime de Mar Grande é um legítimo representante da Angola daquela Ilha. Capoeira Angola de Raiz, de Tradição e de Fundamento, Mestre Jaime aprendeu com Mestre Paulo dos Anjos, que por sua vez foi discípulo de Mestre Canjiquinha.
 
O primeiro contato de Jaime com a Angola de Mestre Paulo foi em Mar Grande, costa leste de Itaparica, no ano de 1965, quando Paulo dos Anjos mudou-se por um tempo de Salvador para a Ilha, e ali passou a ensinar "seus meninos". De lá para cá muita coisa mudou na capoeira como um todo, mas mestre Jaime sempre praticou e preservou o que seu mestre lhe ensinou e confiou.
 
Hoje, por São Paulo, existem outros representantes da Capoeira Angola de Mestre Paulo, como é o caso dos Mestres Jequié (Ubatuba), Raimundinho (Jacareí) e Dominguinhos (São Sebastião).
 
ESPAÇO DE VADIAÇÃO "RABO DE ARRAIA"
 
Em Mar Grande, Mestre Jaime orienta um trabalho que deu início há muitos anos. Mas há dois ou três anos o mestre se achegou pela "Terra da Garoa", por onde, com seu carisma e simplicidade, tem conquistado o respeito dos Capoeiras Paulistas e Paulistanos. Na Ilha, o grupo do Mestre é a Associação Cultural de Capoeira Angola Escrava Anastácia.
Em São Paulo, neste mês de Junho, Mestre Jaime está dando início a um novo trabalho, em um espaço que, em primeiro momento, está sendo batizado de "Espaço de Vadiação Rabo de Arraia", em parceria com o amigo Fernandes Wellington, que não por coincidência é contramestre de Capoeira.
            A inauguração do novo espaço será no próximo dia 18 de Junho de 2005, sábado, a partir das 16h00, Rua da Mooca, 3108, Mooca, São Paulo, próximo ao metro Bresser, e a duas quadras da Faculdade São Judas.
            Mestre Jaime estende convite a todos os amigos e capoeiras da Capital Paulistana, do Interior do Estado, do Vale do Paraíba e do Litoral Norte – além dos capoeiras que estiverem passando por Sampa no dia. Seu novo "Campo de Vadiação" e promete:
 
"Neste espaço, vou dar início ao mesmo trabalho que desenvolvo na Ilha, com a legítima Capoeira Angola de Itaparica!"
 
 A Roda Inaugural será uma homenagem especial ao Mestre Gerson Quadrado, Capoeirista, Cantadô, Poeta, Compositor e Artista Popular da rica cultura da Ilha. Mestre Gerson fez sua "passagem" em 17 de abril de 2005, às vésperas da comemoração de sua octogésima "Vorta do Mundo", momento em que seria lançado seu novo CD Samba Tradicional da Ilha (STI). Mestre Jaime de Mar Grande é o responsável pelo retorno de mestre Gerson Quadrado à Capoeira, em 1993, e com ele privou de respeitável convivência a partir de então. O CD foi elaborado com auxílio de diversos "pares", dentre eles a musicóloga alemã Catarina Dorin. Por email, mestre Jaime informa que o CD está pronto e que será lançado nos próximos dias.
 
Se para você a Capoeira é a arte de vadiar, então venha vadiar neste novo "Terreiro de Angola da Capital Paulista".
 
Contatos com Mestre Jaime: (11) 3399-4927, (11) 9954-6668 ou então por email: jaimedemargrande@hotmail.com. O espaço estará abrindo novas turmas já neste mês de junho, em diversos horários e dias da semana.
 
"Êê meu irmão
 Vocês me traz alegria
 Eu sei que vocês são a letra
 E eu sou… a melodia"
     (M.Gerson Francisco Quadrado).
 
Simbora Vadiá… e Dá-lhe volta do mundo!
Yêêê!
 
Miltinho Astronauta – www.capoeira.jex.com.br