Blog

jacintinho

Vendo Artigos etiquetados em: jacintinho

22ª edição do Mirante Culltural em Maceió

“Um Quilombo Chamado Jacintinho”

 

O CENTRO DE ESTUDOS E PESQUISAS AFRO ALAGOANO QUILOMBO realizará nesta sexta-feira (28), às 19h30, no Mirante Kátia Assunção localizado no Jacintinho (por trás da rádio 96 FM), a 22ª edição do Mirante Cultural – “Um Quilombo Chamado Jacintinho ”

O evento vem acontecendo desde fevereiro de 2008, reunindo grupos culturais dos bairros de Maceió e algumas cidades do Estado de Alagoas. Atualmente tem com parceiros o SINDICATO DOS URBANITÁRIOS e alguns comerciantes do bairro do Jacintinho.

 

O Mirante Cultural em comemoração ao 25 de maio, Dia da África, traz em sua programação a apresentação da cantora de Cabo Verde Sônia André. Teremos também em nossa programação a participação pela primeira  dos grupos: Talismã e Rock Ingstyle. O retorno dos grupos: Xameguinho e Àguia Negra. . Apresentação do documentário sobre o filme da linha 174 para uma reflexão sobre a problemática da periferia. O ressurgimento da banda Afro Força do Ilê com a participação especial do dançarino e coreógrafo Jailton Oliveira.

O Mirante Cultural continuará defendendo a integração entre educação e arte, buscando sempre impulsionar os  artistas locais, trabalhando a geração de renda e valorizando a cultura popular e afro-alagoana. Agradecendo sempre os apoios da comunidade, dos artistas, dos parceiros e da imprensa.


PROGRAMAÇÃO:

Grupo de Hip Hop Talismã

Grupo de Break Rock Ingstyle

Coco de Roda Xameguinho

Sônia André – Cantora de Cabo Verde

Documentário sobre o filme da linha 174

Grupo de Capoeira Águia Negra e convidados

Banda Afro Força do Ilê com a participação especial do dançarino Jailton Oliveira

 

GRUPOS PARCEIROS DO C.E.P.A.A. QUILOMBO:

Escola de Samba Arco-Íris

Núcleo de Capoeira

Grupo Lésbico Dandara

Bumba-meu-boi Excalibur

Grupo Teatral S.O.S Sorriso

União das Mulheres do Bairro do Jacintinho – U.M.B.J.

Associação Puma de Ferkundô

Associação de Moradores da Grota do Moreira

Banda Afro Estrela Negra

Companhia Princípios Básico

 

 

 

Viviane Rodrigues

Relações Públicas do C.E.P.A. Quilombo

E-mail: vi_magnifica@hotmail.com

Telefones: (82) 8843-9311


Notícias “vermelhas” invadem o universo da capoeiragem…

Logo pela manhã ao ler os e-mails me deparo com uma notícia que me chocou: "Mestre de capoeira é morto no Jacintinho. Azul recebeu três tiros" – minha primeira reação foi de susto… e rapidamente fui a fonte para ler a notícia na íntegra… Infelizmente o crime aconteceu e teve como vitima fatal um jovem capoeirista de 22 anos!!!

Vamos refletir sobre o tamanho do sensacionalismo da notícia… que apesar de triste e muita dura para os familiares e amigos, deve ser vista também pelo prisma da capoeiragem e da ética dentro da ginga da informação… e desta forma a informação passada através do artigo publicado no jornal Alagoano: Alagoas 24 horas, fere a ética e a camaradagem da capoeira… (não existem mestres com 22 anos de idade e não devemos ter o conceito de rivais na capoeira e sim parceiros)

O Jornal se faz valer do testemunho do irmão e de um amigo da vitima, ambos fragilizados, para gerar um clima sensacionalista e infundado!!!

É preciso tratar a nossa cultura e a nossa arte-luta com seriedade e respeito!

Desejamos aos amigos e familiares os mais sinceros sentimentos…

Segue matéria para vossa apreciação e reflexão:

Mestre de capoeira é morto no Jacintinho. Azul recebeu três tiros
Alagoas24horas

Mestre de capoeira foi morto em pleno parque de diversão

O mestre de capoeira Leilton Santos Oliveira 22 anos, mais conhecido como “azul”, foi morto agora há pouco no Conjunto José da Silva Peixoto no Jacintinho. Em meio a uma grande movimentação em função das atividades um parque de diversão, dois homens se aproximaram de Leilton e dispararam três tiros, o capoeirista do grupo Candeia, teve morte imediata.

A prima Simone Santos Duarte Oliveira 22 anos, que estava com ele no momento do assassinato não falou sobre o assunto, mas o irmão, Alexsandro Oliveira Marcelino, 29 anos, disse que o irmão era usuário de craque, e que tinha recebido conselhos para que deixasse o mundo das drogas, “Ele disse uma vez, que estava sendo ameaçado por uma pessoa chamada Thiago”, declarou.

Outra versão para o caso, está relacionada a atividade de Leilton, segundo Rossine Carvalho Dantas, 22 anos, amigo de Leilton, o crime pode ter relação com a capoeira, “O azul era um cara muito tranqüilo, mas ele viajava muito para outros Estados com a capoeira, os outros integrantes do grupo Muzenza, ficavam com ciúmes”, disse. Muzenza, é outro grupo de capoeira, que segundo informações, é rival do Candeia.

Integrantes do Muzenza, foram procurados pela nossa repotagem para falar sobre o assunto, mas não foram encontrados, o Sargento Ribeiro da RP, esteve no local, para os primeiros levantamentos.

Fonte: http://www.alagoas24horas.com.br/conteudo/index.asp?vEditoria=&vCod=37582