Blog

jogos

Vendo Artigos etiquetados em: jogos

“Dark Souls brasileiro” baseado na Idade Média Histórica conta com personagem lutador de capoeira

“Dark Souls brasileiro” baseado na Idade Média Histórica conta com personagem lutador de capoeira

“Existe uma visão extremamente ignorante e preconceituosa de que os povos africanos eram todos ‘bárbaros’ ou de nível tecnológico baixo”, comentou o desenvolvedor.

O Trialforge Studio, do Rio de Janeiro, está desenvolvendo o game Deathbound, ainda sem prazo de lançamento.

O game, que na opinião do editor do Drops, Pedro Zambarda, se assemelha a um “Dark Souls brasileiro”, retrata um mundo com reinos variados, incluindo o reino de Sayabakn, baseado no continente africano e suas culturas, um rico material histórico usualmente esquecido nos jogos e na mídia pop em geral.

Entre os detalhes que chamam a atenção no projeto, o game conta com a presença de Mamdile Ogaté, personagem do reino de Sayabakn, do mundo de Ziêminal, que apresenta dinâmica de gameplay e jogabilidade inspirados na movimentação da capoeira, luta brasileira de grande destaque.

Os pacotes de animação da Mixamo, utilizados pela desenvolvedora exigem poucos ajustes e contavam com um set de animações de capoeira. “Quando começamos a pensar na narrativa do jogo, tomamos algumas decisões”, comentou Thiago Baptista, designer de narrativa e jogos, em bate papo exclusivo com o Drops de Jogos.

“Como na maioria dos projetos de jogo, as decisões surgiram primeiro como uma necessidade de gameplay. O Deathbound começou usando muitos pacotes de Assets prontos, inclusive de animação”, detalhou o desenvolvedor.

“Na nossa narrativa, Mamdile faz parte de uma Ordem de lutadores devotos da Deusa Morte, algo próximo aos monges shaolin, mas num contexto do Oeste africano. Eles treinam desde criança para transformar seus corpos em armas à serviço de sua Deusa e de sua Igreja”.

O jogo, de acordo com as definições do time de desenvolvedores, é menos baseado numa Idade Média fantástica e mais próxima de uma Idade Média histórica. “Mais precisamente a Alta Idade Média do Ocidente”, definiu Thiago, ex-estudante de História na UFF. “Existe uma visão extremamente ignorante e preconceituosa de que os povos africanos eram todos ‘bárbaros’ ou de nível tecnológico baixo, somente tribais”, enfatizou.

“Queríamos com os personagens de Sayabakn mudar um pouco essa visão, e resgatar a memória dos grandes impérios africanos. Mali foi um dos reinos mais ricos da história do planeta, por exemplo”, complementou, no bate papo.

Os produtores foram generosos e ofereceram ao Drops de Jogos dois vídeos exclusivos com a movimentação do herói do game, que seguem abaixo. Os vídeos foram exibidos durante a apresentação das informações do game no quadro Fala, Indie!no programa News Games, da Rádio Geek.

Para acompanhar as novidades sobre a criação, basta seguir o estúdio Trialforge nas redes FacebookInstagram e Twitter, ou seguir o desenvolvimento do projeto na plataforma Discord.

 

 

por Kao Tokio em 19 de fevereiro de 2020

Fonte: https://dropsdejogos.uai.com.br/

 

1º Jogos Energia Pura de Capoeira no Amapá

Treze grupos confirmaram presença no campeonato, além de uma equipe do Pará

Muito ginga e maculelê (luta com bastões praticada em conjunto com os movimentos e o ritmo da capoeira) são esperados para os próximos sábado (19) e domingo (20), em Macapá, durante o primeiro Jogos Energia Pura da Capoeira. Além de difundir a capoeira, a competição será um momento de grande oportunidade de troca de experiência entre os grupos da capital e interior do estado.

De acordo com Claudio Leônidas, que organiza a competição, treze grupos se inscreveram no campeonato. As disputas serão nas categorias infantil, juvenil e adulto – masculino e feminino. Além de competidores do Amapá, uma equipe paraense também confirmou participação.

– A gente espera que os grupos de capoeira façam jogos bonitos e disputados. Um banca de capoeiristas experientes será responsável em avaliar o desempenho de cada jogo e dos atletas – disse Claudio.

Segundo a organização, o objetivo maior da competição é divulgar o esporte e atrair cada vez mais praticantes. No Amapá, existem dezenas de grupos espalhados pela capital e interior, responsáveis pela divulgação da capoeira, além de contribuírem para a melhoria da qualidade de vida dos praticantes.

Os vencedores serão premiados com uma quantia em dinheiro, além de troféus e medalhas. Os jogos iniciam a partir das 9h da manhã na Academia Energia Pura, localizada no bairro Marabaixo 2, na rua Maria Nair de Souza, nº 391, Zona Oeste de Macapá.

 

Fonte: http://globoesporte.globo.com/

RJ: Festival Internacional da Arte Capoeira

A ABADÁ – Capoeira realiza entre os 19 e 25 de agosto o Festival Internacional da Arte da Capoeira e o IX Jogos Mundiais realizados pelo Mestre Camisa.

O evento comemora os 25 anos da Associação Brasileira de Apoio e Desenvolvimento da Arte – Capoeira (ABADÁ – Capoeira), um dos mais tracionais grupos de capoeira do Brasil. O Festival terá em sua programação; cursos, palestras, shows das Artes, os Jogos Mundiais de Capoeira, lançamentos de livros e CDs, troca de cordas, formaturas, reconhecimento de Mestres e finalizando com o tradicional Aulão em Copacabana, enfim, a maior festa da Arte Capoeira.

Um dos pontos altos do evento será o Show das Artes, na 5ª feira, dia 22 de agosto no palco da Fundição Progresso. Com assinatura do “poliartista” Mestre Camisa, capoeiristas da Abadá – Capoeira, farão toda a encenação apresentando as Artes que compõem a Arte Capoeira de uma forma nunca vista pelo público. Artesanato,canto, poesia, luta, jogo, acrobacia e outras surpresas, serão os um dos elementos desse show inédito.

Além do Show, o evento terá uma exposição de instrumentos, mostrando a riqueza do artesanato que envolve a Capoeira, apresentando a várias possibilidades de fabricar os instrumentos usados no cotidiano de um capoeirista. Outro momento marcante será a Formatura com o reconhecimento de três Mestres de Capoeira, entre eles, duas mulheres que ministram aulas de Capoeira há mais de 20 anos nos EUA.

Fonte: http://lanalapa.blogspot.pt

Orgulho e preconceito em um mesmo esporte

Capoeirista de Bauru quer aproveitar os Jogos Abertos para mostrar seu valor e acabar com discriminação

A capoeira é um esporte que sofre preconceito de tudo quanto é lado. Do campo religioso, por parte de alas mais radicais que a associam ao candomblé e umbanda. De etnia, por ser de origem negra. 

E até mesmo esportiva, pois muitos nem consideram a modalidade como prática esportiva. Não bastasse isso, a modalidade teve pouco apoio até mesmo da cidade para acabar com as discriminações sofridas pelos praticantes da modalidade.

“O preconceito está presente, mas seria facilmente suplantado se tivesse mais apoio. Temos um espaço fantástico, estamos numa região boa. Tudo isso contribui para uma divulgação positiva”, comentou Alberto Pereira, professor da Casa da Capoeira e do time bauruense. A modalidade é a quinta da série do BOM DIA sobre os Jogos Abertos. A competição, aliás, é a grande vitrine esperada pelos praticantes. Mais do que medalhas, a capoeira de Bauru quer atenção e respeito no evento que acontecerá em novembro na cidade.

“A gente precisa muito dessa atenção. Tudo o que a gente faz aqui é no peito. Tanto que estamos tentando realizar desde o início do ano um treinamento com a equipe completa, mas não conseguimos. Falta estrutura para trazer todo o pessoal que treina no Fortunato Rocha Lima”, comentou o atleta André Luiz Bastasini, o Parada. Ele ganhou uma medalha de bronze nos Jogos Regionais ao lado de duas atletas que treinam no Fortunato: as irmãs Leda Maria Pereira e Lidiane Maria Pereira. Elas começaram praticamente juntas na capoeira e preferem deixar os problemas de lado para praticarem o esporte que gostam.

“Foi amor à primeira vista. Eu tinha 14 anos e nunca mais parei de ir. Nem mesmo quando eu me machucava eu deixava de ir nas rodas de capoeira”, garantiu Lidiane, que depois completou. “Estou muito ansiosa para que chegue logo os Jogos Abertos”. As duas são as únicas representantes femininas da equipe bauruense. Na capoeira são quatro categorias masculinas e quatro femininas. Mas o time está desfalcado e jogará com apenas cinco representantes. Além dos três já citados, completam o grupo André José e Jorge Oliveira.

CAPOEIRA Bauruense
Objetivos
Equipe está incompleta e sabe das dificuldades que terá na primeira divisão ao lado de Guarulhos, Piracicaba e Ribeirão Preto. Uma medalha, de qualquer cor, já seria um prêmio.

Avaliação BOM DIA
Sem apoio adequado e ainda sofrendo com preconceito, até mesmo uma medalha parece improvável. As maiores chances são no peso médio masculino, mas mesmo assim seria zebra.

Em 2011
A capoeira bauruense não esteve presente nos Jogos Abertos do ano passado, em Mogi Guaçu. Muitos atletas competiram por outras cidades no ano passado pela falta de apoio daqui.

Em família
A equipe feminina de Bauru é uma verdadeira família. E isso não é figura de linguagem. As duas atletas são irmãs e competem juntas. Leda, no meio pesado, e Lidiane, no pesado, estarão presentes.

 

Fonte: GUSTAVO LONGO
[email protected]

Cidade de Deus promove cidadania e inclusão de jovens com evento esportivo

A manhã deste sábado foi marcada pela abertura dos I Jogos Abertos da Cidade de Deus, organizado pela equipe de Territórios da Secretaria de Estado de Assistência Social e Direitos Humanos (SEASDH). Cerca de 400 jovens, com idades entre 09 a 15 anos, participarão do torneio, que vai até 11 de dezembro.O objetivo dos jogos é promover a cidadania e a inclusão destes jovens, que disputam dez modalidades esportivas: futebol, futsal, quatro modalidades de atletismo e três de artes marciais. Estão competindo os alunos dos projetos: Acomunicom, Aliança Ariri Capoeira, Bem Viver, CEACC, Águia de Charlote, CDD em Forma, Fanáticos por Futebol, Monte Sião e Ginga Brasil, além do SESI e do Centro de Referência da Juventude (CRJ).As modalidades esportivas acontecem em toda Cidade de Deus promovendo um entrosamento entre as três UPPs presentes no local – Quadras, Karatê e Apartamentos. Na abertura do evento foi feita a execução do Hino Nacional, pelos soldados Torres, Lemuel, Jaderson e Daniel, da UPP, que há três meses trabalham no projeto Educarte, que leva a música para 40 jovens. Alguns deles se apresentaram junto com os soldados.

O Major Romeu, comandante da UPP das Quadras, trouxe estes soldados de várias unidades para a comunidade, mas afirmou que o trabalho social da PM não para por aí. Os policiais treinam Jiu-jitsu, futebol, capoeira e karatê, além de ajudarem no reforço escolar. As atividades contam com o apoio do CRJ e de uma igreja, que cederam seus espaços.

– Hoje as equipes de Jiu-jitsu e a de futebol, que têm ao todo 400 alunos, estão competindo a convite no aniversário da UPP do Morro dos Macacos”, concluiu.

Na abertura, o Mestre Darli da Silva Costa, do grupo Aliança Ariri Capoeira, fez um solo de berimbau e foi seguido pelo juramento olímpico, feito pelo aluno Mateus de Lima Costa.

Para Daniel Misse, superintendente de Territórios, o evento da SEASDH cumpre seu objetivo de aliar o esporte à saúde, à cidadania e à inclusão. – Ver quase 400 alunos inscritos é muito gratificante. E o mais legal é que cada um que participa é parte igual deste processo – afirmou.

O gestor social da Cidade de Deus, Bruno Machado, e a professora de capoeira Darlene Costa concordam.- Esse momento é histórico para a CDD, porque esse é um evento que não veio de fora, mas foi pensado com a comunidade – disse.

Lucas da Silva Andrade, de 12 anos, estava acompanhado da mãe, Maria Helena Carlos da Silva, e do professor de Jiu-jitsu no CRJ, Darci de Almeida.O professor se disse feliz em ver que a referência dos meninos mudou. – Antes eles se espelhavam nos traficantes, que tinham grana e poder. Hoje é interessante ver que conhecem todos os lutadores de MMA e sonham ser professores – diz.

Lucas fazia futebol, mas insistiu com a mãe para fazer jiu-jitsu também. – Eu disse a ele que teria que ir muito bem na escola. Ele já passou de ano sem recuperação e o comportamento melhorou na escola e em casa. Agora ele faz o futebol e o jiu-jitsu e eu sempre acompanho para apoiar – diz Maria Helena, orgulhosa.

Além dos jogos, a SEASDH levou ao evento uma tenda da Superintendência de Segurança Alimentar (SSA), com o objetivo de ajudar as crianças a escolher uma alimentação saudável, através de jogos lúdicos.

– Após uma pesquisa feita na Cidade de Deus, queremos aproveitar a oportunidade para aliar a prática de esportes ao consumo de alimentos saudáveis. Há muitos jovens com sobrepeso e obesos, consumindo muitos doces e produtos industrializados – disse Mirani Barros, da SSA.

 

A competição

Neste sábado, foram realizadas duas corridas de um quilômetro, para 12 e 13 anos e para 14 e 15 anos. Na primeira, os vencedores foram Luan Martins, Nicolas Santos e Marco Antonio Barbosa. Na segunda, venceram Eric de Oliveira, Pablo Gonçalves e Matheus dos Santos Pereira.No domingo haverá competições de Jiu-jitsu, no CIEP João Batista, e futebol, no campo do CSU. Os eventos começam às 9h. O encerramento dos jogos será no dia 11 de dezembro com a final do futebol.

 

Fonte: http://www.jb.com.br/

Ji-Paraná: Secretário participa dos Jogos Mundiais de Capoeira

A Secretaria de Esportes de Ji-Paraná, por meio de seu Secretário, Cleberson Jair, o Biro Biro, participou do 8º Jogos Mundiais de Capoeira, que aconteceu no Rio de Janeiro, no período de 15 a 22 de agosto. O Secretário representou o estado de Rondônia acompanhado do esportista, Ronildo Farias, graduado em capoeira.

Segundo Biro, o encontro foi um grande momento para a troca de experiências entre gestores municipais. “Participamos de várias palestras, entre elas a de Gestão Pública do Esporte. Durante o evento o nosso professor de capoeira da Semes, o Roni, recebeu a graduação cordas azul e verde, o que muito nos orgulha, por ser ele de Ji-Paraná e principalmente por ser parceiro da Secretaria na realização de aulas de capoeira para crianças carentes do município”, disse.

Roni é da Associação da Arte da Capoeira de Ji-Paraná e atualmente atende 300 crianças em situação de risco no município com aulas nos bairros Duque de Caxias, JK e BNH (Cedel). Segundo Biro Biro, um convênio firmado pelo Poder Executivo Municipal permitirá que este atendimento seja expandido para os bairros Habitart Brasil e São Francisco, podendo dobrar o número de crianças atendidas.

Também participaram do evento no Rio de Janeiro esportistas da Alemanha, África, Polônia, Emirados Árabes e países da Europa, perfazendo um total de mais de mil participantes.

 

Fonte: http://www.rondoniadinamica.com

Registro sedia o 1º Jogos de Verão de Capoeira

A tarde do último sábado foi marcada pela edição dos Jogos de Verão de Capoeira. Mais de 100 crianças, entre elas muitas meninas,participaram do evento voltado para a capoeira de Angola e que contou com a presença de Dierrin e a esposa Cláudia Hengler, considerados mestres da capoeira de Angola.

A prefeita Sandra Kennedy foi prestigiar o evento e destacou a importância da Inclusão social pelo esporte, principalmente com a Integração das equipes de Esporte, Assistência Social e Cultura da Prefeitura de Registro que deram todo o apoio ao evento.

Organizado pelo professor de capoeira do CRAS do Bloco B, Ednei da Silva Cruz, o Pezão, a atividade contou também com a presença de voluntários, colaboradores e com o Projeto Segundo Tempo. Na oportunidade, outros professores de capoeira também da região ressaltaram a importância do esporte e contaram um pouco da história da capoeira como as diferenças entre a capoeira de angola e a regional. Estiveram presentes os professores Judiação, da Vila Nova, Rogério, Roni e Robinho.

A Prefeitura também disponibiliza aulas de capoeira no CRAS da Vila Nova, do Jardim Paulistano, Arapongal com professores capacitados. Os interessados em participar podem entrar em contato no CRAS que atende a região da comunidade onde moram.

 

Fonte: http://diariodeiguape.com

III Jogos Benelux e Curso com o Mestre Cobra

O comitê de organização sob a supervisão do Mestre Camisa,presidente fundador da Abada-Capoeira, tem orgulho de convidar-lhes para os III Jogos Benelux da Abadá Capoeira que serão realizados em Bruxelas – Bélgica nos dias  04,05 e 06 de fevereiro de 2011o Curso com o Mestre Cobra.

Neste evento serão realizadas várias atividades,entre elas : Cursos ministrados pelo

Mestre Cobra ( Direcionado para os alunos iniciantes,graduados,instrutores e professores), oficinas de maculêlê e percussão para todos os níveis (crianças e adultos) e competições de Capoeira à partir da graduação Amarelo e Laranja .

O evento vai acontecer no centro da capital de Bruxelas no Stade Charles Vander Putten Boulevard de l’Abattoir 51 – 1000 Bruxelles ( Centre ) e será uma grande oportunidade para  todos de se perfeccionarem tecnicamente e também poder encontrar Capoeiristas da Europa e do Brasil.

As finais dos III Jogos vai acontecer no domingo, dia 06 de fevereiro de 2011, entre 14h30 e 17h3O no Stade Charles Vander Putten Boulevard de l’Abattoir 51 – 1000 Bruxelles
(entrada às 15h30 para o público) e teremos a presença  dos melhores Capoeiristas da Bélgica,Luxemburgo e da Holanda, sob os olhos observadores de um corpo de jurado profissional . Para o evento estaremos convidando as autoridades da capital  😮 Sr.Ministro de esportes, o Prefeito,o secretário de esportes  e o governador de Bruxelas ,o Sr. Embaixador do Brasil na Bélgica e embaixadores da Holanda e do Luxemburgo.

Será um grande prazer contar com sua presença em Bruxelas, pois sua participação vai contribuir para o evento ser mais competitivo, especial, divertido e prazeroso para todos nós.

Esperamos encontrar-lhe.

Até breve e boas festas,

O Comitê de Organização

( Instrutor Braz e Instrutor Cachorrão )

As inscrições para os III Jogos Benelux Abadá-Capoeira já estam abertas e para mais informações sobre alojamento e a programação detalhada consulte o blog:

http://jogosbenelux.blogspot.com/

Capoeirista de Maringa vence o 11º Campeonato Brasileiro de Capoeira

O maringaense Binha, mestrando em capoeira, retornou de Jales, no interior de São Paulo, com o troféu de campeão brasileiro 2010 no bagagem. Ele garantiu o primeiro lugar na categoria profissional do 11º Campeonato Brasileiro de Capoeira, disputado nos dias 11 e 12 de dezembro.

Organizada pelo Grupo Guerreiros de Aruanda, a competição também conhecida como Brasileirão reuniu os melhores capoeiristas do País, entre eles o maringaense Binha que já tinha no currículo este ano dois segundo lugares – nos Jogos Mundiais e no Encontro Nacional – e um terceiro no Festival Nacional.

Outros dois representantes da região também fizeram bonito no Brasileirão. O professor Corisco, de Cianorte, foi o segundo colocando e o professor Jacaré, de Amaporã o terceiro

 

Fonte: http://www.odiario.com/esportes

São Gonçalo: JICAP – Jogos Infantis de Capoeira 2010

Rio de Janeiro: Fazenda Columbandê recebe Jogos Infantis de Capoeira.

Os Jogos Infantis de Capoeira 2010 (JICAP) serão realizados neste sábado, a partir das 9h, na Vila Olímpica da Fazenda Colubandê, em São Gonçalo.

Logo após a abertura oficial, os presentes poderão assistir a um aulão de capoeira com a participação de todos os inscritos. Só então, começa a competição, com os atletas divididos por faixa etária em três categorias :

  • A atletas de até 16 anos
  • B atletas de até 12 anos
  • C atletas de até 7 anos

Os Jicap tem como objetivo a cooperação entre os participantes e não a disputa competitiva tradicional dos demais esportes. Também por isso, a capoeira é uma atividade que promove forte integração social, com a participação de todas as classes sociais e visa o respeito e a amizade dos atletas.

 

Fonte: http://oglobo.globo.com/