Blog

lazer

Vendo Artigos etiquetados em: lazer

Nova Iguaçu abre 100 vagas para aulas de capoeira

A Secretaria Municipal de Esporte e Lazer de Nova Iguaçu (Semel) abriu 100 novas vagas para aulas de capoeira, promovidas através do Programa Esporte na Vila. As aulas são gratuitas e acontecem duas vezes por semana. Para se inscrever é preciso apresentar certidão de nascimento ou identidade, declaração escolar, uma foto 3×4 e atestado médico, na secretaria administrativa da Vila Olímpica, na Rua Luís de Lima, 288, Centro, das 9h às 17h.

Crianças com idade a partir de três anos podem participar. As aulas acontecem as terças, quintas e sábados, ministradas pelo professor de educação física e mestre de capoeira Carlos Eduardo Alves Gomes, conhecido como Chumbinho. “Com as novas vagas que estamos oferecendo, a capoeira será a modalidade com maior número de inscritos no Projeto Esporte na Vila”, disse Adriano Santos, secretário municipal de Esporte e Lazer.

O Projeto Esporte na Vila, que tem mais de mil alunos inscritos, já revelou atletas para o esporte brasileiro, como o judoca Sebastian Pereira e a ex-capitã da seleção brasileira de handebol, Lucila Vianna. Além das aulas de capoeira, há outras atividades esportivas como: atletismo, ginástica, basquete, vôlei, futsal, handebol, futebol, karatê, tênis de mesa e judô. Mais informações podem ser feitas através do telefone: 2669-5744.

 

Fonte: http://www.baixadafacil.com.br/

Aconteceu: Projeto Capoeira, História e Musicalidade

Projeto Capoeira, História e Musicalidade faz apresentação na Rua do Lazer

O Projeto Capoeira, História e Musicalidade realizou na noite de sexta-feira (28), na Rua do Lazer, uma apresentação do grupo de capoeira Legião Brasileira.  O evento que está sendo desenvolvido através de uma parceria com a Fundação Antônio dos Santos Abranches (FASA)  e que foi idealizado por Andersom Fernando e Maresa Rebecca, ambos do curso de História da Católica, busca difundir essa expressão cultural brasileira que mistura arte-marcial, esporte, cultura popular e música, e que é originária dos povos formadores da nossa cultura, como os índios, negros e escravos.

Andersom Fernando falou que a ideia em lançar o projeto, nasceu de uma experiência fora do Brasil, através de um intercâmbio cultural do qual ele participou na Noruega. Além disso comentou sobre o preconceito que essa arte carrega aqui no país. “O projeto nasceu da experiência fora do Brasil, pois foi onde encontrei o ambiente perfeito para propor esse tipo de atividade pedagógica. Lá, eu realizei algumas apresentações culturais e pude perceber o imenso valor que as pessoas deram, ao contrário do Brasil. Então, esse foi o fator predominante, foi o que me motivou a trazer para a Universidade a capoeira e quebrar com esse estigma de que ela é marginalizada apenas por representar culturalmente a periferia”, destacou.

O projeto ao todo conta com quatro grupos de capoeira. O grupo Capoeira Gerais, do Curado I, o grupo Raízes de Angola, de São Lourenço da Mata, a Escola Perna Pesada, de Recife, além do grupo Legião Brasileira, de Camaragibe que se apresentou esta noite. O professor do grupo Legião Brasileira, Traíra, comentou sobre os objetivos e os benefícios que a prática da capoeira permite. ” Nosso maior objetivo é o de educar e socializar nosso alunos. Como boa parte moram de regiões de risco, ou seja, são de áreas periféricas, buscamos livrar todos eles do caminho das drogas, do álcool e do tráfico”, afirma.

A aluna de Jornalismo Daniele Monteiro conta sobre a importância do evento. “Eu acho muito importante a propagação dessas atividades, pois elas resgatam e valorizam a nossa cultura, que por sinal é muito rica”, diz.

Fonte: http://www.unicap.br

Luanda: JMPLA realiza exposição da arte de capoeira na Samba

Luanda – Uma exposição sobre a arte da capoeira decorre desde sábado no calçadão da Samba, em Luanda, no âmbito dos cinco anos da legião em Angola, numa promoção da JMPLA.

De acordo com o primeiro secretário municipal da JMPLA, Job Vasconcelos, que falava hoje, segunda-feira, à Angop, o acto que visa sensibilizar a juventude daquela circunscrição para a prática desportiva, será marcado pela demonstração de aulas ao vivo de capoeiras, entrega de certificados e outros.

Para o responsável, proporcionar momentos de lazer e desportivos a juventude é uma das acções daquela organização juvenil, no âmbito do programa de combate à delinquência e à prostituição.

Outro propósito deste evento é aproveitar de maneira correcta, as infra-estruturas que o governo vem proporcionando em prol do bem-estar da sociedade angolana.

http://www.portalangop.co.ao

Porto Alegre: Capoeira para Crescer

O Capoeira para Crescer oferece há cinco anos, gratuitamente, aulas de capoeira para alunos com necessidades especiais do Cooperativa CrêSer.

O projeto, voltado para inclusão social por meio do esporte é fruto de uma parceria entre a Associação e a Krim Bureau Brasil, e conta com o incentivo do Programa Municipal de Apoio e Promoção do Esporte (ProEsporte) da Secretaria Municipal de Esportes, Recreação e Lazer.

 

{youtube}GLG8-Rn8Hdc{/youtube}

Local: Clube Farrapos – Av. Cristiano Ficher, 1331 – Porto Alegre/RS – Data: 17-09-11 às 19h – Realização: Mestre Delmar Perroni, Grupo Esporte Nacional.

Ceará: Capoeira como terapia

Grupo vai às praças e áreas de lazer para ensinar o esporte

Muita gente está superando o cansaço e o estresse fazendo capoeira. Em Fortaleza, um grupo vai às praças e áreas de lazer para ensinar as técnicas. Quem frequenta as aulas, fica surpreso com a experiência.

A nova função da capoeira não conhece idade, classe social ou porte físico. As aulas, comandadas pelo Mestre Rato, são um convite para liberar o estresse.

Em uma turma, por exemplo, o objetivo não é aprender a lutar ou se tornar um profissional de capoeira. O importante é trabalhar a auto-estima e dar um novo ritmo à vida.

Praticantes por terapia

A dona de casa Fátima Carvalho, de 49 anos, conheceu a capoeira no bairro onde mora. Ela fez a primeira aula há 3 anos e nunca mais parou.

Sandra começou com o filho adolescente, que acabou desistindo, mas ela, não. Continua firme e forte há 2 anos.

A médica Virlênia Barros diz que recomenda a atividade para os pacientes, e não é só por causa do esforço físico.

Ao som do berimbau, eles buscam a sensação de liberdade na dança dos escravos.

Serviço: a sede do projeto funciona na avenida Pessoa Anta, 218, ao lado do Dragão do Mar. O contato é com o Mestre Rato no telefone (85) 8866 – 5835. O próximo encontro, aberto ao público, é no domingo (24), às 18h.

 

http://tvverdesmares.com.br/

Projeto da prefeitura de Quatis forma capoeiristas

A Secretaria Municipal de Esporte, Cultura, Lazer e Turismo, realiza neste sábado (4), a cerimônia de Batizado e Troca de Cordas dos alunos que participam do projeto de capoeira, mantido pela prefeitura de Quatis.

O evento, realizado em parceria com o Grupo Muzenza, tem como objetivo a formação de novos profissionais da capoeira, bem como novos cidadãos.

Segundo o supervisor do grupo Muzenza em Quatis, André Nascimento, também conhecido como Mestre Quati, este é um momento único para aluno, que oferece oportunidade de crescimento cultural e profissionalizante.

“O batizado e a troca de corda possibilitam ao capoeirista o conhecimento cultural e aprimoramento técnico, pois a capoeira é uma luta e a cultura, uma sabedoria”, disse André.

A abertura da cerimônia será às 18h, com um curso de roda aberta ministrado pelo diretor nacional do Grupo Muzenza de Capoeira, Mestre Burguês, e apresentação de saltos. Logo após, haverá o batizado dos novos capoeiristas, que receberão das mãos do Mestre Quati, a corda de cor cinza – representando o primeiro estágio de um lutador de capoeira.

“Depois dos iniciantes, os graduados trocarão as cordas. Aí, um a um fará uma apresentação ao Mestre Burguês, que avaliará o ritmo e a parte técnica do atleta, entre outros”, explicou o supervisor do grupo.

De acordo com o secretário de Esporte, Cultura, Lazer e Turismo, Carlos Vagner, este momento é muito válido para o aluno, porque, além de trazer cultura e educação, aplica ganhos como a valorização pessoal e a propagação da capoeira.

“Para a cidade, um evento como este proporciona a busca da valorização e o resgate da arte da capoeira. Sem falar em lazer e entretenimento para a população”, destacou o secretário.

A cerimônia de Batizado e Troca de Corda do Grupo Muzenza de Capoeira acontecerá no Ginásio Poliesportivo, no bairro Nossa Senhora do Rosário.

 

http://www.diariodovale.com.br/noticias/4,27477.html

Capoeira é reconhecida como desporto de criação Nacional

Com a aprovação do Estatuto da Igualdade Racial, na noite de ontem, que Estabelece o combate a discriminação racial e as desigualdades estruturais e de gênero que atingem os afro-brasileiros, incluindo a dimensão racial nas políticas públicas e outras ações desenvolvidas pelo estado. 

DA CULTURA
ART. 21 O poder público garantirá o registro e proteção da capoeira, em todas as suas modalidades, como bem de natureza imaterial e de formação da identidade cultural brasileira. 
Parágrafo único. O poder público buscará garantir, por meio dos atos normativos necessários, a preservação dos elementos formadores tradicionais da capoeira nas suas relações internacionais. 

Do Esporte e Lazer
ART. 23 O poder público fomentará o pleno acesso da população negra ä prática desportiva, consolidando o esporte e o lazer como direitos sociais. 

ART. 24 “A capoeira é reconhecida como desporto de criação nacional nos termos do art. 217 da CF.” 
Parágrafo 1 A atividade de capoeira será reconhecida em todas as modalidades em que a capoeira se manifesta, seja como esporte, luta, dança ou música, sendo livre o exercício em todo o território nacional. 
Parágrafo 2 Ë facultado o ensino da capoeira nas instituições públicas e privadas pelos mestres tradicionais, pública e formalmente reconhecidos.

Araxá: Capoeira e roda de samba encerram atividades do Sesc/Verão 2010

Criançada também contou com rua de lazer durante o encerramento do evento.

Foram encerradas com sucesso as atividades do Projeto Sesc/Verão, promovidas pelo Serviço Social do Comércio (Sesc) de Araxá.

Na tarde do último sábado (6), aconteceu a Oficina de Capoeira, ministrada pelo Mestre Petróleo, da Associação Cultural Esportiva de Capoeira Zumbahia. Além do aquecimento e alongamento com os movimentos básicos da capoeira, houve aulas de acrobacia, saltos e instrumentação com berimbau, pandeiro, atabaque e canto.

No domingo (7) pela manhã, aconteceu o Encontro de Capoeiristas de Araxá, Santa Juliana e São Gotardo, encerrada com uma belíssima roda de capoeira. Os jovens praticantes mostraram suas habilidades e respeito à cultura, tanto nos movimentos quanto nos cantos.

A criançada que esteve presente no domingo também pôde participar da rua de lazer, contando com totó, pingue-pongue, piscina de bolinhas e pula-pula.

A tarde de lazer, esporte e diversão foi encerrada com uma roda de samba na piscina com a Banda Beja, que tocou repertório variado da música popular brasileira, samba e pagode, num clima de entusiasmo e alegria, encerrando de forma marcante o Sesc/Verão 2010, que deixa saudades. Ano que vem tem mais!  Janeiro e fevereiro de 2011 prometem…

Informe Sesc/Araxá – http://diariodearaxa.com.br

ES: CAPOEIRA NO INTERIOR

Os Projetos “Brother’s Day” de Streetball e “Ginga Brasil” de capoeira movimentaram toda a manhã e início da tarde de sábado no município de Jerônimo Monteiro, no sul do Espírito Santo. Duas turmas de esportistas da ‘Capital Secreta’, capitaneados pelo juiz da Vara dos Feitos da Fazenda de Cachoeiro de Itapemirim, Robson Louzada, que há alguns anos abraçou a causa e anda divulgando as modalidades em todo sul do estado do ES foram até o município.

A Praça da Bíblia, mais conhecida como Praça do Banestes foi o palco para os atletas. Para o “Basquete de Rua” (definição em português para o Streetball) foi montada uma quadra móvel medindo 12 por 24 metros com dois tablados onde as feras do esporte realizaram enterradas e passes radicais, sempre com o objetivo principal de encestar mais bolas e assim vencer o jogo.

O evento foi promovido pela Prefeitura de Jerônimo Monteiro, através da Secretaria de Educação, Esporte e Lazer. De acordo com o Prefeito Francisco Rosseto, a intenção é promover cada dia mais lazer para a população jeromense. “Queremos envolver os jovens nas competições esportivas e incentivá-los a praticar esportes, assim teremos cidadãos mais saudáveis e quem sabe até em pouco tempo estaremos descobrindo talentos, esportistas em nosso município que podem despontar no cenário nacional”, finalizou Francisco.

Estiveram na quadra quatro equipes com quatro jogadores cada, disputando os troféus, sendo que duas equipes foram de Cachoeiro e as outras duas da cidade de Jerônimo Monteiro mesmo. As disputas foram entre duas categorias: adolescentes, com jogadores de até 17 anos e adultos, com idades acima dos 18 anos. Como em toda partida de Streetball, o evento foi animado pelo som do hip hop.

Paralelamente ao basquete, outra turma fez apresentações de capoeira, que é uma expressão cultural afro-brasileira que mistura luta, dança e cultura popular. Um tipo de arte marcial desenvolvida no Brasil por escravos africanos e seus descendentes, caracterizada por golpes e movimentos ágeis e complexos, utilizando os pés, as mãos, a cabeça, os joelhos, cotovelos, elementos ginástico-acrobáticos, sempre acompanhada de música.

As crianças que passaram por lá participaram de oficinas ministradas pelos voluntários dos dois projetos. Uma forma de incentivar o esporte, principalmente nestas duas modalidades, pelo interior do estado, de maneira descontraída.
 
Fonte: http://www.folhaes.com.br/

ES – Projeto: Capoeira, Cultura e Lazer

As inscrições e as aulas do Projeto “Capoeira, Cultura e Lazer”, desenvolvido pela Secretaria Municipal de Esporte e Lazer, vão ser iniciadas na próxima segunda-feira (02/03). As atividades ocorrerão nas quadras dos bairros Paraíso e Santa Cecília.

As aulas são gratuitas. No bairro Paraíso, elas serão ministradas às segundas e quartas, das 17h30 às 18h30, e às terças e quintas, das 08h00 às 10h00. Já no bairro Santa Cecília serão às terças e quintas, das 15h00 às 18h00.

Segundo o secretário municipal de Esporte e Lazer, Gustavo Coelho, o projeto atenderá crianças a partir de 06 anos de idade. A idéia é envolver, também, os grupos de terceira idade. O mestre de capoeira Volmir estará à frente das aulas, juntamente com os estagiários da secretaria.

Ainda de acordo com o secretário, a expectativa é que entre 100 e 120 pessoas participem do projeto. A secretaria quer, posteriormente, ampliar as atividades para outros bairros. “A capoeira é uma atividade que possui um grande público.

Daí, a necessidade de lançar esse projeto em Cachoeiro. Vamos lançá-lo inicialmente no Paraíso e no Santa Cecília, mas a nossa intenção é levá-lo a outras comunidades”, afirmou Gustavo.

Para fazer a inscrição, o interessado deve levar uma cópia da carteira de identidade ou da certidão de nascimento, além de fornecer dados pessoais como endereço e telefone. Caso seja menor de idade, serão necessárias as informações dos pais ou do responsável.