Blog

leste

Vendo Artigos etiquetados em: leste

Rondonópolis conquista 40 medalhas e fica em 3º no Estadual de capoeira

Uma performance digna de campeão colocou Rondonópolis em terceiro lugar na classificação geral do 6º Campeonato Mato-grossense de Capoeira, disputado neste fim de semana no município de Primavera do Leste. Com 40 medalhas individuais – 10 de ouro, 15 de prata e 15 de bronze, todos os atletas da delegação rondonopolitana subiram ao pódio.

Os 10 competidores que alcançaram o 1º lugar foram automaticamente classificados para o Campeonato Brasileiro. Atletas de 08 a 45 anos, das categorias Masculino e Feminino, participaram da competição.

O presidente da Liga Municipal de Capoeira, Everaldo de Oliveira, o ‘Gunga’, tricampeão Mato-grossense de Capoeira (2010-2011-2012) e vice-campeão Brasileiro em 2011 disse que o excelente resultado obtido pela delegação em Primavera se deve ao trabalho desenvolvido pela entidade.

“A Liga Municipal é uma entidade bem organizada, que cobra de seus atletas dedicação e disciplina, e que busca treina-los com periodicidade, para que todos consigam obter bons resultados como o conseguido em Primavera do Leste”, fala Everaldo de Oliveira.

O presidente da Liga agradeceu o apoio do governo municipal. “O ônibus que transportou os atletas foi cedido pela Secretaria Municipal de Esporte e Cultura, e em nome de todos os atletas gostaria de agradecer a administração municipal pelo apoio”.

 

Fonte: http://www.24horasnews.com.br

Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa

De acordo com o governo brasileiro, a reforma ortográfica pretende simplificar e unificar a grafia entre os diferentes países que falam português. No discurso de assinatura do acordo ortográfico, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse o seguinte: “[O acordo ortográfico] É o reencontro do Brasil com suas raízes mais profundas. Como avançar sem fortalecer a língua, como produzir bens culturais e didáticos sem uniformidade?”. Especialistas apontam que a unificação do idioma pode facilitar a assinatura de documentos diplomáticos, o comércio exterior e a cooperação entre os países de língua portuguesa.

Quais são os países que participam do acordo?

Participam Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor Leste. Brasil, Portugal, Cabo Verde e São Tomé e Príncipe já ratificaram o acordo – ou seja, reafirmaram o compromisso de implantá-lo. O Brasil é o país que está mais adiantado, pois já tem um cronograma claro. Portugal se comprometeu a adotar as novas normas até 2014.

Quando foi firmado o acordo ortográfico?

As mudanças da língua portuguesa foram acordadas em 1990, entre Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal e São Tomé e Príncipe. Em 2004, foi assinado um documento diplomático que inseria no grupo dos países de língua portuguesa o Timor Leste.

Quantas palavras são modificadas pela reforma ortográfica?

Segundo o Ministério da Educação (MEC), 0,8% das palavras sofrem alteração no Brasil. Em Portugal, a proporção de palavras modificadas chega a 1,3%. Especialistas divergem sobre esse percentual: também já foi divulgado que 1,6% das palavras de Portugal e que 0,5% das do Brasil serão afetadas.

É possível voltar atrás e desfazer as mudanças?

No Brasil, de acordo com o decreto assinado pelo presidente Lula, qualquer revisão do acordo ortográfico está sujeita à aprovação do Congresso Nacional.

Até quando posso escrever na antiga ortografia?

É possível escrever na antiga ortografia até o dia 31 de dezembro de 2012. A partir de 2013 ficam valendo apenas as novas normas ortográficas.

Quais são as principais mudanças na ortografia que a reforma traz?

As principais mudanças são o acréscimo de três letras no alfabeto, a extinção do trema, a retirada dos acentos em partes das palavras, além de alterações no uso do hífen.

A queda do trema e de acentos muda a pronúncia?

Não. A pronúncia continua a mesma. A reforma ortográfica só modifica a escrita.

Os livros escolares vão adotar as novas regras?

De acordo com o MEC, os livros escolares estão autorizados a circular em 2009 nas duas grafias, a velha e a nova. Em 2010 as obras deverão circular apenas na nova ortografia – com exceção das reposições de livros.

O objetivo deste guia é expor ao leitor, de maneira objetiva, as alterações introduzidas na ortografia da língua portuguesa pelo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa, assinado em Lisboa, em 16 de dezembro de 1990, por Portugal, Brasil, Angola, São Tomé e Príncipe, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique e, posteriormente, por Timor Leste. No Brasil, o Acordo foi aprovado pelo Decreto Legislativo no 54, de 18 de abril de 1995.

Saiba o que muda na ortografia brasileira a partir de 2009.

Para baixar o Guia da Nova Ortografia da Lingua Portuguesa, clique aqui.

Brasil e Timor

Fundação Cultural Palmares integra delegação brasileira que visita o Timor Leste esta semana.

Uma delegação brasileira chegou nesta segunda-feira (11) ao Timor Leste para uma missão cultural de aproximação entre os dois países. O presidente da Fundação Cultural Palmares, Zulu Araújo, e o diretor de Relações Internacionais do Ministério da Cultura, Marcelo Coutinho, foram convidados a fazer parte da delegação que passará uma semana no país. O objetivo é conhecer mais sobre a cultura do Timor, para, posteriormente, promover um evento cultural no Brasil. Também fazem parte da delegação brasileira representantes do Ministério das Relações Exteriores (MRE) do Brasil.

O interesse da delegação brasileira no Timor está relacionado aos projetos da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP). Como no Timor Leste, apenas 10% da população falam português, o Brasil tem a intenção de promover atividades mais sistematizadas de estudo da língua portuguesa. Além disso, um projeto a ser implantado na CPLP é o DOC-TV. Por meio do DOC-TV, os países produzem documentários sobre algum aspecto de suas realidades, que, posteriormente, são transmitidos simultaneamente em todos os países. Para o Timor, de modo especial, esse projeto contribuiria para quebrar a hegemonia da Indonésia na televisão timorense.

O MRE considerou ser um momento propício para visitar o Timor, visto que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva esteve no país há um mês. A delegação se reunirá nesta segunda-feira (11) com o ministro da Educação do Timor, João Câncio Freitas. Durante toda a semana, a delegação brasileira se reunirá com autoridades timorenses e conhecerá as principais manifestações culturais do país. A volta ao Brasil será no dia 16 de agosto.

Assessoria de Comunicação
Inês Ulhôa – assessora de imprensa (9966-8898) [email protected]
Jacqueline Freitas – [email protected]
Luisa Picanço – [email protected]
Marília Matias de Oliveira – [email protected]
Marcus Bennett – [email protected]
Telefones: (61) 3424-0164/ 0165/ 0166
wwww.palmares.gov.br

 

Congresso Goiano de Capoeira – 2006

CONFIRMAMOS E CONVIDAMOS
todos os interessados para participar do CONGRESSO GOIANO DE CAPOEIRA, a ser realizado no dia 4 de março de 2006, na Assembléia Legislativa, em Goiânia-GO, no horário de 8 às 18:00 horas.
 
PROGRAMAÇÃO:
 

8:00 – Solenidade de abertura.
9:00 – Palestra: A Capoeira em Goiás – Palestrantes convidados: M. Sabu, M. Osvaldo, M. Pança; M. Luizinho;
10:00 – Palestra: O Código Goiano da Capoeira – Palestrantes: M. Ilustre, M. Pena Negra, M. Cacique;
11:00 – Palestra: O Sistema Nacional Desportivo da Capoeira – Palestrante: M. Neguinho (Pres. CBC)
12:00 – Almoço
14:00 – Apresentação de propostas das 8 ligas regionais de Goiás sobre o tema: "ORGANIZAÇÃO E AMPLIAÇÃO DA CAPOEIRA EM GOIÁS"
16:30 – Votação das propostas e sistematição do documento final.
17:30 – Solenidade de encerramento.
 
REALIZAÇÃO:
 
SISTEMA DESPORTIVO DA CAPOEIRA DE GOIÁS
Federação de Capoeira de Goiás
Liga de Capoeira da Região da Grande Goiânia
Liga de Capoeira da Região Norte de Goiás
Liga de Capoeira da Região Noroeste de Goiás
Liga de Capoeira da Região Centro de Goiás
Liga de Capoeira da Região Leste de Goiás
Liga de Capoeira da Região Sudoeste de Goiás
Liga de Capoeira da Região Sul de Goiás
Associção de Professores de Capoeira de Goiás
Associção de Arbitros de Capoeira de Goiás
Associações e entidades de Prática Filiados
 
APOIO:
 

Governo do Estado de Goiás
Prefeitura de Goiânia
Assembleia Legislativa de Goiás
Câmara Municipal de Goiânia
Agência Goiana de Esporte e Lazer
Secretaria Municipal de Esporte e Lazer de Goiânia
Confederação Brasileira de Capoeira
CREF7/Seccional de Goiás

Sampa: Aulas gratuitas de Capoeira

 Casal de alunos de Educação Física da UNIBAN é voluntário há cinco anos em Escola da zona Leste.
Os estudantes de Educação Física da UNIBAN Glauber e Priscila são voluntários há cinco anos em escola da zona Leste.
Os estudantes de Educação Física da UNIBAN Glauber e Priscila são voluntários há cinco anos em escola da zona Leste.
 

Os alunos da UNIBAN – Universidade Bandeirante Glauber Eduardo Gomes e Priscila do Amaral Basso têm mais pontos em comum do que se possa imaginar: além de estarem matriculados no mesmo curso, Educação Física – Campus Maria Cândida (MC), são marido e mulher, capoeiristas, e ainda por cima, professores voluntários deste esporte na Escola Estadual Prof. Joaquim Silvério dos Reis.

Situada na periferia da zona Leste de São Paulo, a escola é um dos núcleos de ensino da família de Capoeira Paranauê, liderada pelo mestre Bigodinho. Ministradas gratuitamente aos sábados e domingos, das 9h30 às 11h30, as aulas atendem a crianças e jovens com média de idade entre 8 e 18 anos.


Um dos núcleos de ensino da família
Paranauê fica na zona Leste de São Paulo.


Glauber, mestre Bigodinho e Priscila
fazem parte da equipe Paranauê.

O objetivo da atividade, segundo Priscila, é muito mais amplo do que apenas incentivar a prática esportiva. “Desenvolvemos a amizade entre nossos alunos, passamos princípios de cidadania e ainda trabalhamos a cultura, o folclore e a história brasileira durante as aulas”. Depois dos treinos, o casal ensaia peças teatrais ligadas à tradição da Capoeira, que são apresentadas em encontros escolares, festivais e intercâmbios.

As disciplinas curriculares precisam andar juntas com o esporte e, de acordo com Priscila, constantemente é mantido contato com os familiares. “Algumas vezes os próprios alunos se aconselham conosco sobre os seus problemas”. Houve um caso, descrito com empolgação por Priscila, de uma criança que deixou as drogas para continuar com o grupo.

Multi-esportista, Priscila ainda é praticante de Jiu Jitsu, e chegou a ganhar o título de campeã do torneio organizado pela equipe Cohab TT JJ. Para mais informações sobre o trabalho desenvolvido por Priscila e Glauber, acesse o site:
http://paranauecapoeira.hospedagemdesite.com/saopaulo.asp

Read More