Blog

lugares

Vendo Artigos etiquetados em: lugares

Semeando 2013/14 – VIII Encontro Internacional de Capoeira Angola

Semeando 2013/14 – VIII Encontro Internacional de Capoeira Angola

Evento realizado pelo Grupo de Capoeira Semente do Jogo de Angola vai reunir alunos, Contra Mestres e Mestres de vários países

Entre dezembro de 2013 e janeiro de 2014 acontece o Semeando – Encontro Internacional de Capoeira Angola, realizado pelo Grupo Semente do Jogo de Angola. O objetivo do evento é reunir alunos de vários estados brasileiros e de outros países, além de capoeiristas interessados em aprender e trocar informação sobre a história Afro-Brasileira. A programação vai incluir Capoeira Angola, Dança Afro, Samba de Roda, Maculelê, Oficinas de Berimbau, Caxixi, Atabaque, Percussão, Palestras, Mostras de Vídeo, Afoxé e Caminhada Ecológica.

O Encontro é realizado de 2 em 2 anos, desde 2004, em Salvador e na Ilha de Cacha Pregos (BA), onde está sendo construída a sede do Grupo de Capoeira Semente do Jogo de Angola. Em 2013, o evento vai ampliar as atividades para dois lugares históricos: Santo Amaro, no Recôncavo Baiano, e Chapada Diamantina. A ideia não é só jogar Capoeira, mas levar todos os interessados para vivências em lugares históricos, tais como: Baixa do Sapateiro, Lagoa do Abaeté, Ilha de Itaparica, Santo Amaro, Cachoeira, São Félix, Lençóis e Vale do Capão. 

O Grupo de Estudos dos Núcleos Semente de Angola apresentará um trabalho teórico sobre História do Brasil até 1808/1810, data da chegada da Família Imperial no Rio de Janeiro. Este acontecimento histórico coincide com o começo da perseguição policial aos negros e capoeiristas. Este trabalho, o qual será apresentado por alunos do Grupo, permanecerá no Espaço na Ilha para estudos. As aulas de Capoeira durante o Encontro serão ministradas pelo Mestre Jogo de Dentro, Contramestres do Grupo Semente do Jogo de Angola e Mestres presentes. 

INFORMAÇÕES 

Site: http://www.sementedojogodeangola.org.br
Telefone: (71) 8727 7127 / 3319 0227

 

Fonte: http://www.iteia.org.br

Morro do Querosene realiza Simpósio e Espetáculo Teatral para falar da importância do “Peabiru”

Eventos  fortalecem a luta dos moradores da região por área que abriga uma fonte milenar. Autoridades, ambientalistas e historiadores confirmam presença em simpósio organizado pela comunidade.

Há mais de dez anos os moradores do Morro do Querosene lutam por uma área que abriga uma fonte milenar. Cercada de forma irregular, o que impediu o acesso dos moradores da região a área que dá acesso a fonte, o caso ganhou destaque na mídia e desde então os moradores vêm promovendo uma série de ações para conscientizar a população da importância do local para a cidade de São Paulo. No mês de agosto, o prefeito Gilberto Kassab decretou de utilidade pública, 35 dos 39 m² do terreno onde está localizada a Fonte. Esta foi a primeira conquista dos moradores que visam transformar esta área em um parque, o já batizado “Parque da Fonte”, por onde passa o “Caminho do Peabiru”.

Uma peça teatral, escrita e produzida pelos próprios moradores, e um simpósio fazem parte das atividades do projeto “Peabiru Caminho Suave” que vem sendo realizado com apoio do FEMA – Fundo Especial do Meio Ambiente da Secretaria Municipal do Verde.

 

Sobre o Simpósio “Juntos no Peabiru”

A  comunidade do Morro do Querosene percorreu uma longa trajetória até conseguir um    Decreto de Utilidade Pública para a Chácara da Fonte.

No início, ninguém havia ouvido falar de Peabiru. As informações foram aparecendo como num jogo de quebra-cabeça. Quando começaram a pronunciar “o Peabiru passava por aqui… a Bica era parada obrigatória de quem viajava pelo importante Caminho… na Chácara da Fonte as expedições acampavam….” os ouvintes perguntavam: “e você, é historiador? Quem é você para fazer tal afirmação?”. E como a grande maioria era artista ou agente cultural, logo o interlocutor coçava o bigode como quem entende que artista inventa mesmo.

Foi assim que surgiu esta ideia de realizar um SIMPÓSIO – REUNIÃO DE CIENTISTAS E ESPECIALISTAS para discutir sobre o Peabiru e o Parque da Fonte.

Para este Simpósio “JUNTOS NO PEABIRU”, renomadas autoridades no assunto confirmaram presença:

Rossano Lopes (arqueólogo do IPHAN), Júlio Abe (Diretor do Instituto de Geografia e História de São Paulo), Benedito Prezia (antropólogo, escritor e indigenista), Luiz Galdino (escritor do livro “Os Incas no Brasil”) e Hernani Donato (escritor, historiador, jornalista e professor) estarão  das 9 às 12h30 quando serão abordadas questões relativas à história.

O período da tarde (das 13h30 às 17h) está reservado para as questões urbanísticas e ambientais com Aziz Ab’Saber (geógrafo, ambientalista e professor), Nabil Bonduki (Secretário de Recursos Hídricos e Ambiente Urbano – Ministério do Meio Ambiente, redator do Plano Diretor da Cidade de São Paulo) e  Ros Mari Zenha (ambientalista).

O evento será aberto para a participação do público em geral e acontecerá no Auditório do Instituto Butantan, dia 13 de setembro de 2011, das 9h às 17h.

 

SIMPÓSIO “JUNTOS NO PEABIRU”

Local: Auditório do Instituto Butantan

Avenida Vital Brasil, 1500 – Butantã – São Paulo

Data: 13 de setembro

Horário: das 9 às 17h

Entrada Franca

mais informações www.fontedopeabiru.com.br

 

Sobre o espetáculo teatral

“Peabiru, o Caminho Suave”

O espetáculo acontece à beira do milenar Peabiru , emaranhado de trilhas que atravessavam o Continente e que eram utilizadas pelo nativos, entre eles, Incas e Guaranis, na busca por alimentos, exploração de novos espaços, intercâmbio cultural e encontros.

A montagem da peça teatral convida seus espectadores a uma reflexão sobre nossa formação cultural e étnica, a realidade e os sonhos atuais, alternativas de ver e viver o cotidiano, abordando, de forma lúdica e popular, questões ambientais e urbanísticas como o caso da polêmica existente entre a construção de um shopping center e um parque com nascentes e belezas naturais.

Alinhando mitos e fatos, em meio a novos códigos florestais, usinas de energia, desapropriação de território de tradições ancestrais, a peça relata aspectos do processo civilizatório, com foco sobre a Vila Pirajussara, outrora parada obrigatória de tropeiros, jesuítas, bandeirantes e índios, hoje Morro do Querosene, rico de manifestações culturais e uma  comunidade engajada em preservar a Chácara da Fonte. A questão não é apenas local, mas extrapola o território brasileiro.

Pai Sumé e elementos personificados, como portais dimensionais e oráculos, costuram a narrativa. Os diálogos acontecem entre mãe e filho, jesuíta, índio e bandeirante, arquiteta, encanador e outros cidadãos que se reúnem para discutir a situação do seu bairro.  No decorrer do espetáculo, outros personagens, como o Saci Pererê, as lavadeiras, escravos, capitães do mato, o cordelista e um repórter interativo, fazem intervenções, lançando um novo olhar sobre os acontecimentos.

Num momento tão violento e crucial para nossa metrópole, o espetáculo “Peabiru, o Caminho Suave” busca chegar na mítica “Terra sem Mal” preconizada pelos nossos antepassados indígenas.

 

FICHA TÉCNICA

Criação :  Peabiru  Arte Manifesto

Texto: Caco Pontes, Cláudio Laureatti e Paulo Almeida

Direção geral e executiva : Cecília Pellegrini

Coordenação e produção :    Nelson Conde

Preparação e direção cênica: Caco Pontes

Direção musical :  Dinho Nascimento

Assistente de direção : Claudio Laureatti e Paulo Almeida

Elenco :  Benê do Morro, Beto Kabelo, Caco Pontes, Claudio Laureatti, Daphne Loureiro, Edgard Max, Gabriel Eduardo, Lara Giordana Lima, Mariana Acioli, Mauro Carotta, Paulo Almeida e Tânia Seong.

Músicos :        Dinho Nascimento, Marcos Dafeira e Orates Odara

Pesquisa: Cecília Pellegrini e Roberta de Carlo Smith

Figurino :  Mariana Acioli

Cenário : Daphne Loureiro

Efeitos visuais : Leila Monsegur

Som e luz:  Ana Catarina

Fotografia : Raul Zito

Arte Gráfica:  Maurício Santana

Assessoria de imprensa :  Iara Filardi

Realização:  Associação Cultural da Comunidade do  Morro do Querosene

 

Agenda:

17/09/2011 às 17h

CEU Butantã (Teatro Carlos Zara)

Av: Engº Heitor Antônio Eiras Garcia, 1700 – Jd Esmeralda

Telefone: 3732-4560

450 lugares (sendo 2 para portadores de necessidades especiais)

 

22/09/2011 às 20h

CEU Uirapuru

Rua: Nazir Miguel, 849 – Jd João XXIII

Telefone: 3782-3143

180 lugares

 

01/10/2011 às 11h

Pateo do Collegio

Praça Páteo do Colégio, 02  –  Centro

Telefone:  3105-6899

Espaço aberto

 

07/10/2011 às 21h

Centro Cultural Rio Verde

Rua Belmiro Braga, 119  –  Vila Madalena

Telefone: 3459-5321

120 lugares

 

12/10/2011 às 17h

Rua da Fonte  –  Morro do Querosene   –   Butantã

Telefone: 3726-8406

Espaço aberto

 

Classificação:  Livre

Entrada Gratuita

 

Imprensa: Iara Filardi

55 11 2083-7268

55 11 9224-3681

55 11 9318-3805

contato@iarafilardi.com

Capoeirista de Maringa vence o 11º Campeonato Brasileiro de Capoeira

O maringaense Binha, mestrando em capoeira, retornou de Jales, no interior de São Paulo, com o troféu de campeão brasileiro 2010 no bagagem. Ele garantiu o primeiro lugar na categoria profissional do 11º Campeonato Brasileiro de Capoeira, disputado nos dias 11 e 12 de dezembro.

Organizada pelo Grupo Guerreiros de Aruanda, a competição também conhecida como Brasileirão reuniu os melhores capoeiristas do País, entre eles o maringaense Binha que já tinha no currículo este ano dois segundo lugares – nos Jogos Mundiais e no Encontro Nacional – e um terceiro no Festival Nacional.

Outros dois representantes da região também fizeram bonito no Brasileirão. O professor Corisco, de Cianorte, foi o segundo colocando e o professor Jacaré, de Amaporã o terceiro

 

Fonte: http://www.odiario.com/esportes

Fotografia: Arte da resistência por André Cypriano

O fotógrafo documentarista André Cypriano andou por onze comunidades negras remanescentes dos quilombos no Brasil. Nenhuma delas fica em Pernambuco, mas todas vivenciam realidades que trazem à tona questões culturais, sociais, econômicas. As fotos resultantes dessas viagens estão na mostra Quilombolas – Tradições e cultura da resistência, que será aberta hoje, às 19h, no Centro Cultural Correios, no Recife Antigo. “Encontrei lugares diferentes, alguns urbanos, outros na mata, no Sertão, com culturas diversas, mas todos volltados à preservação da tradição afro-brasileira’, comenta.

São 27 fotografias em preto e branco no formato 50 cm x 75 cm; sete fotografias panorâmicas (40 cm x 440 cm); seis no tamanho 30 cm x 40 cm, além de dois mapas, painéis de textos e legendas. A mostra tem fotos, por exemplo, do grupo quilombola Mocambo, na comunidade Porto da Folha, em Sergipe; da comunidade Tapuio, em Queimada Nova (PI); da comunidade Cafundó (SP). “Lá encontrei três pessoas que ainda falam uma língua africana; umalíngua fluente, mas que só existe ali. A tribo deles inclusive já foi extinta”.

O principal problema das comunidades visitadas, atesta Cypriano, ainda é a questão da legalização dos seus territórios. “Além disso, é interessante notar o quanto a realidade é distinta da nossa, principalmente nos quilombos que não tem tanto acesso à urbanização. São comunidade mais felizes. De tardinha, ao invés de estarem na frente da televisão, brincam ciranda, jogam futebol”, diz. A escolha por fotos em preto e branco, explica o fotógrafo, é por conta da “impressão mais forte. Vejo o preto e branco como uma interpretação e o colorido como reflexo da realidade”.

André Cypriano abraçou o projeto a convite da curadora da exposição, Denise Carvalho. Além da mostra, as fotos também viraram livro (R$ 78), com textos, mapas e pesquisa de Rafael Sanzio Araújo dos Anjos. A mostra já percorreu mais de 15 cidades brasileiras, oito cidades da América Latina e depois do Recife ainda deve seguir para lugares como Macapá, Teresina e Natal.

Lugares remotos – “Aceitei de primeira esse projeto porque é um tema que tem muito a ver com o meu trabalho, lugares remotos e ainda uma tendência para o raro e extraordinário”, comenta. Com o livro sobre os quilombos, já são quatro na carreira do fotógrafo. O último deles é O caldeirão do diabo, sobre um presídio já extinto na Ilha Grande. Cypriano também fotografou a favela da Rocinha e favelas da América Latina, e a capoeira. “Fiz imagens dos grandes mestres do Brasil, inclusive em Pernambuco. É uma exposição que também deve ser levada ao Recife”, aposta.

Apesar dos temas sociais sempre terem permeado as imagens de Cypriano, “os problemas sociais acabam sendo uma consequência, mas não é a minha intenção retratá-los. Meu projeto não é promover mudanças. A Rocinha, com todos os problemas que ela tem, pra mim, naquele momento da foto, é o ideal”. O mais importante é que a fotografia retrate emoção. “Se ela mexer com as emoções, é uma boa foto. Os americanos tem até uma expressão, it’s all about emotion”. (Pollyanna Diniz)

Serviço

Quilombolas – Tradições e cultura da resistência, até 18 de abril

Local: Centro Cultural Correios (Av. Marquês de Olinda, 262, Recife Antigo)
Visitação: De segunda a sexta, das 9h às 18h; e sábados e domingos, das 12h às 18h
Entrada franca

 

Fonte – http://www.diariodepernambuco.com.br/

Astro Jet Li filma no Brasil

O ator chinês Jet Li desembarcou no Galeão, aeroporto internacional do Rio de Janeiro, no sábado 18, por volta das 21h40. Escoltado por seguranças, ele seguiu direto para um hotel no bairro de Copacabana, onde ficará hospedado até o final de sua participação no filme Os Mercenários, de Sylvester Stallone.

O ator, que deve ficar no País por duas semanas, disse que está muito interessado em acompanhar lutas de capoeira.

Nas cenas, Jet Li deverá filmar em lugares como a praia de Mangaratiba e o Parque Lage, no Rio.

 

Fonte: http://www.terra.com.br/istoegente/edicoes/502/astro-jet-li-filma-no-brasil-132167-1.htm

MOSTRA INTERNACIONAL DE CINEMA DE SÃO PAULO 2005

RELEASE   # 4 – 17-10-2005

MOSTRA INTERNACIONAL DE CINEMA DE SÃO PAULO 2005

A toda a Capoeira de São Paulo.

Finalmente saíram as datas de exibição do documentário MESTRE BIMBA, A CAPOEIRA ILUMINADA na MOSTRA INTERNACIONAL DE CINEMA DE SÃO PAULO 2005. Serão as primeiras sessões do filme  em São Paulo, antes do seu lançamento, ainda sem data e contamos com a presença de todos a capoeira Paulistana, nas três sessões de pré estréia do filme.

Tanto as pré estréias de Salvador como do Rio tiveram platéias lotadas, com a presença maciça da capoeira local.  Um público maior ainda está sendo previsto para as exibições de São Paulo onde se concentra o maior contingente de praticantes e amantes da capoeira.

Nas duas pré estréias anteriores foi emocionante assistir ao primeiro filme de longa metragem a contar a vida do grande Mestre Bimba, o homem que iluminou a capoeira e ajudou a abrir os caminhos do mundo para ela. Foi também a descoberta da capoeira para muitos que mal a conheciam.

Será a primeira vez que a capoeira estará entrando, dessa maneira, como convidada especial, em alguns dos mais importantes palcos cinematográficos do nosso pais, em plena MOSTRA INTERNACIONAL DE CINEMA DE SÃO PAULO. Estarão presentes jornalistas de todo o mundo, que poderão ver e testemunhar a força da nossa arte genuinamente brasileira e

Vamos fazer, juntos, uma grande roda dentro e fora dos cinemas com a mandinga e o legado que Bimba e Pastinha nos deixaram.

Os horários e locais das sessões são :
 

SEXTA FEIRA – DIA 21 DE OUTUBRO :
ESPAÇO UNIBANCO SALA 1 – 18:10
R. Augusta, 1470/1475 – Cerqueira César
Telefone: (011) 3288-6780/3287-5590
Sala 1 (268 lugares)
Código de Compra : 24
Preço : R$ 14,00
 
DOMINGO – DIA 23 DE OUTUBRO
CINECLUBE VITRINE 3  – Horario  : 21:50
Sala 3 (98 lugares)
R. Augusta, 2530
Jd.Paulista
Tel.(11) 3085-7684
Códigos de Compra : 186
Preço : R$ 14,00

QUARTA – DIA 02 DE NOVEMBRO
UNIBANCO ARTEPLEX 1
Sala 1 (268 lugares)
Shopping Frei Caneca, 569 – 3ºpiso
Tel.(11) 3472-2365
Horario : 15:50
Códigos de Compra : 869
Preço : R$ 12,00

Os ingressos para todas as sessões serão vendidos, a partir de :
SEGUNDA FEIRA DIA 17 de OUTUBRO
no seguinte endereço :
CENTRAL DE INGRESSOS DA MOSTRA  – CONJUNTO NACIONAL
Avenida Paulista, 2073
Horário de funcionamento : 10:00 às 21:00

Como são lugares limitados será interessante que os que não quiserem perder esses três  momentos históricos para a capoeira, comprem logo seus ingressos.

Ingressos vendidos também pela internet nos sítios da Mostra www.mostra.org <http://www.mostra.org/>  e no www.ingresso.com.br <http://www.ingresso.com.br/> .

Titulares do Cartão Petrobras têm desconto de 50% na compra de até dois ingressos por sessão nas bilheterias dos cinemas da Mostra.

Cliente ClubeFolha tem 15% de desconto na compra de permanentes integral e especial.

Estudantes e Melhor Idade têm descontos garantidos nas compras de ingressos nas salas.

Para mais informações sobre a 29ª MOSTRA, acesse sítio www.mostra.org –  http://www.mostra.org/

Um grande abraço da equipe de
MESTRE BIMBA, A CAPOEIRA ILUMINADA
Visite o site do filme MESTRE BIMBA, A CAPOEIRA ILUMINADA :
www.mestrebimbaofilme.com.br

Read More

MOSTRA INTERNACIONAL DE CINEMA DE SÃO PAULO 2005

RELEASE   # 4 – 17-10-2005

MOSTRA INTERNACIONAL DE CINEMA DE SÃO PAULO 2005

A toda a Capoeira de São Paulo.

Finalmente saíram as datas de exibição do documentário MESTRE BIMBA, A CAPOEIRA ILUMINADA na MOSTRA INTERNACIONAL DE CINEMA DE SÃO PAULO 2005. Serão as primeiras sessões do filme  em São Paulo, antes do seu lançamento, ainda sem data e contamos com a presença de todos a capoeira Paulistana, nas três sessões de pré estréia do filme.
 
Tanto as pré estréias de Salvador como do Rio tiveram platéias lotadas, com a presença maciça da capoeira local.  Um público maior ainda está sendo previsto para as exibições de São Paulo onde se concentra o maior contingente de praticantes e amantes da capoeira.
 
Nas duas pré estréias anteriores foi emocionante assistir ao primeiro filme de longa metragem a contar a vida do grande Mestre Bimba, o homem que iluminou a capoeira e ajudou a abrir os caminhos do mundo para ela. Foi também a descoberta da capoeira para muitos que mal a conheciam.
 
Será a primeira vez que a capoeira estará entrando, dessa maneira, como convidada especial, em alguns dos mais importantes palcos cinematográficos do nosso pais, em plena MOSTRA INTERNACIONAL DE CINEMA DE SÃO PAULO. Estarão presentes jornalistas de todo o mundo, que poderão ver e testemunhar a força da nossa arte genuinamente brasileira e
 
Vamos fazer, juntos, uma grande roda dentro e fora dos cinemas com a mandinga e o legado que Bimba e Pastinha nos deixaram.
 
Os horários e locais das sessões são :
 

SEXTA FEIRA – DIA 21 DE OUTUBRO :
ESPAÇO UNIBANCO SALA 1 – 18:10
R. Augusta, 1470/1475 – Cerqueira César
Telefone: (011) 3288-6780/3287-5590
Sala 1 (268 lugares)
Código de Compra : 24
Preço : R$ 14,00
 
DOMINGO – DIA 23 DE OUTUBRO
CINECLUBE VITRINE 3  – Horario  : 21:50
Sala 3 (98 lugares)
R. Augusta, 2530
Jd.Paulista
Tel.(11) 3085-7684
Códigos de Compra : 186
Preço : R$ 14,00
 
 
QUARTA – DIA 02 DE NOVEMBRO
UNIBANCO ARTEPLEX 1
Sala 1 (268 lugares)
Shopping Frei Caneca, 569 – 3ºpiso
Tel.(11) 3472-2365
Horario : 15:50
Códigos de Compra : 869
Preço : R$ 12,00

Os ingressos para todas as sessões serão vendidos, a partir de :
SEGUNDA FEIRA DIA 17 de OUTUBRO
no seguinte endereço :
CENTRAL DE INGRESSOS DA MOSTRA  – CONJUNTO NACIONAL
Avenida Paulista, 2073
Horário de funcionamento : 10:00 às 21:00
 
Como são lugares limitados será interessante que os que não quiserem perder esses três  momentos históricos para a capoeira, comprem logo seus ingressos.
 
Ingressos vendidos também pela internet nos sítios da Mostra www.mostra.org <http://www.mostra.org/>  e no www.ingresso.com.br <http://www.ingresso.com.br/> .

Titulares do Cartão Petrobras têm desconto de 50% na compra de até dois ingressos por sessão nas bilheterias dos cinemas da Mostra.
 
Cliente ClubeFolha tem 15% de desconto na compra de permanentes integral e especial.
 
Estudantes e Melhor Idade têm descontos garantidos nas compras de ingressos nas salas.
 
Para mais informações sobre a 29ª MOSTRA, acesse sítio www.mostra.org
 –  http://www.mostra.org/
 
Um grande abraço da equipe de
MESTRE BIMBA, A CAPOEIRA ILUMINADA
Visite o site do filme MESTRE BIMBA, A CAPOEIRA ILUMINADA :
www.mestrebimbaofilme.com.br

CLEITON LEAL

… QUERO AGRADECER AO SENHOR POR CRIAR ESTE GRANDE PATRIMONIO PARA OS CAPOEIRISTAS DE TODO OS LUGARES DO MUNDO. MUITO OBRIGADO AO SENHOR………

cleiton_csl@yahoo.com.br

O Capoeira – Camille Adorno

O Capoeira

1ª edição: 1998 Editora Araguaia Brasília/DF

Nota do Autor
O Capoeira é um livro baseado em fatos verídicos, mas que estão tratados sem se limitar à estrita realidade dos episódios. Alguns personagens são a fusão de três ou quatro outros, reunindo comportamentos, ações e situações diversas, na busca de uma síntese. Nomes e lugares foram alterados visando preservar a identidade das pessoas que vivenciaram esta história.

©Copyright by Camille Adorno
Caixa Postal 95 Fone/Fax (062) 2531689
CEP 74001-970 Goiânia – G0
camilleadorno@starmedia.com

Para baixar e ler O Capoeira, clique aqui