Blog

nacionais

Vendo Artigos etiquetados em: nacionais

MinC quer TVs como forma de distribuir produção regional

O Secretário da Identidade e da Diversidade Cultural do Ministério da Cultura (SID/MinC), Américo Córdula, manifesta desconforto com a concentração de controle midiático por poucos grupos. Segundo ele, a mídia no País está na mão de “cinco famílias” que não colaboram na divulgação da cultura local.

No 1° Encontro Internacional da Diversidade Cultural em Salvador, ele manifestou preocupação com a política de concessões das TVs, dizendo que é um “problema para o qual o governo ainda não encontrou caminhos”. Apesar de ser a favor das cotas de exibição de filmes nacionais, afirma que o Ministério da Cultura, quando tentou adotar políticas semelhantes, encontrou pelo caminho a força dos lobbys dos grupos midiáticos.

Confira a entrevista de Córdula ao Terra:

“A principal reivindicação dos movimentos pela diversidade cultural é uma ruptura com a ideia de mercantilização da cultura, inclusive com a defesa da exibição de produções nacionais com cotas de telas. Como o senhor vê isso?
A questão das cotas de tela é importante para regulação. Se deixamos em aberto, ninguém se preocupa em mostrar a nossa produção. A cota é uma forma de regulação, de mostrar nossa produção. Quando a França começou esta discussão nos anos 1970 era justamente para evitar o que existe hoje, 95% das salas de cinema exibem a indústria norte-americana.

Isso não segue a lógica de mercado, a procura do público não seria esta?
Se você não tiver espaço para exibir a cultura nacional você vai consumir o que as “majors” (grandes corporações) querem para o mundo. O desastre é que esta produção não traz apenas entretenimento, mas também a cultura, a roupa, o relógio, os bens de consumo, e você acaba perdendo a identidade local. O que nós temos que fazer é equilibrar isso, por isso as cotas. Elas passam a ser importantes porque o mercado não tem o menor interesse ou preocupação em veicular o conteúdo nacional. A grande discussão é esta, quando vamos regular o conteúdo, a regionalização da produção, a questão das rádios e TVs comunitárias, as concessões do uso da TV, que é outro problema que o governo federal ainda não conseguiu apontar caminhos.

Qual seriam estes caminhos, na sua opinião?
Não adianta fazer um esforço na produção da cultura se o principal meio de divulgação da cultura são os meios de comunicação. Temos que trabalhar junto, estamos trabalhando na proteção das diversidades culturais mas a gente não tem o canal de divulgação da cultura. Não se trata de reserva, mas de abrir espaços para poder distribuir nossos conteúdos.

As pessoas querem consumir mais cultura brasileira, querem ver filmes nacionais, por exemplo?
Querem consumir, claro. Se você der espaço e mostrar e formar, as pessoas vão. Mas se não tem possibilidade de acesso. Por exemplo, temos dentro do Minc uma política para games brasileiros, porque você vê hoje todo jovem com seu joguinho, mas não tem jogos nacionais, então estamos fomentando. Não tem a escala que deveria ter, mas a partir do momento em que trouxermos os temas da cultura brasileira para os games, como a capoeira, que são tão excitantes quanto os blockbusters dos jogos…

E agora uma grande produção nacional sobre capoeira.
Exato, estamos lançando o Besouro, com a mesma tecnologia de Matrix e quetais. Quer dizer, temos condição de fazer, não precisamos consumir só de fora. Estamos de igual para igual. Com a democratização dos recursos podemos produzir em qualquer lugar do mundo. A Índia está aí de prova. Por que eles podem ter uma Bollywood e nós não?

Não é uma contradição o Brasil estabelecer cotas para games e produções enquanto luta por abertura para vender os seus produtos em outros mercados?
Não propomos ainda cotas, não há nenhuma ação. Estamos discutindo a democratização de conteúdos. Tentamos fazer isso no começo da gestão do Gilberto Gil, mas as cinco famílias que controlam a mídia conseguiram derrubar isso com seus lobbys. Não existe nada relacionado a cotas ainda. Eu acho importante para regulação, mas não há ainda nenhuma política de cotas em relação ao audiovisual.

O senhor falou que as concessões precisam ser revistas, mas como?
Precisamos dos meios de comunicação para chegar ao público e chegar ao público. Seria importante ter uma política de estímulo à produção local. Se você mora no Rio ou em São Paulo não vê uma produção do Amapá, do Pará. A gente precisa, de fato, saber em que medida podemos explorar isso. A discussão é esta, de que TV queremos ver. Dar a oportunidade de ver que estamos fazendo bons produtos que podem ser assimilados. Precisamos criar repertório, acabamos vendo mais do mesmo. Temos que ter esta preocupação. Ter uma indústria de animação. Temos muito filmes sem salas para que eles passem. Temos que criar uma forma de nos livrar de uns poucos grupos que controlam a produção e distribuição de cultura.

Se for o governo controlando, tudo bem?
Não, acho que se você colocar a mídia na mão de cinco, tá errado também. Você deixa de fora uma produção enorme. Mas também não podemos ficar à mercê dos grupos porque isso não funciona. Você está colocando produtos que trazem sempre um retorno financeiro para estes grupos e deixa de fora conteúdos.

Como fica a lógica de mercado?
A diversidade hoje é a palavra de ordem do momento. O refrigerante mais vendido do mundo ganha milhões se vendendo como a bebida da diversidade cultural. Ele se apropria de um conceito. Não é isso, diversidade cultural é consumir suas bebidas locais.

(O repórter viajou a convite da produção do 1° Encontro Internacional da Diversidade Cultural).

 

Fonte: http://diversao.terra.com.br/

Capoeira: CONVITE – SELETIVA NACIONAL – PRÉ-MUNDIAL.

Capoeira: CONVITE – SELETIVA NACIONAL – PRÉ-MUNDIAL – TAÇA ANNIBAL BURLAMAQUI (Patrono da Capoeira Desportiva), em 15 e 16 de dezembro de 2007, na cidade de Vitória/ES, Brasil.

Senhores Presidentes de Federações Estaduais de Capoeira no Brasil
 
Convidamos as todas as Federações Estaduais de Capoeira a se inscreverem para a SELETIVA NACIONAL PRÉ-MUNDIAL – TAÇA ANNIBAL BURLAMAQUI (Patrono da Capoeira Desportiva), a ocorrer nos dias 15 e 16 de dezembro de 2007, na Cidade de Vitória – ES.

Cada Federação poderá inscrever até quatro capoeiristas por cada categoria de peso, sexo e idade, juvenil, adulto e senior, masculinos e femininos. Destes apenas dois serão classificados para o PRIMEIRO CAMPEONATO MUNDIAL DE CAPOEIRA.

O evento se dará sob a forma de Campeonato Nacional de Capoeira e seguirá o regulamento oficial definido pelo CÓDIGO DESPORTIVO INTERNACIONAL DE CAPOEIRA, disponível em http://www.capoeira-fica.org/

Serão fornecidos alojamentos e refeições aos participantes. Não haverá taxa de competição. Cada capoeirista participante recolherá a taxa de R$ 10,00 (dez reais) a qual será destinada para a expedição do Registro Internacional de Capoeirista, válido no Brasil e no exterior.

Para a participação no evento as Federações Estaduais deverão providenciar suas filiações diretas na FICA, até o dia 30 de novembro de 2007, bastando para isto o recolhimento da taxa anual de R$ 150,00 (cento e cinquenta reais) e o preenchimento do requerimento que se encontra em nosso portal.

As Federações Estaduais que não efeturarem a filiação direta na FICA estarão legalmente impedidas de se utilizarem do nome da Federação Internacional de Capoeira.

Considerando ainda o reconhecimento da Federação Internacional de Capoeira pelo Ministério do Esporte, Ministério da Fazenda, Comitê Olímpico Brasileiro e pela União Mundial de Artes Marciais, possuindo assim a mesma equiparação legal que as Confederações Brasileiras, a FICA estará pleiteando aos capoeiristas classificados na Seletiva Nacional e no Campeonato Mundial, os benefícios do bolsa-atleta para competições nacionais e internacionais.

Na ocasião estarão sendo deliberados os rumos nacionais para a Capoeira Desportiva no Brasil.

Para maiores informações: e-mail: capoeira.fica@gmail.org ou celular.

Em respeito a todos

Prof. Dr. Sergio Vieira

Federação Internacional de Capoeira

A Capoeira ética e transparente que você precisa e merece!


Postado por RedentorSocial no Capoeira Redentor Social em 12/04/2007 05:54:00 PM

Federação Internacional de Capoeira – Primeiro Campeonato Mundial de Capoeira

Federação Internacional de Capoeira – Primeiro Campeonato Mundial de Capoeira a ocorrer nos dias 2, 3 e 4 de fevereiro de 2008 no Ginásio de Esportes Nelson Rueger na Cidade de Araras – SP – Brasil.

Ilmos. Srs.
Presidentes de Federações Nacionais de Capoeira

Vimos pelo presente confirmar a realização do Primeiro Campeonato Mundial de Capoeira a ocorrer nos dias 2, 3 e 4 de fevereiro de 2008 no Ginásio de Esportes Nelson Rueger na Cidade de Araras – SP – Brasil. A mesma fica distante cerca de 160 Km de São Paulo – SP, após Campinas. Neste período também ocorrerá nossa Assembléia Geral Ordinária e um Congresso Técnico Internacional para eventuais ajustes necessários.

Todos os preparativos já se encontram regularizados: reserva de local, premiação, auditório, 200 vagas em alojamentos simples (trazer roupa de cama), materiais de arbitragem e certificados internacionais de participações.

Será cobrada por cada atleta, na data da chegada ao evento, a taxa de US$ 25,00 (vinte e cinco dólares), ou equivalentes em reais,. Este valor inclui o registro de atleta na FICA, bem como a taxa de arbitragem para a competição.

As categorias para este primeiro evento serão: Juvenil masculino e feminino (16 a 18 anos), Adulto masculino e feminino 19 a 29 anos e Sênior masculino e feminino 30 a 40 anos. Considerado que estaremos realizando este evento no início de 2008, as categorias de idades terão como referência o ano de 2007, ou seja, serão contadas as idades em relação a 2007 desconsiderando-se o dia e ano de nascimento. Quaisquer dúvidas poderão ser esclarecidas também em nosso portal www.capoeira-fica.org na parte do Código Desportivo Internacional de Capoeira.

Cada país poderá inscrever até dois atletas por cada categoria de peso: leve, médio, meio pesado e pesado em cada categoria de sexo e idade acima especificadas. Pedimos os máximos esforços no sentido de trazerem no mínimo 10 atletas por país, para que possamos fazer um grande e histórico evento.

Eventuais atletas de países que não tenham organizado Federações Nacionais poderão participar como atletas avulsos desde que atendidos os critérios documentais e técnicos do Código Desportivo Internacional de Capoeira .

Todas as Federações Nacionais participantes deverão estar em dia com a taxa de filiação da anuidade (doze meses) de US$ 500,00. Lembramos que esta taxa é de vital importância para que a FICA mantenha seus custos operacionais, telefônicos, administrativos, impostos, provedores, domínios, internet, webdesigner’s, transportes, correio, etc. Solicitamos que não efetuem pagamentos agora. Estaremos encaminhando as faturas internacionais na próxima mensagem.

Com esta nova fase de arrecadação estaremos fornecendo às Federações Nacionais os seguintes novos benefícios:

1- Uma página específica em nosso portal, constando uma foto do presidente, uma foto da diretoria e mais duas fotos de eventos realizados pela mesma, assim como um espaço para a divulgação institucional de seus eventos;

2- Um e-mail institucional da FICA em nome da Federação Nacional, exemplo brasil@capoeira-fica.org .

3- Nesta taxa poderão ser inscritos até quatro árbitros, que acompanharão o evento, desde que devidamente documentados seus requerimentos, através dos registros de técnicos e docentes (vide portal).

4- Expedição de novos documentos de filiação registrados nas embaixadas de cada país filiado, fornecendo niveis mais elevados de reconhecimentos junto aos órgãos governamentais, o que aumenta nossos custos.

5- Um DVD com um campeonato oficial regional para que tenham uma base a ser passada aos treinadores, docentes e atletas, assim como a eventuais patrocinadores.

6- A abertura de um chat em nosso portal, para que possamos melhorar os níveis de comunicações entre todos os presidentes de Federações Nacionais.

Encontram-se em fase organizacional um Curso de Arbitragem a ser realizado em dezembro nos EUA para os países da América do Norte e Central e outro na Espanha para os países da Europa e África. Estaremos orgnizando outro Curso no Brasil para a agosto e uma revisão antes do Campeonato, em fevereiro.

Conclamando a todos os presidentes de Federações Nacionais para que empreendam os máximos esforços na realização deste evento que só tratá benefícios a todas as entidades e à Capoeira em âmbito mundial, colocamo-nos à inteira disposição para futuros esclarecimentos que se fizerem necessários.

Atenciosamente

Prof. Sergio Vieira
Presidente da Federação Internacional de Capoeira
Fones: (11) 6442-7668 // 9167-1055

capoeira.fica@gmail.com

Federação Pernambucana: Curso de Arbitro

 A Federação realizou um curso de arbitro estadual para competição de capoeira, e esse ano estaremos com uma equipe Pernambuca participando do campeonato brasileiro de capoeira realizado pela CBC, o presidente Mestre Jader Felix e sua diretoria organizaram tudo, os mestres q deram o curso foram Mestre Papoa, Mestre Morcego e Instrutor Onça Pintada todos 3 arbitros nacionais da CBC. Em Maio estaremos realizando o campeonato estadual e em julho iremos para o brasileiro.
A Federação Pernambucana e toda Diretoria agradeçe……….
Read More

FICA: EDITAL DE CONVOCAÇÃO

A todos os capoeiristas e simpatizantes
Informamos a todos os capoeiristas e simpatizantes que estaremos realizando nossa Assembléia Geral Ordinária simultâneamente com o IV Congresso Técnico Internacional e a IV convenção de Arbitragem.
Somente terão direito de voto neste evento, as Federações Nacionais que estiverem regularizadas documental e financeiramente junto à FICA, além do Conselho Superior de Mestres, em conjunto.
Os árbitros que estiverem devidamente credenciados pela FICA também terão acesso aos trabalhos. São também convidados todos os presidentes de Federações Estaduais e de Ligas Regionais e Municipais que também estiverem documentalmente regularizados junto à FICA. São também convidados a participar, todos os presidentes das Associações Brasileiras, bastando apenas a confirmação de participação e o credenciamento prévio junto ao e-mail capoeira.fica@gmail.com.  Entidades ou pessoas que desejarem participar deste evento também deverão solicitar previamente seus credenciamentos à FICA através do e-mail capoeira.fica@gmail.com . Todos os crecendenciamentos prévios deverão ocorrer até o dia 04 de fevereiro de 2006.
Solicitamos redistribuirem esta mensagem para suas listas. Para maior esclarecimento segue o Edital de Convocação:
 EDITAL DE CONVOCAÇÃO
O Presidente da Federação Internacional de Capoeira, no uso de suas atribuições estatutárias vem pelo presente convocar os Presidentes das Federações Nacionais de Capoeira a comparecerem em Assembléia Geral Ordinária a ocorrer nos dias 09, 10, 11 e 12 de fevereiro de 2006, concomitantemente ao IV Congresso Técnico Internacional e a IV Convenção de Arbitragem, serem realizados no Ginásio de Esportes Nelson Ruegger, Cidade Araras, SP, Brasil, cito à Praça Dr. Roberto Mercatelli s/n onde serão deliberadas as seguintes ordens do dia:
   1. Prestação de contas;
   2. Previsão orçamentária 2006 / 2007 e anuidades de filiações;
   3. Alteração do endereço da sede da FICA;
   4. Reforma Estatutária: Reestruturação das Vice-Presidências; Implantação do Conselho Gestor, formado por Presidentes das Federações Nacionais; Representatividade continental eqüitativa nos quadros eletivos;
   5. Ampliação da representatividade do Conselho Superior de Mestres;
   6. Revisão de padrões de uniformes e de graduações;
   7. Implantação do Código Desportivo Internacional de Capoeira – CDIC, a partir do resultado das revisões e das fusões do Regulamento Internacional de Capoeira e do Regulamento Desportivo Internacional de Capoeira;
   8. Implantação do Código Internacional de Justiça Desportiva da Capoeira – CIJDD;
   9. Eleição e posse do Vice-Presidente Cultural; um Procurador, Nove Auditores da Corte Internacional de Justiça Desportiva;
  10. Tramitação documental junto ao Comitê Olímpico Internacional;
  11. Campeonatos Mundiais de Capoeira em atendimento às exigências parciais do Comitê Olímpico Internacional;
  12. Calendário desportivo para o biênio 2006 / 2007 e parcerias estratégicas;
  13. Capacitação e credenciamento de técnicos, treinadores, docentes, árbitros e capoeiristas e de Pessoas Jurídicas;
  14. Cursos da Universidade Livre de Capoeira e Artes Marciais – UNICLAM;
A recepção, o credenciamento das entidades ocorrerá no dia 09, no horário das 08:00 às 12:00 e a abertura da assembléia agendada para as 19:30 h do mesmo dia.
Somente terão direito de voto as Entidades Nacionais que estiverem em situação documental e financeira regularizada junto à Federação Internacional de Capoeira, correspondendo apenas um único voto por representação nacional.
Cada delegação poderá ser composta por vários membros. Durante o evento serão fornecidos gratuitamente às delegações os seguintes cursos práticos e teóricos: Nomenclatura Oficial de Movimentos de Capoeira; Organização Desportiva Nacional e Internacional de Capoeira; Fundamentos de Arbitragem e Competições de Capoeira.
Serão fornecidos alojamentos gratuitos a cada participante, sendo que as despesas de transportes e alimentações ocorrerão por conta de cada delegação.
Todos os participantes deverão estar trajados formalmente: homens com terno e gravata e, mulheres em trajes compatíveis. Nas atividades práticas: uniforme branco.
São Paulo, SP, Brasil, 20 de dezembro de 2005.
Sergio Luiz de Souza Vieira
Presidente

Brasília: Congresso vazio dá lugar à fórum de capoeira

Jovens cantam e tocam berinbau no Congresso

Em meio ao marasmo que continua tomando conta do Congresso durante a convocação extraordinário, cerca de 300 jovens chamaram a atenção hoje. Eles desfilaram pela Câmara dos Deputados cantando e tocando berimbau. O motivo da festa foi a abertura do 8º Fórum Nacional de Capoeira, que ocorre hoje e amanhã. Segundo os organizadores, o intuito é abraçar o Congresso no final do dia.

O evento contará com palestras e debates que vão desde a introdução básica ao esporte até ações para promover aproximação com os comitês olímpicos nacionais e internacionais, com os jogos olímpicos e pan-americanos.