Blog

necessita

Vendo Artigos etiquetados em: necessita

III Fesman – Festival Mundial de Artes Negras

MinC e Fundação Cultural Palmares participam de reunião sobre o Fesman no Senegal

O ministro da Cultura do Brasil, Juca Ferreira, e o Presidente da Fundação Cultural Palmares, Zulu Araújo, vão participar de reunião do Comitê Internacional de Orientação do Festival Mundial de Artes Negras (Fesman), de 2 a 4 de março, em Dacar, no Senegal. A reunião vai estabelecer um balanço parcial da organização do III Fesman, discutir as perspectivas para o evento e reunir as contribuições dos diversos países para a realização do festival.

 

O III Fesman terá como tema o Renascimento Africano e será realizado do dia 1º ao dia 21 de dezembro de 2009, em Dacar, no Senegal. O Brasil é país convidado de honra do festival, por possuir a segunda maior população negra do planeta e conseguir conservar as manifestações de origem africana. O III Fesman vai discutir o papel do mundo negro no terceiro milênio, com enfoque na união das políticas nacionais e na integração com as culturas dos países da Diáspora. Um dos sub-temas do festival será “Afrodescendência na América”.

O Comitê de Organização Internacional do Fesman está montando uma grande estrutura de comunicação e teledifusão, que transmitirá o evento para toda a África, Europa e Américas em inglês, francês e português.

A primeira edição do Fesman aconteceu em Dacar, Senegal, em 1966, promovido pela República do Senegal e pela UNESCO. O tema do festival foi “O significado das artes e cultura negra na vida dos povos e para os povos”. A segunda edição aconteceu em Lagos, Nigéria, em 1977, com o tema “Civilização Negra e Educação”.

Assessoria de Comunicação
Inês Ulhôa – assessora de imprensa (9966-8898) \n ines.ulhoa@palmares.gov.br Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar
Jacqueline Freitas – \n jacqueline.freitas@palmares.gov.br Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar
Marília Matias de Oliveira – \n marilia.oliveira@palmares.gov.br Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar
Marcus Bennett – \n marcus.bennett@palmares.gov.br Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar
Telefones: (61) 3424-0165/0166    Fax: (61) 3424-0164
wwww.palmares.gov.br

Porto Alegre: Federação Riograndense de Capoeira necessita de 4 oficineiros

 

A Federação Riograndense de Capoeira necessita de 4 oficineiros para ministrarem aulas de capoeira para Prefeitura Municipal de Porto Alegre em 4 turnos e um sábado Salário R$ 450,00 + Vale Transporte interessados deverão entrar em contato com o Mestre Gavião Fone: 9812.8737

FEDERAÇÃO RIOGRANDENSE DE CAPOEIRA
Entidade de Direção, Administração e Regulamentação Esportiva
CENTRO DE REFERÊNCIA DA CAPOEIRA GAÚCHA

Mestre Presidente Gavião – mestregaviao@gmail.com
http://www.mestregaviao.portalcapoeira.com
(051) 9812.8737

Secretário Gigante
(051) 8144.8525

Gira Mundo

As Nações Unidas resolveram consagrar esta data, 08 de março , como sendo Dia Internacional da Mulher, na teoria dizem que não existem mais diferenças entre os gêneros, no entanto nós mulheres temos uma série de questões ainda sem respostas, uma série de estereótipos para serem dissolvidos, uma série de afazeres pelo mundo, de novas conquistas e aceitações.

Como as mulheres de muitas tribos africanas sofrem ainda hoje a infibulação? Pratica violenta de mutilição do órgão genital feminino.

Por que duas em cada três mexicanas sofrem algum tipo de violência?
Alarmanate.

Por que meninas indianas são roubadas ou vendidas, estupradas e jogadas em prostíbulos e só libertadas doentes e muitas vezes com aids, retornam às suas famílias que as rejeitam e ignoram? Falta de humanidade.

Por que em mais de 50 países não foi proibido o estupro pelo cônjuge? Prática que gera impunidade total destes agressores masculinos em relação aos abusos físicos e sexuais contra suas esposas.

Por que Maria Quitéria de Jesus Medeiros, que lutou no movimento de independência do Brasil, em 1996 tornou-se ” Patrono” do Quadro Complementar de Oficiais do Exército Brasileiro? Ela era uma mulher.

É sobre isto que quero falar. Será que precisamos nos esteriotipar para demosnstrarmos o nosso valor, para mostrarmos quem somos?

Eu preciso parecer um homem para lutar ou cantar?

Uma mulher que venceu todos os pré-conceitos ao comandar uma roda de capoeira necessita ser masculinizada ou musculosa em demasia para provar que é muito boa de capoeira?
Uma mulher mãe, profissional, jogadora de capoeira, estudante precisa provar para o grupo de capoeira sua paixão sendo agressiva e perdendo toda a sua terna graça?

Toda brasileira durante o carnaval é prostituta? É claro que não.

É disto que estou falando, vamos quebrar as barreiras do pré-julgamento, do estereótipo, do somente olhar e não sentir.
Somos mulheres, mães, capoeiras, donas-de-casa, profissionais, lindas, ternas, amantes, apaixonadas, pesquisadoras, crianças, felizes, queridas, fortes…

Somos assim, somos mulheres.

Maira Hora