Blog

neto

Vendo Artigos etiquetados em: neto

Acusados de matar “Leo Bombeiro” vão a júri

Às 12h de hoje, duas testemunhas tinham sido ouvidas. Companheira seria a mandante para ficar com seguro

Começou, hoje, no Tribunal do Júri de Samambaia, o julgamento dos réus Ítria Lima de Carvalho Alves, Júlio Andreza Neto e Célio Juliano da Silva, acusados de concorrerem para o homicídio do bombeiro militar e mestre de capoeira Leonardo da Cunha Alves. O adolescente H.S.R., executor do crime, também será ouvido em depoimento. Antes do meio-dia de hoje, duas testemunhas tinham sido ouvidas, faltando as outras seis pessoas, além dos interrogatórios dos envolvidos. A previsão é que o julgamento se encerre somente amanhã.

Segundo denúncia do Ministério Público, no dia 28 de janeiro de 2010, à meia-noite e meia, na DF-457, QS 414, Conjunto 9, em um ponto de ônibus em frente ao Posto Texaco, sentido Taguatinga a Samambaia, a vítima e Ítria voltavam do hospital, quando o veículo em que estavam foi atingido por outro. Leonardo foi surpreendido pelo adolescente H.S.R., ao descer do carro. O menor efetuou disparos de arma de fogo, causando a morte do bombeiro.

O homicídio ocorreu por motivo torpe, pois Ítria, companheira de Leonardo, queria resgatar o seguro de vida. O crime se deu ainda mediante recurso que impossibilitou a defesa da vítima, já que o plano de sua morte consistiu em simular uma colisão entre veículos, para que a vítima descesse do carro e fosse executada.

Conforme informações do Tribunal de Justiça do DF e Territórios, Ítria Lima de Carvalho Alves concorreu para a prática delitiva, à medida que planejou o crime e contratou o adolescente para sua execução. Júlio Andreza Neto apresentou o adolescente a Ítria, Célio Juliano da Silva intermediou o contato entre Ítria e o denunciado Júlio.

 

 

Fonte: http://coletivo.maiscomunidade.com/

Roda de samba em D. Cabocla

Nossa roda dessa sexta, dia 04/02, será em D. Cabocla, a partir das 20:30hs.
O bar de D. Cabocla fica na rua da cacimba com a rua gravatá, atrás da igreja de Itapuã.
Comunicado: Na última sexta, foi encontrada uma carteira de trabalho em nome de Hugo Fernandes de Araújo Neto.
Se alguém conhece, favor avisá-lo que a carteira está com o grupo Botequim(Dani).
Um abraço!
Grupo Botequim
81502882/91357966/96158755

Brasilia: Cânticos populares, cantigas e cantadores de capoeira

Quem mora em Brasília e aprecia a riqueza musical da capoeira tem uma boa opção para 19 de maio. Nesse dia, o Centro Cultural Porão Capoeira Tabosa e o Centro de Iniciação Desportiva (CID) da cidade do Núcleo Bandeirante (DF) realizam, a partir das 14:30 h, o IV Ciclo de Palestras, cujo tema será “Cânticos populares, cantigas e cantadores de capoeira”.
A palestra fará uma “viagem” pelos ritmos, rituais e tradições da cultura popular brasileira através da capoeira. A atividade, coordenada Mestre Fred Guaraná, acontece no Espaço Garcia Neto, na praça da administração do Núcleo Bandeirante. A entrada é franca.
 
Informações: (55 61) 3380-1227 e  9814-4814
 
 
* Mano Lima é jornalista, editor dos sítios www.portalcapoeira.com, www.jornalmundocapoeira.com
e  autor dos livros "Dicionário de Capoeira" e "Eu, você e a capoeira"
 

Capoeira no “Sangue” – Hemosul faz parceria para realização de Festival de Capoeira

O Hemosul e a Federação Sul-Mato-Grossense de Capoeira fizeram uma parceria para o Festival de Capoeira, que acontece entre os dias 18 e 20 de maio, no Ginásio Guanandizão. Para se inscrever no Festival, os atletas precisam doar sangue.
 
A iniciativa une esporte e cidadania, buscando levar à população oportunidades de contribuir para o bem-estar social e incentivar outros doadores.
O atleta que deseja participar do festival deve comparecer à sede do Hemosul, que fica na rua Fernando Correa da Costa, 1304, Centro, ou em quaisquer núcleos da Hemorrede distribuídos pelos vários municípios do Estado, fazer a doação, e entregar o comprovante na Federação de Capoeira, localizada na rua Joaquim César Neto, Paulo VI, ou na sede da Famens – rua Engenheiro Roberto Mange, 135, bairro Amambaí.
Nos dias do evento, será montado, no Guanandizão, um local de cadastramento de doadores de medula óssea, a ser utilizada no tratamento de pacientes com leucemia.
Mais informações no Hemosul, pelo telefone (67) 3312 1503.  
 

FOTO ARQUIVO

Encaminhe um e-mail especificando o que deseja e tentaremos, dentro das disponiblidades de tempo e de documentação,  enviar   por e-mail em formato ‘GIF’ ou ‘JPG’.

A CAPOEIRA É UMA SÓ!

FOTOS CLÁSSICAS

  • Bimba foi angoleiro?
  • Pastinha e Itapoan

PIERRE "FATUMBI" VERGER

  • Movimentos de capoeira e candomblé

MESTRE PASTINHA

  • Desenhos de capoeira Roda de Capoeira (Pintura a óleo)

CARIBÉ

  • Gravuras de capoeira
  • Roda de capoeira
  • A capoeira é uma só!

DEBRET

  • Enterro do filho do rei

MOACIR CHAVES NETO "MANCHA"

  • Retratos dos mestres Bimba e Pastinha

DIVERSOS

  • Fotografias de mestres antigos brevemente

ANGELO "DECANIO"

  • Dinâmica da capoeira

CÉSAR "ITAPOAN"

  • Primeiro Mestre da Regional

EDMILSON DA SILVA "CANELÃO"

  • "Bocão" acrobatico
    Canivete sobre as pedras

VOVÔ CAPOEIRA

Vovô Capoeira
 
 
Vovô não brinca em serviço! Entrando na cruz. Sai de baixo!
 
Meia-lua de frente cuidadosa… “prá num machucá u mininu!” 
 
 
Sr. Manoel Dantas, avô do Mestre Canelão, é o aluno de capoeira mais idoso do mundo!
Nasceu em 20 de Maio de 1913, no sítio de São Pedro, cidade Jardim de Seridó, sertão do Rio Grande do Norte, Brasil.
Aos 84 anos de idade começou a assistir os treinos e exibições da “família de capoeiristas” do seu neto, Mestre Edmilson “Canelão” e um belo dia, como Totonho de Maré e  tantos outros, começou a entrar na roda e jogar. Sem treinamento especial!
 
Aprendeu capoeira pelo método intuitivo
Ouviu berimbau
Sentiu o balanço
Entrou na roda e jogou!
 
 
 
“Vovô Capoeira” exibindo  sua habilidade no manejo do berimbau
 
 
 
Vovô Capoeira irradiando juventude aos 85 anos de idade!
Um exemplo do vitalidade
Levanta às 04:00
Trabalha como coletor de caixas usadas até às 10:30
Toma uma cachacinha ao meio-dia
Freqüenta o forró diariamente de 16:00 às 18:00
Recolhe-se aos braços de Morfeu às 19:00
No forró comemorativo dos seus 85 dançou 4 horas seguidas
Inclusive com uma parceira de 90 anos de idade!
Assim é vida dos que vivem na Terra do Sol!
 
Mestre Edmilson “Canelão” e Manoel “Vovô Capoeira”
Neto e avô unidos pela “Boa Vontade” da “Associação de Capoeira”

VOVÔ CAPOEIRA

Vovô Capoeira
 
Vovô não brinca em serviço! Entrando na cruz. Sai de baixo!
Meia-lua de frente cuidadosa… "prá num machucá u mininu!" 
 
Sr. Manoel Dantas, avô do Mestre Canelão, é o aluno de capoeira mais idoso do mundo!
Nasceu em 20 de Maio de 1913, no sítio de São Pedro, cidade Jardim de Seridó, sertão do Rio Grande do Norte, Brasil.
Aos 84 anos de idade começou a assistir os treinos e exibições da "família de capoeiristas" do seu neto, Mestre Edmilson "Canelão" e um belo dia, como Totonho de Maré e  tantos outros, começou a entrar na roda e jogar. Sem treinamento especial!
Aprendeu capoeira pelo método intuitivo
Ouviu berimbau
Sentiu o balanço
Entrou na roda e jogou!
 
"Vovô Capoeira" exibindo  sua habilidade no manejo do berimbau
 
 
Vovô Capoeira irradiando juventude aos 85 anos de idade!
Um exemplo do vitalidade
Levanta às 04:00
Trabalha como coletor de caixas usadas até às 10:30
Toma uma cachacinha ao meio-dia
Freqüenta o forró diariamente de 16:00 às 18:00
Recolhe-se aos braços de Morfeu às 19:00
No forró comemorativo dos seus 85 dançou 4 horas seguidas
Inclusive com uma parceira de 90 anos de idade!
Assim é vida dos que vivem na Terra do Sol!
Mestre Edmilson "Canelão" e Manoel "Vovô Capoeira"
Neto e avô unidos pela "Boa Vontade" da "Associação de Capoeira"

VOVÔ CAPOEIRA

Vovô Capoeira
 
 
Vovô não brinca em serviço! Entrando na cruz. Sai de baixo!
 
Meia-lua de frente cuidadosa… “prá num machucá u mininu!” 
 
 
Sr. Manoel Dantas, avô do Mestre Canelão, é o aluno de capoeira mais idoso do mundo!
Nasceu em 20 de Maio de 1913, no sítio de São Pedro, cidade Jardim de Seridó, sertão do Rio Grande do Norte, Brasil.
Aos 84 anos de idade começou a assistir os treinos e exibições da “família de capoeiristas” do seu neto, Mestre Edmilson “Canelão” e um belo dia, como Totonho de Maré e  tantos outros, começou a entrar na roda e jogar. Sem treinamento especial!
 
Aprendeu capoeira pelo método intuitivo
Ouviu berimbau
Sentiu o balanço
Entrou na roda e jogou!
 
 
 
“Vovô Capoeira” exibindo  sua habilidade no manejo do berimbau
 
 
 
Vovô Capoeira irradiando juventude aos 85 anos de idade!
Um exemplo do vitalidade
Levanta às 04:00
Trabalha como coletor de caixas usadas até às 10:30
Toma uma cachacinha ao meio-dia
Freqüenta o forró diariamente de 16:00 às 18:00
Recolhe-se aos braços de Morfeu às 19:00
No forró comemorativo dos seus 85 dançou 4 horas seguidas
Inclusive com uma parceira de 90 anos de idade!
Assim é vida dos que vivem na Terra do Sol!
 
Mestre Edmilson “Canelão” e Manoel “Vovô Capoeira”
Neto e avô unidos pela “Boa Vontade” da “Associação de Capoeira”

A Capoeira na 3ª Idade

A pratica da capoeira,
  • pela multiplicidade de seus movimentos,
  • pela facilidade de ajustamento às condições pessoais de cada praticante,
  • pelas modificações mentais que acarreta,
  • pela integração entre os vários componentes do Ser,
  • por ser uma atividade fundamentalmente lúdica e portanto prazerosa,
  • por desenvolver uma estado transicional de consciência capaz de escapar aos bloqueios de natureza mental e às limitações físicas do praticante,
  • por se prestar a inúmeros níveis de carga de trabalho,
 
pode ser usada como método de manutenção da aptidão física, de capacitação ou de recuperação da aptidão física, correção de desgastes pela idade ou seqüela de complicações decorrentes de doenças próprias do envelhecimento.
Cumpre entretanto realçar que sua prática depende de avaliação prévia das condições orgâncas e funcionais do cadidato e acompanhamento médico adequado para impedir possíveis complicações por sobrecarga de esforço.
 
Vovô Capoeira
 
Vovô não brinca em serviço! Entrando na cruz. Sai de baixo!
Meia-lua de frente cuidadosa… "prá num machucá u mininu!" 
 
Sr. Manoel Dantas, avô do Mestre Canelão, é o aluno de capoeira mais idoso do mundo!
Nasceu em 20 de Maio de 1913, no sítio de São Pedro, cidade Jardim de Seridó, sertão do Rio Grande do Norte, Brasil.
Aos 84 anos de idade começou a assistir os treinos e exibições da "família de capoeiristas" do seu neto, Mestre Edmilson "Canelão" e um belo dia, como Totonho de Maré e  tantos outros, começou a entrar na roda e jogar. Sem treinamento especial!
Aprendeu capoeira pelo método intuitivo
Ouviu berimbau
Sentiu o balanço
Entrou na roda e jogou!
 
"Vovô Capoeira" exibindo  sua habilidade no manejo do berimbau
Vovô Capoeira irradiando juventude aos 85 anos de idade!
Um exemplo do vitalidade
Levanta às 04:00
Trabalha como coletor de caixas usadas até às 10:30
Toma uma cachacinha ao meio-dia
Freqüenta o forró diariamente de 16:00 às 18:00
Recolhe-se aos braços de Morfeu às 19:00
No forró comemorativo dos seus 85 dançou 4 horas seguidas
Inclusive com uma parceira de 90 anos de idade!
Assim é vida dos que vivem na Terra do Sol!
Mestre Edmilson "Canelão" e Manoel "Vovô Capoeira"
Neto e avô unidos pela "Boa Vontade" da "Associação de Capoeira"