Blog

organização

Vendo Artigos etiquetados em: organização

V Simpósio Internacional de Capoeira – Terreiro

O evento tem como proposta metodológica inovar na estrutura da organização, levando os participantes a uma convivência, durante 34 horas (esse numero é estabelecido pelos anos de atuação da organização em capoeira) num ambiente de ar livre, numa área especialmente locada para tal, onde ocorrerão todas as atividades coletivamente, desde os debates, oficinas, shows, palestras, rodas de capoeira e convivências promovendo trocas esportivas, educacionais e culturais.

A Cia. Terreiro Capoeira do Brasil, informa que já estão abertas as inscrições para o V Simpósio Internacional de Capoeira, que será realizado no período de 21 a 23 de agosto de 2009, no SESC de Iparana.Sob a Supervisão do Mestre Squisito (DF), Coordenação Mestre Soldado (CE) e Organização do Mestrando Auricélio (CE).

Neste ano de 2009, a Terreiro Capoeira também comemora seus 30 anos de fundação e espera contar com uma média de 2.000 pessoas oriundas de diversas partes do mundo tais como: Portugal, México, Inglaterra, Angola, Alemanha e Brasil.

O  contará com a presença de Mestres consagrados do Ceará e também os convidados de honra: Mestre Squisito – DF, Mestre Tabosa – DF, Mestre Pombo de Ouro – PE, Mestre Albino – PI, Jota Bamberg (Angoleiro) – DF, Mestre Itapoã – DF, Mestre Tambor – TO, Mestre Jogo de Dentro – SP, dentre outros.

No Ceará a Terreiro Capoeira realiza atividades em Universidades, Escolas estaduais e municipais, Clubes e Associações de bairros e promove rodas aos sábados na Ponte Metálica,16h30 na Praia de Iracema,  na última sexta de cada mês na praça da gentilândia,19h30 e na última terça na praça 1º de maio no parque dois irmãos,19h.

Segue arquivo anexo cotendo folder e fotos, e abaixo o link da mídia do evento.

Mídia do V Simpósio – http://www.youtube.com/watch?v=GRufoKQ1d-c

Pacote completo para os três dias – R$ 150,00 (hospedagem, alimentação, participação em toda a programação, camisa e certificado)
Pacote parcial – R$ 50,00 (participação na programação do dia e certificado)
Camisa do Evento – R$ 10,00
Dados para depósito:
Favorecido: Everardo Carlos Pereira – Ag: 1234 – Conta poupança – 64460-9

Maiores Informações: Mestrando Auricélio (85) 8620.9726 e
Professora Claudia – (85) 8854.6387

www.capoeira.art.br  / ciaterreiroceara@gmail.com

Crônica: Na contramão

Estamos tão acostumados com as leis mesquinhas do capitalismo, que nem percebemos que ainda existe gente capaz de reagir a esses preceitos. Gente do bem. Gente que está em falta. Gente que faz a diferença. Gente que segue na contramão, fazendo desse mundo um lugar melhor pra se viver. Gente que devemos ter sempre por perto, para nos servir de exemplo.

Conhecemos pessoas assim no projeto de Assessoria de Imprensa que desenvolvemos, durante este semestre, numa organização não governamental (ONG) de Itajaí (SC). Os capoeiras conhecidos como Capitã, Sansão e Massa mantém há dois anos, o projeto “Ginga Moleque”. A organização oferece aulas gratuitas de capoeira às crianças carentes do município. Sem precisar arcar com nenhuma despesa, os alunos devem apresentar boas notas na escola e disciplina nas aulas.

Sem receber nenhum tipo de remuneração, os voluntários e idealizadores do projeto enfrentam muitas dificuldades para mantê-lo vivo. Estes impedimentos vão desde o preconceito religioso dos familiares das crianças, até problemas de infra-estrutura como falta de uniformes, instrumentos e sede para oferecimento das aulas. Os coordenadores arcam com muitas das despesas do grupo, uma vez que não possuem nenhum patrocínio da comunidade.

A ONG Ginga Moleque atende cerca de 50 crianças, com idades entre quatro e quatorze anos. Além das reuniões durante a semana, aos sábados, o grupo também é atração para outros jovens no Centro Educacional Cacildo Romagnani (Caic), através do Projeto Municipal Escola Aberta..

Ficamos felizes em perceber que em meio a tanta ausência de caráter e valores, existe no mundo quem acredite e aposte no futuro de crianças pobres, quem faz mais do que culpar a omissão do governo na educação, quem arregace as mangas e faça a idéia acontecer.

Que bom seria se todos os brasileirinhos pudessem ter educadores como esses, capazes de semear esperança em meio à exclusão e o descaso social. Quem dera que todas as grandes empresas deste país se propusessem a apoiar projetos assim.

*Acadêmicas de Jornalismo da Universidade do Vale do Itajaí (Univali).

Contato:

Carina Carboni Sant’Ana – 47 9138 1281/ E-mail: carinacs@univali.br

Luana Fachini Lemke – 47 9177 8259/ E-mail: luana.lemke@univali.br

Luana Martins – 47 9921 3920 / E-mail: luana_martins_jornalismo@hotmail.com

Mestres de Capoeira organizam Conselho de Alagoas

Cerca de trinta mestres de capoeira se organizam para criar o Conselho Estadual de Mestres de Capoeira de Alagoas. A organização da Sociedade Civil – OSC, sem fins lucrativos, com finalidade sócio-cultural e educativa, pretende organizar a categoria que pretende divulgar e preservar a cultura afro-brasileira no estado, no país e até no exterior. Alguns dos principais objetivos da iniciativa são criar um interlocutor legitimado pela comunidade capoeirística para discutir a implementação de políticas públicas direcionadas a capoeira em Alagoas.

Além disso, eles desejam promover formação continuada para mestres, participar das discussões em torno da implementação das Leis Federal 10.639/03 e Estadual 6.814/07 que tratam da obrigatoriedade do ensino da história da África e da cultura afro-brasileira nas escolas públicas. A inclusão de forma específica da capoeira em editais estaduais e municipais de cultura, a exemplo dos publicados pelo Ministério da Cultura, vai ser uma das principais reivindicações dos mestres. Eles também pretendem construir mecanismos que possibilitem a inclusão da capoeira enquanto disciplina nos currículos escolares

Os capoeiristas são conhecidos pelos seus apelidos ou nomes artísticos, adquiridos durante a vivência capoeirística, ou colocado por seus mestres por ocasião dos batizados de capoeira e fazem questão de serem conhecidos dessa forma. Por muitas décadas, a capoeira não tinha conseguido uma organização desse porte, tendo no passado seus mestres atuado de forma isolada e informal. Mestre Tunico, que desenvolve um projeto de extensão com capoeira angola através do Núcleo de Estudos Afro-Brasileiros- NEAB, na Universidade Federal de Alagoas – UFAL, ressalta a importâcia histórica da criação do Conselho. ‘ Estava na hora dos mestres assumirem sua liderança, enquanto educadores populares, criando condições para construir uma nova realidade. Sempre trabalhamos pela inclusão social e cultural e agora conseguimos reunir os mestres de vários estilos e grupos de capoeira com um objetivo comum, que é a nossa inclusão no processo educativo formal e participação em editais de fomento a cultura afro-brasileira, especificamente, a capoeira, no estado e no município’.

A proposta do Conselho de transformar o ensino da capoeira numa disciplina formal nas escolas públicas está baseada nas Leis Federal e Estadual, em experiências isoladas, como a de Arapiraca que já aprovou, através da Câmara Municipal, a obrigatoriedade da capoeira nas escolas do município. Mestre Girafa, do Grupo Muzenza, um dos maiores no Brasil e no exterior, garante que em Israel, onde tem dois alunos ensinando capoeira, o ensino formal da mesma nas escolas públicas já é uma realidade.

Mestre Condi, recém graduado em Educação Física na UFAL, garante que é necessário envolver a universidade e as secretarias de Educação e de Cultura do estado e do município nessa construção coletiva. ‘Ser capoeira é ser ousado, é buscar caminhos, não se conformar com o estabelecido, principalmente quando o que está colocado não satisfaz a comunidade capoerística. Por isso, estamos construindo o Conselho de uma forma democrática, plural e inovadora’, ressaltou.

A idéia da criação do Conselho surgiu a partir da organização da primeira roda pública de capoeira angola a ser realizada no primeiro domingo de cada mês, às 16h30, no Posto Sete, no bairro da Jatiúca. Os mestres Condi, Tunico e Claudio coordenam a roda que terá sua estréia no dia 6 de abril, onde o toque e os fundamentos serão de angola, mas todos podem participar. Foi a partir dessas reuniões que surgiu a articulação com vários mestres como Jacaré, Ventania, Novo, Meinha, Jorge Ceará, He Man e Urubu, de Arapiraca, para o nascimento do Conselho. Segundo levantamento realizado pela Comissão de Organização do Conselho, Alagoas possui mais de 30 mestres de capoeira.

A Secretaria de Cultura de Alagoas tem dado apoio logístico para a realização do I Encontro de Mestres do Estado, no dia 3 de abril, às 14h, no Memorial da República, no bairro do Jaraguá. Nesse encontro, serão discutidos o estatuto e regimento do Conselho de Mestres, os critérios para a composição da diretoria, além dos objetivos e estratégias de atuação do mesmo.

Fonte: GAZETAWEB.COM – http://gazetaweb.globo.com

Entrevista Mestre Gato

Mestre Gato em entrevista exclusiva ao Portal Capoeira realizada em Lisboa durante o 10º Festival Internacional de Capoeira do Grupo Alto Astral (Contra-mestre Marco Antonio).

Mestre Gato

Fernando Campelo Cavalcanti de Albuquerque, Mestre Gato, nasceu em 14/06/47, Recife, Pernambuco, Brasil. Em 1952 mudou-se com sua família para o Rio de Janeiro, onde começou a se envolver com capoeira em 1963. Seu aprendizado iniciou-se com Paulo Flores Viana, um jovem baiano que morava no Rio, começara a interessar-se por capoeira, realizara algum treinamento no Rio e havia passado as férias escolares em Salvador, treinando na academia de Mestre Bimba, o criador da capoeira Regional. Paulo e seu irmão Rafael organizavam treinos informais de capoeira com um pequeno grupo de adolescentes, no terraço de seu prédio, em Laranjeiras, na zona sul do Rio de Janeiro, desde 1963.

Em 1964, representa, junto com Paulo Flores, a academia Santana, dirigida por Valdo Santana, no Berimbau de Prata, no Rio de Janeiro, conseguindo o terceiro lugar. Em 1965 participa de algumas das rodas dominicais da academia do Mestre Artur Emídio, em Bonsucesso. Realiza treinamentos com Mestre Acordeon, aluno formado de Mestre Bimba, quando de suas visitas ao Rio de Janeiro.

Após participar da formação do Grupo Senzala em 1966, Fernando, que havia adquirido o apelido de Gato, representou o Grupo Senzala no torneio Berimbau de Ouro em 1967 e 1968, ajudando o Grupo a conquistar o troféu Berimbau de Ouro em 1969. Juntamente com os demais participantes do grupo Senzala, desenvolve metodologias de treinamento e didática, utilizando o método da Regional, o jogo de chão da Angola, o estilo apresentado pela Capoeira de Sinhô e pela capoeira baiana existente no Rio de Janeiro da década de 60, adaptando sequências de movimentos de capoeira e ginástica baseada nas posições e passos de capoeira. Participa de demonstrações, shows e palestras culturais de Capoeira, em colégios, teatros associações comunitárias e universidades do Rio de Janeiro, ajudando a divulgar o trabalho do Grupo Senzala que vem a se tornar uma referência como qualidade técnica, método de ensino e de organização.

Visita a academia de Mestre Bimba, em Salvador, em 1968, e aulas e rodas dos mestres Eziquiel, Saci e Mestre Popó de Santo Amaro da Purificação. Em 1968, visita em São Paulo, a academia do Mestre Suassuna., estabelecendo relações com os capoeiristas daquela cidade. Em 1969, participou do Seminário de Capoeira em Campos dos Afonsos, Rio de Janeiro, com a presença da velha guarda da Capoeira, como os mestres Bimba, Canjiquinha, Caiçaras, Artur Emídio, Gato Preto, Leopoldina e os então mais jovens, Acordeon, Airton, Suassuna, Joel, Itapoan, Bom Cabrito, Paulo Gomes, além dos principais capoeiristas do Rio de Janeiro e de São Paulo. Começou a ensinar capoeira em 1967, nas duas principais universidades daquela época, a UFRJ, onde era aluno da Engenharia Civil, e a PUC, tornando-se um dos mestres do Grupo Senzala.

Em 1972, participou das discussões da regulamentação da capoeira. Nos anos de 87 a 89, participou como árbitro de Capoeira e palestrante nos Jogos Estudantis Brasileiros – JEBS, discutindo seu regulamento e o Projeto Capoeira – MEC. Atuou como mediador e relator no Encontro Nacional de Arte Capoeira, Circo Voador, Rio de Janeiro, 1984. Foi palestrante no Encontro Nacional de Capoeira em Ouro Preto, 1988. Em 1991, organiza o festival 25 Anos do Grupo Senzala com participação dos cordas-vermelhas do grupo e capoeiristas de todo o Brasil, no campus da UERJ.
Em 1990, após morar um ano na Inglaterra como estudante de pós-graduação de engenharia de Recursos Hídricos, criou o Group Senzala of Great Britain – GSGB. Participou do festival de artes marciais Budosai, em Durham, Inglaterra, em 1991, ao lado de alguns dos melhores mestres de Karate e Aikido do mundo. Visita anualmente o Reino Unido para realização de seminários práticos e teóricos sobre a capoeira e organização de batizados de capoeira. A partir de 2000, essas viagens tornam-se semestrais, participando de eventos de capoeira na Inglaterra, Escócia, Espanha, Portugal, Holanda, Alemanha França, Dinamarca, Hungria, Itália e Estados Unidos.

Em 2000, seu filho Pedro se muda para Edimburgo, na Escócia, onde passa a ensinar capoeira naquele país e apoiar o trabalho do Grupo Senzala no Reino Unido. Mestre Gato prossegue a coordenação do ensino de capoeira de instrutores e professores formados por ele nas cidades britânicas de Harlow, Cambridge, Norwich, Leicester, Londres, Newcastle upon Tyne, Peterlee, Edimburgo e Glasgow. Promove o intercâmbio de alunos britânicos no Brasil, organizando programas de cursos e atividades de capoeira no Brasil. Em 2005 e 2006 participa dos batizados do Grupo Senzala Seattle, que seu aluno Marcos Risco organiza, após dois anos de ensino naquela cidade. Ensina capoeira regularmente no Rio de Janeiro, organiza anualmente seminários de capoeira nesta cidade e ministra cursos e palestras de capoeira em diversos estados do Brasil, tendo organizado em 1994, o Capoeirando em Ubatuba, juntamente com Mestre Suassuna.

Em 1999 até 2002, também com Mestre Suassuna, organiza o Capoeirando no Sul da Bahia, em Ilhéus, sempre em Janeiro, Esses eventos têm a participação de capoeiristas de todo o Brasil e estrangeiros. A partir de 2004, o Capoeirando de Janeiro passa a ocorrer em Ilhéus e Arraial do Cabo, em semanas subseqüentes e com organizações independentes, o de Arraial do Cabo sob a organização dos mestres Gato e Peixinho. A partir de 2003, organiza, juntamente com os demais cordas-vermelhas do Grupo Senzala, o encontro Vadiação Senzala, onde os mestres do Grupo Senzala coordenam seminários de capoeira para alunos iniciantes, intermediários e avançados/instrutores/professores do Grupo Senzala e de outras associações e grupos de capoeira.

 

Mestre Gato e Pimpa – Lisboa 10º Festival Internacional de Capoeira Grupo Alto Astral

Seu endereço para correspondência é:
Rua Ocidental, 215 Santa Teresa Rio de Janeiro, RJ, 20240-100, Brasil. Tel/Fax 55 21 507 5935

gatosenzala@hotmail.com

Fonte da Biografia: http://www.gruposenzala.com

* Agradecimento especial ao Mestre Gato e sua Esposa (alma gemea) que durante o Festival de Capoeira em Lisboa, nos mostraram a beleza e a harmonia de um verdadeiro Casal de Capoeiras apaixonados.

Obrigado mestre Gato pela disponibilidade, atenção e prontidão.

Luciano Milani

Livro “A capoeiragem no Recife Antigo – os valentes de outrora”

O livro "A capoeiragem no Recife Antigo – os valentes de outrora" traz um pouco da história da capoeira na sociedade recifense na época dos brabos e valentões, momento em que a capoeira sofria uma forte perseguição e, ao mesmo tempo, era aclamada por algumas classes como sinônimo de valentia e destreza!

Vem, ainda, com histórias e notícias em torno dos capoeiras e bandas de música, dos passistas e dos feitos dos valentes que contribuíram para uma organização social no Recife e para um registro forte da capoeiragem em Pernambuco.

 
Mônica C. de A. Beltrão
monicabeltrao@recife.pe.gov.br
 
 

Adão, Adão, cadê Salomé, Adão?

Um olhar sobre as relações de gênero na Capoeira
 

A partir do fragmento de uma tradicional música de capoeira o Áfricanamente Escola de Capoeira Angola está promovendo uma semana de discussão, reflexão e produção de saberes e fazeres sobre as relações de gênero na capoeira.

Programação:
 
05/03/07 – 2a feira
 
19:00h      Abertura do Evento
19:30h      Filme: “Acorda Raimundo”
Mediadoras: Morena / Débora  D’Avila, Reginete Bispo(AKANNI) eLetícia Lemos (Maria Mulher)
20:30h      Roda de Capoeira Angola
 
06/03/07 – 3a feira
 
19:00h      Oficina: “Consciência Corporal e Capoeira Angola” – Taís Fonseca
20:30h      Roda de Capoeira Angola
 
07/03/07 – 4a feira
 
19:00h      Dinâmica: “Sensibilização Feminina” –  Alessandra Carvalho
19:30h      Oficina de Produção Textual – Obá Oloriobà
20:30h      Roda de Capoeira Angola
 
08/03/07 – 5a feira

19:00h      Oficina: “Movimentação do Jogo de Capoeira Angola” – Inajara Ramos
20:30h      Roda de Capoeira Angola
 
09/03/07 – 6a feira
 
19:00h      Roda de Capoeira Angola
21:30h      Encerramento

LOCAL:
ÁFRICANAMENTE ESPAÇO CULTURAL
Av. Protásio Alves, 68 – Porto Alegre/RS – Brasil
Fones: (51) 3737-5450/8456-9626/8412-7999
email: africanamente@terra.com.br
 
INSCRIÇÕES:
* Serão realizadas local.
* Sem certificado a inscrição é gratuíta.
* Com certificado a inscrição é R$ 5,00
 
Realização:
Áfricanamente Escola de Capoeira Angola
 
Organização:
 
Obá Oloriobà
 
Áfricanamente Escola de Capoeira Angola
 
Inajara Ramos
Áfricanamente Escola de Capoeira Angola
 
Gilciene Medeiros
Áfricanamente Escola de Capoeira Angola
 
Taís Fonseca
Grupo de Capoeira Mocambo
 
Alessandra Carvalho
Coletivo Teresa de Benguela
 
Renata Loureiro
Coletivo Teresa de Benguela e Associação de Capoeira Raízes do Sul
 
Colaboração:
 
Viviane Malheiro
Grupo de Capoeira Angola N’Zambi
 
Apoio:
 
CGTEE – Companhia de Geração Térmica de Energia Elétrica
MARIA MULHER – Organização de Mulheres Negras
AKANNI – Instituto de Assessoria em Direitos Humanos, G~enero, Raça e Etnia
ÁFRICANAMENTE – Centro de Pesquisa, Resgate e Preservação de Tradições Afrodescendentes
 
 
Visite nossos blogs:

www.africanamenteescoladecapoeiraangola.blog.spot.com
 
www.africanamente.blogspot.com
 
www.projetooriinuere.blogspot.com

Aconteceu: Porto Alegre/RS – Curso Aberto com Mestrando Tucano Preto

A todos amigos da capoeira !
 
Queremos informar,que durante uma semana na cidade de Porto Alegre/RS, foi realizado mais um encontro de capoeira aberto a toda comunidade capoeiristica da região sul, onde se fez presente o ministrante Ricardo Oliveira, ‘TUCANO PRETO’/SP, capoeirista renomado e responsavel por inumeros trabalhos voltados ao desenvolvimento da capoeira no Brasil e no exterior, sendo assim dos dias 12 ao 18 de agosto os que se fizeram presentes puderam contar com todo o profissionalismo desta equipe que entre aulas, palestras, rodas e outras saciaram a sua sede de busca ao conhecimento pela capoeira, historia e  atualiazação de movimentações que muito correspondem aos valores desta arte ancestral e futura.
 
Informamos ainda que a presença e o contato com inumeros capoeiristas de Porto Alegre/RS, somente somaram aos nossos conhecimentos e busca. Ainda assim informamos que toda a organização para a realização deste encontro se deu através do Professor Gororoba e todos seus alunos que mas uma vez deram conta do recado.
 
          Agradecemos a todos voces capoeiristas,por esta realização,deixando assim fluir livremente o  respeito pela capoeira em nossas vidas .
          Grande abraço a todos
 
 
Mestre.Tucano Preto /SP
Centro Integrado de Capoeira
telefone 55 11 – 84854981

Edital – Liga de Capoeira do Estado do Rio Grande do Sul

PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE
SECRETARIA MUNICIPAL DA CULTURA
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO
SECRETARIA MUNICIPAL DE DIREITOS HUMANOS E SEGURANÇA URBANA

INSCRIÇÕES
 

PROGRAMAÇÃO DO IV FÓRUM GAÚCHO  DE CAPOEIRA /2005
 

A Prefeitura Municipal de Porto Alegre, por meio de ação integrada da Secretaria Municipal da Cultura, Secretaria Municipal de Educação e a Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Segurança Urbana, abre inscrições, no período de 16/09/05 à 23/09/05, para Palestras e Shows.
 

Shows de Abertura Modalidade livre:

 (10 vagas), sem remuneração.

 

Palestras: (1º)  “Capoeira sua Organização Profissional”, (2º) “Capoeira sua Responsabilidade Social”

Palestrantes (10 vagas) com remuneração

 

ETAPAS DO PROCESSO DE SELEÇÃO.
 

1ª ETAPA – de 16/09/2005 à 23/09/2005. Os candidatos deverão entregar:

PROPOSTAS CONTENDO;
 

CURRÍCULO

PROPOSTA DE TRABALHO

RECURSO TÉCNICO NESCESSARIO PARA A REALIZAÇÃO DO MESMO

OBJETIVOS GERAIS

JUSTIFICATIVA
 

ETAPAS
 

A entrega do material deverá ser feita por temática específica no horário do serviço público – das 8h30min às 12h e das 13h30min às 18h – na Coordenação de Descentralização (Usina do Gasômetro, Av. João Goulart, 551, 6º andar), fone para informações (51) 3212-5979, ramal 227.

Não será aceita inscrições via Internet

As propostas que não atenderem as exigências acima descritas, não serão aceitas

 

2ª ETAPA – Os candidatos pré-selecionados pela Comissão Organizadora composta por 2 representantes da SMC, 1 representante da SMED, 1 representante da SMDHSU e 17 representantes da sociedade civil, passarão por uma entrevista. O candidato que não comparecer no dia e horário da entrevista será  desclassificado. Salvo mediante justificativa plausível, que irá a julgamento pela comissão organizadora.

 

CALENDÁRIO
 

CALENDÁRIO – ABERTURA – SEXTA-FEIRA – 11/11
 

*19h – Show: Das 10 (dez) Entidades
 
CALENDÁRIO – SÁBÁDO – 12/11

*19h – Mesa Redonda “Capoeira Sua Organização Profissional e Responsabilidade Social”

* O cachê dos selecionados será pago em valor pré-determinado, conforme acordo feito pela comissão organizadora do evento, sendo incluído neste o tempo relacionado às reuniões e deslocamentos necessárias ao acompanhamento, à avaliação e à execução das propostas de trabalho, conforme consta na programação do 4º Fórum Gaúcho  de Capoeira.
 

Requisitos Gerais:
* Ser brasileiro ou estrangeiro residente no país;
* Idôneo;
* Maior de 18 anos;
* Notório saber na área do projeto apresentado;
* Experiência condizente com a proposta de trabalho;
* Disponibilidade de tempo;
* Assiduidade;
* Iniciativa para resolver problemas e propor ações criativas na área de atuação;

 

DOCUMENTAÇÃO APÓS CONFIRMAÇÃO
 

* Documentação em dia para contratar (currículo, cadastro no INSS ou PIS ou PASEP,   comprovante de residência, RG, CPF, Certidão Negativa de Regularidade Fiscal da Secretaria Municipal da Fazenda ), FID ( ficha de inscrição declarada) e Material de Imprensa ( jornal, folder, certificado, etc… )
* Disponibilidade para participar nas atividades a que se propõe no  período de  11 a 13 de novembro de 2005.
 

CONSIDERAÇÕES GERAIS:
 

* As decisões da Comissão de Organização e Seleção são soberanas e não poderão ser recorridas.

* A reunião de avaliação das propostas não serão abertas ao público

* Será aprovado apenas um projeto por grupo.
 

ATIVIDADES NÃO REMUNERADAS
 

* As 10 (dez) Entidades que farão os Shows de abertura

 

FICHA DE INSCRIÇÃO N.º 
 
  

Nome:______________________________________________________
 

Endereço:___________________________________________________
 

Bairro:______________________________________________________
 

Fone:________________________________________n.º_____________
 

E-mail: _____________________________________________________
 

Nome do Projeto:_____________________________________________
 

Palestra (   ) 1 ou (   ) 2:________________________________________
 

Entidade que pertence:_________________________________________

INFORMAÇÕES GERAIS:
 
‘, ”, 1, 1, 0, 1, ‘2005-09-19 15:16:29’, 62, ‘Mestre Gavião’, ‘2005-09-19 15:35:33’, 62, 0, ‘0000-00-00 00:00:00’, ‘2005-09-19 00:00:00’, ‘0000-00-00 00:00:00’, ”, ”, ‘pageclass_sfx=\nback_button=\nitem_title=1\nlink_titles=\nintrotext=1\nsection=0\nsection_link=0\ncategory=0\ncategory_link=0\nrating=\nauthor=\ncreatedate=\nmodifydate=\npdf=\nprint=\nemail=\nkeyref=\ndocbook_type=’, 4, 0, 11, ”, ”, 0, 14); INSERT INTO `mos_content` (`id`, `title`, `title_alias`, `introtext`, `fulltext`, `state`, `sectionid`, `mask`, `catid`, `created`, `created_by`, `created_by_alias`, `modified`, `modified_by`, `checked_out`, `checked_out_time`, `publish_up`, `publish_down`, `images`, `urls`, `attribs`, `version`, `parentid`, `ordering`, `metakey`, `metadesc`, `access`, `hits`)

Centro Cultural Quilombo Cecília

·      Capoeira Angola
 
·      Biblioteca Comunitária
 
·      Alfabetização de Jovens e Adultos
 
·      Eventos Culturais
 
Aberto de Segunda a Sexta, das 13, às 18 Hs
 
-Programação de Outubro de 2005-
 
Domingo, dia 09 de Outubro, A partir das 15 Hs:
 
Dia das Crianças Quilombolas
 
Mostra do Desenho: “Kiriku e a Feiticeira”
 
Pipoca, Palhaços, Teatro de Bonecos, Contação de Histórias
 
Traga os seus Erês!
 
Sábado, dia 22 de Outubro, A partir das 16 Hs:
 
“09 Anos Sem Alexandro e Dinho – A Ferida Não Cicatrizou!”
 
Exposição de Fotos, Palestra com Membros da Organização
 
Reaja ou Seja Mort@, sobre Violência Policial Contra a
 
Juventude Negra e as Atividades do Reaja! em Salvador
 
 
Centro Cultural Quilombo Cecília
 
Rua do Passo, No 37, Pelourinho
 
Maiores informações pelo Fone 8101-7320
 
Ou via e-mail: quilombocecilia@ig.com
 
Visite nossa Biblioteca, traga suas idéias, doe livros, proponha eventos.
 
Aquilombai-vos!
 
Isso é Poder Negro!