Blog

orla

Vendo Artigos etiquetados em: orla

2º Encontro Sergipano de Capoeira Muzenza

Abertura com Roda de capoeira será na Orla de Atalaia

No mês de agosto ocorrerá o 2º Encontro Sergipano de Capoeira Muzenza.

O evento terá início no dia 3 com Roda de capoeira na Orla de Atalaia às 19h30. Mais informações por meio do wesleysabia@yahoo.com.br.

Confira a programação completa:

Dia 03 : Abertura do evento com Roda de capoeira na Orla de Atalaia às 19:30h

Dia 04 : Grande aulão para criança e adultos com os mestres convidados. Mestre Burguês/RJ – Presidente do Grupo Muzenza de Capoeira, Mestre Abano/RJ e Contra Mestre Busca Longe/SP – Bicampeão Mundial de Capoeira.

Local: IFS – Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Sergipe (antigo CEFET). Avenida Eng. Gentil Tavares da Mota, 1166 – Bairro Getúlio Vargas, Aracaju/SE.

Dia 05 : Troca de corda e apresentação de Maculelê.

Local: IFS – Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Sergipe (antigo CEFET). Avenida Eng. Gentil Tavares da Mota, 1166 – Bairro Getúlio Vargas, Aracaju/SE

http://www.infonet.com.br

Roda de capoeira anima orla de Maceió

Capoeiristas querem manter viva essa manifestação cultural


Já dizia o dramaturgo e autor de novelas Dias Gomes, a ‘capoeira é luta de bailados, dança de gladiadores e duelo de camaradas’. E com essa mesma filosofia o grupo Rei Guerreiro, que tem equipes em vários bairros de Maceió e em municípios do interior do estado, invadiu a orla da Pajuçara para fazer apresentações e apresentar a dança à população.


De acordo com o coordenador do grupo, mestre Rasta, nos dois primeiros domingos de cada mês o Rei Guerreiro se apresenta na Feirinha do Tabuleiro do Martins e na orla marítima da cidade. “A intenção é nós mostrarmos a beleza dessa manifestação cultural que significa luta e dança ao mesmo tempo. Aqui em Alagoas as autoridades não valorizam muito a capoeira e temos que ser nós, admiradores e praticantes dela que precisamos levá-la até o povo”, disse ele.

Grupos espalhados

Segundo o mestre Rasta, o Rei Guerreiro tem grupos espalhados nos bairros do Tabuleiro do Martins, Cruzeiro do Sul, Rosanne Collor, Chã da Jaqueira e Santos Dumond e também tem seguidores em Santa Luzia do Norte e Coruripe. 
O grupo ainda não tem sede própria e ministra as aulas em escolas públicas e espaços privados que são oferecidos por incentivadores da capoeira. 

Os interessados em aprender capoeira podem ligar para 8801-7754. 

Teorias para o surgimento da capoeira

Existem duas teorias para o surgimento da capoeira. A primeira conta que durante os períodos em que não estavam trabalhando, os escravos se distraíam relembrando a sua terra, cantando, dançando e mantendo os rituais que costumavam praticar em suas aldeias na África. 

Já a 2ª teoria sugere que a capoeira tenha sido iniciada nas metrópoles por escravos que possuíam uma carga de trabalho mais amena e, portanto, dispunham de tempo, espaço e energias física e psicológica para desenvolver a luta. Com o passar do tempo, intencionalmente por parte de organizações abolicionistas, a luta foi se infiltrando nas cidades interioranas, fazendas e senzalas, surgindo como luta de libertação dos escravos ali cativos.

 

http://gazetaweb.globo.com

Natal: Festival Nacional de Capoeira contra a fome

Shopping Center aposta em evento envolvendo a capoeira para beneficiar crianças com cancer. Esta iniciativa faz parte do projeto Natal Sem Fome e ainda visa dar maior visibilidade aos atetas envolvidos.
A praça de eventos do Shopping Orla Sul sedia nos dia 10, 11 e 12 de novembro o 6º Festival Nacional Cultural de Capoeira- Capoeira x Fome. Estarão reunidos no local atletas do Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Paraíba, Pernambuco, Ceará e Sergipe.
 
O evento terá apresentações de capoeira, cursos de capoeira regional, competição de capoeira regional (com seletiva para campeonato brasileiro), batizado e troca de graduação.
 
Paralelamente os organizadores estarão recebendo doações de alimentos não perecíveis, brinquedos, calçados para o projeto Natal Sem Fome. As doações arrecadadas serão encaminhadas para o Grupo de Apoio a Criança com Câncer- GAAC, instituição escolhida pelo projeto.
 
Um dos objetivos da iniciativa, segundo a assistente de marketing do Shopping Orla Sul Aiane Almeida é valorizar os atletas locais, de forma simples e objetiva elevando ainda mais a capacidade de representar o Estado do RN em competições nacionais e até internacionais.
 
Diário de Natal – Natal – RN – http://diariodenatal.dnonline.com.br