Blog

paulistana

Vendo Artigos etiquetados em: paulistana

São Paulo: Mestre Ananias, Garoa do Recôncavo & Samba Chula de São Braz

 

O samba de roda Mestre Ananias e “Garoa do Recôncavo” recebe a visita do “Samba Chula de São Braz”, distrito de Santo Amaro da Purificação / BA, em São Paulo.

Tanto para a capoeira quanto para o samba paulistano será uma chance de refletir e vivenciar parte das influências que desenvolveram a cultura popular paulistana.

É um momento imperdível: um encontro de um remanescente do Recôncavo Baiano, responsável pela difusão desse legado em São Paulo, com seus conterrâneos que mantiveram essa cultura na sua forma original.

Moças arrumem suas saias e mostrem “o que é que a paulistana tem!”

 

Local:

Praça do Sesc Pinheiros – Rua Paes Leme, 195
Dia 23 e 24 de fevereiro (sábado e domingo)
Das 16h às 17h

Gratuito

Jogadores da NBA participam de projeto e roda de capoeira em favela paulistana

São Paulo (SP) – Os jogadores que marcam presença na clínica “Basquete sem Fronteiras”, da NBA, deram um tempo no trabalho com os jovens talentos no Clube Pinheiros e, na tarde desta quinta-feira, participaram da cerimônia de inauguração de uma quadra poliesportiva e de um centro de tecnologia e educação na Favela Coliseu, localizada na zona sul da capital paulistana.

O projeto contou com o apoio da liga norte-americana e de outros patrocinadores, que também doaram 15 computadores com acesso à internet para a camunidade. No evento, além do rapper MV Bill, também estiveram presentes os brasileiros Anderson Varejão, Leandrinho Barbosa, Nenê Hilário e Marcus Vinícius e os estrangeiros Matt Bonner, Shawn Marion, Luke Walton, Kyle Korver e Samuel Dalembert.

 

NBAA inauguração teve, além do basquete, uma roda de capoeira. Quando convidado para participar, Leandrinho não fez feio e recebeu aplausos, logo depois justificados. “Quando era pequeno, fiz um ano de capoeira junto com o basquete. Só parei porque minha mãe percebeu que eu não estava conseguindo conciliar os estudos com as atividades físicas”, explicou.

 

Quem também participou da capoeira foi o haitiano Dalembert, que não passou fez vergonha. “Aprendi esses movimentos jogando videogame”, brincou o pivô do Philadelphia 76ers, que aproveitou para revelar uma outra paixão esportiva. “Adoro futebol e estou sempre praticando. Meus ídolos são Pelé e Maradona”.

 

Nas quadras, inúmeras crianças faziam fila para acertar alguns arremessos nas cestas e receber dicas dos atletas da NBA, que ainda distribuíram vários autógrafos. Um dos mais assediados era Leandrinho, que ressaltou a importância de ações sociais como essa. “Nos Estados Unidos, projetos assim acontecem com muita freqüência e sempre participamos. Aqui no Brasil, tem muitos jogadores de futebol que não fazem coisa alguma; não entendo por que isso”, criticou.

 
Além da participação no evento na Favela Coliseu, os participantes do ‘Basquete sem Fronteiras’ em São Paulo ainda visitarão na manhã desta sexta-feira o projeto Atendimento Multi Assistencial (AMA), no Hospital Samaritano, localizado na zona Oeste.

http://www.gazetaesportiva.net/

82º Aniversário do Mestre Ananias

Mestre Ananias comemora 82 anos de vida junto à comunidade paulistana que respeitosamente o chama de “Pai”. Portanto, o mais antigo mestre da capoeira paulistana retribui o carinho e convida todos os seus “Filhos” para jogar capoeira e sambar ao som do seu berimbau.
 
Para que nossas tradições sejam preservadas o Centro de São Paulo foi escolhido para essa festa. 
 
Dia 16/12 a partir das 13hs. Galeria Espaço Metrópole: Praça Dom José Gaspar, 106 (próximo ao metrô República saída Sete de Abril).
 
{jgxtimg src:=[http://www.portalcapoeira.com/images/stories/Capoeira/eventos/aniver/convitefinal.jpg] width:=[320]}
Clique para ampliar a imagem
 
Outras Matérias relacionadas ao Mestre:
 
Para acompanhar a agenda do Mestre Ananias: www.uirapurubr.com.br
Rodrigo Bruno Lima
Uirapuru Assessoria Cultural
www.uirapurubr.com.br
 
Fotos: Zé Amaral

Capoeira: Nova revista na praça

O mundo da capoeira conta com mais um veículo de comunicação impressa.
 
São Paulo, minha terra, de onde sou fruto e por onde aprendi meus primeiros passos, na vida e na Capoeira. É gratificante saber que a terra continua dando novos frutos, e que a Capoeira não sai da roda. Mais ainda agora com a Revista Na Roda da Capoeira, de Mestre Grande, mestre de diversos outros mestres que fizeram e continuam fazendo a Capoeira paulistana fazer história. Em julho estarei por lá, em minha querida "Terra da Garoa", quem sabe passe novamente pela praça da República, ouvir Mestre Ananias e dueto com Mestre Hélio cantando "eu jogo mas eu não sou, angoleiro… eu brinco mas eu não sou, angoleiro".
Luciano Milani

Read More