Blog

pelourinho

Vendo Artigos etiquetados em: pelourinho

Bahia: Golpes da boa malandragem

Evento realizado no Pelourinho tenta resgatar os macetes e trejeitos típicos da capoeira angola

A história da capoeira angola é tema do evento Linguagem da Malandragem iniciado ontem, no Pelourinho. O encontro, promovido pela Escola de Capoeira Angola Irmãos Gêmeos de mestre Curió, inclui oficinas programadas até quarta-feira, sempre nos mesmos horários – das 10h às 12h, e das 14h às 16h, na sede da escola, na Rua Gregório de Mattos. Com intuito de mostrar a importância da arte, mestres baianos renomados realizam, na quinta-feira, às 18h, uma mesa-redonda para uma discussão, que tem como alvo a forma mais tradicional da arte, que mistura luta e dança.

Integrante da mesa de discussões, mestre Curió, que dá nome à escola, afirma que encontros parecidos foram promovidos outras 19 vezes, sempre com o objetivo de resgatar os valores e a tradição da capoeira angola. “Aquela boa malandragem na capoeira já não é mais vista hoje em dia”, diz o mestre. Segundo Curió, a arte de raíz africana está quase desaparecendo. “Não vamos permitir que ela caia no esquecimento. Afinal, a capoeira está na nossa história e é parte do nosso passado”, lembrou Curió.

Aluna de Curió, a mestra Jararaca considera muito importante a realização de um evento deste porte. “Os macetes, os trejeitos, a verdadeira malandragem da capoeira angola está sendo esquecida”, avalia a seguidora da arte. De acordo com o atual gestor do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia (Ipac) e administrador do Forte de Santo Antônio, Magno Neto, o novo projeto de gestão prevê a valorização de ações educativas, socais e culturais. “Planejamos desenvolver eventos das mais diversas linguagens e manifestações culturais e artísticas”, enfatizou Neto.

A programação continua na sexta-feira, às 18h, quando será celebrada uma missa na Igreja de São Francisco. Às 19h, os participantes farão rodas de capoeira, no Forte de Santo Antônio. No sábado, o evento será encerrado com a realização do tradicional caruru, a partir das 14h. Interessados em participar da programação devem se inscrever no local e obter mais detalhes através do telefone: 3321-0396. Outras informações sobre o Forte de Santo Antônio são através dos telefones 3117-1488 e 3117-1492, do e-mail fortesantoantonio@ipac.ba.gov.br ou pelo blog http://fortesantoantonio.blogspot.com.

Programação do evento

Hoje e amanhã: Oficinas de capoeira – das 10h às 12h e das 14h às 16h, na Escola de Mestre Curió, no Pelourinho.
Quinta-feira, às 18h, será realizada uma mesa-redonda com o tema Capoeira angola: Linguagem da malandragem.
Sexta-feira, às 19h, missa na Igreja de São Francisco, seguida de rodas de capoeira no Forte de Santo Antônio.
Sábado, às 14h, o evento será encerrado, com a realização do tradicional caruru, também no Forte de Santo Antônio.

Fonte: Correio da Bahia – Salvador, Brasil – http://www.correiodabahia.com.br

Bahia: Mostra de fotos reúne beleza da capoeira de angola

A partir desta segunda-feira, 6, das 12 às 18 horas, o Museu da Cidade, no Pelourinho, apresenta mostra fotográfica retratando a trajetória do Grupo de Capoeira de Angola Nzinga, da década de 80 até os dias atuais. A exposição continua até o dia 29 de agosto, com entrada franca.

A mostra conta com a exposição de 50 imagens, em cor e preto e branco, da fotógrafa Rita Barreto, retratando a beleza e os movimentos da Capoeira de Angola Nzinga. Criado há 12 anos, o Nzinga funciona no Alto da Sereia, no Rio Vermelho, e vem realizando um trabalho educativo com crianças e adultos, através do belo ritual da capoeira.

A Capoeira de Angola é uma expressão da tradição afro-brasileira, representando a conjugação de diferentes manifestações culturais que incluem a dança, a música, a dramatização, a brincadeira, o jogo e a espiritualidade

Na ocasião, além de ver as fotos, os visitantes poderão assistir aos filmes mostrando o Nzinga em ação, não só na Bahia, como em outros estados brasileiros e em alguns países. Está programada, ainda, apresentação de uma Orquestra de Berimbaus, dirigida por Janja Araújo.

 
Serviço
 

O quê: Mostra fotográfica – Grupo de Capoeira de Angola Nzinga
Quando: De 6 a 29 de agosto, das 12 às 18 horas
Onde: Museu da Cidade, no Pelourinho
Quanto: Entrada franca.

Museu da Cidade – Lg. do Pelourinho, 03 – Salvador. Tel: (71)3321-1967.

Fonte: A Tarde On Line – Salvador, BA – http://www.atarde.com.br

O GCAP é “Forte”. O “Forte” é Memória…

O Grupo de Capoeira Angola Pelourinho – GCAP, dirigido pelo Mestre Moraes, estará realizando um evento, no período de 11 a 14 de janeiro de 2007, em homenagem ao Forte Santo Antônio Além do Carmo, sede do grupo há 23 anos, recém restaurado e transformado em Forte da Capoeira.
 
O evento intitulado " O GCAP É FORTE. O FORTE É MEMÓRIA…" irá destacar a história da fortaleza enquanto um espaço de memória da cidade de Salvador e de resistência do Grupo de Capoeira Angola Pelourinho.
 
O evento contará com palestras e oficinas de Capoeira Angola ministradas pelo Mestre Moraes.
 
Programação:
 
Local: Forte Santo Antonio Além do Carmo –Salvador- Bahia
 
Quinta-feira:
18:00 h. – Credenciamento
19:00 h. – Mesa redonda: O Forte Santo Antônio Além do Carmo e o Grupo de Capoeira Angola Pelourinho: espaços de memória e resistência Palestrantes: Pedro Moraes Trindade (Mestre Moraes) (GCAP/UFBA) Cláudia M. Trindade (GCAP/UFBA) e Patrícia Pereira (UFBA)
 
Sexta-feira:
9:30h às 11:30h – Oficina de Capoeira Angola ( Mestre Moraes)
14:00h às 16:00h – Relato de experiência do trabalho do núcleo do GCAP de São Luiz do Paraitinga. – Palestrantes: José David Evangelista (GCAP/SLP) e Mestre Moraes
18:00h às 20:00h – Roda de Capoeira
 
Sábado:
9:30h às 11:30h – Oficina de Capoeira Angola
14:00h às 16:00h – Palestra
18:00 às 20:00 h – Roda de capoeira
 
Domingo:
9:00 às 11:00 – Roda de encerramento
 
Valor de inscrição R$ 50,00 que em breve poderá ser feita em nosso site www.gcap.org.br

I Ciclo de Palestras do Forte da Capoeira

O Forte da Capoeira estará realizando um ciclo de palestras com diversos Ícones e assumidades da capoeira, uma ótima oportunidade para quem tiver interesse em aumentar sua bagagem capoeirística e estar frente a frente com grandes nomes da capoeiragem.
As palestras irão abordar diversos assuntos relevantes no contexto da capoeira e irão acontecer em um espaço mágico da Bahia, a ABCA – Associação Brasileira de Capoeira Angola,  casa de tradição no Pelourinho, Salvador.
 
Luciano MIlani
Nos dias 23 a 27/10/2006 o Forte da Capoeira estará realizando seu I CICLO DE PALESTRAS.
 
Inscrições gratuítas e vagas limitadas.
 
Inscreva-se pelo tel: 71 3321-7587 ou pelo e-mail: portal@fortedacapoeira.org.br
 
(envie seu nome, RG e telefone para contato).
 
Programação:
 
Período: 23 a 27/10/2006
Local: ABCA – Associação Brasileira de Capoeira Angola
Rua Gregório de Matos, nº38 – Pelourinho
 
23/10 (segunda – feira)
14:00h – Forte da Capoeira: Perspectivas de Educação, Cultura e Cidadania no Universo da Capoeira.
Palestrante: José Augusto de Azevedo Leal – Superintendente do Forte da Capoeira
 
24/10 (terça – feira)
14:00h – Influências da Religiosidade Africana na Capoeira.
Palestrante: Dr. Ângelo Augusto Decânio – Mestre Decânio
 
16:00h – Preservação do Patrimônio Histórico e Artístico-Cultural.
Palestrante: Claudia Trindade
 
25/10 (quarta – feira)
14:00h – A Saga do Mestre Pastinha.
Palestrantes: Mestre Gildo Alfinete e Mestre Bola Sete
 
16:00h – A Herança de Mestre Bimba – Panorama da Capoeira Regional no Brasil e no Mundo..
Palestrante: Mestre Itapoan
 
26/10 (quinta – feira)
14:00h – A Importância do Estudo e da Pesquisa para a preservação da Capoeira.
Palestrante: Prof. Dr. Pedro Abib
 
16:00h – A Capoeira como Instrumento de Combate à Violência e a Intolerância. Experiência na Comunidade do Vale das Pedrinhas.
Palestrante: Mestre Boa Gente
 
27/10 (sexta – feira)
14:00h – A Recriação do Centro de Cultura Física Regional.
Palestrantes: Manoel Nascimento Machado – Mestre Nenel e a Turma de Bimba
 
16:00h – Projeto Quilombo N’Ganga – Ilha de Maré.
Palestrante: Omo Ogum Keji Asipá – Mestre Moraes
 
Forte da Capoeira