Blog

piloto

Vendo Artigos etiquetados em: piloto

Projeto leva aulas de capoeira a alunos das escolas municipais

A atividade desta semana foi um piloto, que contou com a ajuda de toda a equipe do Centro da Juventude

Cerca de 90 alunos de escolas municipais de Apucarana receberam nesta semana noções de capoeira, em atividade realizada nas dependências do Centro da Juventude. O “aulão de capoeira”, como está sendo denominado, é um projeto-piloto que envolveu alunos de 4ª e 5ª séries da rede municipal de ensino. A intenção é ampliar gradativamente a participação das escolas, atingindo até o segundo semestre deste ano cerca de 600 estudantes.

De acordo com Cristiano Skada, professor de capoeira que ministrou a aula, neste primeiro momento participaram alunos das escolas municipais Albino Biacchi, Marcos Freire, Dr. Joaquim Vicente de Castro, Karel Kober e José de Alencar. “A atividade teve uma palestra sobre os fundamentos históricos da capoeira, além de apresentações, sorteio de brindes, premiação para alunos destaque e claro muito jogo de capoeira”, relata.

O professor afirma ainda que os alunos puderam interagir com colegas das outras escolas através de 3 rodas simultâneas. “A capoeira está sendo implantada em 5 escolas dentro do programa de ensino em tempo integral. A atividade desta semana foi um piloto, que contou com a ajuda de toda a equipe do Centro da Juventude. Agora a intenção é ampliar o projeto, atingindo mais alunos”, projeta.

 

Fontye: Portal da Prefeitura Municipal de Apucarana

Educadores devem defender projeto de sociedade nas escolas

O respeito à diversidade e a inclusão social do negro são temas que precisam fazer parte do currículo do educador segundo Petronilha Beatriz Gonçalves Silva, do Departamento de Teorias e Práticas Pedagógicas da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar). De acordo com a especialista em Ensino Aprendizagem – Relações Étnico-Raciais, os gestores de ensino são defensores de um projeto de sociedade, porém devem ter como meta em seu trabalho a equidade racial.

A afirmação foi feita durante o VII Encontro de Educação Étnico-Racial realizado nesta quarta-feira (9), na sede da Fundação Cultural Palmares (FCP), em Brasília. Organizado pela Coordenação Regional de Ensino do Plano Piloto e Cruzeiro, com o apoio da FCP, o encontro tem como objetivo contribuir para a implementação da Lei 10.639/03, que estabelece a obrigatoriedade do ensino da história e cultura afro-brasileira na rede nacional de ensino.

Compromisso – “O projeto de sociedade defendido por nós professores funciona de acordo com a relação que temos com os alunos, com o conteúdo que transmitimos e com o foco que damos a esses conteúdos”, explica a especialista chamando a atenção ao tamanho da responsabilidade dos gestores. Compromisso que segundo Eloi Ferreira de Araujo, presidente da Fundação Cultural Palmares, tornou-se imensurável com a última conquista da população negra: a aprovação da constitucionalidade das cotas raciais pelo Supremo Tribunal Federal, no último dia 26.

Para o presidente, o país vive um momento que favorece o ambiente da educação. “Uma situação que impulsiona as temáticas da população negra em seus desdobramentos no atendimento a 95 milhões de negros”, afirmou. “Já tivemos a liberdade por meio da abolição e o direito ao ensino a partir da aprovação das cotas. Falta-nos a terra para a qualidade de vida e isso conquistaremos com a educação”, completou.

Propagação – O coordenador Regional de Ensino do Plano Piloto e Cruzeiro, Jeferson Paz, disse que a parceria entre a Regional e a FCP é uma grande oportunidade de proporcionar aos gestores um debate qualificado sobre o ensino da história afro-brasileira. “São pessoas com amplas experiências pessoais e profissionais que podem tornar mais fácil o caminho dessas temáticas das decisões às escolas”, pontuou.

De acordo com Paz, o número de professores dos ensinos médio e fundamental no Plano Piloto é de 4.000. Eles atendem a 47.000 estudantes, 7,83% dos 600.000 que fazem parte da Rede de Ensino do Distrito Federal. “É preciso alertar para o papel cidadão dos professores e estudantes”, ressaltou. “Com apenas um debate como este é possível chegar a pelo menos 30.000 famílias, orientando-as para o combate ao racismo”, concluiu

Presente ao encontro, a deputada federal Érika Kokay, se comprometeu a encaminhar a temática da implementação da Lei 10.639 para debate por meio da Comissão de Direitos Humanos da Câmara. “Precisamos impedir que elementos do passado como o colonialismo, a escravidão e a ditadura invadam a contemporaneidade colocando em risco a tão sonhada democracia”, afirmou. “Para isso, a reafirmação da história é fundamental para a desconstrução de uma cultura que é racista. Nosso objetivo é avançar no cumprimento do que estabelece a Constituição Federal”, concluiu.

Fonte: http://www.palmares.gov.br/

TV Brasil: Estréia “Pulo do Gato”

Estréia no dia 13/04/10, próxima terça-feira, às 18h30, na TV BRASIL, o episódio piloto da mini-série “PULO DO GATO”.

Um programa piloto da TV Brasil que teve como locação a lendária Matriz do Grupo de Capoeira Regional Porto da Barra, conhecida também como o “alçapão do diabo”. O episódio teve como figurantes alguns graduados e alunos do GCRPB, bem como o suporte do Mestre Cabeludo.

Sinopse: Um jovem entregador de marmitas da Ribeira, em Salvador, procura descobrir na capoeira a melhor maneira de enfrentar as dificuldades econômicas, o difícil relacionamento com a mãe, a ausência do pai e o tumultuado relacionamento com a namorada.

  • Autor: Alam Miranda da Silva
  • Produtora: A Ilha Filmes Locações e Produções, BA.

Elenco

Alan Miranda – Alan
Maria Bela – Janaína
Thaís Mensitieri – Rose
Edvana Carvalho – Regina
Maria da Salete – Dona Mariana
Eloá Miranda – Lorena
Narcival Rubens – Dorival
Luis Pepeu – Mestre Solis
Pisit Mota – Muruim
Vinicio Nascimento – Cadinho
Pedro Albuquerque – Galileu
Duda Silva – Wesley

Mais informações: http://www.tvbrasil.org.br/fictv/pulo-do-gato/index.php


Divulguem para o maior número possível de pessoas. Independente da bandeira e/ou grupo, vale o nosso apoio, pois se trata de mais uma produção televisiva, cujo foco é a Capoeira: a nossa única arte-luta genuinamente brasileira.

Axé e paz para todos!

Formado Crente
Secretário do Grupo de Capoeira Regional Porto da Barra
+55 71 8841-9199

www.mestrecabeludo.com
www.gcrpb.blogspot.com