Blog

primeiros

Vendo Artigos etiquetados em: primeiros

Vem Capoeirar: Festival de Arte, Cultura e Capoeiragem

Associação Sociocultural de Capoeira Regional Bimbaê, realizará nos dias 29 a 31 de Agosto de 2013, o “Vem Capoeirar: Festival de Arte, Cultura e Capoeiragem”, no município de Camaçari/BA, conforme programação anexa.

Dentro do evento, realizaremos o nosso I Concurso de Quadras e Corridos da Capoeira Regional. Os três primeiros colocados receberão premiações em dinheiro (totalizando R$ 800,00).

 

Inscrições e maiores informações: capoeirabimbae@gmail.com

 

Você é nosso convidado!

Assista nosso vídeo convite:

{youtube}Xxvovzrvaes{/youtube}

Convenção da Diversidade

Brasil é o único país Sul Americano a compor Comitê Executivo da Convenção da Diversidade

A Quarta Sessão Ordinária do Comitê Intergovernamental da Convenção sobre a Proteção e a Promoção da Diversidade das Expressões Culturais, no âmbito da Unesco, acontecerá em Paris, França, entre os dias 29 de novembro e 3 de dezembro. O Comitê, que é executivo, é um dos três órgãos da Convenção da Diversidade composto por 24 dos 115 países membros, eleitos a cada quatro anos e o Brasil – único país sul americano – cumpre o segundo mandato no órgão.

A delegação brasileira será composta por membros dos Ministérios da Cultura e das Relações Exteriores e chefiada pelo Secretário da SID, Américo Córdula.

A reunião discutirá as diretrizes operacionais dos artigos da Convenção – implementação e funcionamento; a aprovação de uma logo marca para a Convenção; a viabilidade da nomeação de personalidade pública para ser seu Embaixador e ainda questões ligadas ao Fundo Internacional para a Diversidade, como estratégias para dar visibilidade e formas de captação de recursos e avaliação dos primeiros projetos a serem financiados por ele. Atualmente o Fundo tem cerca de U$ 2,9 milhões oriundos de contribuições voluntárias dos países membros.

Os primeiros projetos a serem financiados com esses recursos foram avaliados por uma equipe de especialistas indicados pelos países membros escolhidos  na última reunião do Comitê, em dezembro do ano passado. O Brasil tem três projetos concorrendo, todos elaborados em cooperação com países africanos e latino americanos.

O Brasil leva para essa reunião uma proposta dos países integrantes do Mercosul Cultural (Brasil, Paraguai, Chile, Peru, Uruguai, Argentina e Bolívia), cuja proposta foi elaborada na última reunião de Ministros do MERCOSUL Cultural, dia 20 de novembro, no Rio de Janeiro.

Conheça a Convenção.

http://www.cultura.gov.br/

Clube Nacional de Gymnastica: Uma grande Promessa

Diário de Notícias, RIO, 1º de setembro de 1931

Realizámos um verdadeiro “tour de force”, arrancando de Agenor Sampaio alguns dados sobre a sua longa e proficua actividade sportiva. Muito tempo gastámos em convence-lo, em arranjar argumentos capazes de remover a sua resistencia passiva, porém, diffícil de ser vencida. Triumphámos, finalmente. Assim, podemos offerecer aos nossos leitores algo sobre a vida de Agenor Sampaio.

UM ATHLETA QUE SURGE

Comecei a minha vida sportiva – disse o Sinhôzinho, preliminarmente – em 1904, no Club Esperia de S. Paulo; como socio-alumno. Ahi me mantive até 1905, quando fui para o Club Athletico Paulistano, que foi o primeiro club do Brasil que teve piscina.

Houve um movimento dissidente no football de então, de modo que me transferi para a Associação Athletica das Palmeiras, que havia feito fusão com o Club de Regatas São Paulo. Ahi, em companhia de Itaborahy Lima, José Rubião, Hugo de Moraes e mais alguns amigos, comecei a praticar com enthusiasmo a gymnastica, tendo por exemplo Cícero Marques e Albino Barbosa, que eram, naquelle tempo, os maiores athletas do Brasil.

A CONTRIBUIÇÃO DO CELEBRE AVIADOR EDÚ CHAVES

– Mais tarde ” prosseguiu o nosso entrevistado ” com a vinda de Edú Chaves da Europa, novos ensinamentos nos foram ministrados, dos quaes a luta greco-romana, box francez (savata) e a gymnastica em apparelhos foram os mais importantes.
Em 1907, ingressei no Club Força e Coragem, que obedecia à direcção do professor Pedro Pucceti. Continuei os exercícios que sabia e outros mais, que aprendera com o referido mestre.

OS PRIMEIROS TRIUMPHOS EM LUTA ROMANA

– E praticou desde logo a luta romana?
– Sim, em 1907, obtive os meus primeiros sucessos nesta luta e tive occasião de vencer o torneio da minha categoria.

RIO, CIDADE AMIGA E HOSPITALEIRA

– Em 1908, mudei-me para esta capital, de onde jamais me afastei. O Rio é uma cidade encantadora pelos seus recursos naturaes e captivante pela lhaneza dos cariocas, que são extremamente hospitaleiros.
Fui um dos fundadores do Centro de Cultura Physica Enéas Campello, que teve o seu período de fastigio no sport carioca. Ali, ao lado de João Baldi, Heraclito Max, Jayme Ferreira e o saudoso Zenha, distingui-me em diversas provas em que tomei parte.

Nota complementar:
Para saber mais sobre Mestre Sinhozinho, recomendamos o livro “Capoeiragem do Rio Antigo – Rudolf Hermanny e Mestre Sinhozinho” – 2002, de André Luiz Lace Lopes.

Fonte: www.jornalexpress.com.br

ES: Curso de Formação e Capacitação Pedagógica ao Ensino da Capoeira

 

A todos os capoeiriistas atuantes no ES,

Segue a convocação para o Curso de Primeiros Socorros que ocorrerá nos dias 30 e 31 de Agosto Próximo, informo que apesar de alguns ‘professores de capoeira’ não terem se interessado pela Aula Inaugural, esperamos ve-los nessa próxima etapa que é o mínimo necessário de conhecimento que um verdadeiro ‘professor de capoeira’ deva possuir (curso de primeiros socorros), reiterando que as vagas são limitadas.

Antecipadamente agradecemos a atenção e o carinho sempre recebidos, antecipadamente agradecendo e colocando-nos desde já a inteira disposição de vocês.

Me. Alcebíades Milton Cabral
Presidente – FECAES

Cme. Bert Karl Breuel
Diretor Institucional … – FECAES

Curso de Formação e Capacitação Pedagógica ao Ensino da Capoeira

 

01/22 – Primeiros Socorros

30 e 31 de Agosto de 2008 – Vitória/ES

Descrição do curso:

O curso de “Primeiros Socorros“ é um curso muito importante para os “docentes” / “Professores de Capoeira”, profissionais da área de capoeira e pessoas leigas. Durante o curso o aluno aprenderá várias técnicas de como agir em uma situação onde os primeiros socorros podem ser essenciais para a vida

Público Alvo

Todo e qualquer Docente de Capoeira atuante no Espírito Santo, “Professores de Capoeira” (Monitores, Instrutores, Contramestres, e Mestres da Capoeira), Estagiários (Formados) de Capoeira, Profissionais de educação física, Enfermeiros e Estudantes da área da saúde que desejam prestar serviços de socorros de urgência.

Datas

• 30/08/2008

Sábado – 8:00hs às 12:00hs e das 13:00hs as 19:00hs;

• 31/08/2008

Domingo – 8:00hs às 12:00hs e das 13:00hs as 19:00hs;

Carga Horária: 20 horas

Programa e Carga Horária

o 20 horas/aula
o Cinemática do trauma
o Sinais Vitais e Sinais de Apoio
o Abordagens Primárias Simples
o Técnicas de Desobstrução de Via Aéreas
o RPC (Reanimação Cardio Pulmonar)
o Ferimentos
o Animais Peçonhentos
o Transporte de Vítimas
o – Módulo Especial (Contenção de Hemorragias) Teórico e Prático
o – Módulo Especial (Imobilizações de Fraturas) Teórico e Prático
o Situações cotidianas (ocorrências) de academias de lutas.

Inscrições

Sede Federação de Capoeira do Estado do Espírito Santo – FECAES

Rua Coronel Schwab Filho s/n – SESPORT – antigo DEARES – Bento Ferreira – Vitória/ES – CEP 29050-780

Telefone (fax): (27) 3033-6633

Celular: (27) 8152-8450 / 9825-0727 / 9865-2920

e-mail: fecaes-es@hotmail.com

Local

Centro de Formação Martinho Lutero – VITÓRIA

Rua xxxxxxxxxxx, 1234 – Bento Ferreira – Vitória/ES.

CEP 00000-000

RS: Liberdade e cultura expressas pela capoeira

Além da luta ideológica e pela liberdade, Zumbi dos Palmares difundiu outra, que até hoje é mantida como uma forte herança do povo negro: a capoeira. O contra-mestre Maoacir Fanfa, o Moa, é um dos responsáveis por esse trabalho de resgate da identidade étnico-cultural dos afro-brasileiros em Santa Cruz do Sul. E, mais do que isso, atua como um promotor da liberdade, expressada, para ele, por meio da construção da auto-estima e da inclusão social.
 
São essas lições que Moa costuma passar aos pequenos alunos das aulas de capoeira que acontecem todas as quartas-feiras no pólo comunitário do Bairro Menino Deus, em parceria com a Fundação Gazeta. “Os encontros, muitas vezes, são uma forma de manter os jovens longe das ruas, afastando-os da violência.”
A capoeira, diz Moa, nasceu na senzala, como um dos primeiros movimentos sociais surgidos no Brasil, de um povo que nunca aceitou a escravidão.
“E hoje está inserida na cultura mundial. É uma arte que integra pessoas de todas as classes e raças e difunde o objetivo de Zumbi. Enfim, é um instrumento de união”, afirma.
Como Moa, outros “filhos de Zumbi” ajudam a espalhar a herança dos antepassados. Um deles será homenageado nesta segunda-feira, na Câmara de Vereadores, como Destaque da Cultura Negra. Fábio Alex de Oliveira começou na capoeira em um projeto beneficente em 1991, aos 12 anos. Hoje é professor formado pela Associação Ginga Sul e também trabalha com jovens carentes do município.
 
Gazeta do Sul – Santa Cruz do Sul – RS – http://www.gazetadosul.com.br