Blog

produzido

Vendo Artigos etiquetados em: produzido

Artes da Capoeira – Documentário produzido pela TVE Bahia

A TVE Bahia traz uma homenagem aos grandes capoeiristas da Bahia com a exibição do “Artes da Capoeira” no Especial Consciência Negra.

O documentário é um misto de imagens e depoimentos dos grandes mestres da capoeira, com trechos com a participação de historiadores, músicos e outros artistas, que ajudam a conhecer melhor essa expressão cultural através de suas origens. Além de mostrar a importância histórica desse legado, a musicalidade, os movimentos, a forma de dançar e a religiosidade que envolve o ritual da capoeira estão presentes nesse documentário produzido pela TVE Bahia, com direção de Josias Neto.

Parte 1
{youtube}dBjatmLvT_g{/youtube}

Parte 2
{youtube}VC3HuiXw9mU{/youtube}

Parte 3
{youtube}vcV8GQM51VI{/youtube}

Videos postados pelo parceiro e colaborador Teimosia

 

Artes da Capoeira fez parte da programação especial da TVE Bahia, em homenagem ao 20 de Novembro, Dia da Consciência Negra, com filmes e documentários que colocam a identidade negra  em destaque, ressaltando a importância e valorizando a cultura afro-brasileira.

Toda a programação da TVE Bahia pode ser conferida, também, através do portal www.irdeb.ba.gov.br.

ASCOM – Assessoria de Comunicação
Secretaria de Comunicação do Estado da Bahia

IRDEB / TVE Bahia / 107.5 Educadora FM

ascom@irdeb.ba.gov.br
assessoriairdeb@gmail.com

Grupo de Capoeira Nosso Senhor do Bonfim comemora 10 anos de atividades

Foi com muita alegria que o Grupo de Capoeira Nosso Senhor do Bonfim e a Associação Desportiva e Cultural de Capoeira “Filhos de Cananéia” completou 10 anos de Batizados e Troca de Cordas. O evento que marcou essa data aconteceu nos dias 15, 16 e 17 de outubro em Cananéia – SP e contou com a participação de capoeiristas de diversas cidades, como: Passos (MG), Franca, Jundiaí, São Paulo, Santos, Registro, Iguape, Juquiá, Pariquera-Açu e até do Estado de Alagoas, com a participação do Mestre Girafa, que usa uma prótese em uma das pernas.

O evento começou na sexta-feira (15) com uma roda de capoeira na Colônia de Pescadores para os participantes que chegaram nesse dia. No sábado (16) as atividades aconteceram no Ginásio Mário Covas com rodas de mestres e troca de graduação de alunos e professores e continuou noite a dentro na Praça da Tiduca, com apresentações culturais do Grupo de Dança Órus coordenado pela professora Cláudia, roda livre de capoeira, mostra do vídeo “Iê – Na volta que o mundo deu…” produzido pelos alunos do Grupo de Capoeira Nosso Senhor do Bonfim e fechou com o grupo de forró “Trio Pé do Morro” de Iguape. Já no domingo (17) ocorreu o Batizado dos alunos iniciantes e a tradicional “peixada com capoeira”, almoço de confraternização entre os participantes.

“Foi um evento bem significativo para o Grupo de Capoeira Nosso Senhor do Bonfim, que apesar das dificuldades encontradas diariamente, vem desenvolvendo um belo trabalho esportivo, cultural, inclusivo e principalmente educacional, como foi o vídeo produzido pelo alunos do grupo que conta a história de um garoto usuário de drogas que muda sua vida quando conhece a capoeira e o acolhimento que ela proporciona…” desta Cleber Rocha Chiquinho, aluno estagiário do grupo de capoeira.

Vale ressaltar o apoio que a Colônia de Pescadores Z-9, o Ponto de Cultura Caiçaras, a Associação Rede Cananéia e todos que direta e indiretamente ajudaram na concretização desse evento.

Fonte: http://diariodeiguape.com

Documentário: A Capoeiragem na Bahia

Documentário produzido pela TVE Bahia no ano de 2000, vale como uma importante referencia cultural aos capoeiristas dispostos a conhecer mais sobre a capoeira da Bahia… uma boa dica para a sua videoteca!
Luciano Milani


A Capoeiragem na Bahia, produzido pelo Instituto de Radiodifusão Educativa da Bahia / TV Educativa (IRDEB/TVE), documenta a capoeira, uma manifestação tão enraizada na cultura baiana, mas que, até então, não havia sido registrada em profundidade pela televisão e pelo cinema locais. O documentário aborda a questão controvertida das origens históricas da capoeira, sua imbricação africana-ameríndia-ibérica, sua relação com o Candomblé e as tradições desta dança/luta que se tornou um símbolo da manifestação corporal expressa no viço da ginga baiana. Além de enfocar as mudanças ocorridas na tradição e o surgimento das novas lideranças, o vídeo exibe imagens raras de duas grandes personalidades da capoeira da Bahia, os mestres Pastinha e Bimba – retiradas de películas das décadas de 50 e 60, telecinadas para exibição em TV pelo IRDEB -, e depoimentos de mestres da atualidade, do escultor Mário Cravo Júnior e do médico, ex-capoeirista e vice-governador Otto Alencar, que fala do preconceito de 30 anos atrás contra os que jogavam capoeira. A Capoeiragem na Bahia é o 33º documentário do Projeto de Mapeamento Cultural e Paisagístico da Bahia, uma iniciativa do IRDEB / TVE.

Título: A Capoeiragem na Bahia
Série:
Documentários
Duração:
57’
Gênero: Documentário

Sistema de Gravação: NTSC/Betacam
Realização: IRDEB/TVE/IAT
Ano: 2000

http://www.irdeb.ba.gov.br/videvideosacapoeiragemnabahia.htm

Mestre Traira

Mestre Traira
José Ramos Do Nascimento, Capoeira de fama na Bahia, marcou época e ganhou notabilidade ímpar na arte das Rasteiras e Cabeçadas. Nodisco fonográfico, produzido pela Editora Xauã, intitulado "Capoeira" – hoje uma das raridades mais preciosas para os estudiosos e adeptos desta Arte – tem presença marcante envolvendo a todos os ouvites. Sobre a beleza e periculosidade do seu jogo, assim se referiu Jorge Amado: "Traíra, um cabloco seco e de pouco falar, feito de músculos, grande mestre de capoeira. Vê-lo brincar é um verdadeiro prazer estético. Parece bailarino e só mesmo Pastinha pode competir com ele na beleza dos movimentos, na agilidade, na rigidez dos golpes. Quando Traíra não se encontrana Escola de Waldemar, está ali por perto, na Escola de Sete Molas, também na Liberdade". Mestre Traíra também teve importante participação no filme "Vadiação", de Alexandre Robatto Filho, produzido em 1954, junto aos outros grandes capoeiristas baianos como Curió, Nagé, Bimba, Waldemar, Caiçara, Crispim e outros."
Read More