Blog

rádio

Vendo Artigos etiquetados em: rádio

Curso Gênero, Raça e Etnia

Tem início nesta quarta-feira, dia 31 de agosto, o Curso Gênero, Raça e Etnia Para Jornalistas, resultado da colaboração da Federação Nacional dos Jornalistas – Fenaj e ONU Mulheres. Tendo como local o Sindicato dos Bancários, das 18h às 22h, haverá parte teórica e outra prática, com a jornalista Cleidiana Ramos. O mini-curso segue na quinta-feira, no mesmo local e horário. Esta era uma antiga reivindicação do Núcleo de Jornalistas Afrobrasileiros doSindicato dos Jornalistas Profissionais do Rio Grande do Sul, que está completando dez anos de existência.

A procura por parte de jornalistas e estudantes de Jornalismo superou a expectativa, criando uma lista de espera. O número de vagas inicialmente previsto de 50 participantes, aumentou para 60 visando atender um universo maior de interessados. A cobertura em tempo real vai estar no portal do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Rio Grande do Sul – www.jornalistas-rs.org.br, no blog do curso – generoracaetniaparajornalistas.wordpress.com, e respectivas redes sociais.

 

A redação fala sobre gênero, raça e etnia: Folha de S. Paulo, Correio Braziliense, CBN, TV Brasil, Rádio Nacional e Grupo RBS

Este material foi gerado para o Curso de Gênero, Raça e Etnia para Jornalistas. Agradecemos às/aos colegas pelo tempo cedido no meio da correria do trabalho e pela riqueza do debate: Eliane Cantanhede, Jacqueline Saraiva, Jorge Freitas, Luiz Armando Vaz, Mara Régia, Maria Honda, Rosana Hessel, Tereza Cruvinel e Vicente Nunes. A “conversa entre jornalistas” faz parte da metodologia do Curso de Gênero, Raça e Etnia para Jornalistas, que tem o objetivo de evidenciar os desafios e as possibilidades traçadas por profissionais com atuação em redações de jornal, rádio, TV e internet. A “conversa entre jornalistas” é bastante objetiva e não foge do assunto nem mesmo quando a cobertura de gênero, raça e etnia parece uma questão difícil de responder. Disponível também no www.youtube.com/grejornalistas.

 

Eliane Cantanhede – colunista da Folha de S. Paulo e colaboradora da Globo News

Vídeo 1 – notíciaVídeo 2 – melhoria da cobertura diária | | Vídeo 3 – mulher no Jornalismo Vídeo 4 – raça e etnia no noticiário

Jacqueline Saraiva – repórter do Correio Web

Vídeo 1 – notíciaVídeo 2 – melhoria da cobertura diária | | Vídeo 3 – mulher no JornalismoVídeo 4 – mulheres negras no Jornalismo

Jorge Freitas – repórter de Economia do Correio Braziliense

Vídeo 1 – notíciaVídeo 2 – melhoria da cobertura diária Vídeo 3 – pauta de gênero, raça e etnia |

Mara Régia – jornalista e apresentadora da Rádio Nacional Amazônia

Vídeo 1 – notíciaVídeo 2 – melhoria da cobertura diária | | Vídeo 3 – mulher no Jornalismo |

Maria Honda – produtora da Rádio CBN

Vídeo 1 – notíciaVídeo 2 – melhoria da cobertura diáriaVídeo 3 – melhoria da cobertura diária 2Vídeo 4 – povos indígenasVídeo 5 – mulher no jornalismo

Luiz Armando Vaz – radialista e repórter fotográfico do Grupo RBS

Vídeo 1 – notíciaVídeo 2 – melhoria da cobertura diária |

Rosana Hessel – repórter especial do Correio Braziliense

Vídeo 1 – notíciaVídeo 2 -melhoria da cobertura diária | | Vídeo 3 – papel das mulheres no jornalismo |

Tereza Cruvinel – diretora-presidenta da EBC (Empresa Brasil de Comunicação) | Vídeo 1 – notíciaVídeo 2 – melhoria da cobertura diária |

Vicente Nunes – editor de Economia do Correio Braziliense

Vídeo 1 – notíciaVídeo 2 – melhoria da cobertura diária |

Mato Grosso: Juara sediará o maior Intercâmbio de Capoeira do Estado

Juara sediará nos dias 16 e 17 de Julho o Maior Encontro de Capoeira de Mato Grosso que deverá contar com a participação de Capoeiristas de 05 países. O 8° Intercâmbio de Capoeira e o 1° Encontro Internacional de Capoeira de Juara promete ser o melhor já realizado em Juara e irá ganhar grande destaque na mídia nacional.

O 7° Intercâmbio de Capoeira realizado no ano passado em nossa cidade contou com a participação expressiva de capoeiristas de outras cidades e de outros estados da federação, sendo o maior evento de capoeira da história de Juara. Agora um evento maior deverá ficar registrado na história do esporte Juarense.

Segundo o Professor Valdson Portela, isso só foi possível graças às parcerias que foram firmadas, como a Prefeitura de Juara e Associação Abencsoe. O local das rodas e disputas ainda será definido, mas poderá ser no Ginásio de Esportes Ângelo Sinval Riva ou no Centro de Eventos Dr Geraldo.

A intenção da comissão organizadora é fazer com que os pais, a família como um todo, prestigie e acompanhem seus filhos no evento, abrilhantado ainda mais o esporte. Já estão confirmados capoeiristas de Nova Zelândia, Venezuela, Estados Unidos, Canadá e Espanha, além de diversos outros estados.

“A intenção do evento é passar que a capoeira é um esporte atrativo, que possa crescer mais e ajudar no caráter da criança, buscando melhoria na qualidade de vida, sempre respeitando o próximo”, enfatizou Valdson em entrevista à Rádio Tucunaré.

Durante o 8° Intercâmbio de Capoeira e o 1° Encontro Internacional de Capoeira de Juara será lançado oficialmente o primeiro CD de Capoeira do Estado de Mato Grosso com composições do Mestrando Bicudo de Tangará da Serra. É um evento que promete muito e com certeza ficará na história de nosso município.

Fonte:Rádio Tucunaré

Retirado de : http://www.tosabendo.com

Barra de ferramentas do Portal Capoeira

Barra de ferramentas do Portal Capoeira

O Melhor do nosso Portal
Receba nosso conteúdo mais recente mostrado diretamente no seu navegador, não importa onde você esteja… As principais notícias, videos, rádio… de forma rápida e dinâmica!!!
LINKs escolhidos a dedo
Acesso direto aos melhores links do Portal Capoeira. Verifique todos os nossos sites favoritos e compartilhe seus melhores links conosco
Caixa de Pesquisas usando Google
Pesquise a Internet, nosso site e outros locais úteis, não importando onde você esteja na rede
Alertas na sua Área de Trabalho
Receba as nossas notícias e atualidades mais importantes instantaneamente, além de ter acesso direto aos seus e-mails e as principais fontes de notícias da internet.

 

Corrija erros de digitação no seu webmail, traduza páginas e conteúdo online, ouça sua rádio preferida, assista a videos, fotos, adicione Gadgets e muito mais!!!

 

 

Barra de ferramentas do Portal CapoeiraA Barra de Ferramentas do Portal Capoeira permite que você acesse suas urls preferidas, links para o Portal Capoeira e outras funcionalidades de qualquer computador pessoal com o software instalado e uma conexão de internet. Para ter estes benefícios você deve fazer o download do software gratuito mas não precisa ser um usuário registrado no Portal Capoeira. Entretanto ser um usuário logado ao Portal Capoeira lhe permite acesso a diversos serviços gratuitos direcionados ao universo da capoeiragem.

Para instalar a Barra de Ferramentas do Portal Capoeira, clique aqui.

Rádio Portal Capoeira

Em parceria com Mestres, Professores e Artistas envolvidos com a capoeira, o Portal Capoeira disponibiliza uma estação de rádio totalmente dedicada a capoeira. Ouça o som do berimbau e entre neste roda.

Read More

Rádio, Mídia & Capoeira – Uma união que tem Dendê!!!

A Rádio Nova Brasil FMwww.novabrasilfm.com.br , pelo segundo ano consecutivo, através de sua equipe de jornalistas, mais especificamente da Jornalista Cristiane Tavares, que organiza, dentro do Programa RADAR a seção "Clique aqui", nos encheu de alegria nos deu uma injeção de ânimo e força para continuar dia após dia com a trabalho sério e responsável do Portal Capoeira.
 
O PORTAL CAPOEIRA, hoje considerado um dos mais importantes sites especializados da capoeira, foi escolhido pela Rádio Nova Brasil FM, em homenagem ao dia do capoeirista, para ser a dica do dia do CLIQUE AQUI, além de ter sido publicada no site da radio a dica também foi veiculada na emissora durante o programa RADAR que diariamente trata de atualidades, notícias e assuntos de grande relevância, além de uma excelente seleção musical onde a MPB é a grande homenageada.

Muito Obrigado a Rádio Nova Brasil FM pela homenagem ao dia do capoeirista e pelo reconhecimento de que a capoeira a cada dia vem se fortalecendo e se unindo em prol da verdadeira essência de nossa "arte": A Cidadania e a camaradagem.

 
Luciano Milani
 
Artigo Publicado no site da Rádio Nova Brasil FM:
 
O Clique Aqui de hoje vem cheio de ginga para celebrar o dia do capoeirista.

Em www.portalcapoeira.com o internauta acompanha vídeos e fotos sobre esta luta, ou jogo, ou brincadeira, como preferir, praticada por seis milhões de pessoas no Brasil. Confira publicações e artigos sobre o tema, consulte o dicionário da capoeira, saiba o que é um "aú" e uma "meia lua de compasso". Acesse também a CapoWik, nos moldes da wikipedia, uma enciclopédia capoeirística escrita de modo colaborativo por muitos de seus leitores e adeptos da modalidade.

O admirador da capoeira ainda acompanha o release do filme "Mestre Bimba, A Capoeira Iluminada", de Luiz Fernando Goulart, que estréia dia dez nos cinemas. Conheça também o perfil de outros mestres, como o Mestre Decânio, da capoeira da Bahia.

Regida pelo toque de berimbau, a capoeira simula intenções de ataque, defesa e esquiva, ao mesmo tempo em que exibe habilidade, força e autoconfiança. Como diz Mestre Pastinha, "capoeira é um jogo, é um brinquedo, é de respeitar o medo, e dosar bem a coragem".

Acesse www.portalcapoeira.com, dica com muito "axé" captada pelo Clique Aqui.

 
Fonte: Rádio Nova Brasil FM – Editoria RADAR (Clique Aqui) – http://novabrasilfm.com.br

Capoeirista versátil

Mestre Boa Gente, 60 anos, já fez incursões pelo samba, maculelê, rádio e teatro

Mestre Boa Gente desenvolve um trabalho social no Vale das Pedrinhas, ensinando a crianças e jovens carentes:

`Eu aprendo ensinando´

Quem vê o andar gingado de mestre Boa Gente, arrastando chinelos e calças brancas pelo Vale das Pedrinhas, nem imagina que ele possua tantas habilidades além da boa e velha capoeira. Iniciado desde os 6 anos nos movimentos da arte africana, Boa Gente conheceu a capoeira em todas as suas vertentes, experimentando diferentes formas de dança e combate. Seus pés calejados já trilharam desde os passos delicados da dança de salão até a brutalidade pujante dos ringues de vale-tudo. E como se não bastasse tanta versatilidade, Boa Gente já fez incursões pelo samba, maculelê, taekwondô, dança afro, rádio, teatro, e o que mais o seu corpo de 60 anos lhe permitir. "A história aqui é longa. É coisa de mais de 30 anos", adverte ele, preparando-se para uma longa entrevista em sua rádio comunitária no Vale das Pedrinhas.

Cercado de alunos carentes do bairro, mestre Boa Gente desenvolve com eles um trabalho social reconhecido no Vale das Pedrinhas e em todos os cantos do mundo. Servindo de tema para um documentário da National Geographic, o dia-a-dia da Associação de Capoeira Mestre Boa Gente já foi exibido para milhões de pessoas ao redor do globo. No terraço de sua casa, em Vale das Pedrinhas, são ministradas aulas gratuitas para mais de 150 crianças, que aprendem com ele os segredos da dança, capoeira, maculelê e até mesmo da locução de rádio, o que comprova a enorme quantidade de conhecimento acumulado. "Eles aprendem um pouquinho de tudo, e aí é que entra a versatilidade: você tem que encontrar o que o outro se adapta melhor", explica ele, deixando óbvio o seu talento para descobrir talentos.

Após as aulas, mestre Boa Gente convida os alunos para participar da elaboração e locução de notícias da rádio comunitária, se inteirando sobre os problemas do bairro onde vivem e conhecendo os princípios da atividade jornalística. "É para tirar a timidez deles nas aulas, aprender a falar", justifica. Criada por ele em 1969, a tradicional Rádio Comunitária de Vale das Pedrinhas divulga notícias gerais e principalmente locais, prestando serviço a toda comunidade. "Aqui é documento, criança que se perde, cachorrinho… se furar um tubo a gente liga para a Embasa", exemplifica ele, enquanto anota a divulgação do enterro de um morador da comunidade.

Atividades diversas

Os trabalhos na rádio e na associação são divididos com o de professor de capoeira dos alunos de uma escola particular, o Colégio São Paulo. Tendo estudado até a 1ª série, mestre Boa Gente acredita que tem aprendido muito com seus alunos. "Eu aprendo ensinando. Hoje, são eles que me ensinam computador", revela modestamente, apontando para um de seus alunos da comunidade.

Pai de quatro filhos, Boa Gente conheceu cedo as artimanhas da capoeira, quando ainda atendia pelo nome de batismo, Vivaldo da Conceição, e vendia nas ruas do interior bananas e mingaus. Na época, ele acabou se mudando de Ibicaraí, "município velho, mas que ninguém conhece", no sul da Bahia, para a cidade de Ilhéus, acompanhando a irmã que acabara de se casar. De Ilhéus para São Paulo, a cidade dos sonhos, seria um pulo, se sua mãe não tivesse exigido que ele fosse para Salvador, local que considerava mais seguro.

Aqui chegando, morador do Calabar, Vivaldo conheceu Mestre Gato, grande capoeirista do bairro, e com ele deu seus primeiros passos e golpes rumo à arte da capoeira. "Naquele tempo, ela era feita na rua, não se fazia em teatro. A capoeira era discriminada, coisa de preto, marginal", conta ele.

Como na rapidez dos movimentos de capoeira, Boa Gente foi se tornando conhecido no meio, e realizou apresentações públicas na academia do famoso mestre Pastinha e na Associação Atlética da Bahia. Com a visibilidade, surgiu seu primeiro convite para o exterior, e lá, nas terras frias da Bélgica, seus golpes de capoeira ficaram marcados entre as manifestações folclóricas de vários países do mundo.

Filho de Ogum

De 1973 para cá, os convites para o exterior não pararam mais: sua capoeira, dança e arte vêm sendo divulgada nos Estados Unidos, em Portugal, Peru, Canadá e, recentemente, no México, onde acaba de receber um convite para reapresentar a peça da qual é protagonista, sobre Zumbi dos Palmares. "Todo ano eu viajo para o exterior. Agradeço a Deus e aos orixás", conta o filho de Ogum, creditando aos convites que recebe à sua versatilidade nata.

Levando a cultura africana aos quatro cantos do mundo, ele já participou de seis documentários estrangeiros, e acaba de voltar de uma viagem a Hollywood, onde ajudou a ensinar capoeira aos dois mais caros atores de artes marciais do cinema americano. "Na primeira vez que fui, fiquei um pouco nervoso. Cair dentro de uma cidade como aquela, sem falar a língua, vindo da periferia de Salvador, do terceiro mundo…", recorda ele, apreensivo. Hoje, a profusão de cartazes, matérias jornalísticas em inglês e fotos no exterior, expostos em sua casa e na rádio comunitária, demonstram que mestre Boa Gente venceu mais essa luta.

Disposto a divulgar a cultura local, ensinando capoeira em várias escolas e universidades do exterior, ele não pensa em morar fora da Bahia. A idade um pouco avançada, assim como o amor pela cultura local, impedem-no de viver no exterior: mestre Boa Gente não saberia viver sem o tempero baiano, o sol do Verão, ou mesmo um bom prato de feijoada. Mesmo assim, seus olhos brilham ao falar das viagens e experiências que viveu, confirmando sua versatilidade e incansável vontade de aprender. Isso porque, nas horas vagas, o capoeirista ainda arranja tempo para estudar inglês, e já fala espanhol com facilidade. "Vou continuar lutando", anuncia o mestre, sempre disposto a dar novos passos na capoeira, na arte e na vida.

Músicas de Capoeira

 
Depois de uma pesquisa que fiz na internet, buscando músicas sobre Capoeira, consegui agrupar + de 100 músicas sobre o tema!

Este documento esta disponivel para download em nosso site na seção de Donwloads.

Se quiser ter s sua música publicada em nossa rádio, entre em contato atraves do seguinte endereço: mail@portalcapoeiras.com

 

* As musicas contidas neste documento (.pdf) são em sua maioria de domínio público.

Para baixar outras músicas e mídias para começar a cantar, Clique aqui.

 

 

 

Luciano Milani editor do Portal Capoeira, vive em Portugal é contramestre e pesquisador