Blog

realizadas

Vendo Artigos etiquetados em: realizadas

Capoterapia oferece 2,5 mil vagas para idosos no DF e no Entorno

Estão abertas 2,5 mil vagas gratuitas para Capoterapia, terapia que adapta capoeira a pessoas da 3ª idade, em 25 locais do DF e do Entorno. As atividades são realizadas por professores voluntários(confira os locais).

Atividades são gratuitas e realizadas por professores voluntários.
Diferença para a capoeira tradicional está no ritmo e na intensidade.

Uma das diferenças da capoeira tradicional para esse novo método está no ritmo e na intensidade. Assim como na capoeira, na capoterapia há a ginga, movimento tradicional da capoeira, e os alunos têm pequenas noções da esquiva, que é o ato de se desviar de um golpe. No entanto, não há saltos nem golpes mais contundentes.

A atividade também é indicada para cegos, pessoas com deficiência mental e cadeirantes. Já quem tem doença cardíaca deve evitá-la.

De acordo com o grupo, que divulga as atividades em um site, as vantagens para idosos são a diminuição da dependência química de remédios para hipertensão, diabetes, colesterol e a recuperação do vigor e ampliação da força e tonicidade muscular. Além disso, faz integração social e amplia o círculo de amizades.

Fonte: http://g1.globo.com/

Contramestre de capoeira César Bacelar divulga projeto em SMT

Esteve em São Miguel do Tapuio, dia 24 de março, o contramestre de capoeira no Piauí, César Bacelar, que veio convidar alunos da capoeira do município, a participarem da Copa “Miudinho Cordão de Ouro” 2012, que será realizada nos dias 20, 21 e 22 de abril, em Teresina.

Na oportunidade o contramestre ministrou algumas aulas para os alunos da capoeira, no galpão da Unidade Escolar José Carlos Pitombeira de Sousa (CNEC), que foram prestigiadas também pelo jovem Pompílio Filho (Pompilim) e sua comitiva.

No evento, estarão presentes delegações de capoeira de várias cidades. As competições serão realizadas nas categorias, masculino, feminino, infantil, juvenil e adulto e terá como objetivo, integrar, incluir, somar e principalmente motivar ao desporto e a cultura.

 

Fonte: http://180graus.com

Permangolinha 2010

Permangolinha , uma pequena intervenção Agropercologica , capoeira Angola , construção natural ,pintura e técnica de adobe , taipa telada além de construção de um pequeno tanque de captação para agua de chuva com Terra cimento e a casa ecológica . Permacultura: Criada na Austrália na década de 70 e atualmente difundida pelo mundo, Permacultura reúne conhecimento tradicional e novas técnicas no intuito de criar soluções permanentes

Permangolinha: De 5 a 8 agosto de 2010

Presenças Confirmadas:

  • Mestre Lua santana (Oca da minhoca)
  • Serelepe (Ipoema)
  • Isabel Modecri (abelhas)
  • Cabelo e Tizza (fazenda ouro verde )
  • Leandro (energia renovável)

 

Contribuição:

Brasileiros $ 150 reais ate o dia 30 de junho com direito a 3 refeicoes e local para acampamento (depois do dia 30,de junho será R$ 200 reais

Estrangeiros – Europa e USA : 150 dolares As inscrições devem ser realizadas por e-mail e com o depósito de R$ 50,00 em conta corrente com comprovante de pagamento scaneado.

O pagamento da inscrição garante a vaga no curso.

As vagas são limitadas

 

E-mail: cobramansa@hotmail.com

deposito em Nome de Cinezio Feliciano Pecanha

Banco -Bradesco
Agencia 03666-8
Conta corrente n. 0523008-0

cpf 3571278335-68

por favor me avisar assim que for depositado obrigado

Projeto Capoeristas do Bem reúne crianças de Mãe Luiza

No bairro de Mãe Luiza, crianças estão aprendendo valores importantes, como disciplina e respeito pelo próximo, através das aulas de capoeira realizadas pela organização não-governamental Casa do Bem. Fundado há oito meses, o grupo de pequenos capoeiristas celebrou, na tarde deste sábado, na Escola Estadual Dinarte Mariz, a troca de cordão, uma mudança de nível no aprendizado dessa dança/luta, herança de nossas raízes negras.

O grupo Capoeiristas do Bem, como é chamado, possui atualmente 26 integrantes, na faixa de 8 a 12 anos. As aulas acontecem três vezes por semana, à tarde, e além de capoeira é ensinado também maculelê, samba de roda, noções de música e fabricação de instrumentos. “Esse trabalho é importante pois temos que mudar a imagem que a sociedade natalense tem de Mãe Luiza. Nosso trabalho aqui é ajudar essas crianças a darem importância ao futuro”, diz o mestre Josenilson “Petinha” , coordenador do projeto.

Pais, amigos e parentes dos capoeiristas-mirins foram prestigiar o evento, formando uma pequena platéia. Fotografando os passos dos filhos estava a auxiliar de cozinha Grace Silva Nascimento, mãe de Lucas, 7 anos, e de Bruno, 8. “É melhor eles estarem aqui do que na rua aprendendo o que não presta”, comenta, visivelmente orgulhosa.

O evento contou com a participação de capoeiristas experientes, que se apresentaram para os alunos do projeto e para os demais presentes, dando um verdadeiro show de técnica e agilidade. No pátio da escola soava berimbau, tambores e cantos.

O presidente da Casa do Bem, jornalista Flávio Rezende esclarece que as aulas de capoeira estão sendo realizadas na Escola Estaual Dinarte Mariz até que a construção da sede própria da ONG seja concluída. “Quando estiver pronta todas as nossas atividades serão transferidas para lá.” Os Capoeiristas do Futuro se apresentam amanhã à noite no Teatro Alberto Maranhão.

 

Fonte: Tribuna do Norte – http://tribunadonorte.com.br

Para saber mais: www.casadobem.org.br.

Projeto social estimula capoeira no Paraná

Oficinas de capoeira, música, confecção de instrumentos e dança estão sendo oferecidas gratuitamente em Curitiba por meio do projeto Desenvolvendo a Capoeira, que começa hoje, dia 8, às 15 horas, no Centro Cultural Edmundo Ferro (Estrada Nova de Colombo, 167. Sta Cândida). Para a abertura das atividades acontece uma grande roda de capoeira com o conceituado Mestre Lua de Bobó, que será o orientador e supervisor das oficinas. As inscrições já estão abertas e podem ser feitas no local ou na Fundação Cultural de Curitiba, na Rua da Cidadania do Boavista. As oficinas tem previsão para acontecer a partir de segunda-feira, dia 10, caso os alunos da rede escolar também tenham retornado às aulas.
Para a assistente social do projeto, Nelma Coutinho, Desenvolvendo a Capoeira vai proporcionar às comunidades do entorno do espaço onde vai ser realizado, a oportunidade de participar das oficinas e apresentações, despertando para uma apropriação dos conteúdos da cultura popular, como forma de educação transformadora. “O resultado esperado é a formação de um grupo que mantenha as atividades culturais apropriadas nas oficinas gerando, assim, uma multiplicação no número de pessoas que terão contato participativo com a cultura popular”, comenta. Ela explica que, para isso, serão realizadas quatro oficinas: Capoeira, danças de roda, construção de instrumentos e musica, ofertando gratuitamente vinte e cinco vagas em cada. As oficinas serão realizadas duas vezes por semana com duração de três horas por dia, totalizando vinte e quatro encontros até o final do projeto.

As oficinas

Além da oficina de capoeira que faz uma fusão de três artes: música, poesia e coreografia e se tornou o mais novo patrimônio cultural brasileiro, o projeto ainda vai apresentar três oficinas: ma de construções de instrumentos musicais – desenvolvendo principalmente com as crianças a parte lúdica na confecção de seu próprio instrumento. E, também, as oficinas de música e danças de rodas que inclui o Tambor de Crioula (ritmo animadíssimo que influenciou nomes como João do Vale, Alcione e Zeca Baleiro), os Samba de Roda (manifestação cultural importante para várias gerações da música baiana associada à capoeira), Afoxé (manifestação afro-brasileira com raízes no povo ioruba, também chamado de Candomblé de rua), Ciranda (dança típica do litoral norte de Pernambuco) e Coco (dança de roda que vão ao centro e desenvolvem movimentos ritmados).
Para ministrar as oficinas de capoeira o Centro Cultural Edmundo Ferro, convidou o Edvaldo Borges da Cruz, conhecido por todos como Mestre Lua de Bobó, e reconhecido internacionalmente pelo seu estilo próprio que mistura habilidade e elegância. O mestre, que há mais de 30 anos vem ensinando a arte e a cultura da capoeira, vai mostrar em Curitiba a sua vocação de educador e sabedoria de conselheiro.
Nas oficinas de música, danças de roda e confecção de instrumentos dos ritmos brasileiros o convidado é Carlos Ferraz. Músico profissional atuando em Curitiba desde 1998 quando veio de Olinda para ministrar aulas de capoeira em Curitiba, Professor Carlinhos – como é conhecido – é capoeirista e arte educador e vai ensinar e apresentar os ritmos da sua região, sempre com a preocupação da preservação e valorização das manifestações artísticas e culturais brasileiras. Após o término das oficinas acontecem quatro apresentações realizadas pelos grupos.
Serviço:

Desenvolvendo a Capoeira. Oficinas culturais gratuitas, sob supervisão do Mestre Lua de Bobó. Abertura sábado, dia 8, às 15 horas, com grande festa e roda de capoeira no Centro Cultural Edmundo Ferro (Estrada Nova de Colombo, 167. Sta Cândida – Ctba PR – ao lado do cemitério municipal da Sta. Cândida). Inscrições para as oficinas: no local todos os dias a partir da 19 horas ou durante as oficinas; na Fundação Cultural da Rua da Cidadania do Boa Vista.

Horário das aulas:
Oficinas: Capoeira: terças das 9:30 ás 11:00 hs; das 15:00 às 16h30 / quintas das 15:00 às 16:30 hs e das 20:00 às 21h30. Música, construção de instrumentos e dança: segundas e quartas das 15:00 às 16h30 / terças e sextas das 20:00 às 21h30.
Mais informações e entrevistas:

RB – Escritório de Comunicação
(41) 3363-7759
Rodrigo Browne (41) 9145-7027

Capoeira Valencia 2009 – Uma Festa de Camaradas

O Grande amigo e camarada Careca, que ao longo dos anos vem amadurecendo e desenvolvendo um fantástico trabalho com a “Luta Regional Baiana” a Regional de Bimba em terras Ibéricas e também no Canadá, convida a todos os amigos e parceiros para o seu evento anual o qual já tive o prazer de participar onde a alegria e a amizade imperam…
 
Vale ainda ressaltar a importância deste evento que tem uma cariz bastante cultural, sempre buscando divulgar as tradições ligadas direta ou indiretamente a Capoeira Regional.
Uma Boa dica para os amantes da capoeira!
Luciano Milani
Convite:

“Capoeira Valencia 2009 – Uma Festa de Camaradas”

O Festival apresenta a Comunidade Valenciana toda a riqueza da cultura Brasileira, tendo a Capoeira como transmissora da mesma. Durantes os 4 dias de festival serão realizados cursos, palestras, espetáculos, rodas, dentre outras atividades realizadas por convidados vindos do Brasil e diversas partes do mundo, alguns dos mais representativos nomes da arte-luta brasileira se encontram, fazendo com que Valencia seja o centro das atenções da capoeira na España.

Data: 30 de Abril à 3 de Maio.
Local: Valencia, Benaguasil, Vilamarxant.
Organiza: Careca – Centro Cultural Capoeira Baiana
Contato:(34) 654 23 24 64
www.capoeirabaiana.net