Blog

rogério

Vendo Artigos etiquetados em: rogério

A Capoeira Angola segundo Mestre Pastinha

Vicente Joaquim Ferreira Pastinha, conhecido como Mestre Pastinha, nasceu em 1889, em Salvador, aprendeu a lutar com um negro de nome Benedito, que, ao vê-lo apanhar de um garoto mais velho, resolveu ensinar-lhe os golpes, guardas e malícias da Angola.

Mestre Pastinha começou a ensinar capoeira em 1910, depois de um período de oito anos na Marinha de Guerra do Brasil. Seu primeiro discípulo foi Raimundo Aberê, que, por sua vez, se tornou um exímio capoeirista, conhecido em toda a Bahia.

{youtube}aowrcvjJ5uE{/youtube}

Vídeo de 1991, comemorativo dos Dez Anos de Atividades do Grupo de Capoeira Angola Pelourinho do Rio de Janeiro, realizado por Antonio Carlos Muricy. 
Editado a partir de uma seleção de vídeos VHS dos arquivos do grupo, reúne grandes bambas, grandes angoleiros, cariocas ou não, como os Mestres Moraes, Neco Pelourinho, Zé Carlos, Braga, Marco Aurélio, Armandinho, Angolinha, Lumumba, Rogério, Valmir, Brinco, Manoel, entre outros.

Apesar da precária qualidade técnica, retrata momentos extraordinários da Capoeira Angola carioca, e inclusive jogos raros, como o “Jogo do Dinheiro”, aqui registrado em dois grandes momentos, um o jogo de Mestre Neco Pelourinho com Mestre Braga, e o outro um jogo entre o Mestre Armandinho e Mestre Zé Carlos.

Traz também um momento raro de violência em uma roda de Angola, quando Mestre Rogério aplica um rabo de arraia em Mestre Lumumba e o atinge em cheio. É extraordinária a calma e serenidade de Lumumba, em se recuperar e responder no jogo, na Capoeira, a Rogério.

Traz reflexões de Mestre Pastinha, o Guardião da Capoeira Angola, e uma pequena história da Capoeira, narrados por Mestre Brinco e Mestre Neco Pelourinho.
Memória da Capoeira Angola carioca, ouro puro.

Rio: 13º Conferência da Fundação Internacional de Capoeira Angola

A FICA-RIO tem o enorme prazer de convidá-lo para 13º Conferência da Fundação Internacional de Capoeira Angola com o tema: Homenagem aos cultos africanos, a realizar-se no Rio de Janeiro / Brasil, no período de 26 a 29 de julho deste ano.
 
Para maiores informações entre em contato conosco pelo site www.ficario.org ou envie-nos um e-mail para folhadeangola@yahoo.com.br
 
cordialmente,
 
Contramestre Rogério Teber.

Mestre Rogério: a verdadeira luta pela Capoeira e pela cidadania

Fonte: Campos Online – www.camposonline.com.br
Fotos: Julio Souza 
   
Uma noite de carnaval em Lavras, interior de Minas Gerais, trouxe aos ouvidos de Rogério os primeiros sons do batuque e do berimbau e vislumbrou-lhe os olhos com a descoberta dos movimentos da Capoeira. Na semana seguinte, o menino, que viria a se tornar o mestre Rogério, já procurava iniciar-se no estudo e na prática de todo o universo daquela arte-marcial, que também é dança, esporte, folclore e, acima de tudo, uma herança cultural genuinamente brasileira.
 
Daquela noite carnavalesca do final da década de 70 em diante, a história de Mestre Rogério é de dedicação integral à Capoeira e às crianças carentes. Veio para o estado de São Paulo trabalhar e, principalmente, aperfeiçoar seu treinamento e obter sua formação na Capoeira. Chegou em Campos do Jordão em 1989 e, desde então, tem lutado para impulsionar projetos que misturam Capoeira e cidadania, buscando integrar as crianças carentes à vida social por meio do esporte.
Read More