Blog

segunda

Vendo Artigos etiquetados em: segunda

Maranhão: Franceses aprendem capoeira em Pindaré-Mirim

Franceses são alunos de intercâmbio de capoeira.
Essa é a segunda turma de franceses a vir aprender a luta no Maranhão.

Maranhão… Maranhão… oo… Que saudades do meu Maranhão… oo…

Três franceses apaixonados pela capoeira saíram de seu país para aprender as técnicas da arte marcial brasileira. Serão 15 dias de aprendizado com o grupo Nação Palmares em Pindaré-Mirim.

Os franceses Maria, Simon e Joana são alunos de intercâmbio de capoeira, que vieram da França para aprender todo o gingado e técnicas da arte genuinamente brasileira com o grupo Nação Palmares de Pindaré. O convite foi feito pelo mestre Dorinaldo Oliveira, que já esteve visitando alguns países europeus divulgando essa arte.

Essa é a segunda turma de franceses a vir buscar esse aperfeiçoamento de capoeira em Pindaré-Mirim.

Eles devem passar apenas 15 dias no Brasil, por isso, os treinos são puxados no ginásio de esporte do município.

 

Fonte: http://g1.globo.com

UFMT exibe dois documentários em Cuiabá sobre a história da capoeira

Exibição faz parte do projeto de extensão ‘Quilombo Angola’ da UFMT. Interessados também podem se inscrever para praticar capoeira angola.

Dois documentários sobre capoeira foram exibidos gratuitamente segunda-feira (18) no campus de Cuiabá da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT). A exibição, que faz parte do projeto de extensão “Quilombo Angola – Capoeira Antiga da Angola”, ocorreu as 18h no Centro Cultural da UFMT. O primeiro filme será “A capoeiragem de um mestre e seu bando anunciador” e, o segundo, “Mestre Felipe e Faca de Ticum”, ambos dirigidos por Gabriela Barreto.

No primeiro filme a diretora aborda a trajetória de Gilson Fernandes, o mestre Lua Rasta, que iniciou na capoeira com o mestre Bimba e depois viajou o mundo difundindo a cultura baiana. Além de mestre de capoeira, Lua Rasta também é artesão e pesquisador de instrumentos de percussão, músico e desenvolveu sua experiência de utilização da capoeira como linguagem teatral. Já o documentário “Mestre Felipe e a Faca de Ticum” retrata a tradição cultural de Santo Amaro e mostra a atmosfera em que o Mestre Felipe vive.

Durante todo este ano, o projeto de extensão Quilombo Angola apresentará toda primeira segunda-feira de cada mês um filme ou documentário que conta a história da capoeira e de seus principais mestres. O projeto é coordenado pelo professor Éverton Medeiros, que além de fazer exibições, abre oportunidades aos interessados de praticar capoeira angola mediante inscrições prévias.

Os candidatos em praticar capoeira angola e participar do projeto de extensão devem procurar o professor Éverton Medeiros no Centro Cultural da UFMT, às segundas, quartas ou sextas-feiras, a partir das 17h30.

 

http://g1.globo.com

Tradições e linhagens da capoeira angola baiana são tema do livro Jogo de Discursos, de Paulo Magalhães

Lançamento na Barroquinha conta com música, capoeira e poesia

O lançamento do livro Jogo de discursos – A disputa por hegemonia na tradição da capoeira angola baiana abrirá as comemorações da semana da consciência negra em Salvador. O evento será realizado no dia 19/11/2012, segunda-feira, a partir das 18h, no Espaço Cultural da Barroquinha. Além da apresentação da publicação, haverá uma apresentação músico-poética do grupo Vira Saia, roda de capoeira angola, coquetel e confraternização.

Fruto da dissertação de mestrado em Ciências Sociais do jornalista Paulo Magalhães,Jogo de discursos trata da diversidade de tradições relativas às diferentes linhagens e heranças na capoeira angola, trazendo uma vasta pesquisa na imprensa baiana e entrevistas com 18 mestres. Publicado pela EDFBA, o livro será comercializado neste dia por um preço especial de lançamento.

O lançamento do livro integra as atividades do evento O Sabor do Saber Ancestral, realizado pela ACANNE (Associação de Capoeira Angola Navio Negreiro) no período de 19 a 24 de Novembro de 2012, composto por uma semana de rodas, oficinas e vivências, tendo como fio condutor a relação entre a ancestralidade, a cultura, as lutas e os valores civilizatórios de matriz africana.

 

Sobre o autor

Paulo Andrade Magalhães Filho é jornalista pela UFMG, especialista em Educação e Relações Étnico-Raciais pela UESC e mestre em Ciências Sociais pela UFBA. Fundador da revistaAngoleiro é o que Eu Sou (BH – MG), foi consultor dos Encontros Pró-Capoeira realizados pelo IPHAN e membro da organização do I Seminário Baiano de Proposição de Políticas Públicas para a Capoeira. Ex-secretário da Associação Brasileira de Capoeira Angola, atualmente compõe a Coordenação de Patrimônio Cultural do Fórum de Cultura da Bahia.

 

Serviço

O quê: Lançamento do livro Jogo de discursos – A disputa por hegemonia na tradição da capoeira angola baiana

Quando: 19/11/2012, segunda-feira, às 18h

Onde: Espaço Cultural da Barroquinha (Praça Castro Alves, Salvador – BA)

Quanto: Entrada gratuita

 

Maiores informações:

 

Paulo Magalhães

(71) 8741-1251 / 9273-7765

paulomagalhaes80@gmail.com

 

Associação de Capoeira Angola Navio Negreiro

Rua do Sodré, nº 48, Largo Dois de Julho

Salvador – Bahia – Brasil

acannemestrerene.blogspot.com

PFC Manhuaçu é sucesso na segunda edição

As dependências do Ginásio Poliesportivo Osvaldo Sad ficaram lotadas no último sábado, dia 9, para acompanharem a luta de artes marciais mistas que conquistou o Brasil. Esta foi à segunda edição do PFC Manhuaçu com lutadores da cidade e dos municípios de Lajinha, Caratinga, Alegre, Matipó, Iúna, Teófilo Otoni e Belo Horizonte.

A sigla MMA, que significa artes marciais mistas, inclui golpes de luta em técnicas de luta no chão vem chamando a atenção e novos adeptos. As artes marciais podem ser praticadas como sendo um esporte de forma regular ou em torneios, em que dois concorrentes tentam derrubar um ao outro.

O coordenador do evento, Jefferson Rocha destaca a importância do PFC Manhuaçu. “Isso está fazendo crescer a vontade de muitos praticarem o MMA. São combates que utilizam uma grande escala de técnicas permitidas, como golpes com os punhos, pés, cotovelos, joelhos, além de técnicas de imobilização, como lances e alavancas”, explica. O coordenador espera que, a partir de agora a cidade fique conhecida também como a “terra do MMA”, numa comparação com a força que o café tem. “Colocamos uma estrutura de padrão internacional, já que temos muitos atletas profissionais, que disputam MMA em outros estados e estiveram em Manhuaçu”, ressalta Jefferson Rocha.

VEJA AS PRINCIPAIS FOTOS

Marco Antônio (Marcão) se diz otimista depois da 2ª etapa do MMA e pede aos empresários que dêem o apoio necessário para patrocinarem o esporte na cidade. Marcão enaltece que outras regiões já estão tendo notícias do nível do evento de Manhuaçu e querem que as apresentações também aconteçam em outras partes do estado de Minas e Nordeste. “O MMA é uma modalidade de luta em que os praticantes não precisam seguir necessariamente um estilo específico de luta, por isso o nome de Artes Marciais Misturadas. O importante é que estamos fazemos algo de bom para Manhuaçu”, garante Marco Antônio.


RESULTADO DO CARD DO PFC MANHUAÇU 2ª ETAPA

No primeiro combate, Edinho – Capoeira Corpo e Ginga – Manhuaçu conseguiu vencer pela desistência de David Dutra – Jiu-jitsu – Academia Pit Bull – Manhuaçu.

Na segunda luta da noite, Pires – Jiu-jitsu – Equipe União – Iúna – ES venceu por submissão o lutador de Jiu-jitsu Vagner – Jiu-jitsu – Lajinha.

Já no terceiro combate, Plinio Ferreira – Jiu-jitsu- Equipe Fight Center – Lajinha superou Thiago Monteiro – Jiu-jitsu- Equipe Detroit MMA Belo Horizonte. Também finalizou a luta por submissão.

Henrique Batista – Equipe Maguila JJ Team / Full House e Detroit MMA – Linhares – ES venceu o capoeirista Bruno Ricardo – Capoeira Corpo e Ginga – Matipó, também por submissão.

Ratinho – Jiu-jitsu – Caratinga venceu Jorge “Wolverin” – Jiu-jitsu – Governador Valadares.

Asci – Jiu-jitsu – Equipe União – Iúna – ES venceu Rodrigão Jiu-jitsu – Equipe Detroit MMA – Belo Horizonte.

Lucas Gil – Jiu-jistu – Equipe One Teófilo Otoni  venceu por nocaute técnico Fernando “Pé Quente”, da Capoeira – Vilanova (Manhuaçu).

Ulisses – Sanshou – Equipe Strikers – Alegre ES superou por nocaute Ailton “Punho de ferro” – karate, capoeira – Santo Antônio do Grama – MG

http://www.portalcaparao.com.br

Dez municípios reúnem mulheres em Salvador para debate sobre políticas públicas


Evento do Território Metropolitano elegerá representantes para etapa estadual, que acontece mês que vem

Políticas públicas voltadas à igualdade de direitos entre mulheres e homens, fortalecimento da autonomia feminina, erradicação da extrema pobreza, combate às formas de violência, são temas que estarão em debate na capital, durante a Conferência Territorial de Políticas para as Mulheres, na segunda (24) e terça (25). O evento acontece no Hotel Sol Bahia (Patamares), e vai reunir dez cidades da região, numa parceria entre a Secretaria Estadual de Políticas para as Mulheres (SPM) e municípios.

A discussão deve levantar propostas prioritárias para o III Plano Estadual de Políticas para as Mulheres (PEPM), a ser executado nos próximos anos. Entre os desafios que cercam a Bahia está a redução dos altos índices de agressão às mulheres. Somente entrejaneiro de 2009 e dezembro de 2010, mais de 65 mil foram ameaçadas; mais de 38 mil mulheres sofreram algum tipo de lesão corporal dolosa; 750 sofreram tentativa de homicídio. Também foram registrados 815 estupros e 474 casos de mulheres vítimas de homicídio doloso.

 

Sobre a SPM/BA – A Secretaria Estadual de Políticas para as Mulheres (SMP/BA) foi criada em maio deste ano, na perspectiva de ampliar e consolidar ações para o segmento. Foram estabelecidos dois eixos de ação: Autonomia das Mulheres e Enfrentamento da Violência Contra a Mulher, temáticas determinantes para a melhoria da qualidade de vida das mulheres baianas.

 

Serviço

O quê: Conferência Territorial de Políticas para as Mulheres

Quando: 24 (segunda) e 25 (terça) de outubro de 2011

Onde: Av. Manuel Antônio Galvão, 1075, Patamares – Salvador/BA

Horário: Abertura dia 24, às 09hs

 

Sugestão de fonte da SPM/Governo da Bahia:

Secretária Estadual de Políticas para as Mulheres, Vera Lúcia Barbosa

 

Assessoria de Imprensa:

71 3117- 2819

Kleidir Costa (71 8224-2737) Mais informações ● Municípios presentes no evento (Território Metropolitano de Salvador – TMS):

Camaçari, Candeias, Dias D’Ávila, Itaparica, Lauro de Freitas, Madre de Deus, Salvador, Simões Filho, Vera Cruz, Salinas da Margarida.

 

● Total de delegadas eleitas nos municípios: 190 mulheres

 

● No evento serão eleitas representantes para a III Conferência Estadual de Políticas para as Mulheres, que acontece no mês que vem, também em Salvador.

● O tema central da conferência territorial é: a análise da realidade baiana social, econômica, política e cultural e dos desafios para a construção da igualdade de gênero e avaliação e aprimoramento das ações e políticas que integram o II Plano Estadual de Políticas para as Mulheres (PEPM) e definição de prioridades para a construção do III PEPM.

Projeto Ginga Menino, do Grupo Capoeira Aliance, obtém títulos

O Projeto Ginga Menino, do Grupo Capoeira Aliance, é uma iniciativa social que vem gerando proveitosos frutos a partir do trabalho realizado pelo mestrando Binha. O movimento leva a arte da capoeira para diversos bairros de Maringá e cidades da região, contando com mais de 250 participantes.

E a iniciativa já se reflete nos resultados que componentes têm conseguido nas competições no Estado e até nacionais, apesar das dificuldades com a ausência de patrocínios.

No mês de setembro, por exemplo, os alunos conseguiram 23 vagas para disputar, em Araras, São Paulo, a segunda edição do Word Champions de Capoeira (Jogos Mundiais).

Mas a falta de recursos permitiu que apenas quatro componentes viajassem para o evento. Duas honrosas posições foram conquistas. Jonathan Henrique Resende Botelho da Silva foi quarto colocado na categoria 14 a 16 anos e o mestrando Binha obteve o vice-título entre os profissionais.

No início deste mês, o Grupo Capoeira Aliance, através do Projeto Ginga Menino, se destacou no Festival Nacional de Capoeira, em Paranavaí. Onze títulos foram conquistados pelos alunos com idades entre 4 e 15 anos.

Nicolly da Silva (4 a 6 anos) e Guilherme Rodrigues (13 a 15) ficaram com o primeiro lugar no pódio em suas respectivas categorias; Marcelo Pancieira (10 a 12 anos), Tathiane Zambeli ((11 a 13 anos), Maicon Pancieira (13 a 15 anos) e Joaquim Vinicius (graduados) voltaram com vice-títulos; a terceira posição foi conquistada por Victoria Neves (11 a 13 anos), Douglas Frantiesco (graduados), Rosiane Lugao (amadora feminina) e mestrando Binha (profissional). Resultados que, no geral, deram aos maringaenses a segunda posição entre todas as equipes. O objetivo do grupo agora é conseguir apoio para disputar o Brasileirão de Capoeira, evento que terá a cidade de São Paulo como sede no mês de dezembro.

 

O Diário do Norte do Paraná – http://www.odiario.com

Pinda tem campeão mundial de capoeira Estilo Contemporâneo

O estilo Capoeira Contemporâneo tem no pindamonhangabense Elthon Luiz de Souza Rocha o novo campeão mundial.

No Rio de Janeiro, de 19 a 21 de agosto, Elthon conseguiu o título mundial na categoria juvenil, enfrentando competidores do mundo inteiro. Foi o 6º Campeonato Mundial de Capoeira Muzenza, que aconteceu no Teatro da Universidade estadual do Rio de Janeiro (UERJ).

Eu consegui essa vitória, sem nenhum patrocínio, mas estou feliz, tive uma recepção muito legal. Nessa semana iniciei uma atividade em Taubaté, estou com um trabalho lá todas as terças e quintas e estamos com um trabalho aqui em Pinda, de segunda a quinta.”

O jovem capoeirista nasceu no dia 20 de fevereiro de 1988 e reside no Parque das Nações, em Pindamonhangaba. Começou as atividades na luta de roda quando tinha sete anos, quando tinha como instrutor professor Chakal. Era o projeto ‘Gingando para o Futuro”.
A referência no estilo é o Mestre Busca Longe, nascido em Pindamonhangaba. Contra-Mestre ‘Busca Longe’ vive hoje em Guarulhos onde busca sua evolução profissional e pessoal. “Ele foi pra fora, tornou-se bicampeão mundial e está conseguindo seu espaço. E quando se fala em estilo Contemporâneo, a grande referência mundial, o grande nome do estilo, é o contra-mestre Busca Longe..

A Capoeira Contemporânea é voltada para mais para a arte da luta, não deixando de lado suas tradições e tem uma proposta de evolução. “Aqui em Pindamonhangaba,  a gente empunha essa bandeira e nosso grupo tem o fundamento de propor a profissionalização do capoeirista, incentivando a pessoa a estudar e com o estudo propor um trabalho para a capoeira. “Eu mesmo estava fazendo Administração e consegui fazer um trabalho sobre a capoeira… Tem como você ganhar dinheiro hoje, com a capoeira.”

Atualmente, Elthon está envolvido no projeto do Grupo Muzenza de Capoeira, do Contra-Mestre ‘Busca Longe’.
O projeto trabalha com pessoas, desde crianças na faixa de idade de 2 anos, e sem limite de idade. No Crispim, a escolinha de capoeira do projeto funciona segunda e quarta, das 19h30. Já no Ouro Verde, as atividades ocorrem na segunda e quarta, das 20h45 às 21h45; e terça e quinta no Santa Cecília, das 18h30 às 19h30.

Em Taubaté, o capoeirista auxilia no desenvolvimento de atividades sociais na Academia Vida Ativa, às terças e quintas, das 20h00 às 21h00, em Quiririm.

 

Fonte: http://www.agoravale.com.br/

Teresópolis: Capoeira de graça para crianças carentes na Casa de Cultura

DEZ ANOS FORA DE TERESÓPOLIS rodando a europa para implantar a capoeira do Grupo Senzala. Alemanha, Inglaterra, França… Vários países absorvendo a cultura brasileira. Agora Michel está de volta e retomando a o seu projeto social: ensinar crianças carentes a disciplina e a arte da capoeira. Toda segunda-feira a partir das 9h30, as crianças levam um atestado médico e se inscrevem na secretaria da Casa de Cultura. Vale a pena conhecer este trabalho maravilhoso. Matéria que rodou na Diário TV na segunda e no jornal publicado na terça-feira. Parabéns ao Mestre Michel York pela iniciativa.

 

Mestre Michel York volta para Teresópolis e reinicia seu projeto social, ensinando crianças carentes

Com mais de vinte e cinco anos na arte da capoeira, Mestre Michel York já rodou o mundo com trabalhos em diversos países, principalmente na Inglaterra, Alemanha e França, onde ajudou a divulgar o Brasil e a cidade de Teresópolis, implantando a Capoeira Senzala que hoje é sucesso no mundo inteiro.

Apaixonado pela sua cidade, Michel retornou a Teresópolis e desde julho retomou o seu projeto social de capoeira para crianças carentes “Eu havia começado este projeto na praça há dez anos, mas por falta de apoio, tive que interromper. Mas agora estou de volta aqui na Casa de Cultura”, informa o professor com animação de quem começa um trabalho novo.

E o trabalho é novo mesmo. Novas crianças, novas instalações e novos objetivos. Agora bem mais maduro, apesar de ainda jovem Mestre, Michel York tem muito para ensinar: “Nosso objetivo é fazer parte da educação dessas crianças. Colocar a capoeira, as aulas, como uma fonte de disciplina e integração entre eles. E as crianças têm reagido super bem, animadas mesmo”, afirma um empolgado professor que mostra pulso forte ao ensinar a arte para a criançada.

Esta preocupação com a criança como um todo é bastante forte nesta nova fase do projeto do Mestre Michel, com o acompanhamento nos estudos, até o comportamento em casa “A capoeira é ótima para diminuir a hiperatividade, melhorar o comportamento em casa, além de ajudar no equilíbrio e na coordenação motora, mas é fundamental que a criança tenha uma boa orientação”, conclui Michel com propriedade.

Feliz com as portas abertas da Casa de Cultura de Teresópolis para o seu projeto, Michel York mostrou-se preocupado com a imagem da casa. O Mestre, que rodou a Europa com o Grupo Senzala observa que a Casa de Cultura precisaria de uma reforma: “Em nossos eventos na Casa, trazemos diversos gringos que estão habituados com casas de cultura na Europa. Acho que uma pequena reforma deixaria a Casa muito melhor”, observa Michel.

O professor aproveitou para convidar as crianças interessadas em aprender a arte da capoeira. As aulas são toda segunda feira a partir das 9h30. “A criança traz um atestado médico e se inscreve na secretaria da Casa de Cultura e já entra para participar das atividades. É muita atividade física, é lúdico, tem muita música. É maravilhoso, vale a pena conhecer”, encerra Michel com um sorriso.

 

Fontes: http://odiariodeteresopolis.com.br – http://claudiotatu.blogspot.com

Cultura: Boletim da SID nº 04

Cultura e Educação

SID/MinC participa de oficina, realizada pela OEA, na República Dominicana

Os Ministérios da Cultura e da Educação participarão, em São Domingo, República Dominicana, da oficina O papel das artes e dos meios de comunicação na educação para uma cultura democrática, que será realizada pela Comissão Interamericana de Cultura da Organização dos Estados Americanos(CIC/OEA) de 16 a 18 de junho de 2010.

Saiba Mais

 

Culturas Indígenas

Guarani é oficializado como segunda língua em município do Mato Grosso do Sul

O guarani é a segunda língua oficial do município de Tacuru, no Mato Grosso do Sul. O município é o segundo do país a adotar um idioma indígena como língua oficial, depois da sanção, pelo presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, no dia 24 de maio, do Projeto de lei que oficializa a língua guarani em Tacuru. Com a nova lei, os serviços públicos básicos na área de saúde e as campanhas de prevenção de doenças neste município devem, a partir de agora, prestar informações em guarani e em português.

Saiba Mais

 

Professores do DF participarão de Fórum de Atualização sobre Culturas Indígenas

Curso visa formar docentes para ministrar aulas sobre o assunto no Ensino Fundamental

Os professores das escolas públicas e privadas de Brasília participam, de 16 a 18 de junho, na Escola de Aperfeiçoamento dos Profissionais da Educação (EAPE), do Fórum de Atualização sobre Culturas Indígenas – Módulo II. O evento integra o Projeto Séculos Indígenas no Brasil, que chega a sua terceira edição em 2010 e tem como objetivo preparar os professores do Distrito Federal para ministrar aulas de Cultura Indígena no Ensino Fundamental.

Saiba Mais

 

Comunicação SID/MinC

Telefone: (61) 2024-2379

E-mailidentidadecultural@cultura.gov.br

Acesse: www.cultura.gov.br/sid

Nosso Blog: blogs.cultura.gov.br/diversidade_cultural

Nosso Twittertwitter.com/diversidademinc

 

Paulo dos Anjos: Autoridade Ancestral

Paulo dos Anjos Autoridade Ancestral que alicerça um jeito ACANNE de ser!

Mestre Paulo dos Anjos, se ainda neste mundo, completaria em 15 de Agosto 73 anos de caminhada sobre a terra. Há uma década no plano dos ancestrais, continua iluminando os guerreiros de angola em sua luta por libertação.

Marcando este importante momento, a Associação de Capoeira Angola Navio Negreiro realiza o evento Paulo dos Anjos: Autoridade Ancestral que alicerça um jeito ACANNE de ser!

 

As oficinas de capoeira angola são gratuitas para não capoeiristas e têm a intenção de sensibilizar pessoas para a prática desta rica manifestação cultural, despertando sua herança adormecida.

A família Acanne presta reverência a seu antepassado e convida tod@s a participarem desta semana de vivências e homenagens.

 

PROGRAMAÇÃO:

  • 10/08, Segunda, 19h – Oficina de Capoeira Angola com o Mestre Renê Bittencourt; Bate-papo sobre a vida e os ensinamentos do Mestre Paulo dos Anjos.
  • 12/08, Quarta, 19h – Oficina de Capoeira Angola com o Mestre Renê; Exibição de vídeos sobre o Mestre Paulo dos Anjos.
  • 14/08, Sexta, 19h – Roda de Capoeira Angola em homenagem ao Mestre Paulo dos Anjos; Samba de Roda e coquetel de frutas

 

 

Todas as atividades acontecerão na sede da Acanne: Rua do Sodré nº 48 Largo 2 de Julho, Salvador-BA.