Blog

sexo

Vendo Artigos etiquetados em: sexo

A feminilidade na capoeira

Antigamente, para ser respeitada nas rodas de capoeira, as mulheres precisavam rejeitar sua feminilidade, adotando comportamentos masculinos. É o que indicam apelidos, como Maria Homem, e até estudos feitos a partir de cantigas de capoeira. Mas, e hoje? Será que é diferente?

Atualmente a mulher tem conquistado cada vez mais espaço na capoeira, mas ainda enfrenta críticas simplesmente por ser feminina.

Uma questão é a vaidade. Quando a mulher se arruma e se enfeita para ir à roda, ainda é acusada, principalmente por outras mulheres, de não levar a capoeira a sério, e sim usá-la para chamar atenção dos homens, arrumar namorado, ou coisas do equivalentes.

Outra questão é o excesso de cuidado na roda por parte dos homens. A mulher é delicada por natureza e muitas vezes essa característica é confundida com fragilidade. Quando isso ocorre os homens jogam com elas como se as mesmas fossem feitas de vidro, podendo quebrar a qualquer momento.

É óbvio que não se trata de incentivar uma atitude violenta contra as mulheres, mas é muito bom quando o homem solta seu jogo sem fazer distinção quanto ao sexo do oponente.

Mas, para evitar essas e outras “pedras” no caminho, a opção da mulher seria se masculinizar? Deixar de lado sua vaidade e sua delicadeza e se comportar de modo semelhante aos homens?

Na verdade a melhor resposta que pode ser dada é seguir em frente e continuar treinando e se dedicando, sem deixar a opinião alheia virar um obstáculo. Por mais feminina, vaidosa e delicada que seja, quando a mulher entra na roda e dá o melhor de si, ela não é apenas respeitada, mas também admirada.

Neila Vasconcelos – Venusiana
capoeiradevenus.blogspot.com

Professor de capoeira é preso fazendo sexo com aluna de 10 anos

ABUSO: Foi com enorme repulsa que recebemos a notícia da prisão em flagrante do Mestre de Capoeira, Ailton Leonardo da Silva (Mestre Careca), de 54 anos, por crime de carater sexual contra uma de suas alunas com apenas 10 anos de idade

Fica a matéria retirada do conceituado Jornal do Estado do Rio de Janeiro: O Globo (Ver texto original) para que nossa comunidade reflita e comente sobre o terrível acontecimento que infelizmente acontece em nossa sociedade não só nas academias de capoeira mais em todos os lugares imagináveis, até nos menos suspeitos…

Luciano Milani

Professor de capoeira é preso fazendo sexo com aluna de 10 anos (O Globo)

RIO – Um professor de capoeira foi preso na noite desta sexta-feira ao ser flagrado fazendo sexo com uma de suas alunas, de apenas 10 anos, dentro do carro, na Avenida Meriti, em Vicente de Carvalho, na Zona Norte. Ailton Leonardo da Silva, de 54 anos, foi abordado por policiais do 16 BPM (Olaria) no momento em que a criança praticava sexo oral.

Segundo o delegado Felipe Curi, que registrou o caso na 22 DP (Benfica), o professor dá aulas de capoeira no condomínio da vítima, também em Vicente de Carvalho. Ele convidou a menina para ir a uma lanchonete e, no caminho, começou a aliciá-la. Pressionada, a menor concordou em praticar sexo oral.

Ailton responderá pelo crime de estupro de vulnerável (antigo atentado ao pudor) e, se condenado, ficará de oito a 15 anos na cadeia.

Fonte: http://oglobo.globo.com

MS: Mulheres dominando a Capoeira

Aumenta a cada dia a participação das mulheres na Capoeira em Três Lagoas. Um exemplo disso foi observado no último sábado, durante a realização do 3º Batizado Troca de Cordas da Associação Cultural Regional Brasil de Capoeira, que ocorreu no Ginásio de Esportes.

Das 60 pessoas que trocaram corda, cerca de 40 eram mulheres. Na Cidade, por meio do projeto social Educa, cerca de 120 crianças praticam capoeira, sendo que boa parte são do sexo feminino. Se esse esporte já chama atenção pelo gingado, imagine então por meio da habilidade delas!

 

Fonte: Portal Jornal do Povo de Tres Lagoas – MS – http://www.jptl.com.br

Foto: Claudio Pereira

Rondônia: Capoeiristas realizam encontro beneficiente

PORTO VELHO – Mais de 150 capoeiristas participaram do 1º Encontro de Capoeira de Rondônia. O objetivo foi arrecadar alimentos para ajudar crianças carentes em Rolim de Moura. Ao som do berimbau os participantes se revezavam na roda. No final da apresentação todos lutaram entre si.

O grupo memória capoeira chegou há pouco tempo em Rolim de Moura, e vem conquistando adeptos. Alguns alunos já passaram pela troca de cordão, uma espécie de ‘graduação’ que reconhece o progresso de cada aluno. A atividade independe de idade e sexo.

Herança africana

A capoeira é uma mistura de esporte, luta, dança, cultura popular e música, caracterizada por movimentos ágeis que exigem habilidade. Foi desenvolvida por escravos africanos trazidos ao Brasil, e se caracteriza por movimentos ágeis e complicados, feitos com frequência junto ao chão ou de cabeça para baixo, tendo por vezes uma forte componente ginástico-acrobático.

http://portalamazonia.globo.com/

     
Fonte: ESPORTE/RO – RC 

FICA: Primeiro Campeonato Mundial Aberto de Capoeira

A todos os capoeiristas e demais interessados
 
Vimos pelo presente confirmar a realização do PRIMEIRO CAMPEONATO MUNDIAL ABERTO DE CAPOEIRA,  a ocorrer nos dias 09 e 10 de dezembro de 2006, Ginásio de Esportes Rebouças, sito à Ponta da Praia, Santos, SP, Brasil. Trata-se do primeiro evento desportivo oficial mundial de Capoeira. Neste evento participarão atletas masculinos e femininos nas categorias adulto, sênior e master, definidos conforme o Código Desportivo Internacional de Capoeira www.capoeira-fica.org . Para o próximo ano serão inseridas as categorias juvenil e infanto-juvenil.
 
Poderão participar deste evento, capoeiristas que se enquadrarem nas seguintes situações:
 
1- Até 03 capoeiristas de cada categoria de peso, sexo e idade, das entidades de prática desportiva filiadas nas Federações Nacionais filiadas à FICA;
 
2- Até 03 capoeiristas de cada categoria de peso, sexo e idade, das entidades filiadas diretamente na FICA, caso não existir Federação Nacional filiada;
 
3- Capoeristas classificados de 1º a 3º lugares nos campeonatos estaduais das Federações Estaduais que estejam filiadas diretamente na FICA;
 
4- Até 03 capoeiristas de cada categoria de peso, sexo e idade das entidades de prática desportiva filiadas diretamente na FICA, caso não existir Federações Estaduais filiadas diretamente na FICA em suas respectivas jurisdições.
 
Todos os atletas e técnicos das delegações deverão possuir registros individuais na FICA. A taxa de competição está estabelecida em US$ 10,00 (dez dólares) equivalentes a R$ 25,00 (vinte e cinco reais).
 
As inscrições ocorrerão entre os dias 01 e 30 de outubro de 2006 e deverão ser requeridas através de e-mail para [email protected] , assim como quaisquer outras informações adicionais.
 
A data de chegada está prevista para o dia 08/dez. O Congresso Técnico e a pesagem ocorrerão a partir das 15:00 h. do dia 09/dez. As competições, somente indivivuais, ocorrerão a partir das 08:00 h do dia 10/dez.
 
Serão disponibilizados alojamentos gratuítos para as 80 primeiras inscrições de atletas.
 
Colocando-nos à inteira disposição,
Atenciosamente
 
Presidente da Federação Internacional de Capoeira
http://www.capoeira-fica.org

4ª Semana da Capoeira em Porto Alegre

PROCESSO SELETIVO PARA PARTICIPAÇÃO DA PROGRAMAÇÃO DA 4ª SEMANA DE CAPOEIRA DE PORTO ALEGRE
 
Convite:
A Secretaria Municipal da Cultura torna público que estará recebendo sugestões da comunidade capoeiristica para a organização da 4ª Semana da Capoeira em Porto Alegre e no Brasil. Os interessados em participar, deverão entrar em contato com a Coordenação da Descentralização, sito na Avenida Presidente João Goulart, 551, Usina do Gasômetro, pessoalmente ou através do fone 32126373 ou e-mails [email protected] ou [email protected] no período de 10 de julho a 04 de Agosto de 2006.
Titulo:
“A cor da capoeira, em Porto Alegre e no Brasil”.
Módulo I
Palestrante/Oficineiro
Módulo II
Mostra de Capoeira
Módulo III
Encontro de Música de Capoeira
Ladainha, Chula e Corrido
PROCESSO SELETIVO
INSCRIÇÕES
 
Programação da 4ª Semana de Capoeira de Porto Alegre
“A Cor da Capoeira em Porto Alegre e no Brasil”
 
A Prefeitura Municipal de Porto Alegre, por meio de ação integrada da Secretaria Municipal da Cultura, Secretaria Municipal de Educação, Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Segurança Urbana, Secretaria Municipal de Esporte, Fundação Assistência Social e Comunitária, abre inscrições, no período de 10/07 à 04/08/06, para participarem da programação da 4ª Semana de Capoeira de Porto Alegre, Os interessados (as) em participar devem inscrever-se através de projeto encaminhado para a Secretaria Municipal da Cultura na Coordenação de Descentralização, conforme Plenárias realizadas nos dias 09/05/06 e 07/07/06 às 19h, na sala 209/400 da Usina do Gasômetro.
ETAPAS DO PROCESSO DE SELEÇÃO
 
1ª Etapa – de 10/07 à 04/08/2006. Os candidatos deverão entregar currículo, proposta de trabalho e release, contendo objetivos gerais e específicos, justificativa e etapas. A entrega do material deverá ser feita por temática específica no horário do serviço público – das 8h30min às 12h e das 13h30min às 18h – na Coordenação de Descentralização (Usina do Gasômetro, Avenida João Goulart, 551, 6º andar), fone para informações (51) 3212-5979, ramal 227.
 
2ª Etapa – A escolha dos Mestres naturais ou residentes do Estado do Rio Grande do Sul bem como pessoas residentes e naturais de outros Estados dar-se-á por meio de voto direto na plenária do dia 08 de agosto na sala 209. Somente o proponente que fizerem indicações dos convidados terá direito a voto.
 
ATIVIDADES NÃO REMUNERADAS
 
* Mostras dos grupos de capoeira de Porto Alegre;
* Festival de Música
* Jurado do Festival
FICHA DE INSCRIÇÃO DOS GRUPOS
 
FICHA DE INSCRIÇÃO N. º.
Nome do responsável pelo grupo:
Endereço:                                                                             nº                  compl.
Bairro:                                                                                   CEP:
Cidade:                                                                                  Fone:
E-mail:
Nome do Projeto:
Área de interesse:  Oficina/Palestra (    )       Mostra (    )       Festival (    )
Entidade:
Indicação do Homenageado
Indicação de um nome para ser homenageado, sendo natural do Estado, que tenham contribuído com a capoeira de Porto Alegre.
Apelido: ___________________________Grupo: ________________________________
Nome: __________________________________________________________________
Telefone: _________________________E-mail: _________________________________
 
Processo de escolha será por meio de voto direto, na Plenária do dia 08 de Agosto.
Os mestres Churrasco e Cerqueira já foram homenageados no ano de 2005.
 
Torneio de integração
Grupo: __________________________________________________________________
Nome dos Atletas : ________________________________________________________
________________________________________________________________________
Torneio integração: vôlei misto (  ) futsal (  ) OBS: regras oficiais brasileiras
Para realização deverá ter no mínimo 4 inscrições em cada modalidade.
Módulo I
Palestrante/Oficineiro
Palestrante e Oficineiro:
Os mesmos indicado deverão participar do evento como Palestrantes e Oficineiros, indicação essa de pessoas residentes e naturais de estado que não seja o Rio Grande do Sul, com número de telefone ou E-mail para contato.
  Mestre/Professor/ ou pessoa que tenha conhecimento inerente na área da capoeira ANGOLA – (pessoa do sexo feminino ou masculino, residente e natural de estado que não seja o Rio Grande do Sul).
  Mestre/Professor/ ou pessoa que tenha conhecimento inerente na área da capoeira REGIONAL – (pessoa do sexo feminino ou masculino, residente e natural de estado que não seja o Rio Grande do Sul).
  Mestre/Professor/ ou pessoa que tenha conhecimento inerente na área da capoeira TRADICIONAL– (pessoa do sexo feminino ou masculino, residente e natural de estado que não seja o Rio Grande do Sul).
  Mestre/Professor/ ou pessoa que tenha conhecimento inerente na área da capoeira (pessoa do sexo feminino, residente e natural de estado que não seja o Rio Grande do Sul).
  Mestre/Professor/ ou pessoa que tenha conhecimento inerente na área da capoeira RS ANGOLA, REGIONAL E TRADICIONAL– (três pessoas do sexo masculino) *.
  Mestre/Professor/ ou pessoa que tenha conhecimento inerente na área da capoeira RS (uma pessoa, sexo feminino)
  Estes mestres deverão estar ligados em algumas das seguintes áreas de capoeira: Angola, Regional e Capoeira Tradicional.
OBS: todos participarão do evento como palestrantes e oficineiro.
 
OFICINEIRO/PALESTRANTE
 
Oficineiro/Palestrante RS: Os interessados deverão manifestar-se por meio de projeto conforme modelo em anexo. Será selecionada uma pessoa por modalidade, Angola, Regional e Tradicional.
Obs: O total de vagas disponíveis será disposto da seguinte forma:
4 pessoas  (quatro) convidadas RS
4 pessoas  (quatro) convidadas de fora do estado.
  Capoeira Angola
  Capoeira Regional
  Capoeira Tradicional
  Oficinas de capoeira para crianças, metodologia de ensino para criança.
 
CRITÉRIOS DE SELEÇÃO PARA PALESTRANTE E OFICINEIRO
 
Cada grupo deverá inscrever-se com apenas um (01) projeto. Indicando os candidatos para preenchimento das vagas.
Todos os proponentes habilitados a votarem, poderão manifestar o interesse no momento da leitura dos nomes, para escolha dos mestres RS e de fora do estado.
Por intermédio do voto direto, serão eleitos os 4 primeiros colocados, com o maior número de votos, denominados titular e os 4 seguintes denominados suplentes.
INFORMAÇÕES GERAIS
 
  O cachê dos Palestrantes e Oficineiros selecionados serão pago pela Secretaria Municipal de Educação – SMED, sendo da seguinte forma:
  Mestre/Professor/ ou pessoa que tenha conhecimento inerente na área da capoeira ANGOLA, REGIONAL E TRADICIONAL – (pessoa do sexo feminino ou masculino, residente e natural de estado que NÃO seja o Rio Grande do Sul). Valor R$ 800,00 (oitocentos reais).
   Mestre/Professor/ ou pessoa que tenha conhecimento inerente na área da capoeira ANGOLA, REGIONAL E TRADICIONAL – (pessoa do sexo feminino ou masculino, residente e natural do estado do Rio Grande do Sul). Valor R$ 700,00 (setecentos reais).
OBS: Em Seminário aberto, que se realizará no dia 08/08/2006, às 19 horas, na sala 209 da Usina do Gasômetro, dar-se-á a apresentação dos indicados bem como o processo de votação.
REQUISITOS GERAIS:
 
* Ser brasileiro ou estrangeiro residente no país;
* Maior de 18 anos;
* Notório saber na área do projeto apresentado;
* Experiência condizente com a proposta de trabalho;
* Disponibilidade de tempo;
* Iniciativa para resolver problemas e propor ações criativas na área de atuação;
* Documentação em dia para contratar (currículo, cadastro no INSS ou PIS ou PASEP, comprovante de residência, RG, CPF, Certidão Negativa de Regularidade Fiscal da Secretaria Municipal da Fazenda) e Material de Imprensa (jornal, folder, certificado, etc).
* Disponibilidade para participar das atividades a que se propõe no período de 09 a 15 de outubro de 2006.
Declaração de Inidoneidade (conforme modelo em anexo)
OBS: A apresentação dos documentos se dará após a confirmação pela Secretaria Municipal da Cultura, do resultado final.
Candidato Palestrantes e Oficineiro de pessoas residentes e naturais de estado que não seja o Rio Grande do Sul, nome completo com número de telefone ou E-mail para contato.
Capoeira Angola: _____________________________________________________
Sugerir tema da Palestra: _______________________________________________
Telefone: ___________________e-mail: ___________________________________
Capoeira Regional: ____________________________________________________
Sugerir tema da Palestra: _______________________________________________
Telefone: __________________e-mail: ___________________________________
Capoeira Tradicional: __________________________________________________
Sugerir tema da Palestra: _______________________________________________
Telefone: __________________e-mail: ____________________________________
Capoeira Feminina: ___________________________________________________
Sugerir tema da Palestra: _______________________________________________
 Telefone: __________________e-mail: ___________________________________
Candidato a Palestrantes e Oficineiro do RS
Nome completo com número de telefone ou E-mail para contato.
Capoeira Angola: _____________________________________________________
Sugerir tema da Palestra: _______________________________________________
Telefone: ___________________e-mail: ___________________________________
Capoeira Regional: ____________________________________________________
Sugerir tema da Palestra: _______________________________________________
Telefone: __________________e-mail: ___________________________________
Capoeira Tradicional: __________________________________________________
Sugerir tema da Palestra: _______________________________________________
Telefone: __________________e-mail: ____________________________________
Capoeira Feminina: ___________________________________________________
Sugerir tema da Palestra: _______________________________________________
Telefone: __________________e-mail: ____________________________________
OBS: Candidato a Palestrantes e Oficineiro do RS:
Serão selecionadas três pessoas do sexo masculino e uma do sexo feminino.
Deverá conter em sua proposta as seguintes especificações:
  Currículo;
  Proposta de trabalho referente ao tema, para os palestrantes;
  Texto contendo todo o conteúdo da palestra;
Módulo II
Mostra de Capoeira
MOSTRA
  Mostra dos grupos de capoeira de Porto Alegre, com gravação de DVD.
A mostra caberá ao grupo inscrito em realizar uma apresentação artística cultural que será registrada em DVD posteriormente será entregue um DVD para cada grupo. O proponente que optarem em participar apenas da Mostra NÃO terá direito a voto. Posteriormente ambos, passarão por entrevista. O PROPONENTE, que não comparecer no dia e horário marcados da entrevista será desclassificado.
 
INFORMAÇÕES GERAIS:
A Mostra de Capoeira se destina as entidades, ligadas à capoeira, será observado o seguinte critério:
Ordem de inscrição
Disponibilidade técnica
 
CONSIDERAÇÕES GERAIS:
  A reunião de avaliação das propostas não será aberta ao público;
  Será aprovado apenas um projeto por grupo;
  Este procedimento é aberto a todos os interessados que se enquadrem nos termos dos requisitos gerais.
  A Secretaria Municipal da Cultura, não receberá projetos, com falta total ou parcial das exigências deste processo seletivo.
MOSTRAS DOS GRUPOS DE CAPOEIRA DE PORTO ALEGRE
Deverá conter em sua proposta as seguintes especificações:
  Currículo;
  Texto, contendo objetivos gerais e específicos, justificativa e  etapas;
  Proposta de trabalho, qual a atividade que irá desenvolver;
  Recursos técnicos necessários para o desenvolvimento da atividade (palco, som, luz, etc);
  Data e horário, de interesse para realizar a sua atividade (indicar duas datas e dois horários).
OBS: O proponente que optarem por inscrever-se apenas na Mostra, NÃO terá direito a voto no Seminário para escolha dos mestres convidados.
FICHA DO GRUPO
Nome do responsável pelo grupo:
Endereço:                                                                             nº                  compl.
Bairro:                                                                                   CEP:
Cidade:                                                                                  Fone:
E-mail:
Nome do Projeto:
Área de interesse:        Mostra (    )     
Entidade:
Módulo III
Encontro de Música de Capoeira
Ladainha, Chula e Corrido
  3º Edição “ENCONTRO DE MÚSICAS DE CAPOEIRA DE PORTO ALEGRE”
ENCONTRO DE MÚSICA DE CAPOEIRA
O Encontro terá como objetivo a integração dos grupos de capoeira, além de proporcionar a gravação de um CD em estúdio. As músicas de capoeira deverão ser tradicionais e inéditas.
ENCONTRO DE MÚSICA DE CAPOEIRA
 LADAINHAS, CHULAS E CORRIDOS
REGULAMENTO
I – Da Promoção
A Prefeitura Municipal de Porto Alegre, por meio de ação integrada da Secretaria Municipal da Cultura, Secretaria Municipal de Educação, Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Segurança Urbana, Secretaria Municipal de Esporte, Fundação Assistência Social e Comunitária realiza o 4ª Encontro de Ladainhas, Chulas e Corridos evento este que compõe a programação da 4ª Semana de Capoeira de Porto Alegre, no dia 30/09, das 19h às 22h, na sala Gênio Peres da Câmara Municipal de Porto Alegre.
II – Dos Objetivos:
O Encontro de Ladainhas, Chulas e Corridos têm como objetivo.
a) Valorizar a produção musical da cidade, através do incentivo à participação de artistas e suas criações.
b) Proporcionar a descoberta de novos talentos.
c) Promover a integração entre capoeiristas de um modo geral
d) Garantir a pratica da musicalidade de uma forma democrática.
III – Da Característica:
O Encontro de Ladainhas, Chulas e Corridos será de música brasileira, mantendo as tradições e rituais sagrados da capoeira. As letras deverão ser em português.
IV – Das Inscrições:
Poderão se inscrever no Encontro de Ladainhas, Chulas e Corridos, todas as pessoas interessadas, devendo ser obedecida uma inscrição de no Máximo 3 (três) músicas por pessoa ( inscrito).
As fichas de inscrição e o regulamento estarão disponíveis na Coordenação de Descentralização da Cultura, na Usina do Gasômetro, (Av. João Goulart, nº551, 6º andar) ou através do e-mail – [email protected] ou [email protected]
1.  As inscrições estarão abertas de 10/07 a 04/08 do corrente ano.
2.  As composições deverão ser inéditas, letra e música, entendendo-se por inéditas aquelas composições que não tenham sido gravadas e/ou comercializadas em discos ou fitas e/ou veiculadas em rádios, comerciais ou similares.
3.  Aos concorrentes não será cobrado taxa de inscrição.
4.  As composições deverão ser entregues em envelope contendo:
a) Ficha de inscrição;
b) 05 (cinco) cópia da(s) letra(s) contendo o(s) nome(s) da(s) obra(s) e autor (es).
Parágrafo 1. As composições não deverão exceder o limite de 03 (três) minutos, na apresentação. Os casos que excederem este tempo serão decididos pela comissão julgadora não cabendo nesta decisão qualquer tipo de recurso;
V – DA COMISSÃO JULGADORA DO ENCONTRO
A comissão julgadora será composta por 3 (três), mestres de capoeira e 3 (três), suplentes, indicados pela comissão organizadora da 4ª Semana de Capoeira.      
VI – Da Seleção e Julgamento
 – Serão selecionadas 18 (dezoito) composições que falem do fundamento, raízes e origens da capoeira, do total de inscritos. Para comporem o CD do festival A divulgação das 18 músicas vencedoras e suas ordem de classificação será anunciada após a apresentação de todas, no mesmo local.
– A gravação em CD, será previamente agendada e divulgada.
VII – Da Apresentação
a) Coral: estarão disponíveis 04 (quatro) microfones, posicionados conforme indicação do titular da inscrição, independentemente do número de integrantes e respeitadas a capacidade física do palco;
b) Bateria de Capoeira deverá se posicionar no palco.
c) A comissão organizadora não disponibilizará, bateria de capoeira, devendo o concorrente levar a sua.
d) As músicas apresentadas em palco não poderão exceder o limite de 03 (três) minutos, com tolerância de 30 (trinta) segundos;
e) O mesmo proponente não poderá defender mais de 02 (duas) músicas.
 
Da Premiação
 1 – A premiação se dará em forma de Troféu e medalha, sendo da seguinte forma:
• 1º lugar – prêmio Troféu
• 2º lugar – prêmio Troféu
• 3º lugar – prêmio Medalha
• Todos os classificados receberão 5 (cinco) cópias do CD do Festival
VIII – Da Gravação do CD
1. A gravação do CD será realizada em estúdio, com dia e hora previamente marcada e divulgada.
2. O CD será produzido pela Coordenação de Descentralização da Cultura.
IX – Observações finais:
1. O Município de Porto Alegre fica autorizado a veicular as músicas e imagens selecionadas do evento, em peças promocionais ou em sua propaganda institucional referente à suas realizações atinentes à música, sem ônus para o mesmo, no prazo de dois anos.
2. Os concorrentes deverão preencher uma declaração, autorizando o Município de Porto Alegre a veicular as músicas inscritas e as selecionadas e imagens do evento. Declarando também que a composição é inédita. (ver anexo 3)
3. O Município poderá revogar o presente concurso, por interesse público ou invalidá-lo em caso de vício insanável, em ambos os casos, justificadamente, não ensejando indenização, a qualquer título, pelo município, aos participantes.
4. O presente regulamento poderá ser impugnado pelo Art. 41 § 1º e 2º da Lei 8666/93.O.
5. O presente encontro rege-se pelas disposições da Lei 8666/93, no que couber, e os casos omissos serão decididos pela Organização, observadas as disposições deste regulamento e da legislação pertinente.
 
Obs: OS JURADOS NÃO PODERÃO DEFENDER MÚSICAS;
ENCONTRO DE MÚSICA DE CAPOEIRA
LADAINHA, CHULAS E CORRIDOS
PORTO ALEGRE – 2006
Ficha de Inscrição
Nº de Inscrição: ___________
Nome da composição: ______________________________________________
Nome do Autor: ____________________________________________________
Endereço: ________________________________________________________
Entidade: _________________________________________________________
Cidade: ________________________ Cep: _____________________________
Telefone: ______________________ Celular: ___________________________
E-mail: ___________________________________________________________
Porto Alegre, ____ de _______________de 2006.
______________________________ Assinatura  O declarante assume total responsabilidade pela veracidade das informações, tanto no tocante ao Festival quanto às implicações legais dela decorrentes.
AUTORIZAÇÃO 
 Eu, _______________________________________________ declaro que o Município de Porto Alegre fica autorizado a veicular a(s) música(s) e imagens selecionadas do evento, em peças promocionais ou sua propaganda institucional, referente à suas realizações atinentes a música, sem ônus para o mesmo, no prazo de dois anos.
Declaro também que a composição concorrente é inédita.
Porto Alegre, _____ de ______________ de 2006.
____________________________
Assinatura
_____________________________
RG N. º
Autorização
 Eu, _________________________________________________, autorizo o menor de idade, sob minha responsabilidade, a participar do Encontro de Musicas da Capoeira, evento esse realizado pela Prefeitura Municipal de Porto Alegre por intermédio da Secretaria Municipal da Cultura.
Nome do menor:____________________________________________
Nome do responsável: _______________________________________
Porto Alegre, _____ de ______________ de 2006.
_________________________________
Assinatura

A Mulher e a Capoeira

Review: Edição especial de Aniversário – Matéria escolhida pela equipe Portal Capoeira
Seção: Capoeira Mulheres

 

Desde a Antigüidade, na Grécia, eram poupadas as mulheres qualquer ligação com áreas relacionadas ao conhecimento e pensamento, já que os papéis materno e caseiro lhe eram designados. Analisando o contexto histórico da capoeira, é possível apontar a importância do sexo feminino no conteúdo cultural e na estruturação da capoeiragem. A partir daí a participação das mulheres foi tornando-se mais evidente e intensa, porém acoplada a um sentido estereotipado de masculinidade diante da marginalização daqueles que praticavam a capoeira. A marginalização seria uma das razões pela qual as mulheres continuam sendo alvo de atitudes preconceituosas e que questionam seu potencial e suas capacidades físicas.

Nestor Capoeira (1999) interpreta depoimentos de mulheres capoeiristas do Grupo Senzala em reunião. As mulheres capoeiristas presentes nesta reunião levantaram o problema da falta de documentação sobre a história da mulher na capoeira, a qual, certamente, contribuiria com pesquisas e estudo a respeito. Porém sabe-se que durante a época do Brasil Colonial, consta em sua história, mesmo que de forma pouco precisa, alguns registros de mulheres jogando capoeira. A República do Quilombo dos Palmares contava com mulheres guerreiras para sua resistência, e, a repercussão dessas mulheres se nivelou a dos homens escravos.
"(…) mulheres tão marginalizadas quanto os homens capoeiristas, assim como toda a cultura e o povo negro daquela época".(CAPOEIRA, 1999, p. 182).
Há fatores que implicam, desde o início, na participação de mulheres na capoeira. A desunião e competitividade entre mulheres são mais acentuadas, pois, provavelmente, lhe faltem maturidade e sensatez ao entender a significância da capoeira e o que ela representa como esporte e manifestação cultural.

"(…) uma mulher capoeirista deveria ser a primeira a incentivar outra capoeirista e isto nem sempre ocorria". (CAPOEIRA, 1999, p. 183).

Essa agressividade entre as mulheres que praticam capoeira provém da herança de gerações que apresentam esse tipo de relação, porém essa realidade vem mudando através da dedicação das mulheres. De acordo com Capoeira (1999, p. 186) "Várias idéias, antigas e estereotipadas, caíram por terra. A primeira é que capoeira é coisa ‘só de homem’. Outro mito que naufragou é que a capoeira masculiniza a mulher (…)".
São vários os motivos que levam mulheres a praticar a capoeira, desde a estética, saúde e bem-estar proporcionados até o rumo profissionalizante e educativo. É interessante observar o quanto a participação feminina na capoeira em escolas, clubes, academias e outros locais, tem se tornado mais evidente na quantidade, da qual destacam-se mulheres qualificadas tecnicamente e profissionalmente.

A princípio, compreende-se que o objetivo da persistência de algumas mulheres dentro da capoeira é se formarem profissionais e mestras, porém, devido ao fato de se próprio subestimarem, elas desacreditam que outras mulheres e, principalmente homens, treinariam sob sua liderança. Essa carência de apoio podem partir de seus mestres, do local de trabalho, dos relacionamentos profissionais e/ou até, das estratégias bloqueadoras da sociedade.
Recentemente, tem se promovido e divulgado muitos eventos e encontros femininos de capoeira, o que apresenta, aparentemente uma posição de destaque no meio capoeirístico, mas que na verdade é um indício de preconceito e exclusão da mulher, de forma que ela se sobressai isoladamente. Além disso, nos eventos exclusivamente femininos nota-se uma agressividade maior entre as mulheres. Para melhor entender, basta trocarmos os papéis: dificilmente, para não dizer nunca, foi divulgado um evento exclusivamente masculino, com o propósito de somente homens participarem.

No final do ano de 2002, fiz uma entrevista com uma profissional de capoeira, praticante há 15 anos aproximadamente, quando constatei diferenças entre os gêneros referente a postura e comportamento adotados pelo homem e pela mulher, num sentido generalizado. Foi colocado em questão a seriedade da mulher com a prática da capoeira em relação ao homem e através disso, foi possível afirmar que geralmente os homens se apresentam mais receptivos, interessados e, até, persistentes diante o aprendizado que a capoeira tem a oferecer.

Além disso, ao referir-se a promoção de eventos exclusivamente femininos a nossa entrevistada citou desvantagens que os encontros femininos as mulheres proporcionam, pois nestes momentos as mulheres demonstram muitas divergências dentro da roda de capoeira, pois tornam-se agressivas entre si ao sentirem a necessidade de provar o seu potencial, e aceitam com dificuldades levar algumas desvantagens durante um jogo dentro.

Outro fato tão importante quanto os demais em relação ao desempenho da mulher na capoeira é a interrupção dos treinamentos, pois podem diminuir a performance da mulher para a atividade de capoeira. A gravidez pode ser um fator forte neste aspecto, pois pode haver implicações na performance e se a mulher não tiver determinação e gosto pela capoeira ela não irá se profissionalizar nesta área e, nem mesmo, dará continuidade aos seus treinamentos.

Mesmo sendo relativamente menor o número de profissionais do sexo feminino na atividade de capoeira a mulher tem ocupado seu espaço e dado a sua parcela de contribuição para a sociedade e, em especial, para o aprendizado da capoeira.
Abaixo está representada a proporção de homens e mulheres profissionais em Capoeira no estado do Paraná, de acordo com a Federação Paranaense de Capoeira.
Na representação ao lado é evidente a diferença dos índices entre homens e mulheres profissionais da Capoeira e vale ressaltar que, neste Estado, dentre as mulheres não há mestras, mas há mestres entre os homens. O que vale é a proporção já mostrada, mas é evidente que deve ser levado em consideração que a minoria dos profissionais em capoeira são federados. Talvez isso ocorra porque esta questão envolve divergências quanto às propostas da Federação; rivalidades entre mestres e grupos, questões financeiras e a organização de grupos distintos de Capoeira, onde cada um segue uma filosofia diferenciada embasada em suas tradições.
Para Couto (1999), infelizmente a liberdade de ascensão do sexo feminino é inibida por questões preconceituosas, apesar das mulheres serem capazes de apresentarem um alto nível de desenvolvimento dentro da capoeira sem se igualarem ao sexo masculino.
Carolina Valentim "Pezinho"