Blog

silvio

Vendo Artigos etiquetados em: silvio

Salvador e Subúrbio Ferroviário aclamam o seu Campeão

O Subúrbio sempre evidenciou para o mundo seus aspectos históricos, culturais e ambientais como o Quilombo do Urubú, a Batalha de Pirajá, a passagem de Jorge Amado onde escreveu em Periperi seus famosos livros – “Velhos Marinheiros” e “Baía de Todos os Santos”, a descoberta do primeiro poço de petróleo do Brasil no Lobato que originou a Petrobrás.

Revelado no Subúrbio Ferroviário, no Rio Sena a 40 minutos do centro de Salvador, sem planejamento e com poucas oportunidades, Marcelo Ferreira conseguiu esquivar-se dos problemas lá existentes e se superou.

Desta vez, evidencia também o seu lado desportivo, como um dos maiores atletas de Capoeira e Boxe, aqui pouco divulgado na mídia, mas reconhecido pelos seus amigos e em suas modalidades.

Com uma vida difícil e com poucos recursos na família, como muitos, Marcelo Ferreira disse: “que nunca desistiria de seus sonhos”. Foi assim que começou a praticar a capoeira na Academia Topázio, do Mestre Dinho e em paralelo, o então garoto conhecido pelos amigos como Mestre Trovoada, enveredou pelo boxe, preparado pelo atual treinador e procurador Marcos Ninja, da Federação Baiana de Boxe e pela Academia União de Boxe. “Percebi que o garoto tinha futuro, que era dedicado. Só fiz ensiná-lo as técnicas. O cuidado com o preparo físico, além das conversas que tínhamos a respeito da vida. Hoje me orgulho pelos títulos que defende, e por ele me reconhecer e sempre voltar para estar com sua família e amigos”.

Marcelo Ferreira é o atual Campeão Baiano, Campeão Brasileiro e Campeão europeu de kick Boxer, ranqueado pelo Conselho Nacional e Federação Baiana de Boxe, categoria Meio Pesado – 79,379Kg \ 175Lbs. Basta entrar na internet e verificar seus títulos e lutas ganhas no Brasil e na Espanha, onde mora atualmente.

O Campeão com sete vitórias e um empate está em Salvador para realizar mais um luta importante para sua carreira, tendo como desafiante Luiz Santos, da Academia Coutinho uma das a mais antiga no subúrbio, desde 1970.

Essa luta acontecerá no Clube Recreativo de Periperi, no dia 1º de outubro de 2010, ás 18h. Vale á pena ir lá ver e encontrar outros campeões que também tiveram seus dias de glória, como Holifield, o “Pantera Negra”.

 

Por: Silvio Ribeiro – Coordenador do Projeto ACERVIVO- História, Cultura e Ambiente do Subúrbio Ferroviário de Salvador \ Diretor de Marketing e Comunicação da Federação Baiana de Boxe.

 

Contatos: 87437976 / 99496492 (Silvio Ribeiro) / 81860144 (Marcos)

 

Crédito de foto: Manoel Filho – 30146870

Fortalecimento da cultura nacional

O ministro da Cultura, Juca Ferreira, recebeu em seu gabinete, na manhã dessa terça-feira, 10 de março, o primeiro ministro de São Tomé e Príncipe, Joaquim Rafael Branco, que veio convidá-lo para a abertura da Bienal de São Tomé e Príncipe, que se realizará em 2010, e pedir apoio para a produção do filme Batepa, que será dirigido por um diretor angolano e um produtor brasileiro. O encontro aconteceu na sede do Ministério da Cultura, em Brasília.

Também participaram da reunião, o presidente da Fundação Cultural Palmares, Zulú Araújo, o secretário do Audiovisual, Silvio Da-Rin, o diretor de Relações Internacionais, Marcelo Dantas, representantes do MinC, do ministério das Relações Exteriores e de São Tomé e Príncipe.

ORIENTAÇÕES

Juca Ferreira disse que o ministério da Cultura vem seguindo a orientação do presidente Lula no sentido de fortalecer as relações com os países da África. Ele garantiu dar total apoio à Bienal e disse que o MinC irá participar do evento nas mais diversas áreas como: música, cinema, dança, dentre outras. O ministro também reafirmou a intenção de cooperação na execução do filme, especialmente na finalização do projeto e de mixagem, por meio da secretaria do Audiovisual (SAv/MinC) e da Fundação Cultural Palmares (FCP/MinC).

Além desta parceria, Ferreira sugeriu trocas de conteúdos audiovisuais, por meio das TVs públicas e instalar, em breve, um Pontão de Cultura, que será discutido ainda este ano com representantes da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), em Portugal.  Ele propôs também a instalação de bibliotecas públicas, com o apoio da Coordenação Geral de Livro e Leitura, e pediu ao país africano que intensificasse o uso da língua portuguesa, no âmbito do Acordo Ortográfico. O secretário Silvio Da-Rin sugeriu a exibição de filmes sobre a capoeira, nas formas prática e teórica, durante a Bienal de São Tomé e Príncipe.

O presidente da FCP/MinC, Zulú Araújo, falou do Portal da CPLP na Internet e pediu a participação do país africanos, junto aos outros países participantes, “tendo em vista que temos representantes na Europa, na Ásia, na África e na América”. Propôs a capacitação de três técnicos em São Tomé e Príncipe para inserir no site informações sobre a nação africana para que haja interação maior entre os países de língua portuguesa.

Gravação (Audio) Histórica do dia 31 de Maio de 1970

Em homenagem a capoeira, aos Mestres ( Suassuna, Silvestre, Almir, Limão, Gladson, Ananias, Pinatti, Joel, Melchiades, Brasília e tantos outros…), que lutaram para fazer valer e prevalecer esta arte, aos Filhos da Bahia que vieram para a terra da garoa mostrar e ensinar aos paulistanos a arte da capoeiragem, aos filhos de São Paulo que tomaram em seu corpo e em sua alma a “capoeira” e com mestria e muito amor partilharam e difundiram a nossa arte nas terras do café em uma época difícil onde a capoeira ainda era muito marginalizada e “vista pelas esquerdas” como diria Mestre Cúrio.

Uma Importante passagem dentro deste contexto de fortificação e divulgação da capoeira foi sem dúvida a apresentação de um grupo de capoeiristas no programa de auditório “Cidade contra Cidade”, comandado por Sílvio Santos, na antiga TV Tupi Canal 4 SP, no dia 31 de Maio de 1970, onde estavam presentes grandes nomes da capoeira ( Suassuna, Almir da Areias “Anande”, Paulo Limão e Jorge Melchiades).

É preciso salientar que para todo e qualquer capoeirista realmente interessado na história e na busca do conhecimento, a pesquisa é sua grande arma, seu principal ataque…
Enquanto que o seu bom senso e coerência, na caminhada incessante na busca do conhecimento é a sua principal esquiva!

Desta forma o Portal Capoeira trás para os leitores e visitantes do Portal este documento de áudio de Grande Valor histórico e ainda algumas fotos desta apresentação, para ilustrar de forma brilhante está matéria.

Em anexo, alguns trechos de reportagens dos jornais de Sorocaba, corroborando a importância do fato para a região e para a época.

Gravação Histórica:

Faixa gravada na madrugada do dia 31 de Maio de 1970, em antigo gravador portátil de “fita de rolo”, da apresentação do grupo de capoeira de Jorge Melchíades no programa de auditório “Cidade contra Cidade”, comandado por Sílvio Santos, na antiga TV Tupi Canal 4 SP
A pessoa que gravou, utilizou microfone, na saída acústica do aparelho de TV, as pilhas do gravador estavam com carga arriada, o que causou distorções irreparáveis de rotação. Ainda assim permanece documento histórica raro e de grande valor.

O áudio incidental na página principal do Portal Capoeira é parte da Gravação acima citada
Para Baixar esta Gravação, clique aqui.
Clique nas fotos para ver as imagens ampliadas.
Mestre Jorge falando com Sílvio Santos e a sua esquerda temos Mestre Paulo Limão e Suassuna. Com o Berimbau Mestre Anande (Almir) das Areias.
“Me lembro como se fosse hoje, tinha 7 anos e numa tarde de domingo o que se fazia naqueles longínquos anos 70? Assistia-se ao programa Sílvio Santos. De tantos programas que assisti, o que mais ficou gravado em minha memória foi justamente este programa onde pela primeira vez em minha vida tive contato visual com a capoeira, quanta satisfação ao ver esta foto e poder retornar no tempo. É evidente que muito mais importante que as recordações da infância, e o fato de que o momento está registrado na história para quem tiver o interesse em conhecer a verdadeira história, que neste caso retrata a coragem e o pioneirismo em se fazer capoeira numa época em que esta não era tão bem vista no contexto social, quebrando preconceitos a abrindo o caminho para o crescimento da verdadeira capoeira.”

João Vitor Schiezaro/Capoeira Mística


Galeria de Imagens anexas desta matéria (jornais):
Clique para ampliar…


Agradecimentos:

Mestre Jorge Melchiades
Wellington Tadeu Figueredo
Grupo Capoeira Mística

 

Caso exista interesse em adquirir o CD “Brincando na roda de Capoeira Mística”, do Grupo Capoeira Mística, clique aqui.

Roda na Praça – Tatuapé – SP

Capuraginga promove atividades na Praça Silvio Romero, Tatuapé, São Paulo, dia 13/março/2005
 
Convidamos a todos os mestres, professores, estudiosos e alunos para participarem do 1º Encontro "Roda na Praça", que será promovido pelo Grupo Capuraginga de São Paulo.
 
O encontro será realizado na Praça Silvio Romero, Tatuapé, dia 13 de março de 2005, após as 11h00.
 
 
 
CAPOEIRA ANGOLA – CAPOEIRA REGIONAL – MACULELÊ – SAMBA DE RODA
 


 
A roda terá como objetivo:
 
          *  Conscientizar os profissionais sobre a importância da capoeira na atual sociedade;
          *  Promover o intercâmbio entre os diversos capoeiristas;
          *  Utilizar a capoeira como um veículo de informação;
          *  Divulgar a capoeira ao público.
Direção: Monitor Lampanche
Supervisão: Mestrando Giltemberg
obs. Devido à roda ser ao ar livre, a mesma será cancelada em caso de chuva.