Blog

teresópolis

Vendo Artigos etiquetados em: teresópolis

Teresópolis: Capoeira de graça para crianças carentes na Casa de Cultura

DEZ ANOS FORA DE TERESÓPOLIS rodando a europa para implantar a capoeira do Grupo Senzala. Alemanha, Inglaterra, França… Vários países absorvendo a cultura brasileira. Agora Michel está de volta e retomando a o seu projeto social: ensinar crianças carentes a disciplina e a arte da capoeira. Toda segunda-feira a partir das 9h30, as crianças levam um atestado médico e se inscrevem na secretaria da Casa de Cultura. Vale a pena conhecer este trabalho maravilhoso. Matéria que rodou na Diário TV na segunda e no jornal publicado na terça-feira. Parabéns ao Mestre Michel York pela iniciativa.

 

Mestre Michel York volta para Teresópolis e reinicia seu projeto social, ensinando crianças carentes

Com mais de vinte e cinco anos na arte da capoeira, Mestre Michel York já rodou o mundo com trabalhos em diversos países, principalmente na Inglaterra, Alemanha e França, onde ajudou a divulgar o Brasil e a cidade de Teresópolis, implantando a Capoeira Senzala que hoje é sucesso no mundo inteiro.

Apaixonado pela sua cidade, Michel retornou a Teresópolis e desde julho retomou o seu projeto social de capoeira para crianças carentes “Eu havia começado este projeto na praça há dez anos, mas por falta de apoio, tive que interromper. Mas agora estou de volta aqui na Casa de Cultura”, informa o professor com animação de quem começa um trabalho novo.

E o trabalho é novo mesmo. Novas crianças, novas instalações e novos objetivos. Agora bem mais maduro, apesar de ainda jovem Mestre, Michel York tem muito para ensinar: “Nosso objetivo é fazer parte da educação dessas crianças. Colocar a capoeira, as aulas, como uma fonte de disciplina e integração entre eles. E as crianças têm reagido super bem, animadas mesmo”, afirma um empolgado professor que mostra pulso forte ao ensinar a arte para a criançada.

Esta preocupação com a criança como um todo é bastante forte nesta nova fase do projeto do Mestre Michel, com o acompanhamento nos estudos, até o comportamento em casa “A capoeira é ótima para diminuir a hiperatividade, melhorar o comportamento em casa, além de ajudar no equilíbrio e na coordenação motora, mas é fundamental que a criança tenha uma boa orientação”, conclui Michel com propriedade.

Feliz com as portas abertas da Casa de Cultura de Teresópolis para o seu projeto, Michel York mostrou-se preocupado com a imagem da casa. O Mestre, que rodou a Europa com o Grupo Senzala observa que a Casa de Cultura precisaria de uma reforma: “Em nossos eventos na Casa, trazemos diversos gringos que estão habituados com casas de cultura na Europa. Acho que uma pequena reforma deixaria a Casa muito melhor”, observa Michel.

O professor aproveitou para convidar as crianças interessadas em aprender a arte da capoeira. As aulas são toda segunda feira a partir das 9h30. “A criança traz um atestado médico e se inscreve na secretaria da Casa de Cultura e já entra para participar das atividades. É muita atividade física, é lúdico, tem muita música. É maravilhoso, vale a pena conhecer”, encerra Michel com um sorriso.

 

Fontes: http://odiariodeteresopolis.com.br – http://claudiotatu.blogspot.com

RJ: 20º Encontro de Capoeira Regiangola

Oficinas, cursos e palestras serão oferecidos durante todo o mês de maio

Desde o início deste mês e até o dia 30, a capoeira será tema principal em Teresópolis. Promovido pelo Mestre Sorriso, junto ao SESC-Rio e a Secretaria de Cultura, o 20º Encontro de Capoeira Regiangola reunirá durante todo o mês de maio alunos e interessados no esporte em cursos, oficinas, debates e palestras, finalizando o encontro com a entrega das cordas de graduação aos alunos do Regiangola.

“No último dia, no ‘aulão’, virão grupos de vários municípios como Macaé, São Gonçalo, Rio de Janeiro, para participar, além de quatro alunos da Itália, onde temos pólo há 3 anos, para receber aqui a corda”, explicou o Mestre Sorriso. De acordo com ele, todas as ações são abertas ao público, mas é necessária a inscrição pelo telefone 9236-0084, pois as oficinas serão em diferentes lugares.

Segundo Mestre Sorriso, a capoeira é muito bem vista internacionalmente, mas o brasileiro mesmo não dá tanto valor. “Os alunos de fora são mais interessados, prestam atenção em cada movimento e são extremamente dedicados. No Brasil, não são todos os alunos que são assim, são poucos na verdade. Acho que é porque a cultura é nossa, e vivenciamos muito, e acaba que não se dá tanto valor”, comentou. Ressaltando que atualmente a capoeira já conta com confederações internacionais, Mestre Sorriso afirmou que o objetivo é bem claro: a profissionalização e a busca de espaço nas Olimpíadas.

Os apoiadores do 20º Encontro de Capoeira Regiangola são: Lojas Bom Preço Auto Peças, Photo Santa Tereza, Tepel Pneus, Papelaria Globo, Posto Rezende, Neoderm, Só Cartuchos, Versom, Sérgio Gravações, Diário TV, TV Cidade, Rede Rio TV, Tere TV, SESC, LTD e Prefeitura de Teresópolis.

 

Fonte; http://odiariodeteresopolis.com.br