Blog

tocantins

Vendo Artigos etiquetados em: tocantins

Aconteceu: “Festival Internacional Palmas para Capoeira”

De 29 de junho a 01 de julho, aconteceu o “Festival Internacional Palmas para Capoeira”, edição 2012, em Palmas capital do Tocantins, evento este promovido pelo grupo Terreiro Capoeira, pioneiro no estado do Tocantins, no qual vem realizando eventos desde 1990.

O “Festival Internacional Palmas para Capoeira” busca promover a formação de educadores de capoeira convivendo sob a condução de mestres especialistas no processo de tradição da capoeira, visando o crescimento e a difusão da cultura popular brasileira em seus desdobramentos sócio-educativo, artístico e cultural. Estima-se a participação de 800 pessoas entre capoeiristas (tocantinenses e de outras U.F. e países), empresariado, representantes do poder público e sociedade em geral.

Serão realizadas oficinas, palestras, papoeira e também uma atividade em especial, fixando uma parceria com a Universidade da Maturidade – UMA/UFT, a programação trará a realização de vivência da Capoterapia com os alunos da referida instituição, proporcionando uma experiência de uma nova proposta de estilo de vida, através de uma vertente exclusiva para a prática de pessoas que se encontram na “melhor idade” impulsionada pelos fundamentos basilares da Capoeira.

Projeto de capoeira em Buriti do Tocantins vem fazendo a diferença entre a juventude local.

O berimbau toca. Os capoeiristas se reúnem em círculo ao seu redor. Após ser entoada uma ladainha, que pode ser uma exaltação à valentia do capoeira, um pedido de proteção ou um canto de lamento de um escravo com saudade de casa, dois adversários, ou “camarás”, como se diz na linguagem da luta, começam uma disputa de movimentos quase que coreografados. Um jogo de perguntas e respostas, de ataque e defesa, de ritmo e som.

Isso é a capoeira.

A teoria de que a capoeira foi desenvolvida por escravos há mais de 200 anos nas senzalas brasileiras é ainda a mais aceita por historiadores e estudiosos em geral. Estima-se que seja praticada por mais de 5 milhões de pessoas em todo o mundo. Graças à figura de Manoel dos Reis Machado, o mestre Bimba e Vicente Ferreira Pastinha, o mestre Pastinha, essa arte marcial que é um misto de dança e luta se difundiu pelo mundo, levando o legado brasileiro a países como Israel, Estados Unidos, França, Austrália e até China.

Na cidade de Buriti do Tocantins existe o projeto Educamará, que difunde a capoeirae a sua filosofia de vida. Liderado pelo professor Marcos Vinicius da Cruz Andrade, professorda rede estadual de ensino, o projeto, que é voluntario, atende a alunos da Escola VicenteCarlos de Sousa e também da comunidade em geral.

Atualmente com cerca de 20 alunos, são realizadas aulas três vezes por semana, onde os alunos aprendem os fundamentos dacapoeira, a tocar os instrumentos, cantar músicas e o principal: aprendem a conviver bemcom as outras pessoas. “Pratico capoeira desde os 12 anos e foi uma coisa que sempre gosteide fazer”, diz o professor Marcos. “Quando vim pra cá em 2008, vi muitos jovens ociosos edesestimulados na escola.

Achei que a capoeira poderia ensiná-los algo, como me ensinou”, completou.

Além dos treinos, os alunos assistem a palestras, filmes e documentários e quandopossível, realizam apresentações em Buriti e outras cidades.

Mesmo com todas as dificuldades, o projeto vem gerando bons frutos. Um dos pontos fortes é a diminuição da reprovação e evasão escolar. “Os alunos que participam das aulas de capoeira têm se mostrado mais participativos e vem apresentando melhora no desempenho escolar.” O professor acredita no potencial da capoeira como agente transformador social. “Seria interessante ampliar as ações do projeto, para atender mais crianças e adolescentes da cidade. Afinal, a capoeira é para todos, pois promove disciplina, saúde e inclusão social.” (Marcos Vinicius da Cruz Andrade)

 

Ceará: Nota de falecimento – Mestre Soldado

A CAPOEIRA ESTÁ DE LUTO

Faleceu na última sexta-feira, dia 24 de julho de 2009 em Fortaleza-Ce, uma das maiores referências da Capoeira Mundial, Everardo Carlos Pereira, o Mestre Soldado, representante da Cia. Terreiro do Brasil. Mestre Soldado lutava contra um câncer, desde março deste ano.

Nasceu no dia  23 de outubro de 1964 e iniciou na capoeira no ano de 1978, com o Mestre Everaldo Ema, no colégio Júlia Jorge em Fortaleza. Em 1982, trabalhou em parceria com o Fundo Cristão para Crianças – CCF, realizando um trabalho de cunho social com crianças de áreas de risco através da prática da Capoeira. Desenvolvendo a partir daí seu primeiro Grupo de Capoeira na comunidade do Km-5 via férrea e Reino Encantado. No mesmo ano filiou-se ao Mestre Skysito e passou a ser integrante da Terreiro Capoeira do Brasil. Em 1984 desenvolveu trabalho junto a comunidade do Carlito Pamplona, no Centro Comunitário daquele bairro, sempre com a Capoeira. Em 1986 assumiu a Terreiro Capoeira, nesse mesmo período consagrou-se vice-campeão do Festival Praia Verde em Brasília,  representando o Ceará. Em 1988, implantou a Capoeira no Município de Caucaia-Ce, começando pelo Conj. Nova Metrópole e posteriormente integrou os quadros da Prefeitura junto ao Centro Comunitário de Caucaia. Em 1989 desenvolveu trabalho de implantação da capoeira no estado do Tocantins, recentemente criado naquela data, onde esteve presente por quinze anos. Em 1990 recebeu o Prêmio de Celebridade que mais contribuiu para a Cultura no Estado do Tocantins, promovido pelo Governo do Estado. Em 1991 consagrou-se Campeão dos Jogos Abertos de Brasília representando o Tocantins e foi homenageado com a graduação de Mestre, integrando a 1ª turma da Associação Brasileira dos Professores de Capoeira – ABPC. Em 2008 retornou a Fortaleza, assumindo novamente a Terreiro do Ceará, coordenou a realização do IV Simpósio Internacional de Capoeira contando com a participação direta de mais de 150 pessoas e público rotativo durante os três dias do evento de mais de 500 participantes. Também integrou a Comissão de Trabalho da Semana Municipal da Capoeira de 2008 no Município de Fortaleza-Ce, conforme Lei Municipal nº 9.041/05.  Compôs a mesa de debates da 3ª Audiência Pública na Câmara Municipal de Fortaleza de 2008, tratando dos temas: Profissionalização do Professor de Capoeira e alteração da nomenclatura da profissão junto ao CBO – Código Brasileiro de Ocupação.

Durante sua trajetória sempre desenvolveu trabalhos de cunho filantrópico com a Capoeira, visando o crescimento, reconhecimento e inclusão social das comunidades carentes e desprivilegiados, tendo notório reconhecimento junto a comunidade capoeirística dos Estados do Ceará e Tocantins, sendo ainda um Mestre de renome nacional e internacional.

Atualmente desenvolvia trabalho de Formação de Graduados (educadores de capoeira) junto a UFC- Faculdade de Educação – FACED.

Durante o período de 1982 até 1989 realizou vários eventos, batizados, cursos, simpósio, cursos de reciclagem em Fortaleza em benefício da capoeira do estado do Ceará.

Pessoa serena, paciente, batalhador. Excelente esposo, pai exemplar, um Mestre respeitado, amigo e dedicado, um grande homem de fé, esse era meu Mestre Soldado.

Professora Claudinha
Terreiro Capoeira do Ceará.
27/07/09

Terreiro realiza Maratona de Capoeira em Guadalajara

Capoeiristas brasileiros e mexicanos participam de um importante intercâmbio cultural e esportivo, que acontece de 15 a 25 de novembro, no México. É a tradicional Maratona 13 Horas de Capoeira México, evento promovido pela Companhia Terreiro, com o apoio da Universidade de Guadalajara. A Terreiro foi fundada e é presidida por Reginaldo Silveira da Costa, Mestre Skysito, e há 13 anos atua no México.

Entre os convidados da Maratona estão o Mestre Tambor, de Tocantins e capoeiristas dos grupos Abadá e Raízes do Brasil. Como representante deste site, provavelmente estarei no evento, fazendo a cobertura on-line da programação, que inclui oficinas, curso de percussão e o tradicional batismo. E farei o lançamento dos meus livros “Dicionário de Capoeira” e “Eu, você e a capoeira”.

A unidade mexicana da Terreiro é sediada em Guadalajara, cidade que ficou famosa no Brasil, por sediar a final da copa de 1970, quando a seleção Canarinho foi tricampeã. Hoje, é a ginga da capoeira que faz a terra vibrar na cidade que abriga o famoso Estádio Jalisco.

A coordenação do núcleo de capoeira do Terreiro no México está a cargo do professor Ganso, que deixou o seu Tocantins, para ensinar capoeira na terra de maias e astecas. A Companhia Terreiro tem núcleos de atuação, também, em vários estados brasileiros e em países como Angola, Alemanha e Irlanda.

Informações:

Mestre Skysito (Brasil)
e Instrutor Ganso gansocapoeira@hotmail.com (México)

INSTITUTO TERREIRO

Sede: SHGN 712 bloco L apt. 203, Brasília, Brasil

Telefone: 0055 (61) 9211 0147

Dia da Consciência Negra mobiliza Tocantins

Nos dias 18, 19 e 20 de novembro a cidade de Arraias (TO) comemora o Dia Nacional da Consciência Negra e da Afro-Brasilidade com muita capoeira. Durante a programação acontece o IX Encontro Estadual de Capoeira Sudeste do Tocantins. A iniciativa é da Associação Cultural Chapada dos Negros, dirigida pelo Mestre Fumaça e pela professora Sílvia Adriane. A entidade luta pela preservação e pelo tombamento da Chapada dos Negros, onde é forte a tradição quilombola.
 
Atendendo ao gentil convite dos organizadores, estarei na cidade fazendo o lançamento da 2ª. Edição do Dicionário de Capoeira. Um dos destaques da programação é a Oficina de Tambores com Mestre Tambor e a tradicional Berimbalada, a caminhada de capoeiristas no centro da cidade. Os mestres Pombo de Ouro e Cláudio Danadinho farão uma palestra sobre “Os Fundamentos da Capoeira Regional”. O encontro termina na segunda com uma trilha ecológica na belíssima Chapada dos Negros.
 
O evento tem o apoio da Universidade Federal do Tocantins (UFT); das prefeituras de Arraias, Novo Alegre e Lavandeira (TO) e de Monte Alegre (GO). A Associação Ladainha, os grupos Candeias e Terreiro, as academias Tambor Capoeira, Arte Folclórica e Pequeno Dragão, o Projeto Ginga Mulher e as comunidades quilombolas Lagoa da Pedra e Kalunga Mimoso também participam das atividades.
 
{jgxtimg src:=[http://www.portalcapoeira.com/images/stories/Capoeira/eventos/cartaz.jpg] width:=[220]}
Para ampliar o cartaz,
clique na imagem…
 
Veja a programação
 

Sábado –  18/11/2006
 
Roda de Abertura no Ginásio de Esportes de Arraias
Apresentações Artísticas (Sússia,  Maculelê, Dança do Fogo e Dança Popular)
Oficinas de Tambores (Mestre Tambor)
Homenagens, batizado e trocas de cordas
Berimbalada nas ruas da cidade (saída do Colégio Estadual Professora Batista Cordeiro)
 
Domingo – 19/11/2006
 
Papoeira e fundamentos da Capoeira Regional (mestres Pombo de Ouro e Cláudio Danadinho)
Roda de integração entre os grupos
 
Segunda – 20/11/2006
 
Dia Nacional da Consciência Negra
Trilha ecológica com os alunos da Escola Agrícola David Ayres França e da UFT

 

* Mano Lima é autor das obras “Dicionário de Capoeira” e “Eu, você e a capoeira”.
É repórter do programa de TV “Caderno Educação” e colunista dos sites www.portalcapoeira.com, www.jornalmuncapoeira.com, www.temnoticia.com.br e www.manolima.com

Palmas-TO: Oficina de Capoeira Angola com Mestre Jogo de Dentro

Mestre Jogo de Dentro vem construindo ao longo de sua caminhada, respeito e reconhecimento por todos os lugares que tem ministrado workshops e oficinas, transmitindo a Capoeira Angola a essa nova geração de capoeiras, Mestre Jogo de Dentro tem em sua bagagem o privilégio de aprender e se formar com o Mestre João Pequeno (João Pereira dos Santos) um dos mais antigos capoeiristas ainda vivo, discípulo do eterno M. Pastinha.
 
O Tocantins será presenteado com a presença do Mestre Jogo de Dentro que ministrará Oficinas de Capoeira Angola em Palmas-TO, no dia 9 de junho, no clube dos Oficiais da PM, as 18 horas e dia 10 em Fortaleza do Tabocão, qualificando e ensinando um pouco dos fundamentos desta que é uma das maiores expressões da cultura popular brasileira aos capoeiristas da capital e interior do Tocantins.
 
Este evento contará com a presença de capoeiristas e mestres de todo o estado, dentre os quais: M. Fumaça (Arraias), M. Tambor(Palmas), M. Jean Surfista(Palmas), Mt. Geléia(Dianópolis), M. Zé Maria (Barreiras-BA), M. Bizorro(Palmas), Mt. Índio(Palmas) e M. Pombo de Ouro-DF (aluno do M. Bimba) que ministrará a PAPOEIRA, projeto idealizado por este, que tem como objetivo maior, alem de interagir os capoeiristas das mais diferentes linhagens, qualifica-los com palestras com profissionais das mais diferentes áreas (Juristas, fisioterapeutas etc) e atentar as novas gerações quanto a fundamentos da nossa capoeiragem que andam em desuso.
 
Informações : 63- 9982-9241 c/Bira ou 8407-1425 c/ Asa Delta
 
asadelta_to@hotmail.com