Blog

torneio

Vendo Artigos etiquetados em: torneio

Nota de Falecimento: Mestre Peixinho – Senzala

“Mestre Peixinho: Agora uma Lenda”

Até assim ele foi capoeira, nos deu uma” finta” do seu golpe no dia 15-05-2011, quando da primeira noticia, mas desferiu seu  golpe mortal em todos nós capoeiras, amigos e irmão , nesta madrugada do dia 16-05-2011.

A capoeira chora: Mestre Peixinho, nosso camarada, passa para o plano astral se consagrando definitivamente  uma ESTRELA.

Nosso camarada, ele que sempre conseguiu transitar num mundo de luta sem criar inimigos… com seu jeito de jogar a capoeira técnicamente perfeito, capaz de superar sempre a violência.

Há apenas dois dias num telefonema meu, tive como retorno, uma receptividade de quem sabia dar a volta do mundo na doença que o acomedia.

Mas esse tal de câncer, consegue separar para sempre, Mestre de alunos, amigo de amigo, irmão de irmão.

Agora meu irmão, você tem a grande chance de jogar uma capoeira de alto astral, com mestre Bimba, mestre Pastinha e muitos outros que são iluminados por essa luz que nós mortais chamamos de “ESTRELA”.

Boa viagem meu irmão,  abraços, axé e Salve.

 

Mestre Peixinho nasceu em Vitória, Espírito Santo, em 1947. Iniciou a capoeira em 1964, entrando para o grupo que veio a ser denominado Grupo Senzala, em 1965, sendo um de seus fundadores. Participou do torneio Berimbau de Ouro em 1967, 1968 e 1969. Ministrou aulas de capoeira na UFRJ de 1973 a 1980, na UERJ de 1979 a 1983. Participou de exibições e shows no teatro Municipal (1971) e Sala Cecília Meireles (1969), Festival Internacional na Ilha de Reunion (1977), Projeto Brasil em Preto e Branco, durante seis meses na Europa, em 1987, organizador dos primeiros encontros europeus de capoeira a partir de 1987 e dos Encontros Escandinavos de Capoeira, a partir de 1990.

Mestre Peixinho coordenava um extenso grupo de professores que ensinam em diversas cidades brasileiras, européias e americanas do norte.

 

O Grupo Senzala constituiu-se nos anos sessenta. Cresceu procurando aperfeiçoar-se por meio de contactos com outros capoeiristas, através do treinamento intensivo e na procura dos fundamentos com a “Velha Guarda da Capoeira”, passando vários períodos em Salvador, Bahia.Foi em 1967, que o grupo à procura de outras experiências, se inscreveu no torneio “Berimbau de Ouro”. Para surpresa geral, venceu o torneio, e repetiu o feito por três anos consecutivos. Além de maturidade, ganhou o respeito e destaque nacionais ( Brasileiros ). Mais tarde, o grupo descentralizou-se, com seus membros ensinando em diferentes clubes, academias e universidades, e a reunir-se aquando da formação de novos ‘Mestres” e graduação de alunos.Actualmente, está representado em todo o Brasil e em muitos outros países e apesar de ter tido milhares de alunos durante esse período, formou pouco mais de dez “Mestres”. É esta exigêcia de qualidade e nível técnico, aliada à dedicação consciência dos valores históricos da Capoeira que tem feito e mantido o nome “Senzala”, como grande referência no Brasil e em todo Mundo.

 

Nos do Portal Capoeira assim como toda a comunidade capoeirística deseja a toda a família “Peixinho” e a todos os amigos e parceiros do Grupo Senzala muita força e harmonia para superar este momento tão delicado…

Desejamos paz e muita luz para este grande homem e capoeira: Mestre Peixinho

“África em Nós” resgata cultura e esporte em torneio

Dentro do projeto Cultura em Movimento, o Departamento de Cultura, Esporte e Lazer da Prefeitura de Registro, promoveu o Torneio G4 de Capoeira do Vale do Ribeira, “África em Nós”, que busca o resgate da cultura africana no Brasil, por meio do esporte e cultura, promovido pelo Grupo de Capoeira Nosso Senhor do Bonfim. A cidade de Cananeia foi a grande campeã, seguido por Registro, Iguape e Pariquera.

A abertura aconteceu no último domingo e envolveu desde crianças a partir dos cinco anos, até homens e mulheres até 60 anos que participaram das atividades. A abertura contou com a prefeita de Registro, Sandra Kennedy Viana, que em sua fala enfatizou a importância do esporte para a união e desenvolvimento disciplinar e pedagógico do cidadão.

O Torneio teve a participação de capoeiristas das cidades de Cananeia, Registro, Iguape, Pariquera Açu e foi coordenado pelo professor Gilson de Jesus Silva e contou com cerca de 400 pessoas e contou com o patrocínio também do Primu´s e Ciclo Ribeira. Conforme o educador físico, a idéia inicial de realizar o torneio é de Registro, da necessidade de se desenvolver a capoeira na cidade e promover mais atividades. “Nós queremos integrar essas e outras cidades dentro da capoeira”.

Além do torneio de capoeira, aconteceram as apresentações de maculelê com os grupos Filho de Cananeia e Samba de Roda Maracatu Princesa do Litoral de Iguape. Em Registro, as aulas de capoeira, por meio do Cultura em Movimento acontecem no Centro Social urbano, Bloco B, Arapongal e Vila São Francisco.

Fonte: http://diariodeiguape.com/

Tekken o filme

O famoso Eddy Gordo que começou com o grande Mestre Marcelo Caverinha que vive na California, e colocou todos os seus movimentos de sua capoeira plástica e eficiente, nos deixando o maravilhoso jogo para video game, que a melhor jogabilidade é com este personagem o Eddy, que agora no filme é protagonizado por Lateef Crowder *.

O foco do filme é em Heihachi Mishima, o líder da organização corrupta Tekken que está sendo investigado por assassinato. Em 2039, ele inicia um torneio de artes marciais para eleger o “Rei do Punho de Ferro”, lutador que ganhará a chance de se tornar seu guarda-costas pessoal. Porém, conforme alguns lutadores se reúnem, percebem que estão ligados por algo mais que seu desejo em parar com o reinado de Mishima.

Read More

Candeias Open Internacional de Capoeira 2009

Será realizado em Goiânia de 06 a 09 de Agosto de 2009. O Candeias Open Internacional de Capoeira. Este é um dos maiores eventos da modalidade no Brasil.

Este evento tem como principal objetivo o intercambio de vários Grupos e Associações de Capoeira, bem como, reunir os integrantes do Grupo Candeias.

O Grupo Candeias é um Grupo que se orgulha de ser Goiano e atualmente se encontra em 16 Países e em 17 Estados do Brasil.

Estão confirmados capoeiristas da França, Inglaterra, Irlanda, Equador, Peru, Chile, México, Argentina, Republica Tcheca, Portugal e Espanha, somando aos capoeiristas de Goiás e do Brasil chegaremos a uma meta de 1.000 participantes.

Dentre os convidados estes já confirmaram presença: Mestre Burgues, Zulu, Brasília, Luiz Renato, Falcão, Tucano Preto, Dionizio, Renato, Pança, Xoroquinho, Sarará, Xereu, Cabeça e o percussionista Dinho Nascimento.


PROGRAMAÇÃO DO OPEN

 

Dia 06/08 – Quinta Feira

19:00h – Abertura – Rodas

Dia 07/08 – Sexta Feira

09:00h às 15:00h – Cursos: Mestre Pança (Capoeira Regional), Mestre Brasília (Capoeira Angola) Mestre Sarará (Capoeira Contemporânea) e Dinho Nascimento (Ritmos)

16:00h – Torneio mundial – Iniciantes

18:00h – Torneio mundial – Categoria intermediária

19:30h – Show com Dinho Nascimento e Grupo Candeias

20:30 – Roda de Mestres e Professores

21:00h – Formatura

Dia 08/08 – Sábado

09:00h às 15:00h – Cursos: Mestre Burguês, Mestre Suíno  e Tucano Preto, (Capoeira Contemporânea).

15:00h – Festival de música

16:00h – Torneio Infanto-Juvenil

19:00h – Rodas para todos

20:00h – Torneio Absoluto

23:00h – Festa e show da cultura Brasileira

Dia 09/08 – Domingo

10:30h – Cursos: Tiziu e Babuíno (danças brasileiras e afro brasileiras) e Mestre Xereu e convidados

16:00h – Roda de Encerramento no Parque Vaca Brava

Capoeira revê cenário da escravidão em patrimônio histórico nos Jogos Abertos

Com um clima cultural, histórico e esportivo, em um dos barracões do Engenho Central de Piracicaba, durante todo dia de ontem cerca de 205 atletas se revezaram em duplas para mostrar o melhor da arte de jogar capoeira. Abrindo a competição, no segundo dia dos 72º Jogos Abertos do Interior (JAI) Horácio Baby Barioni, uma expressiva platéia observava atentamente os gingados de homens e mulheres que representavam 55 cidades.

Ao som do berimbau, comissão técnica, representantes de federações e amantes da capoeira, procuravam um espaço próximo das rodas para ver de perto os gestos e expressões de cada capoeirista que competia dentro das rodas.

Caracterizada como uma das expressões culturais mais significativas da história afro-brasileira, a capoeira remonta ao período de escravidão e opressão aos negros até o fim do século 19. Ainda ativa sob efeito dos valores que a criaram, a arte marcial vivenciou um profundo momento de revitalização histórica nos Jogos Abertos do Interior, em Piracicaba.

 

A competição foi sediada justamente dentro de um dos patrimônios históricos mais significativos da região: o Engenho Central, localizado às margens do rio Piracicaba. Desde sua construção, em 1881, o local tornou-se uma ponte histórica até o fim efetivo da atividade escravista no Brasil, sete anos mais tarde, com a criação da Lei Áurea.

As paredes de tijolo e os vidros quebrados em meio à área verde da região formaram o cenário ideal para a disputa competitiva da capoeira nos Jogos Abertos. O ambiente quente de um dos galpões adaptado de maneira rústica para receber o campeonato deu um charme extra ao torneio estadual.

"A capoeira é uma mistura de esporte e cultura. Ela tem esses dois lados. Levamos a modalidade ao Engenho para agregar esse lado esportivo com a cultura do local. Existe toda uma identificação com o esporte pela história do lugar e o que ele representa para a cidade", explicou Luiz Antônio Chorilli, diretor técnico da Secretaria de Esportes do município.

 

Jogos Abertos do Interior, em PiracicabaVinculada ao cultivo da cana em massa até o início do século 20, Piracicaba polarizou a economia da região no interior de São Paulo. O Engenho Central, fundado em 1881, foi o grande símbolo do desenvolvimento da cidade na época. Mais de um século depois, o local sobrevive como um patrimônio histórico e como anfitrião de eventos especiais, como festas e a própria disputa da capoeira nos Jogos Abertos.

O ambiente contagiou boa parte dos participantes, como o representante de Catanduva na categoria leve, Cícero Cerqueira Leite, de 27 anos. Experiente no assunto, o atleta perdeu o braço esquerdo em um acidente,12 anos atrás, quando cortava cana em uma ensiladeira (maquina picadora).

Apelidado de "Fera Negra" por sua persistência e por disputar a modalidade contra rivais sem deficiência, o capoeirista destacou a emoção de participar do torneio em um lugar de grande importância histórica para o açúcar brasileiro e, principalmente, a relação com as origens da capoeira, criada na época da escravidão.

"A capoeira é uma expressão de liberdade. Já sabia disso antes do meu acidente e percebi isso mais ainda depois dele. O esporte me ajudou muito e sou grato por poder ‘jogar’ de igual para igual com qualquer um em lugar como esse e em um torneio importante como os Jogos Abertos", declarou Cícero, momentos antes de ser eliminado da disputa pelos primeiros lugares.

Jogos Abertos do Interior, em PiracicabaO árbitro Orestes Ceroles concordou com o competidor. O juiz fez questão de destacar o aumento da popularidade da capoeira competitiva e defendeu que este tipo de integração histórica com o local da prática do esporte pode atrair ainda mais praticantes para a modalidade.

"É um esporte genuinamente brasileiro e é por causa do prestígio da capoeira que ela é disputada nos Jogos Abertos do Interior. Foi uma boa idéia trazer o torneio para cá. Aqui é tudo antigo e olha quanta gente atraiu", disse o árbitro, apontando para um grupo de oito pessoas que assistia ao torneio do lado de fora da entrada do galpão.

 

 

 

Fonte: http://esporte.uol.com.br/ – Gazeta de Piracicaba

Jundiaí: Crianças conquistam 7 medalhas na capoeira

A Academia de Capoeira Idalina, sob o comando de Mestre Rã e contra Mestre Passarinho, participou do 1º Torneio Ginga Criança realizado pela Associação Herença Cultural do Mestre Catitu e pelo Centro Universitário Metropolitano de São Paulo (Unimesp) . O evento foi realizado no dia 20 de outubro na cidade de Guarulhos.

Treze crianças jundiaienses participaram do campeonato. Leonardo Paulo F. Silva, o Paulinho, 13 anos faturou a maior premiação do campeonato, a medalha de platina concedida para o destaque técnico do torneio. "Fiquei muito feliz ao saber que tinha ganhado a medalha, o campeonato foi muito legal porque conheci muitos capoeiristas e mestres", fala o garoto que treina há 10 anos na Academia de Capoeira Idalina.

No total a Equipe de Jundiaí faturou sete medalhas, sendo duas de ouro, uma de prata, três de bronze e uma de platina, esta última concedida para o destaque técnico do campeonato.

Segundo Cássio Martinho, Mestre Rã, quinze grupos de capoeira participaram do torneio de diferentes cidades do estado de São Paulo. Para ele, foi uma grande satisfação participar do evento. "Eu sou apaixonado por crianças e adorei participar do torneio, foi uma competição sadia, mesmo aqueles que não ganharam medalhas saíram satisfeitos por participar. Prevaleceu a famosa frase: ‘o importante não é vencer e sim participar’", frisa ele.

Na opinião de Jarbas Francisco, o contramestre Passarinho, a participação do grupo Idalina no evento possibilitou o intercãmbio cultural com as outras academias e mestres. "Participar desses eventos é muito bom porque motiva tanto os professores como os alunos e permite fazer uma avaliação do trabalho desenvolvido, além da troca de experiências entre os participantes também tem outro fator positivo: contribui com a organização e socialização da Capoeira", ressalta.

A Academia de Capoeira Idalina é uma das mais tradicionais de Jundiaí, fica localizada no bairro do Retiro. O grupo conta com aproximadamente cem integrantes entre crianças e adultos.

Confira os medalhistas jundiaiense:

Medalha de Platina:
Leonardo Paulo F. Silva

Medalha de Ouro
Manoel José dos Santos
Alisson Annimo

Medalha de prata:
Gabriel Ribeiro

Medalha de bronze:
José Vinícius dos Santos
Vitor Sibinel sanches
Alexsandro Eduardo F. Silva

Fonte: Jornal de Itupeva Online
http://www.jornaldeitupeva.com.br

Agenda – Goiás: “Vive Capoeira” começa hoje

A 10ª edição do Goiás Vive Capoeira tem início hoje, às 18 horas, no Clube Jaó. A previsão é de que cerca de 350 capoeiristas de Goiás, Distrito Federal, Bahia, Mato Grosso e São Paulo participem do evento, que tem apoio da Agência Goiana de Esporte e Lazer (Agel) e da Federação de Capoeira do Estado de Goiás. 
A organização é do contra-mestre Santiago Pereira Gomes, o contra-mestre Lacraia.
 
A programação do encontro, a partir das 18 horas todos os dias, prevê para hoje  torneio infantil, até 12 anos; sexta-feira, apresentação do Colégio Ciem (antigo Porto Seguro), as duas atividades com entrada franca. Sábado haverá abertura oficial do Torneio Olinverno, do Clube Jaó, com apresentação da entidade Terra Fértil, entrega de cordas.
 
O ingresso corresponde a um quilo de alimento não perecível.

TAÇA ZUMBI DOS PALMARES


ILMOS. SRS.

MESTRES E INSTRUTORES DE CAPOEIRA  

 

CAPOEIRISTA EM GERAL.

 

                        Na qualidade de presidente da Liga Regional de Capoeira do Estado do Rio Grande do Sul. Entidade Regional de Administração de nossa arte maior, venho pelo presente convidar V.S. e seus discípulos a participarem da IVª Copa da Liga Regional de Capoeira a ocorrer dia 20 de Novembro de 2005, no ginásio do Tesourinha, Av. Érico Veríssimo s/n, bairro cidade Baixa com inicio as 09:00 h pontualmente nesta cidade.

 

                        Por sua característica este é o maior evento desportivo de capoeira a nível nacional e encontra-se atualmente informatizado. Nosso maior orgulho prende-se ainda ao fato de que seus regulamentos, adotados por esta Liga, privilegiam os resgates dos Fundamentos, Tradições e Rituais Sagrados da Arte da Capoeira, obtendo assim tão grande legitimidade junto a seus participantes que nunca nestes anos foram registradas quaisquer atitudes de violência; graças também ao elevado nível técnico no desenvolvimento do “JOGO DA CAPOEIRA”

 

                        No ano passado ocorreu no dia 12 de junho de 2004, o Torneio individual onde os capoeiristas mostraram muita técnica e habilidade, findando o ano resolvemos realizar a IVª Copa da Liga com apresentações de Maculelê, Jongo, Puxada de Rede e Samba de Roda.

 

                        Somente poderão participar do evento os capoeiristas que estiverem devidamente uniformizados de branco.

Todos os participantes serão credenciados para o evento, e deverão trazer um Quilo de alimento não perecível, haverá crachás para os convidados especiais, mestres, professores e competidores.

Obs. O credenciamento é indispensável para entrada gratuita do evento.

                        Caso deseje receber as fichas de filiação da Liga Regional de Capoeira ou inscrição envie email para mestregaviao@gmail.com ou entre em contato por telefone: (051) 9812.8737 ou 982.11.405.

 

Haverá camisetas do torneio para os 50 (cinqüenta) primeiros inscritos.

Informamos ainda que estamos somando esforços para realizar convênios com escritórios de contabilidade, advogados, clinicas médicas e odontológicas.

visite nosso site:– www.rscapoeira.cjb.net   mestregaviao@gmail.com www.rabodearraia.com.br  – www.capoeiraoxosse.cjb.net

Referencia Visual: Mestre Bimba

Mestre Bimba, em sua
chegada a Goiânia,
quando concedia
entrevista ao jornal
”O Popular”, em 1973.
Mestre Bimba, notícia de
”A Tarde”, em 1° de Agosto
de 1936.
Mestre Bimba aplicando uma vingativa Vermelho 27.
Centro de Cultura Física e Luta Regional da Bahia
R. do Maciel, 1/Térreo, 1957.
Read More