Blog

ufsc

Vendo Artigos etiquetados em: ufsc

II Mosaico Integrado de Capoeira em Florianópolis

Evento inicia quinta-feira, 15 de novembro e vai até domingo, 18.

A partir do dia 15 de novembro, quinta-feira, Florianópolis recebe o II Mosaico Integrado de Capoeira, o II MIC. Serão realizadas oficinas, rodas, espetáculos e outros eventos ligados à capoeira. O evento acontece durante quatro dias, até domingo, 18 de novembro, e conta com atividades em diversos locais da cidade. O Teatro da UFSC (ao lado da Igrejinha) recebe, no dia 17, sábado, um Show Cultural, com apresentações de capoeira, maculelê etc, além da graduação e formatura integrada. As atividades são gratuitas e abertas ao público. Veja a programação completa mais abaixo.

Segundo um dos coordenadores do evento, professor Luiz Falcão, do Centro de Desportos da UFSC, a realização do II MIC, em Florianópolis, consolida o processo de integração que vem sendo implementado por diversos grupos de capoeira da cidade. O evento mobiliza um expressivo número de praticantes de capoeira e contribui para democratização das relações entre grupos, abrindo possibilidades para novas formas de integração cultural.

O II MIC busca promover a integração e o intercâmbio entre praticantes de capoeira de diversos grupos, no sentido de contribuir com o processo de democratização e socialização do conhecimento produzido em relação a esta manifestação da cultura afro-brasileira. O potencial educacional do evento pode ser verificado a partir de ações de organização coletiva, colaboração, tolerância e solidariedade, tão necessárias para a realização de atividades com essas características

Participam da coordenação dos trabalhos o Projeto de Extensão Capoeira Beribazu da UFSC e integrantes dos Grupos Gunganagô e Cordão de Ouro.

O Grupo de Capoeira Beribazu

O Grupo de Capoeira Beribazu foi fundado em 11 de agosto de 1972, no Distrito Federal pelo Mestre Zulu. Atualmente possui núcleos espalhados pelo país e em diversas regiões do mundo. A estimativa é de que o Grupo Beribazu tenha hoje cerca de 2.000 integrantes. Em Florianópolis, o mestre do grupo é o professor Dr. Luiz Falcão, do Centro de Desportos da UFSC.

O Grupo Beribazu tem como lema o binômio "Arte-Luta" e procura elaborar uma síntese que busca a superação da divisão: Capoeira Angola e a Capoeira Regional, procurando difundir a capoeira da forma mais abrangente possível, através da análise crítica dos seus valores histórico-culturais.

O Grupo Cordão de Ouro

O Grupo Cordão de Ouro foi fundado em 1967 por Mestre Suassuna, em São Paulo. É um dos grupos de capoeira mais antigos do mundo. Esse ano completa 40 anos de existência. Tem núcleos em vários países do mundo e em Florianópolis é coordenado pelo Contramestre Habibis.

O Grupo Gunganagô

O Grupo Gunganagô foi criado em 2006 pelo Mestre Kadu, que reside em Florianópolis desde 1994. Tem trabalhos desenvolvidos em diversos bairros da cidade. Desenvolve uma significativa experiência de capoeira com cegos.

No ano passado, a primeira edição do MIC atraiu um grande público e contou com diversos grupos de Florianópolis, como o Maculelê, Puxada de Rede, Roda de Capoeira, Samba de Roda, Batucada e Orquestra de Berimbau. Durante as apresentações dos grupos locais, cerca de 30 mestres e professores de capoeira de várias regiões do Brasil, convidados para o evento participaram das apresentações.

Este ano, o II Mosaico Integrado de Capoeira será realizado em vários espaços da cidade de Florianópolis, na tentativa de ampliar a integração Universidade/Comunidade. O evento é de natureza intercultural e conta com as seguintes atividades:

– Oficinas – a serem ministradas por mestres e professores convidados de reconhecida competência;
– Rodas de confraternização envolvendo os diferentes grupos de capoeira;

– Espetáculo Cultural

– Cerimônia integrada de batismo, graduação e formatura dos integrantes dos diversos grupos.

SERVIÇO

O QUE: II Mosaico Integrado de Capoeira, com atividades interculturais.

QUANDO: A partir do dia 15 de novembro, quinta-feira, até domingo, dia 18. Os horários da programação estão listados a seguir.

ONDE: Em diversas localidades de Florianópolis. Mais detalhes na programação.
QUANTO: Gratuito e aberto ao público.
CONTATO: Coordenação Geral do evento:
Fones (48) 3234-7558, 9102-7360 (Mestre Falcão), 9101-0144 (Mestre Kadu) e 9111-0994 (Contramestre Habibis). E-mails: falcaox@cds.ufsc.br / mestrekadu@superig.com.br / habibis@uol.com.br

Fonte: Lucas Sarmanho – Bolsista Acadêmico de Jornalismo – Assessoria de Imprensa do DAC-PRCE-UFSC, com informações da organização do evento.

PROGRAMAÇÃO DO II MIC

Dia 15/11 (Quinta-Feira) – feriado

14h00 às 18h00: Batismo Integrado de Capoeira, com a participação dos
capoeiristas da APAE
Local: LAGOA IATE CLUBE – LIC

Dia 16/11 (Sexta-Feira)

15h00 às 17h30: Oficina com mestres e professores convidados
Local: LAGOA IATE CLUBE – LIC

19h00 – Palestra com mestre convidado
Local: Teatro da Igrejinha da UFSC

Dia 17/11 (Sábado)

18h00: Show cultural, Graduação e Formatura Integrada
22h00: Festa de Celebração
Local: Teatro da Igrejinha da UFSC

Dia 18/11 (Domingo)

10h00: IV Festival Cultural Beribazu
Local: Clube Catalina – Campeche

Santa Catarina: Teatro da UFSC recebe show cultural de capoeira

Acontece no Teatro da UFSC, nesta sexta-feira, dia 03/11, às 19 horas a apresentação do show cultural e formatura de Capoeira, atividades que integram o I Mosaico Integrado de Capoeira – I MIC, que acontece em Florianópolis e região, de 02 a 04 de novembro.
 
O Show Cultural contará com apresentações de diversos grupos de Florianópolis, como Maculelê, Puxada de Rede, Roda de Capoeira, Samba de Roda, Batucada e Orquestra de Berimbau. Durante as apresentações dos grupos locais, cerca de 30 mestres e professores de capoeira de várias regiões do Brasil (SC, PR, RS, DF, PE e BA) convidados para o evento, também farão parte das apresentações, integrando os diversos grupos que estiveram se apresentando. O show cultural tem duração de duas horas e meia. Ao final haverá a formatura.
 
Segundo o coordenador geral do evento, professor Luiz Falcão, do Centro de Desportos da UFSC, o I MIC consolida o processo de integração que vem sendo implementado por diversos segmentos de Capoeira da cidade. Mobilizará expressivo número de praticantes de capoeira e contribuirá para democratização das relações entre grupos, abrindo possibilidades para novas formas de integração cultural.
 
Ainda segundo o professor Falcão, o objetivo geral do I MIC é promover a integração e o intercâmbio entre praticantes de capoeira de diversos grupos, no sentido de contribuir com o processo de democratização e socialização do conhecimento produzido em relação a esta manifestação da cultura afro-brasileira. É a primeira vez que essa iniciativa de realizar um evento integrado de capoeira será colocada em prática na cidade de Florianópolis. Na UFSC acontecerão várias atividades do I MIC. O potencial educacional desse evento poderá ser verificado a partir de ações de organização coletiva, colaboração, tolerância e solidariedade, tão necessárias para a realização de um evento com essas características.
 
O I Mosaico Integrado de Capoeira se materializará como um evento de natureza intercultural a partir das seguintes ações: Oficinas – a serem ministradas por mestres e professores convidados de reconhecida competência; Rodas de confraternização envolvendo os diferentes grupos de capoeira; Cerimônia de Formatura de Mestre de Capoeira; Encontro Feminino de Capoeira; Espetáculo Cultural; Cerimônia integrada de batismo e graduação dos integrantes dos diversos grupos.
 
Fonte:
Redação – Portal da Ilha
http://www.portaldailha.com.br

Universidade Aberta – Florianópolis: Inscrições para curso de capoeira começam nesta segunda

Inscrições para curso de capoeira começam nesta segunda
 
A partir de segunda-feira, estão abertas as inscrições para o Curso de Capoeira, que é oferecido pelo Departamento de Cultura e Eventos, através do Projeto Vitrine Cultural. As aulas serão teóricas e práticas e vão abordar a trajetória histórica da capoeira, as características e normas, os fundamentos técnicos, a instrumentação e os cânticos. Além disso, outras manifestações afro-brasileiras fazem parte do conteúdo programático das aulas.
O professor José Luiz Falcão, do Centro de Desportos da UFSC (CDS), juntamente com um monitor, vai ministrar as aulas. Para ele, a importância do curso é dar mais visibilidade à capoeira e inserir a universidade em uma parte da comunidade, geralmente a carente.
As aulas serão realizadas sempre aos domingos, das 10h30 às 12h, na sala Petúnia do Centro de Cultura e Eventos, e são gratuitas. Pode se escrever qualquer pessoa da comunidade com, no mínimo, 12 anos. O curso está previsto para começar no primeiro domingo de abril, dia 2, e possui 40 vagas. As inscrições vão até o dia 31 deste mês e devem ser feitas no Departamento de Cultura e Eventos.
A capoeira é uma manifestação cultural afro-brasileira, expressada pela combinação de jogo, luta e dança ao som de diversos instrumentos, como o berimbau e o atabaque. O Projeto Vitrine Cultural começou no ano passado e já ofereceu aulas de dança de salão, capoeira e jazz gratuitamente.
 
Taise Bertoldi