Blog

vovô

Vendo Artigos etiquetados em: vovô

Itabuna: VII Encontro do Grupo Capoeira Raça

Encontro de Capoeira começa hoje em Itabuna
 
O VII Encontro do Grupo Capoeira Raça, que terá a presença do Mestre Medicina, fundador do grupo, tem programação hoje e amanhã
O VII Encontro do Grupo Capoeira Raça começa hoje às 18 horas, na quadra do Colégio Imeam, em Itabuna. O evento segue com programação para amanhã, quando as atividades começam às 15 horas, no mesmo local.
Para hoje, está confirmada uma aula com o Mestre Medicina, fundador do Grupo Raça. Durante todo o encontro, haverá batizado, troca de cordéis e formatura de alguns capoeiristas. O professor Newiton "Vovô" diz que tem boas expectativas para o encontro. "Esperamos um bom encontro, com a participação de quase todos os alunos do Raça", diz ele.
O evento, coordenado pelo Contra-Mestre Rogério "Arrepiado" e pelo professor Newiton "Vovô", tem o apoio de: Vereador Del Gally, Unibom, Brasil Gás, Bodega do Coalhada, Posto Iteúna, Posto Jaçanã, Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania (FICC), Secretaria de Esportes e Posto Fama.
 
Patrocínio Social
Vovô cita ainda a parte social do Capoeira Raça, que tem núcleos de ensino nos bairros Bananeira, Califórnia, Fátima, Ferradas, Jorge Amado, São Pedro, Urbis-4 e Zizo. "Além dos alunos nas sedes localizadas próximas ao centro, batizaremos capoeiristas que praticam o esporte nos núcleos do Raça na periferia. A idéia é batizar cerca de 150 alunos somente desses núcleos. Não batizaremos mais devido à falta de apoio".
 
Fonte: Agora – Itabuna – BA – http://www.agora-online.com.br

Itabuna: VII Encontro de Capoeira Escolar

O contramestre "Arrepiado" e o professor "Vovó", membros do grupo Raça de Capoeira, intensificam as atividades em seus respectivos projetos sociais nas escolas públicas estaduais e municipais de Itabuna. Esse processo visa à preparação para o VII Encontro de Capoeira Escolar, com Troca de Cordéis, evento que acontece nos dias 10 e 11 de novembro.
O contramestre Arrepiado, responsável pelo Projeto Capoeirinha Raça nos bairros São Pedro e Califórnia, diz que cresce cada vez mais o número de crianças que praticam o esporte. Já o professor "Vovô", que coordena a Associação Arte e Cultura Raça na Urbis IV, lembra ainda que todo final de semana há um encontro, com oficinas de diversas modalidades de capoeira.
{jgquote}Membros do grupo Raça de Capoeira dão ênfase as atividades sociais visando ao VII Encontro de Capoeira Escolar, que acontece em novembro{/jgquote}
Eles dizem que a idéia é divulgar o esporte e atingir um público cada vez maior e difundir ainda mais a capoeira. Além disso, ambos fazem questão de salientar ainda que os jovens desses projetos evitam o mundo das drogas. Há ainda o projeto Folclore e Capoeira na Escola, desenvolvido pela Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania (FICC), que também segue a linha de inclusão social.
 
Como participar
 
Para fazer parte de algum desses projetos, os estudantes devem estar matriculados em alguma escola pública, municipal ou estadual. Arrepiado diz que, comprovada essa parte, os alunos iniciam a prática da capoeira. "Mas, para que continuem, devem trazer periodicamente boletim e freqüência escolares", completa. Dessa maneira, os professores de capoeira acompanham os estudos do aluno e, caso haja algum problema, dentro ou fora da roda de capoeira, os pais são imediatamente informados.
Os interessados em participar podem dirigir-se à sede da FICC, localizada na praça Tiradentes, próximo à Catedral de São José. Para o projeto Folclore e Capoeira na Escola, devem entrar em contato com os membros do grupo Raça através dos telefones (73): 9993-6824 (Arrepiado) ou 3616-1098 (Vovô).
Fonte: Agora Online – Itabuna/BA – http://agora-online.com.br

VOVÔ CAPOEIRA

Vovô Capoeira
 
 
Vovô não brinca em serviço! Entrando na cruz. Sai de baixo!
 
Meia-lua de frente cuidadosa… “prá num machucá u mininu!” 
 
 
Sr. Manoel Dantas, avô do Mestre Canelão, é o aluno de capoeira mais idoso do mundo!
Nasceu em 20 de Maio de 1913, no sítio de São Pedro, cidade Jardim de Seridó, sertão do Rio Grande do Norte, Brasil.
Aos 84 anos de idade começou a assistir os treinos e exibições da “família de capoeiristas” do seu neto, Mestre Edmilson “Canelão” e um belo dia, como Totonho de Maré e  tantos outros, começou a entrar na roda e jogar. Sem treinamento especial!
 
Aprendeu capoeira pelo método intuitivo
Ouviu berimbau
Sentiu o balanço
Entrou na roda e jogou!
 
 
 
“Vovô Capoeira” exibindo  sua habilidade no manejo do berimbau
 
 
 
Vovô Capoeira irradiando juventude aos 85 anos de idade!
Um exemplo do vitalidade
Levanta às 04:00
Trabalha como coletor de caixas usadas até às 10:30
Toma uma cachacinha ao meio-dia
Freqüenta o forró diariamente de 16:00 às 18:00
Recolhe-se aos braços de Morfeu às 19:00
No forró comemorativo dos seus 85 dançou 4 horas seguidas
Inclusive com uma parceira de 90 anos de idade!
Assim é vida dos que vivem na Terra do Sol!
 
Mestre Edmilson “Canelão” e Manoel “Vovô Capoeira”
Neto e avô unidos pela “Boa Vontade” da “Associação de Capoeira”

VOVÔ CAPOEIRA

Vovô Capoeira
 
 
Vovô não brinca em serviço! Entrando na cruz. Sai de baixo!
 
Meia-lua de frente cuidadosa… “prá num machucá u mininu!” 
 
 
Sr. Manoel Dantas, avô do Mestre Canelão, é o aluno de capoeira mais idoso do mundo!
Nasceu em 20 de Maio de 1913, no sítio de São Pedro, cidade Jardim de Seridó, sertão do Rio Grande do Norte, Brasil.
Aos 84 anos de idade começou a assistir os treinos e exibições da “família de capoeiristas” do seu neto, Mestre Edmilson “Canelão” e um belo dia, como Totonho de Maré e  tantos outros, começou a entrar na roda e jogar. Sem treinamento especial!
 
Aprendeu capoeira pelo método intuitivo
Ouviu berimbau
Sentiu o balanço
Entrou na roda e jogou!
 
 
 
“Vovô Capoeira” exibindo  sua habilidade no manejo do berimbau
 
 
 
Vovô Capoeira irradiando juventude aos 85 anos de idade!
Um exemplo do vitalidade
Levanta às 04:00
Trabalha como coletor de caixas usadas até às 10:30
Toma uma cachacinha ao meio-dia
Freqüenta o forró diariamente de 16:00 às 18:00
Recolhe-se aos braços de Morfeu às 19:00
No forró comemorativo dos seus 85 dançou 4 horas seguidas
Inclusive com uma parceira de 90 anos de idade!
Assim é vida dos que vivem na Terra do Sol!
 
Mestre Edmilson “Canelão” e Manoel “Vovô Capoeira”
Neto e avô unidos pela “Boa Vontade” da “Associação de Capoeira”

VOVÔ CAPOEIRA

Vovô Capoeira
 
Vovô não brinca em serviço! Entrando na cruz. Sai de baixo!
Meia-lua de frente cuidadosa… "prá num machucá u mininu!" 
 
Sr. Manoel Dantas, avô do Mestre Canelão, é o aluno de capoeira mais idoso do mundo!
Nasceu em 20 de Maio de 1913, no sítio de São Pedro, cidade Jardim de Seridó, sertão do Rio Grande do Norte, Brasil.
Aos 84 anos de idade começou a assistir os treinos e exibições da "família de capoeiristas" do seu neto, Mestre Edmilson "Canelão" e um belo dia, como Totonho de Maré e  tantos outros, começou a entrar na roda e jogar. Sem treinamento especial!
Aprendeu capoeira pelo método intuitivo
Ouviu berimbau
Sentiu o balanço
Entrou na roda e jogou!
 
"Vovô Capoeira" exibindo  sua habilidade no manejo do berimbau
 
 
Vovô Capoeira irradiando juventude aos 85 anos de idade!
Um exemplo do vitalidade
Levanta às 04:00
Trabalha como coletor de caixas usadas até às 10:30
Toma uma cachacinha ao meio-dia
Freqüenta o forró diariamente de 16:00 às 18:00
Recolhe-se aos braços de Morfeu às 19:00
No forró comemorativo dos seus 85 dançou 4 horas seguidas
Inclusive com uma parceira de 90 anos de idade!
Assim é vida dos que vivem na Terra do Sol!
Mestre Edmilson "Canelão" e Manoel "Vovô Capoeira"
Neto e avô unidos pela "Boa Vontade" da "Associação de Capoeira"

A Capoeira na 3ª Idade

A pratica da capoeira,
  • pela multiplicidade de seus movimentos,
  • pela facilidade de ajustamento às condições pessoais de cada praticante,
  • pelas modificações mentais que acarreta,
  • pela integração entre os vários componentes do Ser,
  • por ser uma atividade fundamentalmente lúdica e portanto prazerosa,
  • por desenvolver uma estado transicional de consciência capaz de escapar aos bloqueios de natureza mental e às limitações físicas do praticante,
  • por se prestar a inúmeros níveis de carga de trabalho,
 
pode ser usada como método de manutenção da aptidão física, de capacitação ou de recuperação da aptidão física, correção de desgastes pela idade ou seqüela de complicações decorrentes de doenças próprias do envelhecimento.
Cumpre entretanto realçar que sua prática depende de avaliação prévia das condições orgâncas e funcionais do cadidato e acompanhamento médico adequado para impedir possíveis complicações por sobrecarga de esforço.
 
Vovô Capoeira
 
Vovô não brinca em serviço! Entrando na cruz. Sai de baixo!
Meia-lua de frente cuidadosa… "prá num machucá u mininu!" 
 
Sr. Manoel Dantas, avô do Mestre Canelão, é o aluno de capoeira mais idoso do mundo!
Nasceu em 20 de Maio de 1913, no sítio de São Pedro, cidade Jardim de Seridó, sertão do Rio Grande do Norte, Brasil.
Aos 84 anos de idade começou a assistir os treinos e exibições da "família de capoeiristas" do seu neto, Mestre Edmilson "Canelão" e um belo dia, como Totonho de Maré e  tantos outros, começou a entrar na roda e jogar. Sem treinamento especial!
Aprendeu capoeira pelo método intuitivo
Ouviu berimbau
Sentiu o balanço
Entrou na roda e jogou!
 
"Vovô Capoeira" exibindo  sua habilidade no manejo do berimbau
Vovô Capoeira irradiando juventude aos 85 anos de idade!
Um exemplo do vitalidade
Levanta às 04:00
Trabalha como coletor de caixas usadas até às 10:30
Toma uma cachacinha ao meio-dia
Freqüenta o forró diariamente de 16:00 às 18:00
Recolhe-se aos braços de Morfeu às 19:00
No forró comemorativo dos seus 85 dançou 4 horas seguidas
Inclusive com uma parceira de 90 anos de idade!
Assim é vida dos que vivem na Terra do Sol!
Mestre Edmilson "Canelão" e Manoel "Vovô Capoeira"
Neto e avô unidos pela "Boa Vontade" da "Associação de Capoeira"