Blog

Vendo Artigos etiquetados em: zé

Projeto “Capoeira na escola” comemora 16 anos em Piumhi

Durante esse mês, o Projeto “Capoeira na Escola” comemora 16 anos de existência em Piumhi. O feito surgiu de uma iniciativa do Mestre Zé Reis, vindo de Brasília, e com o apoio do prefeito da época, João Batista Soares, que aceitou o desafio e implantou a novidade.

Zé Reis, na atualidade, ministra aulas de capoeira gratuitamente para as crianças nas escolas municipais de maneira a resgatar a autoestima e cidadania.

No próximo dia 30, a partir das 13h, no Poliesportivo de Piumhi, acontecerá a 10ª Olimpíada Escolar de Capoeira, onde, todas as Escolas Municipais participarão, além da Escola Estadual José Vicente e também do Ciame, de maneira a comemorar a data da iniciativa do projeto.

Esse projeto surgiu devido à necessidade da manifestação de liberdade do cidadão e tem o objetivo de desenvolver ritmo em todas suas formas, bem como trabalhar a desinibição e autoconfiança dos alunos, de maneira a utilizar a capoeira no processo de alfabetização e no aprimoramento da psicomotricidade dos alunos.

Esta proposta fundamenta-se no fato de que a capoeira é um instrumento de educação, privilegiadamente também aborda a cultura nacional.

 

Fonte: Clic Folha – http://www.clicfolha.com.br

A Capoeira Angola segundo Mestre Pastinha

Vicente Joaquim Ferreira Pastinha, conhecido como Mestre Pastinha, nasceu em 1889, em Salvador, aprendeu a lutar com um negro de nome Benedito, que, ao vê-lo apanhar de um garoto mais velho, resolveu ensinar-lhe os golpes, guardas e malícias da Angola.

Mestre Pastinha começou a ensinar capoeira em 1910, depois de um período de oito anos na Marinha de Guerra do Brasil. Seu primeiro discípulo foi Raimundo Aberê, que, por sua vez, se tornou um exímio capoeirista, conhecido em toda a Bahia.

{youtube}aowrcvjJ5uE{/youtube}

Vídeo de 1991, comemorativo dos Dez Anos de Atividades do Grupo de Capoeira Angola Pelourinho do Rio de Janeiro, realizado por Antonio Carlos Muricy. 
Editado a partir de uma seleção de vídeos VHS dos arquivos do grupo, reúne grandes bambas, grandes angoleiros, cariocas ou não, como os Mestres Moraes, Neco Pelourinho, Zé Carlos, Braga, Marco Aurélio, Armandinho, Angolinha, Lumumba, Rogério, Valmir, Brinco, Manoel, entre outros.

Apesar da precária qualidade técnica, retrata momentos extraordinários da Capoeira Angola carioca, e inclusive jogos raros, como o “Jogo do Dinheiro”, aqui registrado em dois grandes momentos, um o jogo de Mestre Neco Pelourinho com Mestre Braga, e o outro um jogo entre o Mestre Armandinho e Mestre Zé Carlos.

Traz também um momento raro de violência em uma roda de Angola, quando Mestre Rogério aplica um rabo de arraia em Mestre Lumumba e o atinge em cheio. É extraordinária a calma e serenidade de Lumumba, em se recuperar e responder no jogo, na Capoeira, a Rogério.

Traz reflexões de Mestre Pastinha, o Guardião da Capoeira Angola, e uma pequena história da Capoeira, narrados por Mestre Brinco e Mestre Neco Pelourinho.
Memória da Capoeira Angola carioca, ouro puro.

Novela: Zé Maria surge com ares de super-herói

Lázaro Ramos diz que personagem em ‘Lado a Lado’ é homem do povo. Porém, novela não tem boa audiência

Com uma fantasia colada e vermelha, cenas de ação em câmera lenta e um caráter incorruptível, Zé Maria (Lázaro Ramos) surgiu com ares de super-herói na estreia de “Lado a Lado”, na última semana. Resta saber se esse heroísmo vai levantar os índices da mais nova novela de época da Globo, que marcou 18 pontos de audiência em seu primeiro capítulo, no dia 10 – as anteriores marcaram 23, em média.

“O legal dele é não ser super-herói, mas um cara comum. A gente às vezes fala dos grandes revolucionários, mas não do povo, que está ali lutando para sobreviver. Ele é um herói do povo” define Lázaro Ramos, que só usa dublê em cenas de muito texto.

Para não fazer feio nesse heroísmo, Lázaro treina com Mestre Cocoroca, de 34 anos, desde julho, aproveitando a experiência que ganhou na capoeira para o filme “Madame Satã”, de 2002. Marcello Melo Jr, o Caniço na trama, também participa das aulas. “São três por semana e o Lázaro leva muito jeito”, conta o mestre, recordista mundial em estrelas de capoeira, com 61 seguidas: “As cenas de luta dão trabalho. Levamos até um dia para ensaiá-las”.

Mestre Cocoroca explica que os passos de capoeira de Zé Maria e Caniço são inspirados nos do início do século passado, antes de a luta ter sido descriminalizada, em 1930. A legalização só ocorreu depois que um mestre da modalidade se apresentou para o presidente Getúlio Vargas, que se encantou.

Com tanta história para contar em uma trama com linda fotografia, figurino impecável e um elenco de primeira, agora é esperar para que deslanche.

 

http://diariosp.com.br

Lado a Lado: Isabel e Zé Maria: um amor de samba e capoeira

Lado a Lado nova novela das seis da Rede Globo

Camila Pitanga e Lázaro Ramos dão vida ao casal apaixonado da trama

Em Lado a Lado Isabel (Camila Pitanga) é uma moça sonhadora. Ela sonha com a liberdade, a igualdade e o amor. Vive em um cortiço com seu pai, Seu Afonso (Milton Gonçalves), um ex-escravo, homem trabalhador que exerce o ofício de barbeiro e dedicou sua vida para criá-la da melhor maneira.

Seguindo o exemplo do pai, desde os 14 anos Isabel trabalha na casa de Madame Besançon (Beatriz Segall) como criada. Foi com ela que aprendeu boas maneiras e também algumas palavras de francês. A vida nunca foi fácil mas a moça, batalhadora que é, nunca se deixou abater diante dos problemas e sempre lutou por seus ideais.

É na roda de samba que Isabel espanta seus males e alimenta sua ânsia de viver. Entrega-se de corpo e alma à dança e encanta a todos com seu gingado. E foi em um dia desses, na cadência do samba, transbordando alegria, que ela conhece Zé Maria (Lázaro Ramos). Ele apaixona-se logo à primeira vista. Ela, tinhosa, a princípio não lhe dá muita confiança. Mas o jeito sedutor do moço acaba acendendo uma luz em seu coração.

Zé trabalha na barbearia com Seu Afonso, mas guarda um segredo que não confessa nem para sua amada: é capoeirista, e dos mais habilidosos. Porém, no início do século XX, os “capoeiras” são sinônimo de bandidagem. É esse lado oculto que fará com que ele se envolva em algumas – injustas – confusões, que poderão abalar a relação dos dois.

‘Lado a Lado’ é a próxima novela das seis, de João Ximenes Braga e Claudia Lage, com direção de núcleo de Dennis Carvalho e direção geral de Vinícius Coimbra, com estreia prevista para setembro.

 

Fonte: http://redeglobo.globo.com

Lançamento do Livro: Iê Camará

O LIVRO IÊ CAMARÁ,  visa discutir procedencias e o desenvolvimento da capoeira, como o surgimento e a prática em seus retorspectivos lugares. E ainda, compartilhar com os leitores fatos marcantes na historia da capoeiragem no Brasil, como a histórias de Salomé, e Maria dos Anjos, valentes e guerreiras que escreveram seus nomes da historia da capoeira e ainda sim tiveram seus nomes esquecidos diante da sociedade.

Alem dessas e outras valentes, esta obra tráz ao conhecimento dos leitores grandes personalidades da capoeiragem no reconcavo baiano como: Zé Doú, Pantalona, Sessenta, Zé Quebra Ferro, Juvencio Grosso, Néco, Gasolina, Maitá, Licurí, Joité, Doze Homens, Espinho emoso, Cazumba, entre tantos outros..A obra aborda outros temas curiosos no universo da capoeira, como a cocorinha,  veste branca, a descendência da capoeira e seu surgimento dentre mais…

Além outros fatos, curiosidades de suma importancia para Mestres, professores, lideres de escolas e mais ainda a todos os brasileiros.

Estamos oferecendo este lançamento com intuito de fortificar e diverssificar os festivais de capoeira, se você é lider de instituição, empresário do ramo de livrarias ou promotor de eventos não perca essa oportunidade.

O que falam sobre o livro:

A diversidade de usos e funções é uma das características mais acentuadas da capoeira na atualidade. Uma delas, a educacional vem sendo bastante valorizada pelos mestres e praticantes de capoeira no Brasil e exterior.

A prática da capoeira nas escolas e os muitos projetos socio-educativos, com os quais ela se envolve, demandam instrumentos de apoio, principalmente de livros que possibilitem a sustentação pedagógica dos mesmos. Eles necessitam em razão da própria natureza das propostas, iniciativas para além do jogo da capoeira, procurando contemplar o universo histórico, a riqueza de informações que ela contém, e sua capacidade de  gerar temas transversais para serem discutidos com os praticantes e pessoas afins.

É por causa disso que ficamos felizes com a ampliação dos estudos e pesquisas sobre a capoeira e o interesse cada vez maior dos mestres e alunos em se aprofundarem no rico e belo universo dessa manifestação, a fim de explorar as muitas possibilidades que ela sugere, como faz o Professor Cascão com este seu livro que certamente vai tornar mais rico o mundo da capoeira.

Frede Abreu (Historiador)

Instituto Jair Moura

 

Caso tenha interesse, entre em contato conosco e enviaremos a

proposta para fazer deste projeto uma realidade.

(33) 8863-9767   –   3273-2178

[email protected]

[email protected]

São Paulo: 15 Anos do Grupo Negaça

Eu Domingos de Lau do Nascimento, conhecido como Mestre Cavaco. Iniciei na capoeira há mais de 30 anos. Primeiramente fiz capoeira Regional com o Mestre Zé Boneco e depois com o Mestre Miguel Machado, onde comecei a trilhar os caminhos da Capoeira Angola, a qual eu ensino há mais de 20 anos.

Para ser um “Angoleiro” não é necessário vir de uma linhagem de Capoeira de Angola, pesquisei, tive orientações e referências com Mestre Ananias, Mestre Gato Preto, e Mestre João Pequeno e outros

Há 15 anos fundei junto com meus alunos o Grupo Negaça Capoeira Angola, onde assumi trabalhar somente com a Capoeira Angola sem nenhuma descriminação com as demais capoeiras.

Neste sábado dia 03/07/2010 foi realizado no barracão do Mestre Cavaco a comemoração de 15 anos do Grupo Negaça Capoeira Angola.

Formei neste dia o meu aluno Alexandre Marques de Souza “Gaúcho “. Que me acompanha neste trabalho só aqui em são paulo há 20 anos. Estiveram presentes nesta formatura os seguintes mestres:

Mestre Ananias , Mestre Moreno, Mestre Dominguinhos, Mestre Noel, Mestre Raimundinho, Mestre Zé Baiano, Mestre Moa do Katendê , Mestre Ratinho , Mestre Baixinho, Mestre Marron, Mestre Limãozinho, Mestre Adelmo, Mestre Biné, Mestre Bambú, Mestre Tucano Preto, Mestre Zé Boneco, Mestre Jaiminho, Mestre Meinha e Mestre Deivid.

Agradecemos a presença de todos os Mestres Capoeiristas e Convidados.

Mesmo aqueles que não puderam comparecer mas mesmo assim prestaram seu carinho : Mestre Cenoura, Mestre Pernalonga, Mestre Garcia, Mestre Pedro Feitosa.

Agradecimento especial aos  Mestres Ananias, Raimundinho, Dominguinhos, Noel, Baixinho, Marron,Limãozinho,Zé boneco, Zé baino, Moa , Ratinho, Jaiminho, Meinha, Cm Zelão. Cm Djavan, CM Dó,.a Jacqueline esposa do Gaúcho que contribuíram com seus depoimentos para abrilhantar a nossa cerimônia de formatura.

O Grupo Negaça acredita nesta união onde formamos com todos os presentes uma grande família, desenvolvendo um crescimento social, pessoal, físico e mental. Em todas as nossas confraternizações, existe uma troca de energia, somos muito gratos a todos que sempre nos apoiaram e apóiam durante todo este tempo.

Saibam todos que podem contar com a gente, para darmos continuidade na formação desta grande família.

Acreditamos que só com muito trabalho, união e organização, alcançaremos o nosso grande objetivo que é cada vez mais o crescimento da nossa capoeira.

E ela crescendo cada vez mais, não temos dúvida nenhuma que toda a sociedade será beneficiada.

Domingos de Lau do Nascimento (Mestre Cavaco).

 

MG: Ginga Itaúna 2010

Itaúna é um município brasileiro do estado de Minas Gerais. Localiza-se a uma altitude de 880 metros. Sua população estimada em 2004 era de 82 232 habitantes e é considerada uma cidade pólo de porte médio. Possui uma área de 497,38 km, está a 76 km de Belo Horizonte e integra o Colar Metropolitano da Região Metropolitana de Belo Horizonte, tendo como atividades econômicas principais a siderurgia/metalurgia, textil, autopeças, significativa produção agropecuária e amplo setor de serviços. Possui uma área de influência compreendida pelos seguintes municípios: Bonfim, Carmópolis de Minas, Crucilândia, Itaguara, Itatiaiuçu, Juatuba, Mateus Leme, Passa Tempo, Piedade dos Gerais, Piracema e Rio Manso, municípios pertencentes às mesorregiões Metropolitana de BH e Oeste de Minas.

O município está classificado em 12º lugar no ranking do índice de desenvolvimento humano de Minas Gerais de um total de 853 municípios e na posição 196 no ranking nacional. É servido pelas rodovias estaduais MG-050 e MG-431 e pela Ferrovia Centro Atlântica. A Universidade de Itaúna é das mais conceituadas do interior brasileiro, com inúmeros cursos de graduação e pós-graduação. A cidade possui três teatros e vários pontos turísticos como: Barragem do Benfica, Cachoeira da “Cachoeirinha”, Capela do Rosário, Igreja Matriz de Sant’ana, Morro do Bonfim, Estância Hidromineral Água Mineral Viva, Gruta da Nossa Senhora de Itaúna, Museu Municipal Francisco Manoel Franco e Campus Verde da Universidade de Itaúna.

 

CONVITE GINGA ITAUNA:

Em meio a artistas, poetas tocadores e cantadores faremos nossa festa, que a 08 anos acontece na cidade de Itaúna – Minas Gerais, (Pedra Negra), a GINGA – ESCOLA DE CULTURA POPULAR CAPOEIRA coordenada pelo Cantador e que tem como professores, o Japão e o Bruce-lee, teve um sonho certa vez, agregar em uma mesma festa tudo de bom que o Brasil tem!!! A Arte o AXE o mistério e o entusiasmo do negro principalmente, que em tudo vê solução, sejamos um pouco assim!

Quem mais nos ajuda e ajudou até o momento neste sonho é o Paulo Roberto Ferreira Leal o – CEBOLINHA. Nosso Coordenador e Supervisor que nos ensina que Aquele que é humilde será exaltado! Temos como grande exemplo de vida e de pessoa humana, o Mestre Paulão – Paulo Roberto Ribeiro obrigado e estes dois!!! Sempre nos incentivando.

Mas como poderíamos nos esquecer do Fuinha – Pequeno jogador e grande homem, traga sua viola cara!!!!! Será bem vinda e muito útil!!! Ensaie o Menino da Porteira!!!!! Traga a Malu para ela dá um Show como sempre!! A Folgadinha nosso Exemplo de capoeirista e futura Mestra!!!!!! Traga o DVD do Homem, 50 de ensino da capoeira O Grande NEGO!!! O ATIVO- com seu swing aprendido com o Waldemar e com o Wilian o Douglas, e seu PORRADA será que dá porrada mesmo? Nossa não quero nem ver?! Vai ser grande assim pra lá!!!! Com a cara e o coração do Mussum AXE Luiz Gonzada!!! O Rei da capoeira de Rua!!! Tem também o Gaio – homem letrado como diz o Alan!!!! Cordelista – imortal – nosso mestre também!!! Atabaqueiro!!! E o Super 90 isso mesmo NOVENTA!!! Articulador!!! Ajuntador!!! Arquivista e motorista profissional!!!! O Cavalieri nosso padrinho, pai, e eterno paraninfo AXE GRÃO!!!! Tem também o Ket – Lutador amigo e coração de menino! O Berimbau Ecologico que tem sua idéia muita bem difundida agora nas gerais!!! Ainda temos o MINEIRO exemplo de Mestre com os instrumentos, se não bastasse o berimbau agora é a vez das VIOLAÇA mistura de viola com CABAÇA! Tem o Lobisomem nossa camarado do Rio de Janeiro, aluno do Homem, poeta – ator grande cantador AXE pra você! Traga os cordéis os CDs etc.

Tem o Zé Paulo grande instrumentista da capoeira!!!! AXE a TURMA ANTIGA DA GINGA mais esperada não há!!! GINGA O FENOMENO CULTURAL DA DECADA DE 80…… Todo mundo os que estão na ativa ai!! e os que estão na ativa escondidos: QUEM É CAPOEIRA SEMPRE O SERÁ! MACACO – KK- GODÓ – MATIOLI – PINTOR- AGOSTINHO – DUDU – LUCENA – DR – AUGUSTO – ZÉ MARIA – SERGINHO – MAMADEIRA – VIVIANE – AFONSINHO – ETC ETC ETC!!!

Nossos homenageados deste ano: Mestre MARRECO – Grande professor e divulgador da capoeira. E um exemplo de Mestre com sua humildade que nos fascina Mestre ZÉ ANTONIO de Guaratinguetá – Cordão de Ouro quem não se cansa de homenagear seu e mestre nosso mestre SUASSUNA…

 

Nos dias 10 a 13 de junho faremos nossa festa e contamos com todos vocês mestres, professores, companheiros e principalmente amigos exemplos, Deus guie todos vocês!!!!!!!

 

DE ANTE MÃO OBRIGADO E TODOS MESMO!!!!

PROGRAMAÇÃO:

 

* Dia: 10 de junho na academia – ZELIA DE PAULA MACHADO AS 19:00 AULAS ADULTO E INFANTIL – ZELIA DE PAULA MACHADO – Rua Antônio Corradi, 14 Centro – Itaúna – MG  Tel: (37) 3241-3091.

* Dia 11 de junho na PRAÇA PRINCIPAL DE ITAÚNA – MATRIZ AS 19h00min AULÃO E RODA DE ABERTURA

* DIA 12 de junho parte da manhã as 08h00min aulas com convidados.

LOCAL: COMUNIDADE DE CACHOEIRINHA – ZONA RURAL DE ITAÚNA

Aulas com – WALDEMIR – 2 DE OURO

MESTRE MARRECO

MESTRE DUDU

MESTRE ZÉ PAULO

MESTRE ZÉ ANTONIO

MESTRE NEGAATIVO

MESTRE GAIO

MESTRE MINEIRO

MESTRE 90

MESTRE PAULÃO

CONTRA MESTRE CEBOLINHA

CONTRA MESTRE FUINHA

PROFESSOR KET

PROFESSORES E AMIGOS CONVIDADOS

AS 12h00min ALMOÇO NO RESTAURANTE MONTANHAS DE MINAS

AS 13h00min VISITA A CACHOEIRA DE CACHOEIRINHA.

 

Cachoeira “Cachoeirinha”: Com sua beleza natural, quedas de água, formação de poços e de grutas, a Cachoeira da Cachoeirinha – zona rural de Itaúna – está localizada a aproximadamente 18 km do centro da cidade. A Cachoeira pertence, hoje, ao município e um projeto vai ser elaborado para o aproveitamento como área de turismo e lazer, de forma sustentável.

 

Na parte da tarde as 14h00min

LOCAL: No CAIC BAIRRO – MORADA NOVA R. Vó Almira, 358 – B. Morada Nova – 3241-4409

 

Aulas com a Mestraiada toda e Bate Papo com os convidados para troca de Experiências.

 

AS: 18h00min RODA NA PRAÇA DA PRAINHA – FINAL DA AVENIDA JOVE SOARES.

 

* Dia 13 batizado na parte da manhã as 08h30min

 

LOCAL: SILVIO DE MATOS. – AO LADO DA CAMARA MUNICIPAL.

Temos como parceiros a Prefeitura de Itaúna, a secretaria de Educação e Cultura SEMEC, as empresas: TECITA – BORDAMAX – BRASIL MINAS – LAVE MINAS – SOLDAGERAIS – HOTEL PONTO CHIC e a TRIGOS PADARIA.

E como apoiadores:

O GUSTAVO BEZZI – Fotografo – USINA DE SONHOS – CEEV – Centro de Equitação e Equoterápia dos Vales – Restaurante – MONTANHAS DE MINAS.

 

E O MOVIMENTO TAMO JUNTO CAPOEIRA:

 

Nossa idéia a juntar todos nossos amigos e companheiros para uma boa roda de capoeira e um bom Bate papo.

 

Cordão de Ouro: Contramestre: Fuinha – Professores: Cebolinha- Folgadinha, Neguinho e Formiga do Pantera o Marcinho Munrrá, Minhoca e galera toda. Contramestre Lú Pimenta: Professores: Buda e Beto Tucano.

Guará-Capoeira (Cordão de Ouro) Mestre Zé Antonio – Tatu e equipe.

Ogunhê Capoeira- Professores Ket e Divino e equipe

Capoeira Raízes – Mestre Zé Paulo – Professores Leandro (lele) e Cabeçote.

Berimbau Ecologico – Marco.

Ginga – Itambacuri – Mestre Paulão e Contramestre Quincão

Ginga Especial – Contra Mestre Cebolinha Instrutores Cobra Verde e 2 de Ouro.

Capoeira UNIDA VOLTA AO MUNDO: MESTRE CAVALIERI – GAIO – 90 – MINEIRO.

 

OBS: Os Teles de contato são:

 

Cantador: 33-88014913

31-93381307

31-88139378

Japão: 91027938

Bruce-Lee: 88180005

Na parte da manhã no sábado é na Zona Rural mas todos da cidade sabem para que lado fica a Comunidade de Cachoeirinha no centro comunitario. Ok, pois tem lugares lá que não tem sinal de Celular, qualquer coisa liguem antes para combinarmos de encontrar em algum lugar.

 

AXE!!!!!!

São Paulo: Homenagem a Mestre Zé de Freitas

Capoeiristas de São Paulo convidam para roda em homenagem a Mestre Zé  de Freitas e gravação de DVD

A história da capoeira não está nos livros, mas na cabeça de muitos mestres antigos e de quem conviveu com eles. Preservar essa história tem a ver com a sobrevivência e o fortalecimento da capoeira e também com o cuidado com esses mestres. No domingo, 16, a capoeiragem de São Paulo vai se reunir para conhecer um pouco mais sobre  Mestre Zé de Freitas, baiano de Alagoinhas e um dos precursores da capoeira no estado. O encontro acontecerá a partir das 11h, na Escola Vera Cruz, e irá resultar em um DVD sobre o Mestre.

Em uma mesa redonda, capoeiristas e pessoas próximas do Mestre Freitas contarão histórias e memórias de fatos ocorridos com ele, que treinou com Waldemar da Paixão e que chegou em São Paulo em 1959, voltando para sua terra Natal em 1999. Logo após os relatos, Mestre Brasília ministrará uma aula de capoeira, que servirá de aquecimento para uma grande roda em homenagem a Zé de Freitas. Será cobrada uma entrada de R$ 10 por pessoa, com renda destinada ao homenageado. Haverá ainda uma apresentação sobre a Ação Griô, com projetos de resgate da memória da capoeira, feita por Mestre Alcides.

Mestre Zé de Freitas

Ao longo dos 40 anos que viveu na capital paulista, Zé de Freitas foi uma figura importante para o desenvolvimento da capoeira na cidade. Ele foi aglutinador dos capoeiristas. Suas aulas no CMTC Clube, onde além de capoeira ensinava luta livre, tornaram-se referência para os que chegavam na cidade. Foi ali que capoeiristas como Mestre Brasília, Mestre Suassuna, Mestre Joel se encontraram pela primeira vez. Foi com ele também que Mestre Pinatti, um dos poucos paulistas que se dedicava à capoeira nos anos 60, consolidou seu aprendizado de capoeira e encontrou-se com os baianos.

Mestre Freitas também participou de novelas; trabalhou como segurança de Manoel da Nóbrega, o principal humorista da Praça da Alegria; foi um dos treinadores do jogador Pelé para o filme A marcha de Chico Bondade, de 1972. Também em São Paulo fundou sua academia, a Associação de Lutas Unidas Capoeira Freitas, no bairro do Sapopemba.

Hoje, aos 83 anos, completados em abril, Mestre Zé de Freitas já não ensina por conta de problemas com a visão. No domingo, 16, parte da sua história estará sendo contada e seu legado revivido. Todo o material do encontro de domingo será gravado e usado na produção de um DVD sobre sua obra. O DVD será vendido e a renda revertida para o Mestre, que, a exemplo de muitos outros, como Pastinha e Bimba, chegaram à sua velhice sem boas condições financeiras.

Serviço

O que: Roda em homenagem a Mestre Zé de Freitas

Quando: domingo, 16 de agosto de 2009 – das 11h às 15h

Onde: Escola Vera Cruz – Rua Baumann, 73 – Vila Leopoldina (próxima ao Ceagesp)

Valor: R$ 10 (a renda será destinada ao Mestre)

Programa:

11h – Mestre Alcides e a Ação Griô

11h30 – Mesa redonda sobre Mestre Freitas

12h30 – Aula com Mestre Brasília

13h30 às 15h – Roda de Capoeira

Maiores informações: (11) 93953907 com Mestre Brasília

Capoeiras de Olímpia se apresentaram na Argentina

Grupo ‘Guerreiros de Aruanda’, do mestre Zé Kokão, esteve em Puerto Iguazu

O grupo de capoeira “Guerreiros de Aruanda”, do mestre Zé Kokão, participou do encontro de capoeira realizado na cidade de Puerto Iguazu, na Argentina. Os capoeiristas olimpienses levaram para a região da tríplice fronteira a capoeira regional praticada no município. O evento permitiu a troca de experiências e vivências com representantes de outros países presentes no encontro.

A delegação brasileira, que integrou o grupo “Guerreiros de Aruanda”, contou ainda com a participação do mestre Metralha, organizador dos eventos regionais no Brasil e responsável pela organização do encontro na Argentina.

José Roberto Pimenta, batizado mestre Zé Kokão, mostrou uma capoeira com seus métodos típicos, em especial o acompanhamento do berimbau, porém com técnicas mais direcionadas ao esporte, cuja categoria já está inserida nas competições oficiais dos jogos Regional e Aberto.

Essa prática tem em sua base os mesmos elementos e símbolos, porém se diferencia dos fundamentos da capoeira tradicional, trazida da Bahia e originária de uma cultura de resistência dos brasileiros negros escravizados, conhecida como capoeira Angola. Inúmeros eventos estão agendados para este ano nas cidades de Jales, Bebedouro e Monte Alto, onde acontecerão os encontros regionais.

O grupo ainda representará Olímpia, em junho, no Mato Grosso do Sul, em julho, em Americana, em setembro, no Paraná, outubro, em Rondônia, novembro, em Bebedouro e Monte Alto, e em dezembro acontece o encerramento das atividades da capoeira em 2009, com o “brasileirão”, que reúne praticantes da maioria dos estados e alguns países convidados.

Salvador: Mercado de São Miguel está em situação de abandono

O Mercado de São Miguel, localizado na Baixa de Sapateiros, faz parte juntamente com o Pelourinho da área tombada pela Unesco como Patrimônio da Humanidade, mas está esquecido. A situação do edifício construído em 1965 que já foi uma propriedade particular encontra-se depredado. Além dos problemas com a infraestrutura física, a segurança e os constantes assaltos e usuários de drogas que ficam no local amedrontam a população.

‘Eu faço um trabalho com a capoeira no mercado há vários anos e o mercado encontra-se abandonado. É uma área de risco, o que espanta compradores e turistas’, disse o mestre de capoeira angola, José Alves, também conhecido como Mestre Zé do Lenço.

Segundo ele, que também é membro do Conselho de Mestres da ABCA – Associação Brasileira de Capoeira Angola (Pelourinho) e Presidente da Associação de Capoeira Angola Relíquia Espinho Remoso, a prefeitura que á responsável pelo espaço já foi notificada e fez a promessa de tomar providências para a recuperação do Mercado. ‘Eles disseram que o projeto já foi aprovado e que as obras começariam ainda neste mês de janeiro’, disse o Mestre Zé do Lenço.

Segundo informações da Secretaria Municipal de Serviços Públicos (SESP), o projeto realmente existe e já está em estágio avançado de tramitação junto ao Ministério da Cultura. Ainda segundo a SESP, a revitalização do Mercado de São Miguel foi inserida em um projeto maior de revitalização de toda a região da Baixa dos Sapateiros.

Com o objetivo de pressionar as autoridades e chamar atenção da população para o problema, o Mestre Zé do Lenço organizou uma roda de capoeira angola na frente do Mercado de São Miguel, na tarde desta quarta-feira (14).