Blog

fevereiro

Vendo Artigos etiquetados em: fevereiro

I Seminário Nacional das Culturas Populares

Evento promovido pela "Secretaria da Identidade e Diversidade Cultural" e "Ministério da Cultura". A realização ficará por conta da "Fundação Cultural Palmares (MinC)" e "Instituto Brasileiro de Administração para o Desenvolvimento". Brasília, 23 à 26/fev/2005.
 
 A cultura popular é a expressão mais legítima e espontânea de um povo. Ao mesmo tempo em que carrega em si elementos fundadores de uma cultura, resulta de um constante processo de transformações, assimilações e misturas. Ao assumir e reconhecer sua fundamental importância para a construção de uma identidade nacional que compreenda toda a diversidade das manifestações culturais do Brasil, o Governo Federal dá um passo importante em direção ao fortalecimento de uma consciência cidadã no país.
É com esse espírito que a Secretaria da Identidade e da Diversidade Cultural, do Ministério da Cultura, por meio da Fundação Cultural Palmares e do Instituto Brasileiro de Administração para o Desenvolvimento (Ibrad), o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, por meio do Centro Nacional de Folclore e Cultura Popular, e a Secretaria de Políticas Culturais (MinC) , realizam o I Seminário Nacional das Culturas Populares, que acontecerá dos dias 23 a 26 de fevereiro, no Complexo Cultural Funarte em Brasília.
 
Essa iniciativa é fruto de um diálogo do Ministério da Cultura com segmentos da sociedade civil, constituídos pelo Fórum Permanente das Culturas Populares de São Paulo e o Fórum de Culturas Populares, Indígenas e Patrimônio Imaterial do Rio de Janeiro, que se quer ampliar por todo o território brasileiro, propiciando a discussão em busca de modos de atuação e políticas que fortaleçam a pluralidade brasileira.
 
O Seminário tem por finalidade contribuir para o processo de formulação de políticas públicas para as culturas populares envolvendo seus diferentes protagonistas e gestores, de forma a estimular um debate nacional mais amplo sobre a situação atual das ações destinadas ao reconhecimento e fomento das atividades artísticas e culturais compreendidas como Culturas Populares.
 
A programação do evento inclui palestras e oficinas, a exposição "Da cabaça, o Brasil: natureza, cultura, diversidade", além de espetáculos de música e dança com artistas de todo o Brasil.
 
Sua presença é fundamental para enriquecer a diversidade dos debates.
 
Envie suas sugestões, informações, notícias e artigos.
 

Horário

Evento

Local

23 de fevereiro

18:30h

Orquestra Nzinga de Berimbaus

Mesa de abertura

Sala Plínio Marcos

20:00h

Conferência Inaugural

Diversidade Cultural e Biodiversidade Ministra do Meio Ambiente
Exª Srª Marina Silva

Sala Plínio Marcos

21:00h

Noite das Violas

Viola Nordestina com Ivanildo Vila Nova e Oliveira de Panelas

Viola de Cocho com Daniel de Paula e Severino Dias de Mora

Viola Caipira com Badia Medeiros, Ivan Vilela e Roberto Correia

Sala Plínio Marcos

24 de fevereiro

9:00h

Painel 1: Cultura e a Invenção do Popular no Brasil

Sala Plínio Marcos

12:00h

Território livre

Sala Cássia Eller

14:00h

Painel 2: Formas de Preservação dos Saberes e Modos de Fazer: a voz das culturas populares

Sala Plínio Marcos

19:00h

Mesa: Culturas Populares e as novas gerações urbanas

Sala Plínio Marcos

22:00h

Show

Lançamento do 1º Cd. do Coral dos Guaranis

Manifesto 1° Passo

Sala Plínio Marcos

25 de fevereiro

9:00h

Painel 3: Culturas Populares, Circuitos de Difusão e Mercado

Sala Plínio Marcos

12:00h

Território livre

Sala Cássia Eller

Roda de Capoeira com o Grupo de Capoeira Nizinga

14:00h

Painel 4: Educação para Diversidade

Sala Plínio Marcos

19:00h

Mesa: Relatos de experiências internacionais

Sala Plínio Marcos

21:00h

Show
Carimbo Raízes da Terra
Grupo de Chula Os Gaúchos

Sala Plínio Marcos

26 de fevereiro

9:00h

Fala do Séc. Executivo do MinC Juca Ferreira

Sala Plínio Marcos

9:30h

Painel 5: O Estado e as Culturas Populares

Sala Plínio Marcos

14:00h

Painel 5: Continuação mais Plenária

Sala Plínio Marcos

19:00h

Show de encerramento
Nana Vasconcellos: O Bater do Coração 
Bumba Meu Boi Fé em Deus
Samba Chula Filho da Pitangueira

Sala Plínio Marcos

OFICINA de CAPOEIRA ANGOLA em SP

Contramestre Nino Faisca estará oferecendo uma oficina de Capoeira Angola nesta semana (22 e 24 de fevereiro) em Sampa, sob a organização de Rui Takeguma.
 
OFICINA de CAPOEIRA ANGOLA – carga horária de 6 horas
Coordenada por contramestre NINO FAÍSCA de Olinda. Ele foi professor de capoeira angola em Olinda (PE), Curitiba (PR), Frankfurt (Alemanha) e Estocolmo (Suécia). Foi Nino Faísca quem plantou a semente da capoeira angola em Curitiba no PR, hoje os professores, de grupos diferentes da cidade, são seus ex-alunos.
 
A oficina acontecerá nesta semana, dias 22 e 24 de fevereiro de 2005 (3af e 5af), das 19 ás 22 h.  A Taxa de inscrição é de R$ 30,00.
LOCAL: Estação Ciência da USP na LAPA, R. Guaicurus 1274, fone (11) 3675-8828 ou com Rui (11) 9459-4912