Blog

inscrição

Vendo Artigos etiquetados em: inscrição

Ciclo de Palestras Memorial da Justiça: Capoeira, Cangaço e Escravidão

Memorial da Justiça irá promover, nos dias 10, 11 e 12 de abril, seu primeiro Ciclo de Palestras. Na ocasião, serão discutidas questões relacionadas à escravidão, capoeira e cangaço, conforme folder anexo.

Convidamos todos a participarem conosco do evento.

As inscrições podem ser realizadas por meio do envio da ficha de inscrição anexa devidamente preenchida para o emailmemorial.educativo@tjpe.jus.br . A  ficha de inscrição também está disponível para download no site do TJPE (www.tjpe.jus.br).

As vagas são limitadas e serão ocupadas de acordo com a data e hora do envio da ficha de inscrição preenchida. Para que cada inscrição seja confirmada, email será enviado pela equipe da organização do evento para cada inscrito.

Conto com a presença de todos e peço que divulguem nosso Ciclo de Palestras.

*Preencher todos os campos e enviar para o e-mail: memorial.educativo@tjpe.jus.br
Celular:
Estado:
Cidade:
Nacionalidade:
CPF:
Formação/Instituição:
E-mail:Telefone:
CEP:
Bairro:
Rua:
Endereço/Contatos:
RG:
Nome (não abreviar, observar grafia correta)*:

Atenciosamente,
Mônica Pádua
Chefe do Memorial da Justiça do TJPE

Portugal: Acampamento Pedagógico, Intercâmbio e Treinamento de Capoeira

PEDAGÓGICO INTERCÂMBIO E TREINAMENTO DE CAPOEIRA: 17,18 E 19 Junho 2011

A nossa ideia do Acampamento Pedagógico e Intercâmbio e Treinamento de Capoeira no verão é fazer com que os alunos tenham contacto com outros mestres, alunos e professores num ambiente saudável para aprimorar suas técnicas de capoeira e aproveitar para aprender técnicas de outras modalidades. Onde a experiência vivida e a convivência em grupo são valorizadas através de regras e superação, alcançando a espiritualidade como forma de viver e estar bem consigo, com os outros e com o meio ambiente que fazemos parte.

Será um acampamento de capoeirista e não de grupo, onde todos participam e que no final do acampamento todos se sintam felizes. Não poderá ter qualquer atitude imprópria, todos mostrarão suas habilidades, técnicas e destrezas sem precisar se confrontar um com o outro, o jogo terá que ser livre e solto, tanto na ANGOLA COMO NA REGIONAL, dando oportunidade para todos os estilos de jogo e capoeirista.

Os participantes do Acampamento Pedagógico e Intercâmbio e Treinamento de Capoeira de Verão serão os alunos da capoeira e outras modalidades.

A programação terá uma relação directa com a temática escolhida: aulas de capoeira, berimbau, músicas de capoeira, corridas, ginástica. Também aproveitaremos para fazer entrega de graduações dos alunos de capoeira do grupo AGBARA e actividades recreativas. As actividades serão desenvolvidas de acordo com os grupos e faixa etária dos alunos.

O Acampamento Pedagógico e Intercâmbio e Treinamento de Capoeira de Verão estarão abertos a todos os grupos de capoeira. Os participantes deverão fazer as suas inscrições e efectuar o pagamento através do NIB: 0035 0686 00005675430 44 apresentando o comprovativo junto com a inscrição. Poderão ainda inscrever-se na hora de chegada.

 

A INSCRIÇÃO SERÁ DE 60€ COM O COMPROVATIVO BANCÁRI0 E 65€ NA HORA DE CHEGADA.

O EVENTO SERÁ NO PARQUE URBANO DE TONDELA.

 

CONCTATOS: MESTRE 917738469 /926759198 – TINTIN 913307534/968738803

BANDAS 969794151 – CONTRA-MESTRE BETÃO 961049912 – PEDRO 968097486

Coordenação do Evento

MESTRE NININHO

I SEMINÁRIO: NO VENTRE, A CAPOEIRA

Academia de João Pequeno de Pastinha – Centro Esportivo de Capoeira Angola

A Proposta do Projeto “NO VENTRE, A CAPOEIRA” tem como finalidade potencializar a participação feminina no universo da Capoeira Angola, refletir sobre sua prática e filosofia. O evento terá início em 19 de fevereiro de 2011, estendendo-se no mês de março focalizando a participação da mulher. Seguindo em abril com essas mulheres e demais participantes do AJPP –CECA e toda a comunidade, homenageando Mestre  Pastinha. Encerrando com chave de ouro no dia 09 de abril de 2011.

Os encontros acontecerão sempre das 14:00 às 18:30. Totalizando sete encontros aos sábados, incorporando à proposta, a tradicional homenagem ao Mestre Pastinha no dia 05 de abril (terça feira), aberto ao público em geral. Encerramento  do Seminário: “NO VENTRE, A CAPOEIRA”, apenas para as participantes das oficinas e convidadas, acontecerá no dia 09 de abril a partir das 14:00.

Teremos  a honra de receber ilustres convidadas, mulheres de grande relevância no contexto político -sócio cultural da Bahia. Essas mulheres nos felicitarão com intervenções nas rodas de prosas, oficinas e performances artísticas. São profissionais de diversas áreas de conhecimentos e contextos sociais ao qual estamos inseridas.

Ficha técnica:

Realização: Academia de João Pequeno de Pastinha – Centro Esportivo de Capoeira Angola (AJPP _ CECA).

Coordenação do evento: Cristiane Miranda e Nildes Sena

Concepção e elaboração do projeto: Ivanildes Teixeira de Sena (Nildes Sena)

Produção: Cristiane Miranda (Nani )

Apóio e orientação: Prof. Drª Vanda Machado.

Colaboração: Todas as convidadas.

Criação da Marca: Nildes Sena


I SEMINÁRIO:

“NO VENTRE, A CAPOEIRA.”
“Dando ênfase à participação feminina na roda da vida e da capoeiragem.”
Data: de 19 de fevereiro a 09 de abril de 2011
Obs. (encontros sempre aos sábados)
Exceção: 05 de abril de 2011 (terça-feira). Homenagem ao MESTRE PASTINHA- 18:00 ÀS 21:00
HORÁRIO: das 14:00 AS 18:30
LOCAL: Forte Santo Antonio – Santo Antonio Além do Carmo.

 

CONTATOS PARA MAIS IMFORMAÇÕES:

 

(Nildes )71-  99255830 / 71 -83125830

(Nani) 71- 96355433 / 71-88331469

 

 

nanidejoaopequeno@gmail.com

nildesena@yahoo.com.br

 

Taxa única de inscrição : R$ 50,00

Taxa de inscrição por oficina:  R$ 15,00

 

Obs.  Participação no evento Confirmada com antecedência, enviando a ficha  para o email indicado paga apenas R$ 45,00 – (valor taxa única)

Validação da inscrição após pagamento do valor na hora do cadastramento.

 

Salvador – BA

 

ACADEMIA DE JOÃO PEQUENO DE PASTINHA – CENTRO ESPORTIVO DE CAPOEIRA ANGOLA

Documento não contempla profissão de capoeirista

Apesar de o documento ter dois artigos fomentando a valorização da capoeira, ele não atende o público que mais depende do esporte: os profissionais.

Valdenor dos Santos, presidente da Confederação Internacional de Capoeira, explica que é necessário regulamentar a profissão.

O estatuto versa sobre o reconhecimento em todas as modalidades em que ela se manifesta: “seja esporte, luta, dança ou música”, mas não contempla quem depende da capoeira para sobreviver. A única exceção é a parte em que estipula o ensino facultativo em instituições públicas e privadas “pelos capoeiristas e mestres tradicionais, pública e formalmente reconhecidos”, sem definir quais são esses critérios.

A proposta de Santos é desvincular a capoeira da educação física e criar um conselho próprio para regulamentar a profissão.“Nossa expectativa é que o Congresso nacional vote a lei da regulamentação do capoeirista”, explica o mestre, referindo-se ao Projeto de lei 031/09 de autoria do Deputado Arnaldo Farias de Sá.

O projeto ainda está em tramitação no Legislativo, mas já é certo que não poderá exigir inscrição na Confederação Brasileira de Capoeira (CBC). O motivo da proibição é a CBC ser uma instituição privada e a inscrição obrigatória feriria o direito constitucional do exercício livre de qualquer profissão.

Fonte USP: http://www.jornaldocampus.usp.br/

Câmara reconhece prática de capoeira como profissão

SÃO PAULO – A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ) aprovou na última quarta-feira (3), em caráter conclusivo, o Projeto de Lei 7150/02, do deputado Arnaldo Faria de Sá (PTB-SP), que reconhece a prática de capoeira como profissão. O projeto já aprovado pela Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público segue para a análise do Senado.

Pela proposta, o capoeirista passa a ser considerado atleta profissional, apto a participar de eventos públicos ou privados mediante remuneração. A capoeira já é reconhecida como manifestação cultural de dança, de luta ou de outras formas de competição.

A CCJ aprovou o parecer do relator, deputado Sandro Mabel (PR-GO), pela constitucionalidade, juridicidade e técnica legislativa do projeto, com emenda que suprime a exigência de inscrição do mestre capoeirista na Confederação Brasileira de Capoeira (CBC). Segundo Mabel, essa exigência criaria indesejável reserva de mercado, em conflito com o princípio do livre exercício profissional.

Fonte: http://www.dci.com.br/noticia.asp?id_editoria=3&id_noticia=264684

Espaço Cultural realiza ECCO Capoeira 2008

O Espaço Cultural Contemporâneo (ECCO), em Brasília, realiza no momento a temporada Olhares Afrocontemporâneos – Diversidade e Cultura Negra. O ECCO possui áreas livres em seu corpo físico de 550 m2 e 400m2, onde são adaptados auditórios, classes, oficinas e áreas para danças, práticas lúdicas diversas.

Considerando o registro patrimonial recente da Capoeira, a direção do ECCO decidiu celebrar essa classificação cultural com o evento “Ecco Capoeira 2008: Cultura e Pernada, o Tombamento”, que acontece na capital federal, nos dias 22 e 23 de outubro. A atividade será coordenada pelo mestre de capoeira Cláudio Danadinho.

O encontro terá palestras e uma roda de capoeira, com a presença de representantes do Iphan, dos pesquisadores Fred Abreu, Carlos Eugênio Líbano Soares e J. Bamberg (Mestre Angoleiro), além de expoentes capoeira brasileira, como os mestres Lua Rasta e Nenel.. Haverá distribuirá certificados e camisetas aos participantes. A inscrição deve ser acompanhada da doação de 1 kg de alimento não perecível ou 1 agasalho.

O Ecco funciona no SCN quadra 3 bloco C loja 5, próximo ao Shopping Liberty Mall. Informações: 3327 2027, ramais 20, 29 e 31.

(*) O autor é jornalista e colunista deste site.

Diretório de Academias e Grupos de Capoeira

Mestres, Contra mestres e Professores: Colaborem com o Portal Capoeira para que sejamos uma referencia de conteúdo e serviços para toda a comunidade capoeirística, faça sua inscrição em nosso diretório!

Read More

Bahia: Tributo a Mestre Bigodinho

Tributo a Mestre Bigodinho

Mestre Bigodinho, exímo cantador e tocador de berimbau, nasceu em Acupe de Santo Amaro em setembro de 1933. Ele començou na capoeira em 1950 com o Mestre Waldemar da Paixão. Nos anos 70, afastou-se devido a repressão e discriminação sofrida na epoca. Em 97, incentivado por seu amigo, o Mestre Lua Rasta, retornou ao convívio da capoeira para a satisfação de todos que admiram essa arte.
O Mestre reside atualmente em Salvador e leva seu conhecimento e amor pela capoeira a todos que se aproximam dele.

O Mestre Ivan de Santo Amaro da Associação de capoeira Netos de Angola
(ACANA) e o Ateliê Percussivo do Mestre Lua Rasta convidam a comunidade da capoeira a participar do:

Programação :

Sexta-feira, 22/08, em Salvador

10:00 : Lançamento do documentário "Memórias do Recôncavo : Besouro e outros capoeiras", de Pedro Abib, na Sala de Arte da Faculdade de Educação na UFBA com a presença das crianças capoeiristas de Santo Amaro.

15:00 : Apresentação e roda das crianças capoeiristas de Santo Amaro no Terreiro de Jesus, Pelourinho.

20:00 : Roda de rua com presença de Mestres e confraternização no Terreiro de Jesus, Pelourinho

Sábado, 23/08, em Santo Amaro

8:00 : Saída de Salvador para Santo Amaro

11:00 : Roda de Boas vindas na Praça da Matriz.

14:30 : Oficinas na Casa do Samba de Santo Amaro

– Mestre Ivan : Capoeira Angola

– Samba de Roda de Dona Nicinha

18:00 : Bate-papo no Barracão com Mestre Bigodinho e velhos mestres do Recôncavo – Roda

19:30 : Exibição do DVD doTributo ao Mestre Ferreirinha, evento realizados em 2007 em Santo Amaro

Domingo, 24/08, em Santo Amaro e Acupe

9:00 : Café coletivo no Barracão

9:40 : Saída para Acupe, cidade natal de Mestre Bigodinho

10:30 : Roda de capoeira em Acupe

11:30 : Oficina de maculelê com Mestre Adó

14:00 : Retorno para Santo Amaro

17:00 : Roda no Passeio da Matriz

18:30 : Retorno para Salvador

Inscrição:

R$ 60,00 para residentes no Brasil

R$ 100,00 para residentes no exterior

A inscrição dará direito à camisa do evento, participação nas oficinas, transporte entre Salvador, Santo Amaro e Acupe e café da manhã coletivo no domingo, 24/08.

*Atenção ! Esta taxa não cobre as despesas com alimentação e hospedagem durante as atividades realizadas em Salvador, no dia 22/08, bem como não cobre as despesas referentes a almoço e jantar em Santo Amaro. No entanto indicaremos locais parceiros para alimentação dos participantes.

Contato e informação para inscrição :

Atelier Percussivo do Mestre Lua Rasta
Rua Inacio Aciolli, no 3
Pelourinho – Salvador – Bahia

Tel : (71) 3322 67 50 – 8786 32 03

Fórum de Capoeira – com Mestre Nenel, filho de “Mestre Bimba”

Mais uma fantástica oportunidade para toda a comunidade capoeirística europeia!!!
 
Com o apoio do Instituto Português da Juventude, do Portal Capoeira e da FUMEB – Fundação Mestre Bimba, Mestre Nenel estará abordando diversas temáticas sobre a Luta Regional Baiana e difundindo dentro da mais verdadeira essência o método de seu Pai.

 
Fórum de Capoeira – com Mestre Nenel, filho de "Mestre Bimba"
1 a 8 de Julho de 2007
 
19 às 21 horas,  IPJ – Instituto Português da Juventude
Delegação Regional de Lisboa
 
Via de Moscavide 47 101 – Lisboa
1988 LISBOA EXPO
 
Na zona Norte da EXPO a 300m da Estação Gare do Oriente
Comboio: Saída em Moscavide | Autocarros: 5, 10, 25, 44, 114 e 208
 
 
 
"O MESTRE NENEL" 
 
Fórum de Capoeira - com Mestre Nenel, filho de Mestre BimbaManoel Nascimento Machado, Mestre Nenel, nasceu em 26 de setembro de 1960, no bairro do Nordeste de Amaralina, cidade do Salvador, Bahia. É filho de Manoel dos Reis Machado, Mestre Bimba, o criador da Capoeira Regional, e de Berenice da Conceição Nascimento, D. Bena, mas foi criado pela yalorixá Alice Maria da Cruz, Mãe Alice.
 
Desde criança, levado por sua mãe de criação, frequentou o Centro de Cultura Física e Regional da Bahia, escola de capoeira do seu pai, localizada na Rua Francisco Muniz Barreto no1, Antiga Laranjeiras onde iniciou o seu aprendizado, se formou em 1967 na sede do bairro do Nordeste de Amaralina, juntamente com seu irmão Dermeval, Formiga, Luiz Anum, Bobó, Beto Chorão e Toinho. Uma turma só de meninos. Era o Mestre Bimba inaugurando uma nova prática social de capoeira como serviço educacional para crianças e adolescentes. Prática, hoje, bastante usual pelos mestres, considerada nobre e recomendada por instituições educacionais de vanguarda, tendo em vista a comprovada capacidade que ela possui de socializar e (re)socializar crianças e adolescentes. 
 
 
Temáticas teórico-práticas:
 
Método
A Ginga | Exame de Admissão | Sequência de Movimentos Básicos
Cintura Desprezada | Ritmos de Jogos
 
Os Movimentos:
Traumatizantes | Desequilibrantes | Projecção | Ligados
Curso de Especialização
 
Tradições:
Pegar na mão para gingar | A cadeira | A Xaranga (um berimbau
e dois pandeiros) | As quadras
 
Ritmos:
São Bento Grande | Banguela | Iuna |O batizado (cair no aço)
A festa de batizado | A formatura | O esquenta banho
 
Princípios:
Gingar sempre | Esquivar sempre | Jogar sempre próximo ao parceiro Todos movimentos devem ser objectivos  | Conservar no mínimo uma base ao solo | Obedecer o ritmo do berimbau | Respeitar as guardas vencida
 
Condições de participação:
 

Preenchimento das fichas de inscrição do Fórum Capoeira
Inscrições disponíveis no Portal Capoeira – www.portalcapoeira.com
Entrega personalizada por E-mail -(solicitar) trapezio.anima@gmail.com
Aquisição de Bilhetes junto ao seu professor de Capoeira"
 

Exigência de registro de profissionais não graduados em Educação Física é ilegal

A 3ª Turma do Tribunal Regional Federal (TRF) da 4ª Região julgou hoje (8/5) dois processos que discutem a inscrição de profissionais não graduados nos conselhos regionais de Educação Física.
Nos dois recursos analisados, interpostos contra sentenças proferidas pela Justiça Federal do PR e do RS, foi reconhecida, por unanimidade, a ilegalidade da exigência de inscrição de instrutores de dança, capoeira, ioga e artes marciais. 

As apelações cíveis têm origem em duas ações civis públicas movidas pelo Ministério Público Federal (MPF). Em uma delas, o Conselho Regional de Educação Física da 9ª Região (Cref9/PR) foi condenado a não exigir o registro de instrutores de dança, capoeira, ioga e artes marciais. Ao analisar o recurso interposto no TRF, a juíza federal Vânia Hack de Almeida, convocada para atuar como desembargadora, entendeu que deve ser mantida a sentença. Segundo a magistrada, a Lei 9.696/98, que regulamenta a profissão de Educação Física, não elencou quais atividades estão abrangidas neste conceito.
 
Vânia destacou em seu voto que a Resolução 46/2002 do Conselho Federal de Educação Física (Confef), que define os campos de atuação do profissional da área, excedeu suas atribuições. O regulamento, salientou, “existe em razão da lei, e não o contrário”. Assim, destacou a juíza, a resolução não pode inovar na ordem jurídica, criando direitos e obrigações aos administrados.

Na outra ação julgada hoje pela 3ª Turma, o Cref2, do Rio Grande do Sul, também foi impedido de exigir inscrição dos instrutores dessas modalidades, independentemente do local em que as aulas sejam ministradas. O relator desse recurso, desembargador federal Carlos Eduardo Thompson Flores Lenz, entendeu que o ordenamento jurídico brasileiro atribuiu ao regulamento unicamente o papel de regulamentar a lei, “não podendo inovar, ampliar ou restringir seus direitos, sob pena de ilegalidade”.
 
Thompson Flores destacou em seu voto trecho do parecer do MPF, segundo o qual não cabe ao Conselho Regional de Educação Física exigir as inscrições desses profissionais, independentemente do lugar da prática da atividade: academias, clubes, instituições de ensino, associações ou similares.
 

Referência Jurídica:
 
AC 2003.70.00.003788-9/TRF

AC 2003.71.00.033569-6/TRF

 

Fonte: TRF4