Blog

Capoeira

Vendo Artigos de: Capoeira (categoria)

(DES)CAMINHOS DA CAPOEIRA: Entre o que queremos e o que fazemos

(DES)CAMINHOS DA CAPOEIRA: Entre o que queremos e o que fazemos

O antigos sempre diziam…”fulaninho mirou no peixe e acertou no gato”…”eita pessoa de sorte”… Seria bom se fosse sempre assim, ou seja, se o descompasso entre o objetivo final e o caminho para alcançá-lo pudesse sempre ser corrigido pelas mãos do “destino”. Neste sentido, trataremos nas linhas que seguem de alguns desencontros vivenciados na capoeira, considerando a diferença entre o que queremos e aquilo que, de fato, estamos fazendo para alcançar dado objetivo.

É comum ouvirmos de vários capoeiras que os mesmos sonham com a emancipação da arte e conseqüente valorização das culturas populares de matriz africana, contudo, muitas vezes, aqueles que sonham com a tal mudança, são os protagonistas diretos de comportamentos humanos que depreciam a capoeira e toda sua comunidade.

Não é difícil encontrar capoeiras que tem atitudes extremamente violentas em roda, e que quando conversamos com eles sobre suas metas dentro da arte, eles afirmam que desejam ver mais respeito no jogo e valorização dos fundamentos….oxente!….O que é isso? Uma espécie de catarse coletiva?…. O fato concreto é que muitos nem sequer conseguem perceber o disparate entre sua fala e suas atitudes.

Outro dia conheci um cidadão que FORA da roda era calmo, manso, falava sobre educação e respeito em suas aulas, defendia a cultura de paz em suas palestras dizendo que a capoeira é um excelente instrumentos para este objetivo, até mantinha uma vida saudável, alimentação vegetariana, fazia Yoga, e, pasmem, quando ADENTRAVA o espaço da roda, se transformava no pior dos indivíduos, despropriado de qualquer senso de cuidado consigo e com o outro, só querendo jogar pra cima, veloz e sempre fora do ritmo da bateria, em franco “ataque epiléptico”, combinando vaidade e desatenção com o que fala e deseja em seu estado de “repouso”. Quantas vezes você se deparou com um capoeira destes?… Pois é!?

Outro dia li um texto de um destes “revolucionários do minuto”, aqueles que não conseguem nem equilibrar suas próprias vidas, mas se arvoram a “lutar” pela humanidade… (só rindo)… No texto, este indivíduo, em tom eloqüente, defendia a importância dos editais públicos para os antigos mestres de capoeira, mas, contraditoriamente, a mesma figura do discurso bonito estava envolvida com atos ilícitos na gestão de verba pública de editais… Epa!!! Pára tudo !!! É muita loucura e/ou falta de caráter…

Em tempos de forte discussão sobre a regulamentação profissional da capoeira, por exemplo, tenho visto muitas pessoas defendendo o respeito as diferenças e o amplo exercício democrático, contudo, ao mesmo tempo, apóiam uma lógica de gestão para a capoeira que estabelece uma reserva de mercado controlada por uma CRECA (Conselho Regional de Capoeira) que, possivelmente, será capitaneado por pequenino “grupinho” de egos desfilantes… Ahhhh, CRECA foi um termo cunhado pelo amigo, Mestre Jones Birro Doido, que retrata com maestria a “ferida” aberta em nossa arte… Minha gente, cadê o bom senso dos defensores da tal CRECA?

Pense comigo outra situação… Quando algum capoeira, dizendo-se “ativista étnico” em favor do povo preto, jogam com identidade totalmente vinculada a lógica de ocidentalização da capoeira, valorizando exageradamente a performance individual, a espetacularização do jogo e um profundo esvaziamento ritualístico, negando muitos dos princípios afrodescendentes, o que ele DE FATO representa? Se nem ao menos se percebem fortalecendo um formato de capoeira que NEGA e negligencia sua própria ancestralidade, NÃO estaria ele depondo CONTRA sua “bandeira de luta”? Isso é ingenuidade ou má fé?

Ou seja, qual a ligação entre o que falo e o que faço? Entre o que desejo e o que faço para alcançar? Se pudermos lembrar que “Quem planta colhe”, que “Se plantas limão, só poderás colher limão”, e que “tudo que semeias, cedo ou tarde, terás que colher” TALVEZ comece a se perguntar “O que estou plantando?” para ver se, de fato, COLHERÁS o que desejas!

Axé!

Ei, psiu, gostou? então compartilha, ajude nossa arte a refletir e crescer!

 

Por: Mestra Brisa e Mestre Jean Pangolin

 

Coletivo Capoeiragem

Capoeiragem Musical: Live contará com os mestres Reinaldinho e Tonho Matéria

Capoeiragem Musical: Live contará com os mestres Reinaldinho e Tonho Matéria

Artistas se unem em prol da capoeira e dos mestres antigos em evento que acontecerá no próximo dia 8 de novembro

Pela primeira vez, uma iniciativa promove encontro de dois ícones da música baiana, que também são capoeiristas. Reinaldinho e Tonho Matéria se apresentam em prol da capoeira e dos mestres antigos.

A live Capoeiragem Musical: abrace um mestre antigo, acontecerá dia 08 de novembro (domingo), às 14h, no canal do Youtube do ex vocalista do Terra Samba.

Esta é uma iniciativa da Linha Capoeiragem da Sport Brazil, que tem como parceiros os mestres Balão e Reinaldinho. A ideia surgiu este ano, durante a pandemia, em conversas e reuniões. Uma forma de uma marca esportiva trabalhar uma causa social e colaborar com aqueles que foram os principais responsáveis pelo crescimento da capoeira em âmbito internacional.
Os dois mestres pensaram juntos a live e para o projeto convidaram o também mestre de Capoeira Tonho Matéria que além de cantor, compositor e publicitário, é fundador da Associação Cultural de Capoeira Mangangá e do Bloco da Capoeira. O show contará com o apoio e participação de alguns grupos de capoeira locais, CTE Capoeiragem, Porto da Barra, Topázio e Engenho.

Capoeiragem Musical: abrace um mestre antigo vai mostrar o lado social, artístico e cultural da capoeira, um pouco da sua história, influências e músicas, por duas horas.

A capoeira está em mais de 170 países, uma das principais ferramentas educacionais do mundo, reconhecida como patrimônio imaterial da Humanidade, pelo IPHAN, em 2008 e pela UNESCO, em 2014. Muitos vídeos feitos por mestres de Capoeira do mundo todo e artistas já estão circulando nas redes sociais.

Muitas pessoas não sabem, mas esses artistas de sucesso internacional iniciaram a vida com a capoeira, Reinaldinho teve seu primeiro contato nas rodas de rua do Engenho Velho de Brotas, se aprimorando depois nas areias do Solar do Unhão, até conhecer seu primeiro mestre de Capoeira, Piauí. Tonho Matéria, filho de vendedora de acarajé e vendedor de laranjas, fabricador de ladrilhos, desde cedo estabeleceu um vínculo com a arte, quando começou a frequentar as aulas de capoeira, nas manifestações populares da Bahia, organizadas pelo saudoso mestre Caiçara, no Mercado Modelo, em Salvador.

Capoeiragem Musical: Live contará com os mestres Reinaldinho e Tonho Matéria Capoeira Eventos - Agenda Portal Capoeira

 

Está cada vez mais próximo o lindo show…Não fique de fora da “live” CAPOEIRAGEM MUSICAL – ABRACE UM MESTRE ANTIGO.

Vai passar amanhã, domingo (8), às 14h (horário do Brasil), no canal do YouTube de Reinaldinho…

Acesse o link que está indo na mensagem seguinte. Se inscreva no canal e já deixe seu comentário lá!

Vai rolar muita música boa (MPB, Axé Music, Samba antigo da Bahia) que a Capoeira influenciou nas composições, além de ser um evento de valorização, imaterial e material, da Velha Guarda da Capoeira, os mestres antigos.

Teremos várias surpresas…Chame seus familiares e amigos para curtimos juntos esse lindo show!
Um abraço

 

Serviço:
Live Capoeiragem Musical, abrace um mestre antigo
Quando: 08/11
Horário: 14h
Local: Canal do Youtube/Reinaldinho
Contados: Flavia Veiga (71) 982435434

Malungos: Irmãos de Viagem

Malungos: Irmãos de Viagem

A caminhada, a vivência, a história de cada capoeira… significa a luta e o esforço traçados durante sua árdua e longa jornada…

Valorizar o indíviduo não obstante de sua origem ou estilo em detrimento a sua escolha… é valorizar nossa arte… é perpetuar o verdadeiro significado da Palavra IRMÃO!!!

Durante esta caminhada tive o previlégio de também ser um IRMÃO…  um MALUNGO (Irmão de Viagem) (2).

Toda e qualquer iniciativa, seja ela qual for, desde que valorize a integração e a disseminação da nossa tão rica e multifacetada arte-luta sem o “vistoso manto das bandeiras” tem de ser vista com respeito e seriedade… tem de ser vistas com os olhos de ver… sob a ímpar e aliciante perspectiva da CIDADANIA (3).

Cada individuo que atua de forma a acrescentar algo neste universo tão complexo, dinâmico e vivo da nossa capoeiragem carrega com ele a responsabilidade de passar uma mensagem… de proferir uma “Vogal”… uma “Sílaba”… alguns destes indíviduos conseguem escrever na nossa audição… conseguem formar “Palavras”… “Frases”… e até densas e rebuscadas “Histórias”… que ficam pra sempre registradas e guardadas neste BAÚ da ORALIDADE que todo capoeirista respeita, acredita e trás consigo como um verdadeiro “tesouro”, repleto de pérolas e significados, guardando cada uma destas “Vogais”… “Sílabas”… “Palavras”… e “Frases”… , para fomentar e criar a sua própria “História”… a sua Jornada…

27752018_1647950161938070_7306933781972222022_n

Algumas destas histórias estão repletas de mitos… de fantasias… de criações fictícias… frutos da “imaginação pré concebida” e até mesmo do incondicional amor por esta imensurável e perplexa CAPOEIRAGEM.

Outras histórias são tão profundas…  embasadas… prolixas… Outras nos surpreendem pela beleza e simplicidade… algumas por devaneios loucos… tecendo uma complexa teia de informações dissonantes e as vezes até improváveis e cruas verdades…

Ainda existem “estórias”… contadas por aqueles que “gingam na roda dos saberes formais”… pesquisam, publicam… fomentam…. convidam para o banquete da constante busca pelo conhecimento…

Cada um destes “Tesouros” devem ser considerados de igual maneira… devem ser filtrados, analisados, digeridos, engasgados, vomitados e até defecados!!!

Cabe a cada um destes IRMÃOS de VIAGEM, cabe a cada MALUNGO construir, manter, organizar e cuidar do seu BAÚ… Valorizando cada pérola cada pedra… cada grão de areia que considerar coerente e importante para a sua História para a sua formação… para a sua Jornada…

A escolha que fazemos é de nossa inteira responsabilidade e cabe a cada CAPOEIREIRO (4) partilhar esta BAÚ com os seus iguais contribuindo desta forma no emaranhado jogo do conhecimento e sua disseminação, pois segundo o saudoso Mestre Decanio, a Capoeira é uma Escola de Cidadania.

“…nenhum homem se constrói homem sem a ajuda e interação de outro homem…” (5)

 

Referências:

(1) Referência aos Irmãos de Roda, interessante encontro de capoeira, que acontece todos os anos no mes de novembro, na cidade do Porto.

(2) Referência à CCM – Casa de Capoeira Malungos, Irmãos de Viagem, “celeiro de bambas” da capoeiragem Paulista na Decada de 90.

(3) Em Homenagem ao Mentor e Amigo, responsável direto pelo espírito do Portal Capoeira, Mestre Decanio.

(4) Em Homenagem ao Amigo e Parceiro de Capoeiragem Miltinho Astronauta e a sua forma ímpar de ver a nossa capoeira.

(5) Lev Semenovitch Vygotsky: Cientista e Pensador importante em sua área e época, foi pioneiro no conceito de que o desenvolvimento intelectual das crianças ocorre em função das interações sociais e condições de vida.

 

  • Leia Também:

 

Jesus, Vigotisky, Capoeira e Cidadania

Ø Jesus pregou a cidadania como Lei Divina

Somos todos irmãos

Ø Vigotisky concebeu a cidadania como decorrência lógica da vida em sociedade e cooperação inter-pares

A vida em sociedade ou grupo baseia-se na cooperação entre seus membros ou pares1

Nenhum homem se constrói HOMEM sem a cooperação de OUTRO HOMEM2

Ø A capoeira materializa a cidadania pela indispensabilidade de respeito e confiança mútua entre os seus praticantes

A Capoeira parece um embate de corpos, mas é um encontro de corações em clima de harmonia, felicidade e amor3

 

Ler mais: https://portalcapoeira.com/capoeira/publicacoes-e-artigos/jesus-vigotisky-capoeira-e-cidadania/

Coletivo Capoeiragem

NA IDENTIDADE DO CAPOEIRA – Luciano Milani

NA IDENTIDADE DO CAPOEIRA – Luciano Milani

Dia 8 de Outubro às 20:00 horário de Brasília – BR Mestre Dungha e Contramestre Fly apresentam o programa que já comemora 6 meses de vida e mais de 135 entrevistas… Uma grande honra poder fazer parte deste projeto, somando sempre com o objetivo de divulgar nossa arte e nossa cultura… OBRIGADO!

 

 

View on Instagram https://instagr.am/p/CF3AzXfjsUX/

Abre a roda minha gente… Que o batuque é diferente…

Abre a roda minha gente… Que o batuque é diferente…

Só entende quem é…

#capoeira #capoeiragem #naestrada #think #caminhada #vidadecapoeira #vidadevadiacao #milanicapoeira #rodadecapoeira #todosjuntos #apologaia

View on Instagram https://instagr.am/p/CF24kE6jDaO/

Portugal – Matosinhos: Centro de Artes Marciais e Desportos de Combate

Portugal – Matosinhos: Centro de Artes Marciais e Desportos de Combate

Inaugurou no passado dia 30 de Setembro, o Centro de Artes Marciais e Desportos de Combate de Matosinhos.

Neste Centro, único no país, está com grande destaque a nossa Arte Capoeira, que ganhou condições sem precendentes para a prática e desenvolvimento da modalidade, são 1500 metros quadrados dedicados às Artes Marciais, onde 900 metros quadrados são de área útil de treino, dos quais 450 metros quadrados são da Responsabilidade da Associação Cultural Desportiva e Recreativa Jogo de Negro, terá ainda uma sala de formação, com capacidade para cerca de 50 pessoas, um escritório do Departamento de Provas e Competição da Federação Portuguesa de Capoeira, um escritório da Associação Cultural Desportiva e Recreativa Jogo de Negro, e ainda Associação de Boxe do Porto, Associação Arena de Matosinhos, e Clube Shotokan de Matosinhos, que são as entidades presentes neste enorme projeto.

As instalações estão ainda dotadas, de balneários masculino e feminino, balneários para treinadores, área de isolamento Covid 19, casas de banho na área de formação, um ringue com medidas oficiais olímpicas, 900 metros quadrados de tatame, cerca de 50 sacos de Pancada, entre outras valências relacionadas com as Artes Marciais e Desportos de Combate.

WhatsApp Image 2020-10-01 at 12.23.22

Estão criadas agora as condições para elevar ainda mais a modalidade e qualificar os técnicos. Este espaço estará ao serviço da modalidade, e a Associação Cultural Desportiva e Recreativa Jogo de Negro, de tudo fará para que a envolvência de todas as escolas seja o maior possível.

VIVA A CAPOEIRA.

Gugu Quilombola: Evento Digital A.QUILOMBO.LAR

Gugu Quilombola: Evento Digital A.QUILOMBO.LAR

WhatsApp Image 2020-10-01 at 08.39.47

 

Meu irmão e grande parceiro na capoeiragem Gugu Quilombola, está organizando um evento online visando melhorar as condições no seu espaço no Brasil que por conta da Pandemia tem passado momentos difíceis… vamos juntos partilhar esta idéia e ajudar a fortalecer o espirito da comunidade que trabalha sem descanso em prol da nossa capoeiragem… leia mais sobre o evento e assista ao video!

 

A.QUILOMBO.LAR

Tendo em vista as dificuldades presentes e passadas, me propus a organizar uma rede, espaços coletivos de pessoas que visa o autocuidar, compartilhar, sociabilizar e estabelecer diálogos construtivos dentro das tecnologias antigas e atuais !

Nos dias 17 e 18 de Outubro, faremos um encontro online com aulas de Dança-afro e Capoeira com o objetivo de arrecadar uma grana para o nosso Espaço que parou na pandemia e precisa continuar pagando aluguel e contas …

 

 

Espero que possa participar e fortalecer a causa !
Estou a disposição para qualquer outra informação!

Abração!
Gugu Quilombola!
+4917637256959

Evento Digital A. Capoeira Portal Capoeira

Entrevista Mestre Canjiquinha 1960

Entrevista Mestre Canjiquinha 1960, gravada por Janice Marie Smith.

Compilação de videos e imagens, com audio incidental da entrevista de 1960 de Washington Bruno da Silva -Mestre Canjiquinha.

 

(entrevista começa +- 1:30 mins)

 

Nascido em setembro de 1925, filho de alfaiate José Bruno da Silva e de lavadeira Amália Maria da Conceição, em Salvador Bahia.

Aprendeu a arte da capoeiragem com Mestre Raimundo “Aberrê” em Matatu Pequeno, na Baixa de Tubo, Brotas – BA.

Era contra-mestre de Mestre Pastinha, goleiro do Ipiranga e participou no filmes: O Pagador de Promessas e Barravento. Gravou CDs e escreveu o livro “A Alegria da Capoeira”, publicado em 1989.

Em 1988 criou a “Academia de Canjiquinha e Seus Amigos”, no bairro Colina do Mar – Bahia.

Entrevista Mestre Canjiquinha 1960 Capoeira Portal Capoeira

Imagem por: Velhos Mestres

Ver Mais:

Portal Capoeira: Notícias, Artigos, Crônicas e Downloads “MOVIDOS POR UMA INCONDICIONAL PAIXÃO PELA CAPOEIRAGEM…”

 

Agradecimentos:

Teimosia e alexlilico pelos videos. (youtube)

Mestre Cobra mansa pelo audio da entrevista.