X-9 Paulistana promete arrasar com Carolina Soares na Avenida
27 Jan 2009

X-9 Paulistana promete arrasar com Carolina Soares na Avenida

Num local onde faz sucesso quem estiver com menos roupa, Carolina Soares, 29 anos, é exceção. Mesmo com um vestido longo que

27 Jan 2009

Num local onde faz sucesso quem estiver com menos roupa, Carolina Soares, 29 anos, é exceção. Mesmo com um vestido longo que chegava a tocar a sua sapatilha, ela chamava atenção no ensaio técnico da X-9 Paulistana realizado no sábado (24) no Sambódromo.

Numa área geralmente dominada pelos homens, ela fará sua estreia na avenida neste ano e já vem com muita responsabilidade.

Ao lado de cinco vozes masculinas, ela será a intérprete feminina do samba-enredo “Amazônia…conseguimos conquistar com o braço forte…do esplendor da Havea Brasiliensis à busca pela terra sem males”, com que a X-9 promete levantar o público do Anhembi.

E como driblar o nervosismo? “Eu sou uma pessoa muito tranqüila, mas só até a hora que atravessar aquela linha da entrada da avenida. Aí, nada pode dar errado”, diz, empolgada.

Os ensaios já estão acontecendo há três ou quatro meses. “Tem sido uma experiência única e agradável e que me proporciona muita aprendizagem também.”

Ela afirma que, no começo, havia uma certa cobrança pelo fato de ser mulher e cantora de MPB, além do receio de que não tivesse pique para aguentar o percurso todo. “Mas eu tenho bastante fôlego e eles logo viram isso. Está sendo bastante tranqüilo”, garante.

Ela conta que a Portela é a sua escola de coração e que, em São Paulo, ainda não tinha uma escola favorita, mas que a X-9 a conquistou. “Eu brinco que foi a escola que me escolheu e, agora, já virei fã.”

Casada há 11 anos e mãe de dois meninos, Pedro, de 9 anos, e Francisco, de um ano e oito meses, ela é, há cinco anos, cantora do Bar Brahma, tradicional reduto boêmio no Centro de São Paulo.

“Comecei no samba pela capoeira”, lembra Carolina, que tem cinco CDs de música de capoeira gravados. “Gosto de resgatar grandes nomes de cantores e compositores do samba, além das divas precursoras do ritmo”, afirma.

Entre os seus favoritos estão Jamelão, com quem já se apresentou no Bar Brahma, Elisete Cardoso e Clara Nunes, a quem, aliás, é muitas vezes comparada por causa da voz.

Quem quiser conferir a voz da moça, deve ficar atento à sexta escola que desfilará no Anhembi no dia 20 de fevereiro.

Fonte:

Leave a comment
Mais Artigos
comentários
Comentário

quatro × 4 =