Carnaval – Nova Rainha do Ilê Aiyê: A capoeira me aproximou da dança afro
27 Jan 2015

Carnaval – Nova Rainha do Ilê Aiyê: A capoeira me aproximou da dança afro

Eleição da Deusa de Ébano foi realizada na Senzala do Barro Preto. Vencedora é casada, tem uma filha e é professora de Educação

27 Jan 2015

Eleição da Deusa de Ébano foi realizada na Senzala do Barro Preto. Vencedora é casada, tem uma filha e é professora de Educação Física.

As aulas de capoeira e o universo ao redor da luta africana, que possui características de dança, foram o que levou a professora de Educação Física Alexandra Amorim, 33 anos, eleita no último domingo (25) a Rainha do Ilê Aiyê 2015, a gostar de dança afro.

Ao todo 15 candidatas concorreram ao posto de Deusa do Ébano, no tradicional concurso que é realizado há 36 anos, na Senzala do Barro Preto, sede do Ilê Aiyê, localizada no bairro do Curuzú, em Salvador.

Em entrevista ao G1, Alexandra conta que quando era criança, queria fazer balé, mas acabou na capoeira por causa de problemas financeiros da família. “Eu tinha 11 anos e queria muito fazer balé, mas minha mãe e minha avó disseram que a capoeira era mais barato. Então fui, e quando cheguei na capoeira conheci o maculelé e a história afro. Foi a capoeira que me aproximou da dança afro”, relata.

Depois de iniciada nas manifestações culturais afro, Alexandra contou com o incentivo determinante do pai, que desfilava no Ilê durante o carnaval de Salvador.

 

“Quando ele saía no Ilê, dizia: ‘Quero que minha filha seja rainha’. Esse foi um dos grandes motivos que me fez participar da seleção”, disse.

A nova rainha do Ilê conta que já disputou o concurso quatro vezes, e até já foi rainha do Malê de Balê em 2008, outro bloco afro do carnaval de Salvador.

Para ser rainha do Ilê este ano, Alexandra disse que dedicou o ano de 2014 inteiro ao concurso.

“Dessa vez não contei a ninguém que ia participar, só falei quando fui selecionada como finalista. Eu me dediquei à dança afro e fortaleci a consciência crítica de ser mulher negra”, diz. “Acho que conquistei pelo sorriso também e pela maneira que dancei para o público. Acredito que tudo isso contribuiu para a minha vitória”, acrescenta.

 

“A capoeira me aproximou da dança afro’, diz nova Rainha do Ilê Aiyê”

 

Alexandra é casada e tem uma filha de três anos. Ela conta que recebeu bastante apoio do marido, que também é professor de Educação Física. “Ele me deu uma grande ajuda para tudo. Foi um personal para mim. Eu tive uma alimentação diferenciada e equilibrada, fazia treino de resistência pela manhã, pela tarde treinava técnicas da dança e à noite assistia vídeos de outras candidatas, lia as histórias do bloco, conhecia as músicas”, conta.

A nova rainha do Ilê disse que mesmo com a dedicação ao concurso e com a rotina pesada de trabalho como professora, a filha não reclamou da ausência dela.

 

“Ela não me sentiu minha falta porque viajo toda semana para dar aula no interior. Sou professora da Universidade do Estado da Bahia (Uneb) em Jacobina e professora da educação infantil”, explica.

O Concurso

A banda Aiyê abriu o evento de premiação do concurso, realizado no último domingo.

Além de Alexandra, o segundo lugar ficou com a manicure Larissa Oliveira, 21 anos, e o terceiro com a universitária Milena Sampaio, 30 anos. Elas receberam o título de princesas que, neste ano, pela primeira vez, irão desfilar no bloco durante o Carnaval.

O presidente da instituição, Vovô do Ilê, lembrou que a eleição da Deusa do Ébano é uma das principais ações afirmativas do o grupo. “Vivemos em uma terra muito racista, então fazer uma festa com essa estrutura é uma grande conquista’, ressaltou.

Além da premiação, a cerimônia também prestou tributo a mulheres negras que fizeram história. As homenageadas foram a atriz Zezé Motta, que protagonizou o filme Xica da Silva (1976); Mãe Hilda Jitolú, que foi dirigente espiritual do Ilê por muitos anos; e Dona Ivone Lara, matriarca do samba e uma das primeiras intérpretes do gênero.

Fonte: http://g1.globo.com/

Leave a comment
Mais Artigos
comentários
Comentário

8 + one =