Blog

frança

Vendo Artigos etiquetados em: frança

Bahia: Mostra de fotos reúne beleza da capoeira de angola

A partir desta segunda-feira, 6, das 12 às 18 horas, o Museu da Cidade, no Pelourinho, apresenta mostra fotográfica retratando a trajetória do Grupo de Capoeira de Angola Nzinga, da década de 80 até os dias atuais. A exposição continua até o dia 29 de agosto, com entrada franca.

A mostra conta com a exposição de 50 imagens, em cor e preto e branco, da fotógrafa Rita Barreto, retratando a beleza e os movimentos da Capoeira de Angola Nzinga. Criado há 12 anos, o Nzinga funciona no Alto da Sereia, no Rio Vermelho, e vem realizando um trabalho educativo com crianças e adultos, através do belo ritual da capoeira.

A Capoeira de Angola é uma expressão da tradição afro-brasileira, representando a conjugação de diferentes manifestações culturais que incluem a dança, a música, a dramatização, a brincadeira, o jogo e a espiritualidade

Na ocasião, além de ver as fotos, os visitantes poderão assistir aos filmes mostrando o Nzinga em ação, não só na Bahia, como em outros estados brasileiros e em alguns países. Está programada, ainda, apresentação de uma Orquestra de Berimbaus, dirigida por Janja Araújo.

 
Serviço
 

O quê: Mostra fotográfica – Grupo de Capoeira de Angola Nzinga
Quando: De 6 a 29 de agosto, das 12 às 18 horas
Onde: Museu da Cidade, no Pelourinho
Quanto: Entrada franca.

Museu da Cidade – Lg. do Pelourinho, 03 – Salvador. Tel: (71)3321-1967.

Fonte: A Tarde On Line – Salvador, BA – http://www.atarde.com.br

Agenda – Goiás: “Vive Capoeira” começa hoje

A 10ª edição do Goiás Vive Capoeira tem início hoje, às 18 horas, no Clube Jaó. A previsão é de que cerca de 350 capoeiristas de Goiás, Distrito Federal, Bahia, Mato Grosso e São Paulo participem do evento, que tem apoio da Agência Goiana de Esporte e Lazer (Agel) e da Federação de Capoeira do Estado de Goiás. 
A organização é do contra-mestre Santiago Pereira Gomes, o contra-mestre Lacraia.
 
A programação do encontro, a partir das 18 horas todos os dias, prevê para hoje  torneio infantil, até 12 anos; sexta-feira, apresentação do Colégio Ciem (antigo Porto Seguro), as duas atividades com entrada franca. Sábado haverá abertura oficial do Torneio Olinverno, do Clube Jaó, com apresentação da entidade Terra Fértil, entrega de cordas.
 
O ingresso corresponde a um quilo de alimento não perecível.

Belém: Grupo apresenta ensinamentos da capoeira

Um forma diferente de apresentar a filosofia e os movimentos da capoeira é o que o Grupo Capoeira Brasil fará no próximo domingo (22), no Coliseu das Artes, no Espaço São José Liberto, a partir das 18 horas. Com entrada franca, a apresentação terá dois momentos bem distintos: a primeira consiste na leitura de textos que trazem a base teórica da capoeira e, na segunda etapa, a consolidação desses ensinamentos, com a mostra dos movimentos característicos da capoeira.

Segundo Fábio Fernandes, graduado corda azul do grupo, hoje o 'Capoeira Brasil' reúne, em Belém, cerca de 70 integrantes. Atuando há 10 anos na capital paraense, o grupo foi fundado há 25 anos, tendo como principais representantes os mestres Paulinho Sabiá, que está na França; Boneco (o ex-ator Beto Simas), que divulga a capoeira nos Estados Unidos, e Paulão, que está na Holanda. Os grandes mestres, frisa ele, estão no exterior, onde a capoeira é mais valorizada e incentivada como cultura popular.

Surgida no tempo da escravidão como única forma de os escravos atacarem os feitores das fazendas e capitães-do-mato (que caçavam os escravos fugidos), a capoeira foi, ao longo do tempo, ganhando novos elementos, agregando valores e se tornando contemporânea.

Durante a apresentação no São José Liberto, um ator interpretará textos sobre a escravidão e a história do negro no Brasil, para que o espectador conheça o universo da capoeira. Em seguida, serão mostradas as várias possibilidades musicais, ao som de berimbaus e violões. Na última parte, toda a evolução dos capoeiristas.

"Vamos fazer uma apresentação bem didática, para formação de platéia, fazendo com que as pessoas se identifiquem com a filosofia da capoeira", ressalta Fábio Fernandes.

Serviço: Apresentação do Grupo Capoeira Brasil. Domingo (22), às 18h, no Coliseu das Artes – Espaço São José Liberto. Entrada Franca.

Fonte: Agência Pará – http://www.pa.gov.br/noticias2007/04_2007/20_15.asp
 
Socorro Costa – São José Liberto
 
Coordenadoria de Comunicação Social do Governo do Estado
Fone: (91) 3202-0911 e 3202-0912, fax: 3202-0913
E-mail: redacao@agenciapara.com.br

Na Capoeira, sonhos e vidas de gente humilde

É crescente o número de notas, artigos e matérias que estão sendo veiculados no circuito da informação sobre a capoeira e sua tendência natural de contagiar as pessoas com a sua magia e principalmente através dos elementos lúdicos, esportivos e sociais… enfim… mais uma vez reintegramos o que falamos no início desta semana na matéria: Terra Roxa: Capoeira, Cidadania e Comunidade… é pena que ainda existam muitos capoeiristas que somente enchergam a capoeira como inicio, meio e fim nela mesma…
 
Luciano Milani

Essa é uma entre milhares formas que poderíamos descrever a realidade do Distrito ecoporanguense de Santa Luzia do Norte e em especial do Grupo de Capoieira Senzala Patrimônio dos Pretos.
Formado por pessoas humildes e simpáticas Santa Luzia do Norte consegue conservar toda a simplicidade de localidade interiorana sem se tornar apático as inúmeras portas abertas pela globalização, e encontrou na capoeira o seu marco cultural, social e até mesmo financeiro.
 
O grupo Senzala Patrimônio dos Pretos (nome atribuído antigamente também ao Distrito) formado em 12 de outubro de 1988 tem conseguido façanhas difíceis de serem imaginadas por localidades do mesmo porte. Uma delas, ter levado em junho de 2000, 10 atletas entre 11 e 14 anos a representar Santa Luzia e o Brasil no Projeto “Crianças de hoje, músicos de amanhã” realizada na França contando com a participação de comunidades de 15 países.
 
Acompanhadas de perto por Mestre Rafael fundador do grupo, até hoje as aulas que acontecem três vezes por semana no Centro Cultura Patrimônio dos Pretos preservam as tradições da capoeira descende do tradicional Grupo Senzala surgido em 1966 no Rio de Janeiro e coordenado por Mestre Rafael e seu irmão Paulo, ex-alunos de Mestre Bimba nome de peso na história da capoeira no Brasil. Mestre Rafael busca ainda usar a capoeira com incentivo a escola cobrando dos alunos um bom comportamento e rendimento escolar.
Reconhecida mundialmente a capoeira de Santa Luzia promove a cultura, o social e até mesmo o financeiro com a fabricação de atabaques e berimbaus (instrumentos musicais usados nas rodas de capoeira), vendidos em outras regiões do Brasil e em países como França, Alemanha e Holanda. Um outro fato importante é de Santa Luzia muitos Mestre ali formados atuam na capoeira local, de outros estados e até pelo mundo. São exemplos destes, Serginho (já atuou na França), Kanja e Bigú em Ecoporanga, Nailton no estado da Bahia e Marivaldo em Rondônia.
 
Um dos orgulhos de Ecoporanga, assim é Santa Luzia do Norte, pequena nos aspectos territorial e populacional, mas um gigante em dignidade.
 
Aloisio Mendes e Ebber Menezes
http://www.redesim.tv.br/
 

Franca – SP: Inscrições para 23 vagas na Educação

Atenção aos capoeiristas da região de Franca, interior de SP, foram abertas as inscrições para projetos educacionais onde a capoeira terá espaço garantido, ao todo estarão sendo disponibilizadas 23 vagas para monitores de arte, professores de música, de capoeira etc.
Luciano Milani

Começaram a ser recebidas nesta quarta-feira as inscrições para um processo seletivo simplificado da prefeitura de Franca, voltado para o preenchimento de 23 vagas para ações educativas complementares na Secretaria Municipal de Educação. Os salários oferecidos variam de R$ 350 a R$ 700.
 
A exigência básica é que o candidato tenha pelo menos o segundo grau completo. Para se inscrever o interessado deve comparecer na Secretaria de Administração e Recursos Humanos, na rua Frederico Moura, 1517, bairro Cidade Nova, das 8h às 17h.
 
O prazo de inscrição vai até esta sexta-feira. Os profissionais que forem aprovados serão aproveitados em projetos educacionais da Secretaria de Educação. A taxa de inscrição foi fixada em R$ 15, sendo oferecidas vagas para monitores de arte, professores de música, de capoeira etc.

IV Encontro de Educação pela Cultura: Tradição e Identidade Étnico-Racial

MUSEU AFRO BRASIL
NÚCLEO DE EDUCAÇÃO
 
Projeto
 IV ENCONTRO DE EDUCAÇÃO PELA CULTURA:
TRADIÇÃO E IDENTIDADE ÉTNICO-RACIAL
 
 
O IV Encontro de Educação pela Cultura pretende promover encontros entre ONGs e outras instituições que atuem na área de educação, desenvolvendo projetos de cultura sob a perspectiva da identidade étnico-racial.
 
O PÚBLICO DE INTERESSE
Educadores e coordenadores de ONGs; líderes comunitários e lideranças juvenis; professores, coordenadores e alunos de escolas públicas que trabalhem com projetos de arte e cultura.
 
 
PROGRAMA
Abertura e Apresentação do Projeto ……..  Núcleo de Educação
Visita ao acervo do Museu ……………………. Educadores do Museu
Diálogo sobre Id entidade e Educação …… Ana Lucia Lopes e Dagoberto Fonseca
Proposta para o V Encontro…………………..  Núcleo de Educação e Educadores
 
 
Local: Teatro Ruth de Souza – Museu Afro Brasil
Pq do Ibirapuera- portão 10
Data: 30/03/2006
Horário: de 14h às 16h
ENTRADA FRANCA
 
Favor confirmar presença:
eventoseduc_museuafrobrasil@yahoo.com.br
 
 
 
Comissão organizadora: Sarah Rute – Núcleo de Educação
                      Nelci Abilel – ONGs
Coordenação no Museu: Núcleo de Educação
 
 
 
Museu Afro Brasil – ( 55790593
www.museuafrobrasil.prodam.sp.gov.br/cursos_seminarios.asp
 
 Patrocínio: PETROBRÁS

Evento no Noroeste da França

O Grupo Ginga Nagô promoverá evento entre os dias 15 e 24 de Abril de 2005. A organização é por conta do Prof. Branco
 
Januy Santos Reis, professor Branco, estará promovendo o 6o. Festival de Capoeira do Nordeste da França, sob a coordenação do Grupo Ginga Nagô. Serão 10 dias de programação, com oficinas e rodas em diversas cidades, contando com a presença de vários mestres do Brasil e Europa.
 
Programação:
 
Sexta-feira 15 de abril em Tours (10h)
Sábado 16 e domingo 17 de abril em Poitiers (10h)
Segunda-feira 18 de abril em St Nazaire (10h)
Terca-feira 19 de abril em Ancenis (10h)
de Quinta-feira 21 até o Domingo 24 de abril (10h) no Dominio "la Cantrie", cidade de St Fiacre (Bairro Sul de Nantes)
 
Convidados:
 
Mestre Leopoldinha (Rio de Janeiro)
Mestre Marcelo Angola (Angoleiros do Mar " Londres)
Mestre Aranha (San Cypriano – RJ)
Mestre Samara (Senzala – Amsterdam)
Mestre Viera (Aidê " RJ)
Mestre Zulu (Beribazu " BR)
Professor Armando Pekeno (Ladainha – Rennes)
Professor Luis-Carlos (Brazarmorique – Rennes)
Contramestre Carlos (Mandinga – Angers)
Professor Afonso "Vida nova" (Senzala – Albi)
Professor Fubuia (Angoleiros do Mar – Paris)
Professor Marcelo "Kassic" (Arte Negra – Bordeaux)
Professor Marcelo (Beribazu – Fougères)
Edson Gomes, mestre de percussão (Amsterdam)
 
Oficinas:
 
Capoeira
Maculelê
Percussão
Puxada de rede
Samba de roda.
 
Para obter mais informações:
 
acesse o site do Ginga Nagô (em francês): http://www.ginganago.com/archives/2005/festival/annonce.asp
Fonte: www.capoeira.jex.com.br  – Jornal do Capoeira
 

França quer projeto para se opor a biblioteca do Google

Ø      A França está fazendo campanha em favor de um projeto para disponibilizar obras literárias na internet e dessa maneira se contrapor ao crescente domínio cultural dos Estados Unidos no mundo.

o        A iniciativa de criar uma biblioteca virtual foi divulgada depois que a empresa americana Google tornou 15 milhões de obras acessíveis por meio de seu site.

o        O chefe da Biblitoteca Nacional Francesa, Jean-Noël Jeanneney, recentemente defendeu um “contra-ataque” europeu contra o projeto do Google.

§         O presidente da França, Jacques Chirac, vai discutir o projeto com ministros da União Européia em maio.

 

Herança cultural

Chirac disse em um comunicado que “um grande movimento para tornar o conhecimento acessível na internet por todo o mundo está ocorrendo agora”.

Ele participou nesta quarta-feira de uma reunião com o ministro francês da Cultura, Renaud Donnedieu de Vabres, e Jeanneney para discutir o assunto.

Chirac pediu a eles que avaliem maneiras pelas quais as grandes bibliotecas da França e da Europa “poderiam ser tornadas mais amplamente e rapidamente acessíveis na internet”.

Para ele, a França e a Europa “precisam ter um papel central” no desenvolvimento da internet por causa de sua “excepcional herança cultural”.

Em janeiro, Jeanneney disse que o projeto do Google, estimado em US$ 200 milhões (cerca de R$ 531 milhões), poderia resultar no “domínio esmagador dos Estados Unidos na moldagem da forma como as futuras gerações vêem o mundo”.

O plano da Google consiste na disponibilização de 15 milhões de volumes que fazem parte de quatro renomadas bibliotecas americanas – as das Universidades de Stanford, Michigan, Harvard e Nova York – e da Universidade de Oxford, na Grã-Bretanha, a partir de 2015.

Donnedieu de Vabres negou, porém, que o projeto francês seja uma “operação anti-Google”.

Ø      O Google disse que recebe com braços abertos o projeto francês.

o        “Nós apoiamos todos os esforços para tornar a informação acessível por todo o mundo”, disse a empresa ao jornal francês Le Monde.

Fonte:BBC-Brasil

Redação/Editoração/Formatação modificadas por AADF