Blog

gás

Vendo Artigos etiquetados em: gás

Apulcro de Castro nos Pasquins

Além das maltas, há indícios de outras formas coletivas de organização dos capoeiras, nos instantes finais da escravidão no país. Observa-se, por exemplo, nítida aproximação entre capoeiristas e abolicionistas no depoimento do jornalista Carl Von Koseritz (Imagens do Brasil, publicado na Alemanha em 1885) ao comentar o linchamento do negro Apulcro de Castro, proprietário do pasquim de escândalos Corsário:
 
"(alguns dias depois do linchamento) ao cair do crepúsculo, grandes quantidades de capoeiras (negros escravos amotinados) e semelhantes ‘indivíduos catilinários’ se reuniram na praça de São Francisco e começaram, ali e na rua do Ouvidor, a apagar os bicos de gás, e, logicamente, a destruir os lampiões, enquanto gritavam alto e bom som "Viva a Revolução" (…) o Rio tem nos seus capoeiras um mau exemplo e deles se aproveita a propaganda revolucionária dos abolicionistas, sublevando os homens de cor pela morte do negro Apulcro (…)."

Aquecimento Terrestre

  • Aquecimento Terrestre

  O clima da Terra está mudando. Secas na Amazônia, enchentes da Argentina e sul do Brasil, expansão da malária e dengue, derretimento de geleiras próximas aos pólos do Planeta. Especialistas afirmam que estas são as primeiras manifestações das mudanças climáticas que enfrentaremos em futuro próximo provocadas por alterações na composição química da atmosfera do planeta.
A indústria, a produção de energia e o transporte queimam quantidades gigantescas de petróleo, carvão mineral e gás natural gerando anualmente bilhões de toneladas de gás carbônico que são lançadas à atmosfera, alterando assim o seu delicado equilíbrio. O problema é que o gás carbônico trabalha na atmosfera como as paredes de vidro numa estufa de plantas tropicais, segurando parte do calor que na sua ausência seria perdido para o Universo.
Se queimarmos mais de um quarto das reservas hoje conhecidas de petróleo e outros combustíveis fósseis estaremos quebrando de vez o equilíbrio climático e impossibilitando talvez o futuro das novas gerações.
Este futuro não é necessário. Todos os dias o Sol nos envia energia mais que suficiente para a satisfação das necessidades presentes e futuras da humanidade. Tecnologias de aproveitamento da energia solar e de outras fontes renováveis de energia estão disponíveis.
Em nome das gerações futuras, a humanidade deve exigir das indústrias de energia e combustíveis, e também dos governos das nações,ação imediata para substituição do consumo de combustíveis fósseis por fontes renováveis de energia.

Read More