Blog

humberto

Vendo Artigos etiquetados em: humberto

Programa Social da Capoterapia e Nova Praça de Taguatinga

Nova Praça de Taguatinga
 
PRAÇA DA CAPOTERAPIA
NOVO CARTÃO PORTAL DA CIDADE
 
A Administração Regional de Taguatinga, na gestão do Sr. José Humberto, em reconhecimento ao Programa Social da Capoterapia (capoeira adaptada para a 3ª idade) ministrada por Mestre Gilvan há 9 anos, presenteou-os com a construção de uma linda Praça na Avenida Hélio Prates/QNL 23 em Taguatinga Norte, onde também beneficiará toda a comunidade com: calçadão de 1.600m para caminhadas e coopers, playgroud, espaço para vivências de diversas atividades físicas. O espaço contará também com palco de forma redonda para práticas da capoeira, mesas e bancos ao redor, muitas árvores, uma calçada criada para homenagear nomes de Mestres já falecidos "in memorian", que contribuíram na história da arte contagiante da capoeira.
 
Iniciativas como a do Ex-Administrador José Humberto, sensível a necessidade de espaços culturais de nossa cidade, onde através da construção deste espaço, vem valorizar ainda mais a grandeza da cultura genuinamente brasileira, a CAPOEIRA.
 
Gostaríamos que todos compartilhassem com este grandioso feito, participando do 1º Aulão de Capoterapia no dia 03 de junho de 7 às 9h com distribuição de 5.000 bolas de sorvete.
 
Maiore Informações: 61 3475-2511/9962-2511

Festival Internacional de Curtas: A Capoeira na Grande tela

Depois de Mestre Bimba a Capoeira Iluminada do Diretor Luiz Fernando Goulart é a vez do Curta de Paola Barreto Leblanc: Maré Capoeira ser apresentado na grande tela!
 
É nossa capoeira sendo difundida pelos 7 mares através da 7ª Arte…
Sucesso e muito axé a toda equipe de Maré Capoeira!!!
Luciano Milani

O Festival Internacional de Curtas de Oberhausen inicia-se, nesta quinta-feira (04/05), com 136 filmes provenientes de 48 países. Em 2006, cinco curtas brasileiros foram selecionados.

Nesta quinta-feira (04/05), inicia-se a 52ª edição de um dos mais antigos e mais renomados festivais de curtas-metragens do mundo, promovido pela cidade de Oberhausen, na Renânia do Norte-Vestfália.

Dos 5768 trabalhados enviados, neste ano, foram selecionados 136 curtas provenientes de 48 países, concorrendo em quatro categorias: internacional, curta alemão, infanto-juvenil e clip musical alemão. No ano passado, o curta brasileiro Man.Road.River, do mineiro Marcellvs L., foi premiado na competição internacional com sete mil e quinhentos euros.

Em 2006, cinco curtas-metragens brasileiros foram selecionados para participar do festival de Oberhausen, três na competição internacional – Dormente, de Joel Pizzini, Jonas e a Baleia, de Felipe Bragança e Mestre Humberto, de Rodrigo Savastano, e dois na categoria infanto-juvenil – Maré Capoeira, de Paola Barreto Leblanc e Tudo o que é solido pode derreter, de Rafael Gomes.

Dormente

Estações ferroviárias, trilhos e linhas de transmissão de energia elétrica constituem o cenário noturno de Dormente. Formas infinitas, forças paralíticas, gestos que se repetem, lembranças, auto-retratos e a escuridão da nossa viagem diária nos são revelados no filme do carioca Joel Pizzini.
 
Jonas e a Baleia

Jonas possui uma arma, um par de sapatos e uma motocicleta. Um dia, ele se apaixona e mata um homem.
Jonas e a Baleia, curta do carioca Felipe Bragança filmado em 2006, será mostrado pela primeira vez ao público no Festival de Curtas de Oberhausen deste ano.
 
Mestre Humberto
 
O enredo de Mestre Humberto, do cineasta carioca Rodrigo Savastano, trata de um delicioso passeio pelo centro histórico do Rio de Janeiro e pela África.
O passeio é acompanhado dos amigos e das lembranças de um experiente observador da vida chamado Humberto de Souza.

Maré Capoeira
 
A também carioca Paola Barreto Leblanc traz para Oberhausen Maré Capoeira.
O curta conta a história de Maré, apelido de João, um garoto de dez anos de idade que sonha em ser mestre de capoeira como o pai, seguindo uma tradição de família.
Tudo o que é sólido pode derreter

Débora, aos 15 anos de idade, divide com Hamlet os mesmos medos e dúvidas de tornar-se adulta. Por ser capaz de sentir os medos do príncipe Hamlet, começa a analisar sua dor e aprende a se posicionar.
Tudo que é sólido pode se derreter é a contribuição do paulista Rafael Gomes para a competição infanto-juvenil de Oberhausen.


Forte presença latino-americana

 

Com curtas provenientes da Argentina, Brasil e Chile, a presença latino-americana na competição de curtas infanto-juvenis deste ano, em Oberhausen, é excepcionalmente forte, segundo ressaltou a organização do festival.

Uma outra novidade do festival é que será apresentada, pela primeira vez em Oberhausen, uma seleção de 12 das mais importantes associações de filmes experimentais e de arte. O Brasil está representado pela mostra da Associação Cultural Videobrasil, do Rio de Janeiro.

Obras de Alex Gabassi, Rafael França, Wagner Morales, Fabiana Werneck e Marco del Fiol farão parte da mostra Videobrasil a ser apresentada nesta quinta-feira (05/05), em Oberhausen.

O Festival de Curtas de Oberhausen vai até 09/05, quando serão anunciados os nomes dos curtas vencedores da competição internacional, alemã e infanto-juvenil.

CENTRO DE CONVIVÊNCIA DA CAPOTERAPIA

Nova Praça de Taguatinga
 
CENTRO DE CONVIVÊNCIA DA CAPOTERAPIA – NOVO CARTÃO PORTAL DA CIDADE

A Administração Regional de Taguatinga, na gestão do Sr. José Humberto, em reconhecimento ao Programa Social da Capoterapia (capoeira adaptada para a 3ª idade) ministrada por Mestre Gilvan há 9 anos, presenteou-os com a construção de uma linda Praça na Avenida Hélio Prates/QNL 23 em Taguatinga Norte, onde também beneficiará toda a comunidade com: calçadão de 1.600m para caminhadas e coopers, playgroud, espaço para vivências de diversas atividades físicas. O espaço contará também com palco de forma redonda para práticas da capoeira, mesas e bancos ao redor, muitas árvores, uma calçada criada para homenagear nomes de Mestres já falecidos “in memorian”, que contribuíram na história da arte contagiante da capoeira.
Iniciativas como a do Sr. Administrador José Humberto, sensível a necessidade de espaços culturais de nossa cidade, onde através da construção deste espaço, vem valorizar ainda mais a grandeza da cultura genuinamente brasileira, a CAPOEIRA.
Gostaríamos que todos compartilhassem com este grandioso feito, enviando E.MAILs de opiniões construtivas, no intuito de incentivar outros, sensibilizando-os na construção e valorização cultural da cidade.

Fone 061 34512546
[email protected]ga.df.gov.br
www.taguatinga.df.gov.br