Blog

silveira

Vendo Artigos etiquetados em: silveira

Fundação Cultural Palmares inaugura Biblioteca Oliveira Silveira

Na próxima quinta-feira (15), a Fundação Cultural Palmares inaugurará a Biblioteca Oliveira Silveira e o Arquivo da Fundação em sua nova sede, em Brasília. Na ocasião, também será lançada a Coleção Faces do Brasil – História, organizada pela professora Jacy Proença e Editora Ética do Brasil.

Com um acervo de aproximadamente 17 mil itens entre livros, folhetos, periódicos, imagens e CD-ROMs, a biblioteca abrirá suas portas para o público fazer pesquisas e consultar materiais diversos. Especializada em cultura afro-brasileira, o local reúne fotos, pinturas, cartazes e materiais museológicos, como arte quilombola, palharia, cerâmica e telas, que guardam parte da memória negra. Há ainda uma sala de vídeo com espaço para 16 pessoas e terminais para acesso à internet.

A biblioteca foi originalmente inaugurada no dia 20 de novembro de 1998, porém, com a mudança de sede, ficou desativada por alguns meses, e agora será reinaugurada sob o nome Biblioteca Oliveira Silveira, em homenagem a este grande militante do Movimento Negro brasileiro.

Oliveira Silveira – Professor, poeta e militante do Movimento Negro, foi o idealizador do Dia da Consciência Negra, juntamente com o Grupo Palmares de Porto Alegre, ainda na década de 1970. Gaúcho e autor de inúmeros poemas e textos literários, seu primeiro trabalho foi o poema Germinou (1962), tendo ainda publicado: Poemas Regionais (1968); Banzo, Saudade Negra (1970); Décima do Negro Peão (1974); Praça da Palavra (1976); Pêlo Escuro (1977); e Roteiro dos Tantãs (1981).

A Biblioteca Oliveira Silveira disponibiliza a listagem do seu acervo bibliográfico sobre a cultura negra e a história da Diáspora Africana para consulta pública no site: http://biblioteca.palmares.gov.br.

Coleção – A coleção Faces do Brasil – História e Cultura é composta por 37 obras redigidas por professores, pesquisadores e escritores negros e indígenas de 14 estados brasileiros. Organizada pela professora Jacy Proença, ativista histórica do movimento negro brasileiro, a coleção é destinada a alunos do ensino fundamental e médio.

 

Serviço

O quê: Inauguração da Biblioteca Oliveira Silveira e lançamento da coleção Faces do Brasil – História e Cultura

Quando: Dia 15 de dezembro de 2011 (quinta-feira), às 18h00

Onde: Fundação Cultural Palmares – SCS (Setor Comercial Sul), quadra 09, 1º andar, Edifício Parque Cidade Corporate, Torre B – Brasília-DF

 

Fonte: http://www.palmares.gov.br

Programa de Reflexões e Debates para a Consciência Negra e Palestra: “CAPOEIRA: um jogo de saberes”

PROGRAMA DE REFLEXÕES E DEBATES PARA A CONSCIÊNCIA NEGRA, Uma experiência de aplicação da Lei 10.630/03, Convida para sua homenagem aos 35 anos da instituição do DIA DA CONSCIÊNCIA NEGRA com a palestra:
"CAPOEIRA: um jogo de saberes" 
 
O Programa de Reflexões e Debates para a Consciência Negra terá no próximo dia 21 de novembro, a partir das 19:30 h o Prof. Dr. Luiz Sergio Dias, pesquisador e autor do premiado livro "Quem tem medo da Capoeira?" e o Prof. Paulo Henrique Menezes da Silva, Mestre Paulão, Presidente da Liga de Capoeira do Estado do Rio de Janeiro, fazendo a palestra "CAPOEIRA: um jogo de saberes" no Colégio Estadual Professor Sousa da Silveira, no bairro de Quintino – Zona Norte do Rio de Janeiro.
 
O Jornalista Mano Lima, de Brasília, estará presente no debate e participa, ainda, de uma série de eventos no Rio de Janeiro. Durante a palestra, o jornalista fará em primeira mão o lançamento do DICIONÁRIO DE CAPOEIRA com um preço especial para nosso público.
 
A história da Capoeira funde-se com a própria história do Brasil, surgiu da luta do negro escravo pela liberdade, escapando do cativeiro, enfrentando a recaptura, abrindo caminho para continuar vivo e livre, assim sistematizou-se como genuína arte marcial brasileira.
 
A Capoeira é reconhecida pela sua efetividade como luta e pela sua autenticidade cultural: é balé, é arte circense, é dança de rua, é ginástica, é canto, é jogo e é ginga, está entre as grandes contribuições do Brasil ao imaginário do mundo, sendo praticada em cento e cinqüenta países da Europa, África, Ásia, Oriente Médio e Américas. A Capoeira aparece para o mundo como uma das mais nobres representações culturais brasileiras.
 
A Capoeira ajuda na superação dos limites do corpo e da mente, na renovação de energias, na criação do espírito coletivo de camaradagem pelas artes, manhas e artimanhas do seu jogo, uma realidade que já conta com o aval de instituições de educação como o UNICEF, que referenda trabalhos de capoeiristas brasileiros em vários países com crianças e adolescentes em áreas de risco social, com despatriados e vítimas de mazelas de guerras. Não há dúvidas que a Capoeira é instrumento de socialização e de resocialização em vários níveis.
 
O Prof. Luiz Sergio Dias, Mestre Paulão e o Programa de Reflexões e Debates para a Consciência Negra, encontram-se pela prática do permanente diálogo entre os valores do saber popular com os conhecimentos técnicos e acadêmicos, e unem-se na proposta de aplicar a Capoeira além da prática corporal, trazendo-a para a análise crítica da nossa sociedade e história e para o ensino de disciplinas como: educação artística, música, física, geometria, língua portuguesa, história, e ainda, história africana e cultura afro brasileira, além de trabalhar, ética, sociabilidade, respeito, desinibição e disciplina.
 
P.S: O Jornalista Mano Lima, autor do Dicionário de Capoeira, estará no RJ, de 21 a 25/11, participando de eventos no Rio de Janeiro referentes a Semana de Consciência Negra, divulgando e autografando a obra  DICIONÁRIO DE CAPOEIRA desua autoria.
 
{jgibox title:=[Confira a programação:] style:=[width:510px;]}
21/11 – 19 horas
Palestra "Capoeira: o jogo de saberes", promovida pelo Programa de Reflexões e Debates para a Consciência Negra, com a participação do Prof. Dr. Luiz Sergio Dias, pesquisador e autor do premiado livro "Quem tem medo da Capoeira?" e o Prof. Paulo Henrique Menezes da Silva, Mestre Paulão, Presidente da Liga de Capoeira do Estado do Rio de Janeiro
Local: Colégio Estadual Professor Sousa da Silveira, no bairro de Quintino, R. Amália s/n, Zona Norte
 

22/11 – 18 horas
Debate "Zumbi Vive: a internalização da consciência social pela educação"
Local: Fórum de Ciência e Cultura da UFRJ (campus Praia Vermelha), Av. Pasteur 250, 2º andar – Urca
 
23 /11 – 11 horas
V Ciclo de Palestras de Capoeira da UFRJ, sob o tema "Pedagogia do esporte: refletindo sobre a capoeira"
Local: Campus da UFRJ
{/jgibox}

 
Colégio Estadual Professor Sousa da Silveira
 
Coordenação: Profa. Carla Lopes
 
R. Amália s/n – Quintino Bocaiúva
Rio de Janeiro – R.J
CEP: 21380-400
Tel.: 2595-6209 (das 19h às 22h)
Cel:(21) 9649-5961 
e-mail: [email protected]