Blog

festa

Vendo Artigos etiquetados em: festa

TV Globo: “Esquenta!” tem Capoeira

‘A gente vai gingar!’, promete Regina sobre Esquenta com roda de capoeira

Deborah Secco e Paula Fernandes também participam da festa

O ‘Esquenta!’, do dia 22, trouxe ao palco o universo da capoeira. “Hoje, a gente vai gingar! Se você sabe dar uma meia lua de costas, um rabo de arraia, uma chapa de chão, está ótimo. Se você não sabe, vai aprender!”, convoca Regina Casé, antes de revelar a presença dos mais de 300 capoeiristas, de diferentes nacionalidades, que vieram especialmente para a plateia.

Beth Carvalho chega para abrilhantar ainda mais a roda de samba do programa. A atriz Deborah Secco e os cantores Paula Fernandes, Rodriguinho e MC Marcelly também participam da grande festa deste domingo. No quadro ‘Calourão’, crianças que adoram pesquisar sobre dinossauros imitam alguns animais jurássicos.

Pegando carona na decoração do programa, repleto de pinturas rupestres e figurinos inspirados nos primórdios da humanidade, a apresentadora anuncia mais um assunto do dia: o mundo das cavernas. A arqueóloga e fundadora do Museu do Homem Americano, Niede Guidon, comenta a importância das pinturas dos nossos ancestrais e descreve como é feita a leitura das imagens que revelam os hábitos da época.

http://tvg.globo.com

Roda de capoeira toma conta do Esquenta! (Foto: Globo/João Januário)

Festa de capoeira no Vale do Ribeira fortalece cultura quilombola

A 1ª Festa de Capoeira no Quilombo de Pedro Cubas, em Eldorado, no Vale do Ribeira (SP), aconteceu no último final de semana (1º e 2/9)e girou em torno da entrega das graduações de capoeira para 26 alunos do projeto Ponto de Cultura Socioambiental. A comemoração marcou ainda a fase final do projeto desenvolvido por quase três anos nas comunidades quilombolas de Pedro Cubas e Pedro Cubas de Cima.

As associações quilombolas de Pedro Cubas e Pedro Cubas de Cima organizaram a festa, cujos preparativos começaram duas semanas antes com a participação de alunos, pais, do ISA e da Associação Desportiva e Cultural de Capoeira Nossa Senhora da Guia (Adecc ). Os 26 alunos do projeto, adolescentes e jovens fizeram a decoração e organizaram as rodas.

Entre os convidados estavam grupos de capoeira como a Associação de Capoeira Quilombo dos Palmares, de Guarulhos/SP; o Grupo de Capoeira Nagolo, de Pedro de Toledo/SP; a Associação de Capoeira Liberdade Camará, de Araçatuba/SP; o Grupo Bernardo Furquim, do Quilombo São Pedro, a Orquestra de Berimbau do Morro do Querosene, situado bairro do Butantan em São Paulo, além das comunidades quilombolas vizinhas à Pedro Cubas. Também participaram da festa dois componentes do Grupo Angoleiros do Sertão (Marcos e Molejo) de Presidente Prudente/SP, Kleber Macaquinho que veio da Bahia e representantes da Eaacone (Equipe de Articulação e Assessoria às Comunidades Negras do Vale do Ribeira).

No sábado, os grupos começaram a chegar ao quilombo de Pedro Cubas por volta das 19 hs. Tochas e uma fogueira foram colocadas para a realização de uma roda de confraternização e do jogo da capoeira Angola.

O instrutor Leleco, que treinou o grupo nesses quase três anos, apresentou os convidados e as lideranças quilombolas, Diva e Antonio Jorge, deram as boas vinda a todos expressando a alegria e o orgulho da comunidade em ser o cenário de um momento de intercâmbio cultural e de graduação de seus jovens. Esse encontro foi uma representação da amizade entre os grupos presentes. Depois começou a roda que só terminou às 11 da noite.

Na manhã do domingo (2), os convidados foram recepcionados com um café tradicional quilombola, com cuscuz de arroz, coruja, bolo de mandioca e pão caseiro.

Depois foi a cerimônia de graduação dos alunos do Ponto de Cultura em Capoeira Regional de Bimba no galpão de sapê do quilombo. Seguindo o protocolo da atividade, na abertura, cada mestre foi apresentado (Mestre Marco Lima, Mestre Peixe, Mestre Bililico, Kleber Macaquinho) e cada um deles apresentou seus alunos e formados. Neste momento os convidados foram saudados e a comunidade de Pedro Cubas e o ISA agradeceram a presença de todos. Em seguida, cada graduando fez um jogo com os mestres e formados e recebendo a sua corda colorida. Cada cor corresponde a uma graduação, um estágio de evolução dentro da capoeira.

O último a receber a graduação de cor verde e branca foi o orientador dos alunos de Pedro Cubas, Leleco, que foi homenageado pela comunidade e pelos alunos pelo trabalho desenvolvido no Ponto de Cultura.

Em seguida, a Orquestra de Berimbau do Morro do Querosene, comandada por Dinho Nascimento, encerrou a festa.

O trabalho conjunto de preparação da festa dos jovens e adolescentes com as associações quilombolas foi o destaque do evento. Atividades de integração como esta revelam a diversidade da expressão cultural da capoeira, os diferentes tipos e jeitos de jogar e o respeito pela cultura de cada grupo. A festa foi ainda uma oportunidade de troca entre grupos e pessoas convidadas vindas de outros pontos de cultura, além de contribuir para o fortalecimento da juventude quilombola e de suas expressões culturais.

 

Fonte: ISA, Raquel Pasinato – http://www.socioambiental.org

Lavagem de Paris ganha hot site

A Lavage de La Madeleine, que tem Carlinhos Brown como convidado em 2011, acaba de ganhar uma página na internet. O site vai contar com o histórico da festa – o maior evento da cultura brasileira na Europa – e traz fotos, vídeos, programação completa e a cobertura completa de tudo o que vai acontecer por lá. O site contempla também as redes sociais Twitter e Facebook, além de um canal exclusivo no youtube. “É a primeira vez que a Lavage ganha um site, o que achei ótimo. Além de divulgar nossa história, poderemos transmitir tudo que acontece nessa festa linda para o mundo”, comenta o artista santo-amarense Robertinho Chaves, que criou a Lavage em 2002.

Com extensa programação multicultural, o evento conta com uma exposição fotográfica, workshop de dança afro, Forró da Lavage, Missa do Rosário dos Pretos, lançamento de livro sobre o evento, lavagem das escadarias da Igreja de La Madeleine – inspirada nas lavagens das escadarias das igrejas do Bonfim (Salvador) e de Nossa Senhora da Purificação (Santo Amaro) – entre outros. Criada em 2002 pelo artista santo-amarense Robertinho Chaves, a Lavage é um evento de intercâmbio multicultural que dura cerca de uma semana, e culmina em um cortejo de 10 mil pessoas nas ruas de Paris (França). Em 2011 a festa acontece de 13 a 18 de setembro.

Lavage de La Madeleine – evento multicultural que acontece há 10 anos, inspirado na lavagem das escadarias da Igreja do Senhor do Bonfim (Salvador) e da Igreja de Nossa Senhora da Purificação (Santo Amaro). É realizada pela Associação Viva Madeleine, Brasil Onirê, TAG Arts e D+ Produções, com patrocínio da Alstom e Lei de incentivo à cultura/Ministério da Cultura/Governo Federal. Apoio Cultural: Bahiatursa/Secretaria de Turismo/Governo do Estado da Bahia, Embratur/Ministério do Turismo/Governo Federal, SACEM – FR, AD Turismo e Rede Bahia.

 

Site: http://www.lavagedelamadeleine.com

Twitter: @LavageMadeleine

Facebook: http://www.facebook.com/lavagemadeleine

 

 

Victor Villarpando – 71 8867.6107

Festa, Capoeira, Frevo e Samba

Todos sabemos que a contribuição africana para a formação da cultura brasileira é imensa. Os africanos trazidos para cá como escravos, acabaram sendo os principais responsáveis por constituir algumas das características mais marcantes da nossa cultura: a musicalidade, a espontaneidade, a expressividade corporal e a criatividade presente nas mais variadas manifestações das culturas tradicionais de nosso povo.

Nesse sentido, a capoeira, o frevo e o samba, são três das manifestações de nossa cultura que reúnem essas características herdadas dessa ancestralidade africana. Essas expressões têm muita coisa em comum, mas principalmente, chama-nos atenção o fato de estarem sempre ligadas à festa: algo sobre o que, nós brasileiros, diga-se de passagem, entendemos muito bem.

O samba, que surge em nosso país em diversos locais, assumindo diferentes formas e sotaques, sempre esteve ligado à necessidade dos africanos e seus descendentes em festejar, dançar, cantar, beber e comer, enfim, compartilhar seus momentos de alegria, mesmo apesar do duro sofrimento a que eram submetidos no passado, e de certa forma ainda hoje no presente. A festa sempre fez parte do samba – e o samba da festa. Onde quer que se juntem pessoas nesse país para comemorar alguma coisa, o samba quase sempre se faz presente.

A capoeira, que se constituiu como uma estratégia de enfrentamento à violência do regime escravagista e do poder opressor em nosso país, teve como cenário de expansão e consolidação justamente as famosas “festas de largo” no início do século XX, em Salvador da Bahia. É justamente nessas festas populares – como Bonfim, Iemanjá e Conceição da Praia – que se inicia o processo de afirmação e aceitação social da capoeira através dos grandes mestres que começam a ganhar notoriedade nesses espaços, tais como os famosos Bimba, Pastinha, Noronha, entre outros.

E o frevo, que ao que tudo indica, surgiu a partir dos blocos carnavalescos do Recife e Olinda, no início do século XX, onde a rivalidade entre essas agremiações, fazia com que houvesse o enfrentamento entre elas, quando os caminhos se cruzavam durante a festa. Por isso, a necessidade de haver valentões dispostos a esses enfrentamentos – geralmente capoeiristas, que iam à frente desses cordões e, ao som das orquestras de metais e percussão, evoluíam com seus passos ágeis e coreografias bem desenhadas, dando origem à essa dança tão popular no carnaval de Recife e Olinda.

Percebemos então, que o sujeito social que freqüentava cada uma dessas manifestações era o mesmo, ou seja, o capoeirista era também o dançarino de frevo e vice-versa. Isso acontecia também com o sambista no Rio de Janeiro, que inclusive se vestia de forma muito parecida com o capoeirista da época: terno branco, chapéu de palha, lenço de seda no pescoço, e muitas vezes também a famosa navalha. Sem falar na perseguição policial que ambos sofriam, por serem tidos como vadios, marginais e capadócios.

 

Esses elementos nos dão pistas interessantes para tentarmos compreender o contexto social desse período histórico, onde esses sujeitos sociais: o capoeira, o sambista e o dançarino de frevo, compartilhavam do mesmo universo e transitavam com muita desenvoltura nesses ambientes, tendo como pano de fundo, justamente, a festa.

A festa sempre teve lugar de destaque na cultura brasileira, e talvez isso explique um pouco do nosso espírito alegre, nosso bom humor e nossa postura otimista diante das dificuldades da vida. São nos espaços festivos que exercitamos nossa sociabilidade, nosso sentido comunitário, nosso compartilhar de dores e alegrias, nossa sentido de pertença e identidade. A capoeira, o samba e o frevo, são ótimos exemplos desse exercício de cidadania. São manifestações que possuem o forte poder de agregar pessoas em torno da celebração, do encontro e da valorização da vida.

 

Pedro Abib (Pedrão de João Pequeno) é professor da Universidade Federal da Bahia, músico e capoeirista, formado pelo mestre João Pequeno de Pastinha. Publicou os livros “Capoeira Angola, cultura Popular e o Jogo dos Saberes na Roda”(2005) e “Mestres e Capoeiras Famosos da Bahia”(2009). Realizou os documentários “O Velho Capoeirista” (1999) e “Memórias do Recôncavo: Besouro e outros Capoeiras” (2008).

Maresias: MAREGINGA 2011

A EDIÇÃO DO MAREGINGA, encontro beneficente de capoeira do projeto exercido no bairro de Maresias/São Sebastião, será realizada nos dias 18, 19 e 20 de novembro de 2011, pela organização do Professor de Capoeira e Educação Física Gustavo de Souza Leite sobre a coordenação de Mauro Porto da Rocha (Mestre Maurão).

Este evento vem sendo realizado desde o ano de 2005 com o intuito de reunir o maior número de capoeiristas possíveis para troca de informações, conhecimentos e preservação da cultura, assim, proporcionando as crianças da comunidade o contato com nossa arte, encaminhamento na formação do caráter, preservação da circulo afetivo familiar e o direcionamento intelectual. Além do aperfeiçoamento do nível técnico e profissional dos professores de capoeira.

É com esse espírito, de proporcionar as nossas crianças uma melhor qualidade de vida e encaminhá-los para um futuro promissor e profissional, que o projeto é desenvolvido nas escolas e instituições do bairro. Graças ao apoio dos parceiros que nos acompanham desde o primeiro evento, que este projeto tem sido um grande sucesso a cada ano que passa.

 

OBJETIVO DO EVENTO:

Preservar na comunidade de Maresias um dos mais importantes eventos de capoeira na atualidade, apresentando:

 

  • Passeios e assim apresentar a beleza de nossas riquezas naturais;
  • Eventos e gastronomia da região;
  • Atrair pessoas para ajudar no desenvolvimento turístico;
  • Executar oficinas culturais, visitando pontos turísticos e apreciando os ambientes oferecidos;
  • Incorporar cada vez mais nossa região no turismo nacional, assim, no futuro, abrindo mais oportunidade de empregos e exploração da mesma;
  • Apresentar o trabalho desenvolvido a comunidade;
  • Apresentar e evoluir o comercio hoteleiro e gastronômico de Maresias, entre outros.

 

Como tema do evento, sempre são feitas apresentações da cultura Afro-Brasileira, como: Capoeira, Maculelê, Puxada de Rede, Dança do Coco e o Samba de Roda feito sempre na festa de confraternização aos comandos do Mestre Maurão e algumas personalidades da Música Popular Brasileira como foi o caso da presença do Mestre e percursionista DaLua, já presente nos dois últimos eventos.

Este tem ocorrido em pontos específicos de Maresias, onde possamos concentrar o maior número de participantes e público possíveis. Tem sido explorado as escolas, a praça, o Clube Sirena (devidas proporções para a Cerimônia de Batizado e Graduação) e locais diferenciados da praia para a prática de esportes e realização da festa de confraternização.

 

 

*Este ano estaremos realizando a troca de graduação dos 150 alunos que fazem parte do projeto que já se expandiu para o bairro de Paúba.

 

Para conhecer o trabalho dos seis Mestres que estarão no comando do evento, basta acessar o site de trabalho dos mesmos:

 

PERÍODO DO EVENTO:

O será realizado nos dias 18, 19 e 20 de novembro de 2011, sendo que as oficinas, rodas, turismo e a confraternização serão distribuídos da seguinte forma:

 

  • Sexta (18/11/2011): Roda de abertura e bate-papo com os Mestres convidados

(Na Praça Internacional do Surf e Clubinho);

  • Sábado (19/11/2011): Work shop com mestres ,convidados e alunos do projeto(Quadra de Esportes da Escola), Cerimônia de Batizado e Graduação (Clube Sirena) e Festa de Confraternização com Samba de Roda;
  • Domingo (20/11/2011): Atividades esportivas na Praia .

 

CAPTAÇÃO DE RECURSOS:

A captação de recursos para a execução deste evento está previsto através de incentivo do Setor Privado. O evento terá proporções baseadas e elaboradas com o mesmo planejamento dos anos anteriores, sendo que os apoiados terão suas logo marcas apresentadas em toda a divulgação do evento.

 

Os custos para a execução do evento referem-se aos seguintes itens:

 

  1. 8 Passagens aéreas (ida e volta) – total estimado em R$ 4.000,00;
  2. Cachê dos Mestres (6 pessoas) R$ 500,00 – total estimado em R$ 3.000;
  3. Divulgação – total estimado em R$ 500,00;
  4. Camisetas (350 unidades) 10 a 12 reais cada – total estimado em R$ 3.500,00;
  5. Cordões de capoeira (150 unidades) 10 reais cada – total estimado em R$ 1.500,00;
  6. Filmagem, fotografia e produção de um DVD do evento – total estimado em R$ 1.500,00;
  7. Gastos extras como: Sonorização, água para os palestrantes, combustível para deslocamento dos palestrantes, entre outros. Total estimado em R$ 1.000,00.

 

  • Total de Custos para promover o evento estimado em R$ 15.000,00. Tendo os patrocinadores espaço de divulgação no evento nas seguintes áreas:

Banners, cartazes e panfletos, camiseta do evento, DVD do evento e durante as atividades.

 

Quotas:

 

Patrocínio: R$ 700,00 –passagem aéreas e hospedagem para os mestres,  ou qualquer necessidade do evento no valor da quota

Destaque para logotipo nas camisetas,troféus, banners  dispostos nos locais do evento e anuncio sonoro durante todo evento.

 

Apoio: R$ 300,00 ou doações no mesmo valor em alimentos, isotônicos, mercadorias necessárias para o evento. Visibilidade com identificação secundária nas camisetas, banners e anuncio sonoro durante todo evento

 

As doações em dinheiro devem ser feitas na seguinte forma:

Banco Bradesco Agencia: 2965 – Conta Corrente: 0008883-8 Associação Cultural Esportiva de Maresias. CNPJ-11.980.914/0001-82

 

Prestação de contas: Será feita através do site www.mandingamaresias.com.br

Assista ao Vídeo do último evento:
http://www.youtube.com/watch?v=lfCpmcndnYI&feature=player_embedded

 

Contatos: Professor Gustavo De Souza Leite (Simba)

Telefone: (0xx12) 8115.3176 – gustavosleite29@hotmail.com

 

www.mandingamaresias.com.br

www.grupocapoeiramandinga.com

 

MAREGINGA 2011

Projeto Pequenos do João “capoeira em outras rodas”

Projeto Pequenos do João “capoeira em outras rodas” dia 18 na casa do mestre João Pequeno de Pastinha

18 de junho inicio as 14hs teremos:

  • Abertura com um bate papo
  • Oficinas para as crianças
  • Exibição de um video
  • Roda de capoeira ao comando do mestre João Pequeno
  • Confraternização com as tracas de frutas das crianças

 

toda criança tem que trazer uma fruta confira no cartaz em anexo

 

festa em homenagem as crianças, na casa do mestre João Pequeno no bairro da fazenda coutos  em salvador onde fica localizado o Projeto Pequenos do João. Compareças  traga sua fruta e comtribua e perticipe da nossa festa.

Local: Projeto Pequenos do João Bairro: Fazenda Coutos III Subúrbio, Casa do Mestre João Pequeno

Tel: 8833-1469/9635-5433/9680-6902

Email:nanidejoaopequeno@hotmail.com – nanidejoaopequeno@gmail.com

E-mail do mestre: mestrejoaopequeno@gmail.com

http://nanidejoaopequeno.blogspot.com/
http://joaopequeno.portalcapoeira.com/

Italia: Batizado Roça do Lobo Capoeira Regional

Este convite é para todos os amigos capoeiristas que têm acompanhado o nosso caminho no mundo da capoeira de qualquer forma: è um grande prazer para nòs de convidá-los para a nossa Festa de Batizado – cerimónia que segue a tradição da Capoeira Regional de Mestre Bimba, – sábado, 18 de dezembro de 16:00 horas na nossa academia Fight Club em via Premuda n.16 –  Pádua, Itália.

A cerimónia é presidida pelo Mestre Onça Negra, discipulo de Mestre Bimba, c om a presença de Mestre Garrincha e Professor Pardal da Filhos de Bimba Escola de Capoeira.
 

Programação:
– 16:00 hòras: Cerimònia de Batizado de Capoeira Regional – entrega de certificados
– 18:00 hòras: Roda de Comemoração
– 19:30 hòras: Festa de Batizado
Entrada livre, confirme a sua presença escrevendo para info@rocadolo.com.

Muito Axé!

Andrinha, Indio, Elvis
 
 

Questo invito è indirizzato a tutti i nostri amici capoeiristi che in vari modi hanno accompagnato il nostro percorso nel mondo della capoeira: è un piacere per noi invitarvi alla nostra Festa de Batizado – cerimonia che segue la tradizione della Capoeira Regional di Mestre Bimba – sabato 18 dicembre dalle ore 16:00 presso la nostra sede di Padova alla palestra Fight Club in via Premuda n.16.

La cerimonia è presieduta  da Mestre Onça Negra, allievo di Mestre Bimba, con la presenza di Mestre Garrincha e Professor Pardal della Filhos de Bimba Escola de Capoeira.
Programma:
– ore 16:00: Cerimonia de Batizado de Capoeira Regional – consegna dei certificati
– ore 18:00: Roda aperta
– ore 19:30: Festa de Batizado
Ingresso libero, confermate la vostra presenza scrivendo a info@rocadolobo.com.

Muito Axé!
Andorinha, Indio, Elvis


www.rocadolobo.com

Documentário: Slum, Drums and Capoeira

É com satisfação que anunciamos em anunciar que o Kabula estará exibindo o documentário “Slum, Drums and Capoeira” (Favela, Percussão e Capoeira). Esta festa se destina a todos os membros do Kabula e também a toda comunidade da capoeira em Londres e UK. O intuito maior dessa celebração visa a arrecadação de fundos para o projeto do Kabula no Reino Unido, o Projeto JINGA.

Slum, Drums e Capoeira conduz você a uma viagem única de descoberta dentro do universo dessa antiga arte. Desde suas origens até a favela mais famosa do Rio de Janeiro e assim vivendo o espírito da capoeira no Brasil moderno.


Na Rocinha – maior favela do Rio de Janeiro, que tem suas ruas estreitas manchadas com o sangue de tráfico de drogas, encontramos

Tiane, uma capoeirista talentosa e jovem, que perdeu seu irmão para a violência. Nós seguimos a sua jornada mostrando como ela luta para estabelecer uma escola de capoeira na favela para proporcionar as crianças a possibilidade de caminho alternativo.

Sua história está entrelaçada com a dos antigos mestres de Salvador um dos berços da Capoeira no Brazil. Com imagens raras de Mestre Bimba e Mestre Pastinha (os pais da moderna Capoeira) e entrevistas dos mestres mais respeitados de hoje (Mestre Curió, Nenel, Bamba, Moraes Bola Sete e muitos mais). Favela, Percussão e Capoeira capta a verdadeira essência da capoeira no Brasil de hoje.


Após a projeção, termos uma performance com uma orquestra de berimbau (por isso, por favor traga o seu próprio berimbau se você pretende participar). Em seguida acontecerá uma roda e também um festa com DJs tocando uma mistura eclética de música brasileira. Cópias do filme também estarão disponíveis para venda em DVD em £10 (normal price £ 15), com 50% das vendas revertidas ao Kabula.

O Projeto Kabula JINGA projetado para escolas e espaços comunitários para jovens, refugiados e público em geral tem como finalidade maior utilizar a capoeira como uma ferramenta para a transformação pessoal e social, inspiradas na filosofia da capoeira Angola.

Esperamos que você possa para participar conosco deste evento especial … se inspirar, se divertir e contribuir para uma boa causa.



O quê? Projeção de filme e festa de angariação de fundos para o projeto Kabula Jinga!


Onde: Favela Chic (Londres)

Quando: 06 de dezembro

Horário: das 7pm em diante

Custo: doação de £ 3 (recomendado)

 

 

Film Screening: “Slums, Drums and Capoeira” & Fundraising Party

 

(Link: http://slumsdrums.com/)

We’re delighted to announce that Kabula will be hosting the premier screening of the documentary film Slums, Drums and Capoeira. This will be a party for Kabula members and the wider capoeira community and others to raise funds for the work of Kabula in the UK and Brazil.
Slums, Drums and Capoeira takes you on a unique journey of discovery into this ancient art form. From its origins in Salvador to Rio’s most notorious slum, we see the spirit of capoeira alive in modern Brazil.
Rocinha – the largest slum in Rio de Janeiro, where the narrow alleys are stained with the blood of drug trafficking. Here we meet
Tiane, a gifted young capoeirista who lost her brother to the violence. We follow her journey as she fights to establish a capoeira school in the slum to provide the kids with a different path.
Their story is interwoven with that of the old masters from Salvador the home of Capoeira. With rare footage of Mestre Bimba and Mestre Pastinha (the fathers of modern day Capoeira) and interviews from today’s most respected masters (Mestre Curio, Nenel, Bamba, Moraes Bola Sete and many more). Slums, Drums and Capoeira captures the true essence of capoeira in today’s Brazil.
After the screening we will have a berimbau orchestra (so please bring your berimbau if you want to play), a roda and a party with great DJs playing an eclectic mix of Brazilian music. Copies of the film will also be available for for sale on DVD for £10 (normal rrp £15), with 50% of sales going to Kabula.
Kabula works in schools and community settings with young people, refugees and the general public to use capoeira as a tool for personal and social change, inspired by the philosophy of capoeira Angola.
We hope you can attend this special event, be inspired, have fun and contribute to a good cause.

What: A film screening & fundraising party for Kabula!

Where: Favela Chic (London)
When: 6th Dec.
Time: from 7pm onwards
Cost: Recommended donation £3 to Kabula

Aconteceu: “DESTERRO CAPOEIRA EM FESTA”

Aconteceu no dia 30/10 (Sábado), DESTERRO CAPOEIRA EM FESTA, no Sede do grupo.

Onde foi comemorado o aniversário do Mestre Mancha e 2 anos de inauguração da Sede da Desterro Capoeira.

Vieram participar da Festa, alunos e pais de Santo Amaro da Imperatriz e Palhoça.

A festa foi o maior sucesso, mostrando que a Capoeira é um ótimo instrumento de integração social e que a família é a base de tudo.

A Desterro Capoeira vem há anos trabalhando em prol da família através da Capoeira, o trabalho vem crescendo a cada dia, preservando a união, paz , solidariedade, prevenção e combate as drogas, educando crianças e adolescentes para viver num mundo melhor.

Mestre Mancha e toda sua equipe, tem como objetivo principal a integração das famílias e comunidades da Grande Florianópolis, onde a intenção não é só formar capoeiristas, mas sim, cidadãos de bem.

Mestre Mancha convida à todos para vir conhecer o trabalho da Desterro Capoeira, e agradece aos familiares pelo apoio e confiança que vem depositando e acreditando no trabalho da Desterro Capoeira.

 

Saiba mais:

www.desterrocapoeira.com.br

http://desterrocapoeira.blogspot.com/

mestremanchadesterro@hotmail.com

(48)8414 3336

Casa Mestre Ananias: IV Festa de São Cosme Damião

Através do projeto “Festa, Segredos e Saberes” a Casa Mestre Ananias envolve suas 33 crianças e jovens (além dos adultos) na vivência e pesquisa das Festas do calendário popular.

Dia 26 de Setembro será a IV Festa de São Cosme Damião, um dos mais importantes festejos da Casa, onde as crianças se envolvem em todos os processos, na preparação, no cartaz e claro… comendo muitos doces no dia da festa.

Sejam bem vindos, haverá Caruru, doces e muito samba de roda em louvor à falange protetora das crianças. Tragam os pequenos pois a festa é toda deles.

Mais informações www.mestreananias.blogspot.com

Muito obrigado e um grande abraço

Rodrigo Bruno Lima

Uirapuru Assessoria Cultural e Eventos

www.uirapurubr.com.br