Blog

guarulhos

Vendo Artigos etiquetados em: guarulhos

Dia da Capoeira: Berimbau rola solto no bairros de São Paulo e em Guarulhos

Capoeira é uma expressão cultural que envolve arte-marcial, música, dança, esporte e cultura popular. Em alguns bairros de São Paulo, existem grupos que oferecem esse tipo de atividade. O que poucos sabem é que em imediações como Vila Madalena e Santa Cecília estão dois dos precursores da capoeira do Estado de São Paulo, o Mestre Brasília, do Grupo Ginga Brasília e Mestre Suassuna, do Grupo Cordão de Ouro. Hoje é comemorado o Dia da Capoeira e a reportagem do Futebol e um pouco mais conversou com esses dois grandes nomes do esporte que leva cultura e sabedoria a todo o país.

Antônio Cardoso Andrade, o Mestre Brasília, nasceu em 1942, na Bahia e pratica capoeira há 53 anos. Junto com o Mestre Suassuna, fundou o Grupo Cordão de Ouro e é o principal nome da capoeira de São Paulo. É vice-presidente cultural da Federação de capoeira do Estado de São Paulo, entidade filiada à Confederação Brasileira de Capoeira e à Federação Internacional de Capoeira e presidente do Conselho Superior de Mestres – seção São Paulo.
Atualmente, Mestre Brasília ministra aulas de capoeira no Galpão do Circo, na Vila Madalena e na Avenida São João, Centro de São Paulo. “Eu aprendi muito com a capoeira, tenho muito gratidão por esse esporte. Lutei muito par que a capoeira se tornasse o que é hoje. Posso dizer que conquistei uma vitória”.
O Mestre, que vive 44 anos em São Paulo, ministra palestras sobre capoeira e já foi ao Japão 14 vezes para divulgar essa arte-marcial. “Meu grupo foi o primeiro a sair do Brasil e pisar no Japão. No oriente fiz shows de capoeira e maculele”. Brasilia disse que em suas palestras fala sobre ética, cidadania, hierarquia e principalmente sobre capoeira.

Outro pioneiro da capoeira paulista é Reinaldo Ramos Suassuna. O Mestre Suassuna, como é chamado tem 75 anos e é um dos mais importantes nomes da capoeira do Brasil. Vivendo pela capoeira a mais de meio século, Suassuna já viajou, por aproximadamente, 50 países, entre Japão, Estados Unidos, França, Israel, para levar a cultura brasileira e palestrar sobre os momentos desse esporte cultural.
“A capoeira é tudo em minha vida. Tudo que eu tenho nesses 75 anos vividos devo a capoeira. Ela me deu muitas oportunidades”, disse o Mestre.
Hoje, o Grupo Cordão de Ouro, comandado apenas por Suassuna, tem 2.000 filiais em todo o mundo e tem papel de destaque entre todos os grupos de capoeira do país, não só pelo que representa para o seu Mestre, mas para todo o esporte e cultura do país. 
Suassuna nasceu em Ilhéus, na Bahia e foi criado em Itabuna. Quando criança apresentou um problema de paralisia infantil e o médico recomendou que praticasse um esporte que não fosse futebol, então, Reinaldo começou a praticar capoeira e até hoje vive disso. “A capoeira reestabeleceu minha saúde, se não fosse por ela, talvés eu nem estaria aqui concedendo essa entrevista”, desabafou.

Além de Capoeirista, Mestre Brasilia é escritor (Foto: Mônica Cardim)Mestre Brasilia é autor de um livro

Além de 53 anos vividos pela capoeira, o Mestre Brasilia já escreveu um livro onde fala da história da capoeira e da sua história pessoal.
A obra ‘Vivência e fundamentos de um mestre de capoeira’ é um livro didático, onde o autor descreve tudo que viveu sobre a capoeira e sua ética. Além do livro, existe um CD e um DVD que o completam.
“Escrevo sobre minha história e sobre a história da capoeira, pois a minha história está ligada com a capoeira e a capoeira está ligada com a minha história”, explicou o Mestre.

Um recado para os Capoeiristas

Os grandes Mestres de Capoeira do Brasil, não podiam deixar de agradecer a todos os capoeiristas  e passar uma mensagem a esse esporte que leva cultura popular a todo o país.
“Quero dizer a todos os capoeiristas que ame e respeite a capoeira, pois essa luta é nossa. Não use o esporte para se aproveitar dos mais fracos, use e aproveite o que ele tem de melhor”, disse o Mestre Brasilia.
“A capoeira é global e me ajudou em muitas coisas. Através dela tive grandes oportunidades e me tornei um grande cidadão. Se ela transformou minha vida, pode transformar de todos que a praticam”, concluiu o Mestre Suassuna.

Serviço: Grupo Ginga Brasilia – Rua Girassol, 323 – Vila Madalena – São Paulo – Tel: (011) 3815-6147 – As aulas são ministradas de segunda e quarta-feira das 19h às 20h e de terça e quinta-feira das 19h às 20h30.
Grupo Cordão de Ouro – Rua Jesuíno Pascoal, 44 – Santa Cecília – São Paulo – Tel: (11) 3223- 5357 – As aulas são ministradas todos os dias das 10h as 22h.

Semana da Capoeira no Largo da Matriz em Guarulhos

A Liga Guarulhense de Capoeira da cidade de Guarulhos, em comemoração ao Dia do Capoeirista, promove a Semana da Capoeira que começa hoje, com uma grande roda do esporte originado na Bahia, no Lago da Igreja Matriz. As celebrações se estendem no dia 11 de agosto, com uma palestra do Mestre Brasília, o percussor da capoeira em São Paulo, e um Aulão de Capoeira no Adamastor Centro. O encerramento será no dia 12 de agosto com apresentações culturais de dança afros e danças ligadas a capoeira.

Segundo o diretor administrativo de comunicação e marketing da Liga Guarulhense de Capoeira, Amauri Rodrigues, são esperadas, aproximadamente duas mil pessoas, durante esses três dias de comemorações. “Só amanhã (hoje), cerca de 400 pessoas participarão da abertura com a roda de capoeira, entre 27 grupos filiados a liga e os simpatizantes pelo esporte”, disse o diretor.

Desde 2008, acontece essa comemoração ao Dia da Capoeira em Guarulhos, mas esse ano será especial porque é o primeiro ano que a Lei nº 4.649, de 1985, que institui o Dia do Capoeirista a ser comemorado, anualmente, no dia 3 de agosto, é reconhecida na cidade.

Para o Mestre Pererê, que é o atual presidente da Liga Guarulhense de Capoeira, esse reconhecimento é muito importante para a capoeira e para a cidade. “Com a aprovação da lei municipal que institui a capoeira, demos o primeiro passo para o reconhecimento do trabalho e da força que a capoeira através de grandes mestres que a cidade possui”, disse o Mestre Pererê.
Pererê é dono do grupo Negro Fujão. “Temos ainda muitas lutas a serem travadas, uma delas é a implantação da capoeira em todas as escola públicas de Guarulhos, a sede da liga e a Casa da Capoeira em nossa cidade”, concluiu.

Fonte: http://futeboleumpoucomais.blogspot.pt

Professor Busca Longe, de Pindamonhangaba para o Mundo…

Do interior de São Paulo para o mundo… O camarada Busca Longe, membro do Grupo de Capoeira Muzenza, vem se destacando no meio da capoeiragem, levando seu trabalho e sua capoeira para outras partes do globo, exaltando a nossa cultura e a nossa arte-luta.

Professor leva a capoeira pelo mundo

Em junho deste ano, Júlio César Farias, 31 anos, professor de capoeira do Colégio Novo Rumo, em Guarulhos, conhecido por Busca Longe, representou o Brasil em Taiwan, junto a outros sete capoeiristas

O apelido – que ganhou de um amigo de Pindamonhangaba – graças à flexibilidade dos movimentos largos – passou a ter outra conotação. "Fui divulgar a nossa arte para outras culturas pelo mundo. Além de ‘buscar longe, eu fui levar também", conta. Além de Taiwan, na China, o grupo passou por Joanesburgo, na África do Sul, e Hong Kong.

Busca Longe começou na capoeira em 1990, depois que foi convidado por um amigo, ainda em Pindamonhangaba onde nasceu, para assistir uma aula. Nunca mais abandonou a arte. Neste ano, foi destaque do Mundial de Capoeira, no Rio de Janeiro, quando ficou entre os cincos melhores. Entre as conquistas, está um campeonato interestadual, realizado em Presidente Prudente, no interior de São Paulo.

Arte criada pelos escravos africanos no Brasil, a capoeira é encarada como jogo que se disputa com a pessoa e não contra. "A capoeira foi criada pelos escravos como forma de expressar a ânsia por liberdade. Eles precisavam se defender dos opressores. Praticavam dentro de seus abrigos, sem que os senhores de engenho desconfiassem. Criaram uma luta com estilo de dança".

"Meu projeto em Guarulhos já tem 12 anos. Venho me especializando e trabalhando na atividade infantil. Como professor, encontrei muitas barreiras, já que algumas pessoas pensam que a capoeira é uma luta, que a criança vai se machucar. Mas não é isso. Para atuar no ensino infantil, você deve se especializar com cursos, palestras, workshops", conta.

No Colégio Novo Rumo, escola que considera excelente, Busca Longe encontra o local ideal para difundir sua cultura. "Tenho total apoio do colégio, dos parceiros de trabalho e dos alunos. Todo final de ano, realizo o batizado da capoeira. É uma festa, com mestres e professores. E simboliza a iniciação ao universo dessa arte", afirma.

Além de ensinar capoeira, Busca Longe também é artesão. Confecciona e vende instrumentos para capoeira, como o berimbau, angola e reco-reco. Tem clientes em vários países como Inglaterra, França e Itália, entre outros.

Benefícios

Busca Longe O professor destaca vários benefícios da prática da capoeira, como maior vigor físico, e disposição ao trabalho, para os adultos. Já as crianças são beneficiadas com as qualidades psicomotoras, a lateralidade (o lado esquerdo e o direito) e a coordenação motora. Ele cita que a capoeira está inserida na grade curricular das escolas municipais, estaduais, particulares e universidades. "Dá noções de cidadania, cultura, e história. No ensino fundamental, trabalha a formação do caráter, as qualidades psicomotoras da criança. Também impõe limites, já que a criança tem regras de conduta. E o melhor de tudo, elas aprendem de forma lúdica e prazerosa, já que – antes de mais nada – a capoeira é uma arte.

Fonte: Guarulhos Web – http://guarulhosweb.locaweb.com.br
Simara Souza/GuarulhosWeb – Fotos: arquivo pessoal

Leia mais sobre o Professor Busca Longe

Guarulhos: Ginásio João do Pulo terá seletiva de Judô e Capoeira

A Capoeira buscando em sua faceta "esporte" a institucionalização e a presença cada vez mais enraizada nos clubes, escolas e nos jogos esportivos.
 
Um bom exemplo da valorização da capoeira no ambito esportivo é a excelente aposta que o SÃO PAULO, no Morumbi, vem fazendo em prol da capoeira, disponibilizando espaço, infraestrutura e todas as condições para os seus sócios praticarem a capoeira. Para isto o São Paulo Futebol Clube buscou uma parceria com o pessoal da Berim Brasil, representados pelo Mestre Wellington, CMestre Wandola e Prof. Monise.
 
Nós do Portal Capoeira desejamos que outros Clubes abram o olho para o enorme potencial da capoeira como esporte e arma de inclusão, sendo sem dúvida uma maravilhosa ferramenta de ludicidade e parceria, que incorpora diversos elementos culturais e musicais, despertando a cidadania.
 
Para o pessoal de guarulhos que nos enviou esta matéria desejamos muito axé e sucesso nesta seletiva!!!
 
Luciano Milani
 

Visando à formação de equipes que irão representar Guarulhos nos Jogos Regionais, em Lorena – SP, em julho, será realizada neste sábado, 13, uma Seletiva de Judô e de Capoeira…
… pelo Instituto Gustavo Gomes e Secretaria municipal de Esportes.
 
Os atletas que forem classificados até oitavo lugar terão direito a receber bolsa-auxílio. A participação é permitida a todos os interessados, masculino ou feminino, com idade mínima de 16 anos (para Judô, da faixa verde para cima) e as disputas da Seletiva obedecerão a normas da Coordenadoria de Esportes do Estado de São Paulo, segundo informa o professor José Aparecido Gomes (Zeca).
 
Às 8h do sábado, haverá a pesagem dos atletas do Judô, para início da Seletiva às 8h30. Às 15h, haverá a pesagem dos atletas da Capoeira, com início da Seletiva às 16h. A tolerância de peso será de até 500g. Local: Ginásio João do Pulo, rua Maria Cerri, s/n, Jardim Divinolândia/Bela Vista.
 
Os interessados devem confirmar a participação até sexta-feira, dia 12, das 7 às 22h, pelo telefone 6440-6624, ou no horário comercial, pelo telefone 6406-3580.